Não Devo Nada a Ninguém

Cerca de 43 frases e pensamentos: Não Devo Nada a Ninguém

Eu devo reconhecer que ninguém me conhece. Não realmente. Os que mais sabem não sabem da metade. Não deixo todos os segredos escaparem de mim, não mesmo. Uma delicadeza com os outros, eu diria, pois não quero assustar as pessoas com meu passado. Em especial aquelas que continuaram gostando de mim após o pouco que souberam. Mesmo porque aquela, que fez aquilo, nao está mais aqui. Eu sou literalmente outra.

Fernanda Young

Não sou escravo de ninguém
Ninguém, senhor do meu domínio
Sei o que devo defender
E, por valor eu tenho
E temo o que agora se desfaz.

Viajamos sete léguas
Por entre abismos e florestas
Por Deus nunca me vi tão só
É a própria fé o que destrói
Estes são dias desleais.

Eu sou metal, raio, relâmpago e trovão
Eu sou metal, eu sou o ouro em seu brasão
Eu sou metal, me sabe o sopro do dragão.

Reconheço meu pesar
Quando tudo é traição,
O que venho encontrar
É a virtude em outras mãos.

Minha terra é a terra que é minha
E sempre será
Minha terra tem a lua, tem estrelas
E sempre terá.

II

Quase acreditei na sua promessa
E o que vejo é fome e destruição
Perdi a minha sela e a minha espada
Perdi o meu castelo e minha princesa.

Quase acreditei, quase acreditei

E, por honra, se existir verdade
Existem os tolos e existe o ladrão
E há quem se alimente do que é roubo
Mas vou guardar o meu tesouro
Caso você esteja mentindo.

Olha o sopro do dragão...

III

É a verdade o que assombra
O descaso que condena,
A estupidez, o que destrói

Eu vejo tudo que se foi
E o que não existe mais
Tenho os sentidos já dormentes,
O corpo quer, a alma entende.

Esta é a terra-de-ninguém
Sei que devo resistir
Eu quero a espada em minhas mãos.

Eu sou metal, raio, relâmpago e trovão
Eu sou metal, eu sou o ouro em seu brasão
Eu sou metal, me sabe o sopro do dragão.

Não me entrego sem lutar
Tenho, ainda, coração
Não aprendi a me render
Que caia o inimigo então.

IV

- Tudo passa, tudo passará...

E nossa estória não estará pelo avesso
Assim, sem final feliz.
Teremos coisas bonitas pra contar.

E até lá, vamos viver
Temos muito ainda por fazer
Não olhe pra trás
Apenas começamos.
O mundo começa agora
Apenas começamos.

Renato Russo

Essa noite eu quero ir mais além, eu não devo nada pra ninguém. Vamos dar um tempo pra nós dois que a saudade vem melhor depois...

Ana Carolina

Não sou escravo de ninguém
Ninguém senhor do meu domínio
Sei o que eu devo defender
E por valor eu tenho e temo
O que agora se desfaz
Esses são dias desleais.
Reconheço o meu penar,
Quando tudo é traição
O que venho encontrar é
A virtude em outras mãos
Quase acreditei na tua promessa
E o que vejo é fome e destruição
Quase acreditei, quase acreditei
E por honra, se existir verdade
Existem os outros tolos e existe o ladrão
E há quem se alimente do que é roubo
Mas vou guardar o meu tesouro,
Caso você esteja mentindo
E a verdade que assombra
O descaso que condena
A estupidez o que destrói
Eu vejo tudo o que se foi
E o que não existe mais
Tenho os sentidos já dormentes
O corpo quer a alma entende
Esta é a terra de ninguém
Sei que devo resistir
Não me entrego sem lutar
Tenho ainda um coração
Não aprendi a me render
Que cai o inimigo então

Renato Russo

Não quero, nem sou melhor que ninguém.
Apenas designo à quem devo ou não dar a minha Atenção!

Carlos Jhennesoñ

Não sou escravo de ninguém
Ninguém é senhor do meu domínio
Sei o que devo defender
E por valor eu tenho
E temo o que agora se desfaz
Viajamos sete léguas
Por entre abismos e florestas
Por Deus nunca me vi tão só
É a própria fé o que destrói
Estes são dias desleais
Eu sou metal
Raio, relâmpago e trovão
Eu sou metal
Eu sou o ouro em seu brasão
Eu sou metal
Sabe-me o sopro do dragão
Reconheço meu pesar
Quando tudo é traição
O que venho encontrar
É a virtude em outras mãos.
Minha terra é a terra que é minha
E sempre será
Minha terra
Tem a lua, tem estrelas
E sempre terá
Quase acreditei na tua promessa
E o que vejo é fome e destruição
Perdi a minha sela e a minha espada
Perdi o meu castelo e minha princesa
Quase acreditei, quase acreditei
E, por honra, se existir verdade
Existem os tolos e existe o ladrão
E há quem se alimente do que é roubo.
Mas vou guardar o meu tesouro
Caso você esteja mentindo.
Olha o sopro do dragão
É a verdade o que assombra
O descaso que condena
A estupidez o que destrói
Eu vejo tudo que se foi
E o que não existe mais
Tenho os sentidos já dormentes
O corpo quer, a alma entende
Esta é a terra-de-ninguém
Sei que devo resistir
Eu quero a espada em minhas mãos
Eu sou metal - raio, relâmpago e trovão
Eu sou metal: eu sou o ouro em seu brasão
Eu sou metal: me sabe o sopro do dragão
Não me entrego sem lutar
Tenho ainda coração
Não aprendi a me render
Que caia o inimigo então
Tudo passa
Tudo passará
E nossa história
Não estará
Pelo avesso assim
Sem final feliz
Teremos coisas bonitas pra contar
E até lá
Vamos viver
Temos muito ainda por fazer
Não olhe pra trás
Apenas começamos
O mundo começa agora, ahh!
Apenas começamos.

Legião Urbana

Não devo satisfações da minha vida a ninguém,quem se preocupa com o que faço é porque não consegue fazer outra coisa,alem de viver sua vida entediante e precisa viver através da vida feliz de quem pode e faz o que quer.....

Garotas Perversas

Me sinto bem fazendo aquilo que me convém
Sou vilão, não sou refém, não devo nada a ninguém
Me sinto na obrigação de cumprir com a minha missão
Prolifero poesia de acordo com a canção

Cone Crew Diretoria

Ah, não, tu me dizendo como devo me
comportar ? Isto não cabe a ninguém que eu não me importo com o que pensas.

Lana Del Rey

NINGUEM PODE VER, NINGUEM PODE LER,
CARREGO COMIGO, ESTÁ ESCRITO EM MIM,
MAS NAO ME ENSINARAM COMO DEVO DIZER.
(Nepom Ridna)

NEPOM RIDNA

Não julgo ninguém, nem devo julgar, por que nem todos enxergam tudo como deveria, e se enxergasse o mundo seria um caos.

Vilmar Becker

Não pertenço a ninguém
Mas quero ficar com você
Não posso ser propriedade de ninguém
O que devo fazer?

Giam

Não é que eu tenha um coração fraco, na concepção da boa escrita eu fico sem chão. Há ninguém devo satisfação de mim mesmo, acredito, mesmo que temporário nas indiretas dos teus olhos, nas curvas dos teus cabelos, no molejo da tua dança, na promiscuidade dos teus beijos, todos esses detalhes são ruas de alguém que anda e não encontra nada, andarilho de quem já fui levado pelo estado de aceitação, uma neura-sentimental que só encarece meu estado de espirito, deixando-me só. Meu eu no espelho.

Rafael Jenuino

Eu não devo satisfações para ninguém, porque as pessoas sempre querem saber o que se passa conosco, mas, quando perguntamos à elas, quais são os problemas, elas simplesmente negam , em dizer , o que se passa.

Myriam Vital

Da minha vida, pode deixar que eu cuido, não preciso de ninguém me dizendo o que devo fazer. Cada um no seu quadrado pro mundo ficar melhor...

Thiago Saraiva

Eu devo reconhecer que ninguém me conhece. Não realmente. Os que mais sabem não sabem da metade. Não deixo todos os segredos escaparem de mim, não mesmo.

Fernanda Young

não quero ninguém me dizendo como devo me virar para aprender a amar;
Quer sim e quero muito tudo o que sinto até quando eu puder sinhar;
Sem demorara eu quero agora o meu desejo se entrelaçando por seu libido a flor da paixão;

Julio Aukay

Não sou escravo de ninguém e de nenhum coração e não devo satisfação a ninguém;
E nos dias desleais não abaixo minha cabeça, não diminuo minha coragem nem nas traições que passo;
Vejo a lua me mostrando a excelência da magnitude do amor real, mas por honra o meu coração se alimenta das certezas e razões;
A verdade assombra e a estupidez que não convém o acalento de um sentimento que não se entrega sem lutar;

Julio Aukay

Ninguém diz como eu devo agir, como eu devo ser. Se a pessoa não está satisfeita como meu jeito, que pare de me procurar, pare de falar comigo, saia da minha vida.

Daniel Chaves de Oliveira