Nossa Senhora das Graças

Cerca de 749 frases e pensamentos: Nossa Senhora das Graças

Um monstro ou uma bela senhora, a forma como vemos a Matemática é produto dos nossos esforços.

Jerriomar Ferreira

A vida é uma eterna senhora de oitenta e poucos anos, sentada á porta de casa, num banquinho de tábuas mal pregadas e maltratadas pelo sol e pela chuva, com um punhado de linha e uma agulha de tricotar nas mãos enrugadas. Todas as manhãs e fins de tarde se distrai a observar sua platéia que faminta pelo prazer e pela necessidade infindável do “ter” transita em suas vistas, sem muitas vezes notá-la ali presente todos os dias.

Daniel S Rocha

Sou senhora do meu destino,"escrava" de meus pensamentos. As palavras qdo saem da alma são as minhas forças.

Mariana Junqueira

Nhá Bába


A querida Nhá Bába, era uma senhora magra e alta, negra e beirando uns 100 anos.


Era minha vizinha no Parque Edu Chaves, uma das vilas do folclórico bairro do Jaçanã, bem na divisa de Guarulhos, aqui em São Paulo.


Quando criança, o bairro era uma fazenda que vinha se apovoando. Tinha gado, mato, riachos, muitas árvores e um crescente número de pessoas novas que vinham na oportunidade de adquirir seus terrenos e construir suas casas.


Era o início dos anos 60, pois o Presidente Kennedy ainda não havia sido assassinado.


A Avenida principal, onde eu nasci, era a única que recebera por aqueles dias um calçamento de paralelepípedos.


Eu morava em uma casa em uma das esquinas da Avenida principal, a qual ainda é nossa, da família.


Nhá Bába.


Vejam bem: em 62 eu tinha 6 anos e a Nhá Bába quase 100.


Voltando a ela, era muito bonita considerando a idade que tinha.


Magra e alta, perto de 1,80m, vestia-se sempre com vestidos longos, alvos e soltos.


Jamais a ví sem um turbante.


No bairro, os terrenos eram todos grandes, quase todos com no mínimo 50 mts de fundo e com a testada não inferior a 10 mts.


A casa da Nhá Bába era de madeira, como aquelas que vemos ainda em Curitiba ou nas cidades do Mato Grosso do Sul; bonitas e bucólicas.


Nhá Bába sentava-se sempre no terreiro, debaixo de uma Palmeira centenária e de bom papo, conversava todas e todas as tardes com a vizinhança.


Falava dos seus pais, das suas lembranças em Minas, da fazenda onde nasceu e cresceu, dos irmãos sumidos, dos filhos mortos. Falava da imensa alegria por estar morando em São Paulo.


Era uma figura impar.


Fumava um cachimbo de barro e benzia a criançada com tosse comprida, íngua e quebranto.


Muito plácida, parecia ser a conselheira das jovens mães, pois na época minha mãe não tinha mais que trinta anos, considerando-se os oitenta e um que ela tem hoje.


Naquele terreiro da casa da Nhá Bába, tinha galinha, muito passarinho e um aconchego de casa de vozinha.


Nem cerca tinha a casa da Nhá Bába.


Sei que morar lá e perto da casa da Nhá Bába marcou muito a vida das pessoas.


Eram anos dourados. Quando chovia tinhamos no ar aquele cheirinho de mato molhado; escutávamos nos riachos que eram límpidos o canto da saracura.


Não havia maldade. Todos, desde os mais idosos, como os mais novos tinha espírito de criança.


As tardes eram mais coloridas e as familias mais unidas.


Os vizinhos, como a Nhá Bába, eram parte das nossas familias. Todos se cotizavam por alguém doente, por ajudar um amigo.


Fazia-se bolo e mandava-se sempre um pedaço à casa do vizinho.


Foi da casa da Nha Bába que tive o primeiro contato com a Festa de Reis. Muitos de seus parentes, outros velhos negros do bairro, cultivavam o folclore já praticamente desaparecido da cidade.


Rezava-se a novena em um santuário na Casa da Nhá Bába, com praticamente todas as mães do bairro.


Nhá Bába transmitia tanta dignidade que jamais poderei esquecer daquela figura maravilhosa, uma rainha negra que tive a oportunidade de conhecer.

Roberto dos Santos Vaz

Razão e emoção!... Uma não deve ser a senhora da outra.
Pender unicamente para um lado (razão) ou para outro (emoção),
fará que oscile como um pendulo...
Se conseguir a comunhão perfeita destas duas partes,
elas tomarão decisões juntas em perfeita cumplicidade...
Encontrará assim o equilíbrio das suas ações e da sua alma...

Marise Muniz

Que Nossa Senhora da Queratina mantenha meu cabelo lindo e brilhoso assim como estava hoje, amém!

Viviane S. Jorge

Lady in the streets but a freak in the sheets. Senhora nas ruas, mas uma aberração nas folhas.

Fabrício Menna

Senhora mulher

Você que traz no ventre desde o imperador ditador cruel e homicida, o operário madrugador e simples, o empresário cego e doente por lucros e até mesmo o salvador dos homens.

Você mãe, irmã, avó, noiva, esposa e amante; daríamos – se nos fosse pedido- o próprio coração ao invés de uma mera costela para que fosses criada, por tamanha gratidão, devoção e amor por ti.

De ti nascemos e em ti morremos, porque vemos até mesmo na morte a figura de uma linda e frágil mulher, que com o toque de suas finas mãos, fecha nossos olhos o nos põe a dormir o sono sem fim, como mãe atenciosa que coloca com todo o cuidado e carinho o filho na cama depois que este, pegou no sono.

Você é quem governa o mundo. Assim, enquanto houver um coração feminino batendo vivo cheio de amor e singeleza, haverá esperança de vida para o mundo triste e perdido dos homens.

Christian Sergi

Na celebração do dia 12/10/13 em festejo do dia de Nossa senhora, ao receber a hóstia a irmã Sueide me deu um forte abraço, eu não recebo o corpo e o sangue de cristo, mas através daquele abraço eu senti que mesmo sem comungar estou em comunhão com Deus. E cada vez que buscarmos a Deus, Ele nos concede a sermos uma pessoa renovada.

Maria

Quantas manhãs, ó senhora, terei
Para entregar-me, apascentado, a ti?
Outrora, na distância me abati.
Sem a tua formosura, chorei.

Eis que, hoje, tu estás ao meu lado,
Nova vida – vida juntos, nascente;
Tenho-te como do Acaso um presente,
E beijar-te me faz entusiasmado.

Inda que os dias nos venham a pesar,
Saiba que não será a pobre rotina
Que barrará ao sincero sentimento.

Lembres sempre, ó minha menina
Não te entregues, peço-te, ao lamento,
Curta comigo as dobras desse andar.

Benedito Gomes Rodrigues

senhora do meu coração
primor da minha alma
virtude da minha solitude,
ser da minha da alma
flor da minha floresta
senhora do meu ser
vigor dessa minha solitude,
senhora do passado sendo parte
de um futuro certo dor minha alma,
bela virtude em pleno horizonte.

Celso Roberto Nadilo

Certa vez avó Maria no supermercado:

-Mas a senhora quer tomates para que exatamente?

-Política.

Luciana Maria Tico-tico

Pensando como viver
Olá bom dia.

Sou uma senhora dona de casa que em sua vida simples e pacata convive com o medo e pavor que é viver em uma grande cidade.

Moro na cidade de Feira de Santana que é um grande centro comercial e devido a sua posição geográfica e um entroncamento rodoviário que interliga sudeste e nordeste.

Muitos que aqui passam sem um destino certo acabam fixando residência, sem emprego fixo acabam em sua maioria caindo para marginalidade.

Precisamos coibir a violência.

Crimes são acometidos em plena luz do dia e cai no esquecimento. Muitos deles por um motivo fútil.Não é só quem morre ou quem matou que sofre,mas famílias inteiras,que caem em desespero .Afinal será que a morte é uma solução?

-Claro que não é apenas um grande inicio de imensidão de problemas

-Onde vamos parar com esta violência absurda, as drogas tomam conta da juventude.

Famílias interias sendo corrompido pela droga, o respeito que antes era algo que fazia parte do dia a dia acabaram. Filhos não respeitam seus próprios pais,imaginem seus professores ou colegas de colégio e quando chegam a uma idade que precisam entrar no mercado de trabalho nem conseguiram ainda concluir o primeiro grau.

Pensem e repensem meus jovens, a vida está ai para ser vivida, não para serem ceifadas por tão pouco.

As autoridades precisam coibir a violência, com um trabalho sério de recuperação da autoestima do cidadão.

Acorda Brasil a Copa está ai nada se pode fazer agora, mas podemos lutar para que os nossos direitos de cidadãos sejam respeitado, não com armas e protestos destruindo tudo, mas com a arma mais potente que temos que é direito de escolha VOTE, mas vote certo.



Feira de Santana, 22 de maio de 2014.
Celia Macedo

Celia Macedo

“Então, senhora
Vista-te com a tua melhor ironia
E cace os teus sonhos no infinito
Minha doce senhora
Não rompa o teu encanto
O mundo vai estancar teu pranto
Menos a tua dor
Ó mulher da armadura de cetim
Despe os meus sentidos
Brinca com a minha ternura
Me faz teu refém
Pequena dama que exala cereja
Dê-me aquela certeza
De ser minha também
Quiçá, menina
Eu ache os teus espinhos
Enquanto te mato de carinho
Apenas para ver-te sorrir
Desculpa a gentileza
Por contemplar a tua beleza
Que enamora os querubins
Pois sim, estranha
Esconda os teus cacos
Mascare as tuas veias
Descubra o amor
Comigo, teu senhor
Enfim”

Amanda Seguezzi

dentro do táxi.

[motorista]: "Aonde você quer que eu deixe a senhora?"

[eu}: "me deixe em Paz, por favor".

Tainah Ferreira

Minha senhora. Desposar-te-ei com honras, e te seguirei até
os últimos dias de lua em meus olhos. Contemplarei a sua Gloria, assim como vejo o crepúsculo em tardes ensolaradas.
E quando o suspiro me faltar, descansarei em paz, por toda eternidade.E tu vida, sempre de ti me lembrarei.

Joel Fraga

Nossa Senhora é a alegria da esperança eterna fecundada pelo Espírito Santo no sacrário da Santíssima Trindade, unidas pelo Pai com o Filho no Amor maior.

Anderson Carmona Domingues de Oliveira

Nossa Senhora é a plenitude da graça santificada com o amor da fé e esperança.

Anderson Carmona Domingues de Oliveira

“Consegui Falar com Ele Finalmente!”

Esta foi a expressão de júbilo que certa senhora, temente a Deus, disse que tivera, a uma amiga.
Tinha o temor de Deus, mas confessou que na verdade, nunca tinha conseguido orar com gratidão, com amor, e com a certeza de que era ouvida e atendida por Deus.
Até que, recentemente, ao consultar uma bateria de exames médicos, a que havia sido submetida, constatou que, miraculosamente, o resultado apontava que tudo estava normal em relação à sua saúde.
Cheia de alegria incontida, ao chegar em casa, começou a pular e a bradar a plenos pulmões: “Obrigado Jesus! Muito obrigado meu Senhor!”.
Tal era a natureza daquela alegria, que sentia que havia algo de especial na mesma, algo além de expressão de gratidão.
Havia a certeza em seu coração de que os olhos de Deus lhe estavam contemplando, e o Senhor falava com ela em seu espírito.
Não era mera alegria. Era louvor produzido pelo Espírito Santo.
Quão precioso é o Senhor Jesus, que condescende em falar conosco descendo das infinitas alturas da Sua gloriosa majestade, para alegrar o coração de pequenos e pobres pecadores como nós.

Silvio Dutra

Que bela manhã de sábado! Fazer caminhada agora e já, senhora Marlene. É uma ordem! Nem pensar em fazer corpo mole. Mantenha-se fiel ao seu lema: Ser saudável para morrer saudável.

Marlene A. Torrigo