Navegando

Cerca de 97 frases e pensamentos: Navegando

Enquanto isso, navegando eu vou sem paz, sem ter um porto, quase morto, sem um cais.

Los Hermanos

Somos um planeta vivo, Sofia! Somos um grande barco navegando ao redor de um sol incandescente no universo. Mas cada um de nós é um barco em si mesmo, um barco carregado de genes navegando pela vida. Se conseguirmos levar esta carga ao porto mais próximo, nossa vida não terá sido em vão.

Jostein Gaarder

Rua,
Espada nua
Boia no céu imensa e amarela
Tão redonda a lua
Como flutua
Vem navegando o azul do firmamento
E no silêncio lento
Um trovador, cheio de estrelas
Escuta agora a canção que eu fiz
Pra te esquecer Luiza
Eu sou apenas um pobre amador
Apaixonado
Um aprendiz do teu amor
Acorda amor
Que eu sei que embaixo desta neve mora um coração

Vem cá, Luiza
Me dá tua mão
O teu desejo é sempre o meu desejo
Vem, me exorciza
Dá-me tua boca
E a rosa louca
Vem me dar um beijo
E um raio de sol
Nos teus cabelos
Como um brilhante que partindo a luz
Explode em sete cores
Revelando então os sete mil amores
Que eu guardei somente pra te dar Luiza
Luiza
Luiza

Tom Jobim

NAVEGUEI EM SUAS MENTIRAS

Navegando a procura de algo, nem mesmo sabia o que procurava!
derrepente você me apareceu, não podia
ouvir sua voz e nem ver o seu rosto.
Mas algo dentro de mim com o tempo
devagar estava mudando.
A cada teclada aprendi a ti conhecer
Minha intuição dizia para fugir, desistir.
A entrada de seu nick simples e forte
Sentia uma tremedeira, um frio por dentro

viajávamos madrugada a dentro, uma viajem ,repleto de amor e magia
Mas o tempo foi me mostrando que nunca foi
sincero, mas já estava envolvida como um vírus que
destruía aos poucos o meu coração.

Seria como travar minha memória não
me dando tempo de salvar essa nossa união
Seleciono suas hipocrisias e jogo na lixeira
de suas falsidades, sua falta de caráter e criatividade!
jogava com todas os mesmos argumentos.
Tentei reiniciar para que pudesse mudar,
dar uma chance, e foram tantas as vezes quis deletar essa esperança.
Senti vontade de rackear o seu pensamento
para que não brincasse com mais ninguém.

Invadir o seu coração e nele entrar e ver
quanto frio e insensível ele é, ferindo sem
se importar, quantos corações foram quebrados
por suas arrogâncias sem se arrepender
das suas atitudes mesquinhas.

Fiz então a colagem de toda
essa ilusão e guardei no histórico
de seu egoísmo.
E no site do seu orgulho estupidamente saiu fora do ar.
Os programas dos meus sonhos ao seu lado
só davam endereço errado pois o endereço
certo a muito alguém já ocupava.
E foram fechados por ter
causado uma operação ilegal.
O disco rígido de seu cérebro estavam cheios de mentiras
encenações.
Nem que fizesse limpeza nos programas de sua
mente, não removeria essas coleções da sua memória
pois estavam protegidos pelas suas ignorâncias.

Mesmo sem espaço seu ego tinha que ser satisfeito,
sentir que podia tudo e se engrandecer.
Vinte quatro horas de navegação isso o deixou
viciado em tentar destruir suas vitimas que foram tão
simples em suas sinceridade, mas isso para você não
importava, pois queria apenas usar, pisar e ferir
quem ousasse gostar de você
Sendo assim fugi de suas atitudes doentia
formatando você de minha vida com a
certeza de nunca mais te encontrar,
Nunca mais...

marylife

Enquanto isso, navegando vou sem paz.
Sem ter um porto, quase morto, sem um cais.

Los Hermanos

Navegando em águas calmas depois de ondas gigantes que me engoliram inteira.

Luanna Ribeiro

FALO,BRIGO,XINGO, MAS O AMOR ESTÁ POR TRÁS DO ÚLTIMO GRITO!

Marlene Vieira Perez

A vida é uma mentira já que é finita, mas temos que vivê-la como se fosse verdade

Marlene Vieira Perez

Á DERIVA
Estou à deriva tal barco neste mar que é a vida
Navegando por entre as ondas
Neste mar turbulento que ela tem sido
Dias de acalmia
Dias de tempestade
Dias de sol
Dias de chuva
Noites escuras
Noites estreladas
Procurando ao longe o farol
O farol que me guie para um porto seguro
Já o vislumbrei
Mas voltei a perdê-lo
Neste momento de tempestade
Procuro simplesmente sobreviver
Tentando não naufragar
Mesmo à deriva preciso navegar
Com esperança
De um dia porto seguro vou encontrar

Jbrito

Navegante

Navegando em um barco frágil me deparo com um mar de responsabilidades
Ondas cobrem as velas, manchando o grande pano branco iluminado pela lua
A tempestade é aumenta, o tempo passa, e as ondas ficam cada vez maiores
Sigo com força total, sentindo fortes impactos causados pelas enormes ondas
Fortes ventos sopram danificando parte do frágil barco, mas ainda assim sigo em frente
Sei que o caminho é difícil, mas o que me aguarda é maior que qualquer onda já vista
Mais forte que qualquer vento, que qualquer roxa, é algo jamais avistado, tocado ou compreendido
Não é preciso de vento para mover as velas, nem combustível para funcionar os motores
É preciso se jogar de cabeça em um mar de emoções, dúvidas e incertezas.

W. Iazzetta

Navegando no mar aberto dos meus pensamentos, minha bússola sempre aponta na direção da ilha chamada você.

PedroDias

NAVEGANDO

Deito-me em águas mansas
Navego no mar da esperança,
Tenho a suave calma dos amantes
Depois de saciada a sede em tua cama.

Antevejo a felicidade sonhada,
Rendo-me ao desejo acontecido,
Tenho no corpo uma vontade
De abrigar teu contorno todo dia.

Quando estás distante
Guardo toda dor do mundo,
No vazio que a vida toma
Que encontro não estando junto.

Não te afaste por longo tempo
Já não sei viver sem nossos momentos
Choro tua ausência no meu dia,
Busco no teu amor a minha alegria.

Assim vou navegado ao teu encontro
Querendo-te nos meus braços para sempre
Todo dia, toda hora, em todos os momentos.

MÁRCIA ROCHA
10/12/2009

Márcia Rocha

NAVEGANDO SEM CAIS.

Eu te vejo
Navegando para o abismo
Esse que tanto vimos
Na nossa vida de desejo.

Grite todos, morte ao amor!
Esse que sempre traz dor
Para os corações indolentes
Sempre tão carentes.

Mas será que alguém vive sem amor?
Será que sempre traz dor?
Perguntas e duvidas de um ser
Que nenhum amor soube ter.

Será que a culpa é dos corações inconstantes?
Amam só por um instante
Será que nunca sofrem?
Será que por amor nunca morrem?

A solidão te cai bem
Porque chorar por alguém que não sabe amar?
Por quem não sabe cantar
Por quem não sabe navegar.

Caminhe só seu palhaço sem circo
Pois assim não te ferem mais
Assim não te prometem um cais.

MAX FRANÇA

MAX FRANÇA

Navegando
Buscando novos mares
Portos nunca aportados
Pescando sentimentos renovados

Navegando
Despedindo da mesma praia
Das velhas cadeiras
Do guarda-sol desbotado

Navegando
Soltando as amarras.
Deixando o sol entrar pela aba do chapéu
Que já se tornou roxo
Como naquela poesia

Navegando
Buscando o coração que ficou
Em algum porto do passado
Limpando as artérias desse coração magoada
Assoprando uma nova vida.

Navegando
Renovando
Libertando
Recomeçando
E recomeçando de novo
Mas jamais desistindo

Lienne Liarte

Se preciso For.

Por que hoje me sinto como um barco sem velas
Navegando no escuro sem luz nem clarinetas
E quando o meu oceano se destilar dos sonhos alheios
Serei o último a viver este meu mórbido devaneio.

Por que hoje me sinto como um barco sem velas
E sem graça também, neste constante infinito altivo
Que de imenso és curto, sem vida, sem velas.
Não sei como hei de viver, nem mesmo sei se estou vivo.

Nesta loucura insana que inflam meu ego com ar
Já se passaram tantas vidas, tantos fomos nós
Que no crepúsculo do arpoador, aprendi o que é amar

E por aprender a nunca perder ao te ver, perdi a voz.
Mas se preciso for encontrar o farol deste imenso mar
Sei que serei capaz, e novamente seremos nós.

Rollf Fiore

Rollf Fiore

Fico a ver navios
Aqui
Navegando
Dentro de mim

Crio personagens para cada embarcação
Os faço chorar quando quero
Não costumo os consolar
É terrorismo mesmo
Tortura na busca de inspiração

NaNa Caê

Navegando sobre os 7 mares,
Aqui estou,
Sobre a brisa do vento,
Me leva que eu vou,
Enfrentando tempestades, maremotos

E Até mesmo um furação,
Sem rumo, sem destino,
Em busca de um dia,
conquistar o seu coração,

Minha estrela guia,
Embora esteja tão distante,
Seu olhar para min,
Vale mais que um diamante,

Meu tesouro escondido,
No fundo do mar,
Farei de tudo,
Para apenas,
Um dia, te encontrar.

Rahvok

Ilumina meus caminhos onde for
Estilhaços, teus abraços me encontrar
Navegando nas correntes do amor
Feito o dia, traz a luz e soa o som
Tanta vida pra viver
Tô quase acreditando
Sem trapaça, que esta sorte me levou
Tanta vida pra viver
Tô quase acreditando
Sem trapaça, que esta sorte me encontrou
Amiga, todo dia é dia de se praticar
Todas novas formas de te amar
Em cada encontro, uma cidade
Em cada estrela, uma saudade
Lua do universo a nos olhar
Tudo é fantasia
Quem sabia
Da morte da trapaça de não ser
Pressentia
Amar-te é maior sorte de se ter.

Luiz Melodia