Não me Engane

Cerca de 239 frases e pensamentos: Não me Engane

Destino errante

Não se engane
com meu jeito
sério e com o
mistério que
faço de mim.

O meu jeito
é assim sem
graça, mas só
disfarça o que
eu sinto aqui,
no meu peito
apaixonado.

Sim, pois mesmo
os meus olhos
castanhos, apesar
de estranhos,
são capazes
de amar.

Douglas Rodrigues da Silva

Não se engane meu bem, não é qualquer palavra que me ilude, não é qualquer beijo que apaixona, não é qualquer olhar que me conquista. O comum não me atrai. A moça simples me fascina.

Humberto Queiroz

Se tiver humildade, não tenha receio, o Senhor não permitirá que se engane nem engane os outros

Santa Teresa d'Avila

Não se engane qualquer caminho que leve ao conhecimento não será fácil de trilhar...
Todos nós temos dias bons e ruins, mas o importante é nunca perder o foco.
Meça, pondere, equilibre e seja sempre firme nos teus objetivos.

Paulo Ursaia

Não Permita que Seu Coração o Engane!

Por John Owen

Guarde-se contra o engano do seu coração

A Palavra de Deus nos diz claramente: "Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas" (Jer. 17:9) e muitas experiências amargas confirmam isso. Com esta nona regra estamos pensando numa forma particular de auto-decepção. Estamos pensando em como uma falsa paz pode nos enganar. A regra para impedir essa falsa paz pode ser expressa da seguinte maneira:

Cuide-se para que não diga paz para você mesmo antes que Deus o faça. Sua consciência é a voz de Deus: ouça o que ela diz. Quando você peca, ou quando se conscientiza do poder de algum desejo pecaminoso, sua consciência o perturba. E desse modo que Deus o adverte do perigo. É Deus perturbando sua paz. E Deus perturbando sua alma, para que você se volte para Ele e Lhe peça que dê Sua paz à sua alma. Quando Deus o perturba dessa maneira, seu maior perigo é dar uma falsa paz à sua alma. Nos dias de Jeremias, os falsos profetas eram culpados de proclamar essa falsa paz. É da seguinte maneira que Deus fala a respeito deles: "Curam superficialmente a ferida do meu povo, dizendo: paz, paz; quando não há paz" (Jer. 6:14). Seja cuidadoso para que não fale como um falso profeta à sua própria alma, e lhe diga: "Paz, paz" quando Deus não lhe deu essa paz.

Cinco maneiras de se saber a diferença entre a paz que Deus dá, e a falsa paz que você pode dar a você mesmo.

1. Qualquer paz que não traga com ela ódio ao pecado que tem perturbado sua paz é falsa

A paz que Deus fala à alma sempre traz com ela um sentimento de vergonha, e um santo desejo de mortificar seus desejos pecaminosos. Se olhar para Cristo, a Quem seu pecado traspassou (se não fizer isso não haverá nem cura e nem paz) você deve prantear (veja Zac. 12:10). Quando você vai a Cristo buscando cura, sua fé repousa em um Salvador ferido e traspassado. Ora, se fizer isso na força do Espírito Santo, ser-lhe-á dado ódio pelo pecado que tem perturbado sua paz. Quando Deus nos dá a paz a alma se envergonha dos diversos modos como o pecado tem estragado nossa paz com Deus (Ez. 16:59-63).

E possível estarmos perturbados pelas conseqüências do pecado, mesmo sem odiarmos o próprio pecado. Na sua perturbação você pode estar buscando a misericórdia de Deus e ao mesmo tempo se apegando ao pecado que ama. Por exemplo: sua consciência o convence de estar amando o mundo. Esse modo de buscar misericórdia nunca lhe trará paz verdadeiramente sólida. As palavras de Deus: "Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele" (1 João 2:15) perturbam sua paz. Na sua perturbação, você se volta para Deus para que Ele cure sua alma, porém está mais preocupado com as conseqüências do seu amor pelo mundo do que com o mal desse amor. Esse é um mau sinal! Talvez seja salvo; no entanto a não ser que Deus por Suas ações especiais o faça realmente odiar o pecado, você terá pouca paz nesta vida.

2. Qualquer paz que não seja acompanhada pela ação do Espírito convencendo do "pecado e da justiça e do juízo" é uma falsa paz

A Palavra de Deus nunca fala de paz "somente em palavras", ela vem no poder do Espírito Santo. A paz de Deus de fato cura a ferida. Quando nos damos a nós mesmos uma falsa paz, não passará muito tempo até que o pecado que havia perturbado nossa paz apareça outra vez.

Como regra geral, Deus espera que Seus filhos aguardem até que estejam certos que Ele lhes deu a paz. Como disse o profeta Isaías: "Esperarei no Senhor, que esconde o seu rosto da casa de Jacó, e a ele aguardarei" (Is. 8:17). Deus pode curar a ferida do pecado num instante. Contudo, às vezes, como um médico, Ele gasta tempo limpando a ferida completamente para que ela se cure adequadamente. Aqueles que dão uma falsa paz para si mesmos nunca têm tempo para esperar que Deus faça Sua obra completa. Tais pessoas correm para Deus buscando paz e presumem que ela foi concedida no momento em que a pediram. Não há aquele esperar para que o Espírito de Deus cure a ferida do pecado completamente.

A paz de Deus dulcifica o coração e dá gozo à alma. Quando Deus fala paz, Suas palavras não são apenas verdadeiras, mas elas fazem bem à alma. "Sim, as minhas palavras fazem o bem" (Miq. 2:7). Quando Deus fala paz, ela guia e guarda a alma de modo que não retorne à insensatez (Sal. 85:8). Quando as pessoas falam paz para si mesmas, o coração não é curado do mal e, elas continuam num estado de transvio. Quando Deus fala paz, vem junto uma percepção tal do Seu amor, que a alma se sente obrigada a mortificar os desejos pecaminosos.

3. Toda e qualquer paz que trate do pecado de um modo superficial é uma falsa paz

Como já vimos antes, esta é a queixa que Jeremias fez dos falsos profetas do seu tempo. "Paz, paz" eles dizem, "quando não há paz" (Jer. 6:14). Da mesma maneira, algumas pessoas fazem da cura de suas feridas pecaminosas uma obra fácil. Olham para algumas promessas das Escrituras e pensam que estão curadas. Uma promessa das Escrituras só pode efetuar o bem quando misturada com a fé. (Heb. 4:2). Não se trata de um mero olhar para a palavra de misericórdia e, pronto, isso traz a paz. O olhar precisa estar misturado com a fé até que você a tenha apropriado para si. De outra maneira, qualquer paz que tenha obtido é uma falsa paz. Neste caso não vai demorar muito até que sua ferida se abra novamente e você fique sabendo que ainda não está curado.

4. Qualquer paz que trate do pecado de uma maneira parcial é falsa


O cristão sincero não buscará apenas estar em paz com seus desejos pecaminosos que mais o perturbam. Tentar lidar com o pecado que mais o atormenta, sem lidar também com aqueles pecados que o perturbam menos, realmente seria tratar do pecado com parcialidade. Qualquer paz que pareça vir de se lidar com o pecado dessa maneira é falsa. Só podemos esperar a paz de Deus quando tivermos respeito igual por todos os Seus mandamentos. Deus nos justifica de todos os nossos pecados. Deus nos manda abandonarmos todos os nossos pecados. Ele é um Deus de olhos puros e não pode olhar para a iniqüidade.

5. A paz de Deus é uma paz que nos humilha, como aconteceu no caso de Davi (veja Sal. 51:1)

Pense na profunda humilhação sentida por Davi quando Nata lhe trouxe a palavra perdoadora de Deus (2 Sam. 12:13).

Resumindo

Se quiser ter certeza da paz de Deus sendo dada a você, aprenda a andar intimamente com Seu Salvador. Jesus nos diz: "as minhas ovelhas ouvem a minha voz". Quando aprendermos a ter comunhão com nosso Salvador, aprenderemos a distinguir entre Sua voz e a voz de um estranho. Quando Ele fala, fala como nenhum outro homem o faz; Ele fala com poder. Quando Jesus fala, de um modo ou de outro, Ele faz seu coração arder dentro de você como fez com os discípulos no caminho de Emaús (Lucas, capítulo 24).

A outra grande evidência de Jesus estar falando paz à alma é o bem que ela faz. Sabemos que o Senhor falou paz quando o resultado é sermos pessoas mais humildes. Sabemos que o Senhor falou paz quando nossos desejos pecaminosos são enfraquecidos. Quando as promessas de paz levam você a amar o Senhor e purificar sua alma, quando humilham seu coração com uma verdadeira tristeza pelo pecado, quando o impulsionam a uma obediência amorosa e libertam sua alma do amor por si mesma, então o Senhor falou paz.

John Owen

Cuidado, tem abraços falsos, sorrisos, palavra, pessoas, não se engane com abraços, palavras, elas sabem mentir.

Laura Pacheco.

Renunciar a um amor não significa que não ame,
é bem verdade que talvez a gente se engane
comprometendo a nossa paz...
Mais Deus é bom e permite
que vejamos a falha que existe
para assim corrigirmos nossos erros banais...

João Prezado

São tempos difíceis eu sei.
Mas não se engane, Tudo pode piorar.

Tamara M

Não se engane com o eu te chamar de irmão , os Únicos irmão que tenho de verdade que sabem das minhas dificuldades e minhas felicidades que cuidam do meu nome na minha ausência são vocês apenas vocês! o resto são apenas irmãos fictícios,amo vocês!

Sidney Wylder

Não se engane com um abraço ou com um sorriso os falsos também sabem fazer isso

Demi Lovato

Sempre que você fizer algo bom, não se engane, a glória é de Deus. Se a glória não for dada a Ele, o único merecedor dela, não valerá nada!

Clinton Ramachotte

Amor, não se engane. Tudo que eu fiz por você, faria por um milk shake do Bob's também.

Bruno Fontes

<<<NÃO SE ENGANE>>>
O fato de Deus abençoar ou usar alguém; não significa que Deus aprova tudo o que a pessoa faz ou ensina. Mesmo que o tal faça descer fogo do céu, não há garantia disso.

Humberto Queiroz

Não se engane, amadurecemos Com os danos, não com Os Anos...

Jessica Varella

O “deus” da Nova Ordem Mundial

“2Ts 2:3 Ninguém, de nenhum modo, vos engane, porque isto não acontecerá sem que primeiro venha a apostasia e seja revelado o homem da iniquidade, o filho da perdição,
2Ts 2:4 o qual se opõe e se levanta contra tudo que se chama Deus ou é objeto de culto, a ponto de assentar-se no santuário de Deus, ostentando-se como se fosse o próprio Deus.”

Não somente o Anticristo se oporá a Deus e a tudo o que esteja relacionado ao seu culto e adoração - todos os seus adoradores e seguidores, que o conduzirão ao governo mundial, estão preparando as condições que sejam favoráveis para a sua manifestação ao mundo, por estarem disseminando o ódio a Deus, à Bíblia e aos cristãos.
O desejo de sacudir o jugo de uma sociedade de orientação moral judaico-cristã contribuirá para que se dê as boas-vindas àquele que afrontará e perseguirá tudo o que se refira a Deus.
Poucos sabem que Karl Marx era cristão em sua juventude, e que passou a odiar a Deus e ao cristianismo em razão de ter se associado a práticas satanistas e ocultistas.
Ele se empenhou, juntamente com outros de mesmo pensamento, a lutar pela causa da criação de um Estado em que os princípios da religião cristã fossem arrancados da vida da população.
Estes ideais foram abraçados e materializados na criação de um estado comunista, dirigido inicialmente por Lênin, que abrigava integramente os mesmos sentimentos e expectativas de Marx.
Não seria portanto de se estranhar que faça parte da agenda de todos os que estão empenhados na criação de uma Nova Ordem Mundial, com um governo único para o mundo, o mesmo tipo de governo fascista maquiado de comunista, como os que existem na Rússia e na China. Com o controle geral da economia, com supressão da liberdade religiosa fundamentada em princípios judaico-cristãos, por uma minoria oligárquica, que vem trabalhando para o referido fim.
Por isso muitos desconfiam que foram os próprios capitalistas que fomentaram a criação do comunismo e ideais socialistas em países do Leste Europeu e da Ásia, com o fim mesmo de transportar futuramente, não propriamente o comunismo, mas o seu modo de vida feudal e ateísta, para os países do Ocidente, onde tais mudanças seriam rejeitadas, caso implantadas pela força das armas, como no caso dos citados países, por ser o Ocidente de maioria cristã, e por isso tais mudanças estão sendo implementadas por meio de uma tentativa destruição progressiva dos valores da sociedade cristianizada, pela adoção de práticas pagãs.
Podemos estar convictos de que estão sendo financiados pela cúpula da Nova Ordem Mundial todos os agentes de transformação dos padrões de comportamento, especialmente através da cultura, das artes, da música, da política, da tecnologia, do consumismo, da liberação sexual, e de tudo o que contribua para a subversão de todas as virtudes cristãs que nos são recomendadas, como por exemplo, a da humildade, da castidade, do respeito ao direito à propriedade privada inclusive pelo próprio Estado, do amor ao próximo e à vida, do não cobiçar, do não amar o dinheiro, da adoração exclusiva ao Deus da Bíblia, etc.

Silvio Dutra

Não se engane com minha simpatia ou meu sorriso, muitas vezes é puramente superficial. Apenas um sinal de tolerância e respeito, e raramente contem emoção...

Marcos Silva.

Às vezes, sinto falta do conforto da ingenuidade. Mas não se engane! Eu disse: às vezes!

Marcia Bandeira