Namorar

Cerca de 408 frases e pensamentos: Namorar

Caminhar faz bem,namorar faz bem,dançar faz bem,ficar em silêncio quando uma discussão está pegando fogo faz muito bem:você exercita o autocontrole e ainda acorda no outro dia sem se sentir arrependido de nada.Acordar de manhã arrependido do que fez ontem à noite,isso sim,é prejudicial à saúde.E passar o resto do dia sem coragem para pedir desculpas,pior ainda.Não pedir perdão pelas nossas mancadas,dá câncer,guardar mágoas,ser pessimista,preconceituoso ou falso moralista,não há tomate ou muzzarela que previna!

Ir ao cinema,conseguir um lugar central nas fileiras do fundo,não ter ninguém atrapalhando sua visão,nenhum celular tocando e o filme ser espetacular,UAU!!Cinema é melhor pra saúde do que pipoca.Conversa é melhor do que piada.Exercício é melhor do que cirurgia.Humor é melhor do que rancor.Amigos são melhores do que gente influente.Economia é melhor do que dívida.Pergunta é melhor do que dúvida.Sonhar é muito melhor do que nada.

Martha Medeiros

Meninos falam que querem namorar uma princesa;
Homens se esforçam para conquistá-la.
= Atitudes valem mais do que mil palavras!

Augusto Branco

"(...) Fico imaginando as histórias que podem não ter acontecido com você. Namorar uma pessoa por anos e romper dias antes de subir ao altar: Não ter casado pode ser a melhor coisa que nunca te aconteceu. Vá saber o que o destino te ofereceu em troca. Ou você não ter passado num concurso. Não ter recebido a ligação que você tanto esperava. Foi a melhor coisa que nunca lhe aconteceu. É uma visão generosa da vida. Os não acontecimentos fazem diferença, você está onde está não só pelas escolhas que fez. Mas também pelas especulações que nunca se confirmaram. Assim, eliminamos a palavra derrota do nosso vocabulário e alma fica mais aliviada. O que não é pouca coisa nesse mundo em que tanta gente parece pesar toneladas devido ao mau humor e o pessimismo. (...)"

Martha Medeiros

Se acontecer de eu namorar por 01 ano com uma mulher,
eu caso com ela.

Não faz sentido envolver-se
num relacionamento sério com alguém
se não for com o propósito de construir uma vida juntos.

E se é para construir uma vida juntos,
um ano é tempo suficiente para saber
se você vai dar certo com aquela pessoa ou não.

A vida é muito curta pra gente perder tempo
com coisas sem futuro.
Se é pra ser sem futuro, não namora, ora!

Sexo, uma boa conversa,
companhia para momentos agradáveis,
e até mesmo para momentos menos bons,
a gente tem sem precisar namorar.

Então se é pra eu passar um ano namorando com alguém,
investindo nela toda minha alma e sentimento,
que seja para a vida toda,
que seja pra valer.

Namorar um, dois, três, quatro, cinco, seis, sete anos,
sinceramente,
é coisa pra gente enrolona,
e que gosta de pôr o tempo a perder.

Augusto Branco

Ela: Comecei a namorar ontem.

Ele: Fiquei sabendo, você entrega essa carta para o seu namorado?

A carta: “Cuida dela. Cuida quando ela falar que tá triste, faça a ficar feliz nem que você tenha que usar um nariz de palhaço. Ela vai dizer que te odeia quando ela quiser ouvir que você a ama. Preste atenção nela, no jeito que ela sorri primeiro de um lado quando tá sem graça e comente sobre a cor do esmalte dela. Ela gosta de te dar mordidas, mas não a deixe morder. Comece uma briga pelo qual é mais forte, mais alto, mais bonito e depois diga que a ama. Deixe ela sem graça e por favor, ela gosta de coca e de tênis. Diga a ela que eu ainda a amo e diga a ela que ela fica linda de blusa roxa e sinceramente? Toda infelicidade do mundo pra vocês. Com amor, o cara mais feliz do mundo só por ter visto ela sorrir.”

Pequena Sereia

Receio estar vivendo num tempo
em que para amar uma alma feminina terei de namorar um homem
e que para demonstrar masculinidade
terei de agir como mulher...

Augusto Branco

NÃO SABEMOS NAMORAR.

Agora dei para mascar chiclete com sabor melancia.

Deveria esconder esse detalhe. Mórbido para quem atravessou os 36 anos.

Mas vejo o quanto escondo o romantismo debaixo da mordida. Sou açucarado. Meu beijo é diabético. Logo eu que passo uma imagem seca de bolacha de sal.

Vá lá, não vou sorrir para mim de noite ou pedir a benção para os apaixonados, mas não acredito nesta história de acomodação no romance. Que de uma hora para outra cansamos. Não é cansaço, não é que paramos de seduzir porque conquistamos e que não precisamos mais arrebatar com surpresas. Não é que estamos seguros e não arriscamos mais. Não é o conforto ou o domínio territorial.

Senão começaremos a acreditar que existe cupido. E cupido é o mais cafona dos anjos. Quem começa uma relação com cupido termina na fossa repetindo os erros ortográficos das canções sertanejas.

Confio que há gente que não saiba namorar. Não sabe namorar, e pronto. Supõe que é instintivo, natural, que é beijar, abraçar e os oceanos transportam a espuma. Que basta amar e as relações funcionam.

Mas as relações queimam pelo pouco uso. A eletricidade enferruja.

Há gente que jura que namorar é cumprir um expediente depois do expediente: jantar, conversar e transar. Há gente que não quer namorar, e sim uma amizade para dividir o que se é. Sem tensão. Sem cobrança. Sem nervosismo.

Que tudo está definido e seguro para o final do ano, que não pode ser perdido no próximo minuto. Eu acabei de perder o próximo minuto.

Namoro é ambição. É um final de semana a cada dia. É uma delicadeza insuportável, antecipar os movimentos e agradar quando não se espera. Gentileza em cima de gentileza, infindável. Um cuidado para não magoar com aviso e pergunta, com aquela educação concedida a gestantes e idosos.

Namorar requer uma atenção absoluta. E não reclame: amar pode ser para toda a vida quando oferecemos toda a nossa vida.

Tem que se preparar, ceder, abrir espaço, oferecer, renunciar. A inquietação nasce da paciência. A criatividade nasce de uma porta fechada.

É um extremismo terrorista. Explodiremos civis.

Durante algum desentendimento, mobiliza-se a genealogia da imaginação para escandalizar de novo. Carro de som, helicóptero, arranjos suicidas pela janela. Não é permitido ficar quieto, parado, para conversar a respeito. A conversa demora.

No namoro, não existe como ser egoísta. Egoísmo se deixa no JK. É pensar pelo outro, com o outro, como o outro.

É ter uma lista de compra de mercado na ponta da língua, junto com o chiclete de melancia: qual a pasta de dente que ela usa, o xampu, o condicionador, o azeite, o leite que toma, o suco... Desconhecer a geladeira da namorada é passagem direta para o congelador.

É entrar numa livraria e pensar no livro que ela vai gostar, é entrar numa loja e pensar um vaso que combinaria com sua sala, é entrar no cemitério e sonhar com um mausoléu para a família, sim, planejar a morte junto - nada mais romântico.

É entrar em si mesmo e lustrar as memórias mais distantes para parecer orfão antes de sua chegada.

Agora dei para mascar a minha boca.

Fabrício Carpinejar

Namorar

Que fascínio é namorar!
Andar abraçadinhos a passear,
Beijar na boca, se acariciar,
Agradar, só por agradar.

O namoro é a maga fase
Da puberdade da relação,
É quando palmilhamos a nossa
Mais íntima e intrínseca descoberta.

É o sentimento do firmamento,
A formação da convicção
De que somos um par, ou não.
Em verdade, a corte é o tempo
E o templo da contemplação.

É o coração de porta aberta,
Como semideus da adoração,
Enfim, é a prefação da paixão

O namoro é ainda, a câmara
Que ensaia o romantismo,
Que nos checa o proceder,
Que nos revela um ao outro,
Que mostra como vamos ser:
Como vamos nos portar e
Importar com aquela a quem
Vamos amar.

O ideal seria noivar sem perder o cativar, E casar sem perder o entusiasmar
O namoro não devia, jamais terminar.
O noivar, seria o namoro maduro,
O casar, o namoro eterno
As bodas de prata e as de ouro,
Seriam apenas, aniversários do namorar!

Antonio poeta

Um segundo para me apaixonar, uma semana para te namorar, uma decada para viver com você, um seculo para sofrer por você e uma eternidade para te esquecer.

Pensador Inutil

Beijar é bom
namorar é moda
paquerar é brega
casar é foda.

Delciléia Dominhaky

NAMORAR é algo que vai muito além de cobranças. É cuidar do outro, é telefonar só para dizer bom dia, ter uma boa companhia para ir ao cinema de mãos dadas, transar por amor, ter alguém para fazer e receber cafuné, um colo para chorar, uma mão pra enxugar lágrimas, enfim, é ter alguém para AMAR. Somos livres para optarmos, e ser feliz não é beijar na boca e não ser de ninguém. É ter coragem, ser autêntico e se permitir viver um sentimento.

Gustavo Gantes

Estória de nós dois

Diz-se que um jovem casal começou a namorar, ele um conquistador nato, daqueles que pegam fila só pra poder passar uma cantada, ou simplesmente ter a oportunidade de arrancar um sorriso de uma garota bonita. Ela romântica de chorar ao ler um romance ou assistir um filme, mas do que romântica ela era difícil, difícil é pouco, ela era o tipo de pessoa que não falava nem oi pros caras, para que eles não achassem que estavam levando vantagem. Quis o destino que esses dois começassem a namorar, e no primeiro encontro o namorado disse frases românticas, lhe comprou coisas, a acariciou como ela gostava, tudo que se pode pensar ele o fez, achando que estava sendo o cara, que já havia ganho todo o seu afeto, que já havia conquistado aquela garota. Já na casa da namorada, o rapaz perguntou quase que convicto, já esperando uma resposta positiva:
- Hoje eu te conquistei?
Ela o olhou bem nos olhos e disse com desdém:
- Não chegou nem perto.
Ele ficou surpreso, nunca tinha ouvido aquela resposta em sua vida, feito isso ele disse prometendo:
- Hoje eu não te conquistei, mas amanhã é outro dia, eu prometo te conquistar amanhã.
Dito isso ele foi embora, nem um beijo a garota lhe deu, nem tão pouco um tchau.
Por mais incrível que possa parecer, a garota ficou um pouco sem graça, na verdade ela tinha sido conquistada naquele momento em que ele disse que não ia desistir, só não queria dizer pois sabia que se o fizesse o rapaz perderia o interesse nela e talvez os dois nunca mais se veriam, como ele tinha feito com tantas outras. Passado o momento de fúria do rapaz ele começou a pensar “é melhor que seja assim, ela não perde por esperar amanhã eu vou conquistá-la custe o que custar”.
Na outra noite, ele foi mais afetuoso que antes, tanto o fez que acabou por ganhar um beijo, ele até tentou fazer com que aquele beijo durasse mais tempo mas não conseguiu, crente que tinha conseguido conquistar a garota, voltou a perguntar no final da noite:
- Hoje eu te conquistei?
Ela queria dizer que sim, mas se conteve e respondeu:
- Desculpe, mas não, ainda falta muito pra você me conquistar.
O rapaz se conteve e foi embora, ainda tentou dar um beijo de boa noite na namorada, mas foi em vão, ela virou o rosto e ele teve que se contentar em lhe beijar a maçã do rosto. Lhe beijou o rosto e disse:
- Amanhã eu tenho certeza que eu vou te conquistar.
Depois de dito isso virou as costas e foi embora.
Ele voltou todas as noites que se seguiram, durante 3 anos, a cada vez que perguntava a garota se já a havia conquistado, mesmo que a noite tivesse sido inesquecível ela dizia a mesma coisa, que ainda não, a verdade é que depois de 3 anos ele já não esperava ouvir ela dizer que sim, era até melhor assim pois ele começava a nutrir um sentimento, ele não reconhecia, mas começava a gostar daquela garota que a toda noite esperava cada vez mais dele, e por mais que fizesse não conseguia fazê-la dizer aquela frase que talvez seria o fim de tudo, que sim ele a tinha conquistado. Nesses 3 anos ela tinha se tornado ainda mais bela que no começo, antes uma menina, agora uma mulher, assim como ele, ela não reconhecia mas sim, estava amando-o.
A cada dia ele chegava mais cedo em sua casa, queria ficar o maior tempo possível com ela e talvez assim a conquistar, ela adorava isso gostava de sua companhia mesmo não reconhecendo que o amava, ele era inteligente, bonito, engraçado, tudo que esperava de um cara.
Houve um dia em que a namorada acordou mais cedo, estava cantando, na verdade sempre cantava, só quando o namorado estava na sua casa é que ela se mantinha séria, pra não estragar o plano de fazê-lo a conquistar toda noite, nesse dia ela pensou, que talvez fosse melhor que seu namorado soubesse que já havia conquistado nesses três anos não uma vez e sim centenas de vezes, mas a cada vez de uma forma diferente. Em seu trabalho o namorado pensou que ele podia ficar com ela todo sempre, mesmo sabendo que não a conquistaria nem em 100 anos, essa noite ia ser especial ele iria pedir para casar com ela. Saiu de seu trabalho, a velocidade do seu automóvel era demais, ele dava graças a Deus por ter um carro tão rápido, tamanha era a felicidade e a velocidade em seu automóvel que numa curva do caminho até a casa de sua futura esposa, ele acabou por bater seu automóvel, e perder sua vida. A namorada em casa foi avisada, no mesmo momento caiu em prantos por perder o amor de sua vida, nas circunstâncias em que ocorreram as coisas, e o pior sem dizer a ele que ele a havia conquistado, desde a primeira noite, desde quando ele prometeu que a conquistaria, mas agora era tudo em vão a única coisa que lhe restou fazer foi chorar, o pranto daqueles que amam, e por algum motivo não podem estar com quem se gosta.
O namorado abriu os olhos tudo era tão claro, tão bonito como nunca tinha visto, foi recebido por um rapaz, melhor, um anjo, ele não tinha reparado em suas asas, o anjo lhe perguntou:
- Como você está?
Ele disse:
- Bem, mas que lugar é esse, porque eu não cheguei na casa da minha namorada?
O anjo lhe olhou com uma tristeza e respondeu:
- Infelizmente você estava indo muito rápido, não calculou direito uma curva no seu caminho e morreu vitimado por um acidente, uma colisão de seu automóvel em um poste.
Nesse momento ele ficou triste, e começou a chorar, em sua mente se perguntava porque tinha acontecido aquilo, porque, ele estava tão feliz, ia fazer outra pessoa tão feliz.
Então ele fez a pergunta:
- Como está aquela que eu amo?
O anjo lhe disse que ela estava profundamente deprimida, chorava muito, convulsivamente, e assim como ele não entendia porque ele partiu tão cedo, a deixando sozinha.
Nesse momento ele olhou bem nos olhos do anjo e pediu:
- Você pode fazê-la feliz pelo menos mais uma vez para que eu possa ficar em paz? Esse é um daqueles últimos desejos, já que eu não pude pedir enquanto estava com vida talvez eu possa pedir agora.
O anjo respirou fundo, acho que anjos não respiram mas tudo bem, e falou:
- Para que ela tivesse mais um momento de felicidade você precisaria estar vivo, ela ia dizer hoje que desde o primeiro encontro que vocês tiveram, você a tinha conquistado e que todos os dias posteriores também, mas de formas diferentes, e cada vez mais e mais, e pra sua felicidade ela ia aceitar ficar com você pro resto da sua vida.
O rapaz ficou pensando e pensando, e falou:
- Porque tinha que acabar assim, porque eu não pude dizer a ela o que sentia, é só isso que eu quero saber?
O anjo não demorou muito e com toda a calma do mundo disse:
- Vocês tiveram tempo o suficiente pra dizer o que sentiam um pelo outro e mesmo assim não o fizeram, por mais que eu queira pensar que vocês diriam isso hoje, eu sei que não e mesmo que isso acontecesse pense em quanto tempo vocês já perderam até então com essa brincadeira, que só acabou por fazer mal a você e a ela, talvez se você não fosse tão metido a conquistador não estivesse aqui, e ela se tivesse lhe dito o que sentia desde o começo não faria você correr feito louco, dia após dia em busca de uma resposta, vocês perderam tempo é tudo que eu tenho a dizer, e agora está na hora de você buscar seu descanso final.
O jovem, ainda sem entender disse:
- Bom, já que não tenho outra alternativa.
Assim ele foi, conheceu o paraíso, e esperava dia após dia que ela fosse a seu encontro, enquanto isso não acontecia, ele soprava beijos ao vento, torcendo para que o vento entregasse àquela que um dia ele tinha conquistado e amava mais que a vida pois se tudo tivesse que acontecer de novo, ele faria, só mudaria o fato de nunca ter dito em vida que a amava.

Sivas e a hiperatividade cerebral

Quem namora agrada a Deus.
Namorar é a forma bonita de viver um amor.
Não namora quem cobra nem quem desconfia.
Namora, quem lê nos olhos e sente no coração
as vontades saborosas do outro.


Namora, quem se embeleza em estado de amor.
Namora, quem suspira, quem não sabe esperar mas espera,
quem se sacode de taquicardia e timidez diante da paixão.
Namora, quem ri por bobagem,
quem sente frios e calores nas horas menos recomendáveis .




Não namora quem ofende,
quem transforma a relação num inferno, ainda que por amor.
Amor às vezes entorta, sabia?
E quando acontece, o feito pra bom faz-se ruim.
Não namora quem só fala em si e deseja o parceiro
apenas para a glória do próprio eu.






Não namora quem busca a compreensão
para a sua parte ruim.
O invejoso não namora. Tampouco o violento!
Namorados que se prezam têm a sua música.
E não temem se derreter quando ela toca.
Ou, se o namoro acabou, nunca mais dela se esquecem.




Namorados que se prezam gostam de beijo, suspiro,
morderem o mesmo pastel, dividir a empada,
beber no mesmo copo.
Apreciam ternurinhas que matam de vergonha fora do namoro
ou lhes parecem ridículas nos outros.




Por falar em beijo, só namora quem beija de mil maneiras
e sabe cada pedaço e gostinho da boca amada.
Beijo de roçar, beijo fundo, inteirão, os molhados,
os de língua, beijo na testa, no seio, na penugem,
beijo livre como o pensamento,
beijo na hora certa e no lugar desejado.
Sem medo nem preconceito.
Beijo na face, na nuca e aquele especial atrás da orelha,
no lugar que só ele ou ela conhece.




Namora, quem começa a ver
muito mais no mesmo que sempre viu e jamais reparou.
Flores, árvores, a santidade, o perdão,
Deus tudo fica mais fácil
para quem de verdade sabe o que é namorar.
Por isso só namora
quem se descobre dono de um lindo amor.




Só namora quem não precisa explicar,
quem já começa a falar pelo fim,
quem consegue manifestar com clareza e facilidade
tudo o que fora do namoro é complicado.




Namora, quem diz: "Precisamos muito conversar";
e quem é capaz de perder tempo, muito tempo,
com a mais útil das inutilidades e pensar no ser amado,
degustar cada momento vivido
e recordar palavras, fotos e carícias
com uma vontade doida de estourar o tempo
e embebedar-se de flores astrais.




Namora, quem fala da infância e da fazenda das férias,
quem aguarda com aflição o telefone tocar
e dá um salto para atendê-lo antes mesmo do primeiro "trim".
Namora, quem namora, quem à toa chora, quem rememora,
quem comemora datas que o outro esqueceu.
Namora, quem é bom, quem gosta da vida, de nuvem,
de rio gelado e parque de diversões.





Namora, quem sonha, quem teima,
quem vive morrendo de amor
e quem morre vivendo de amar.

(Autoria: Artur da Távola)

Homem Carente

Por mais que namorar seja bom, ser solteiro é melhor!

Thiago Medeiros

O problema de se namorar é deixar de ter piada ir a discotecas. Ter uma relação séria acaba com a nossa vida noturna.

As loucas noites do disco

Existe uma grande diferença entre namorar e prisão domiciliar.

Isabela Freitas

Minha Eterna Namorada

Namorar é nunca cansar de dizer te amo
É ter que descobrir os gostos dela sem que ela os diga
É sentir aquele arrepio quando você sabe que ela esta por vim.

É sentir aquele cheirinho do perfume que ela sempre deixa
na camisa suada daquela noite de ontem
É dizer que o amor que sinto por ela é maior que qualquer coisa
que possa comparar.

É sentir o coração bater mais forte quando ela diz-te amo.
Namorar é aprender a dar valor as coisas boas que a vida te oferece
É o desejo incontrolável de tocar tua pele, beijar tua boca, de te encher
de carinhos e de te amar sem te enjoar.

É dar aquele abraço apertado quando sinto saudades
Por isso meu amor quero sempre te namorar, sempre te amar
Minha eterna namorada.

Marcio Rodrigo

Para que?

Namorar,
Por namorar?
Não tem graça!
Namorar,
Sem beijar?
Ih!
Namorar,
Sem amizade?
Esquece!
Namorar,
Sem felicidade?
Não entra!
Namorar,
Sem cumplicidade?
Não adianta!
Namorar,
Sem amor?
Fala serio!
Namorar,
Para acabar?
Não comece!

Débora Almeida