Nada como um dia Apos o outro

Cerca de 1254 frases e pensamentos: Nada como um dia Apos o outro

Uma janela.. tempo de renovação

Uma janela...tempo de renovação!
Hoje dia 28 de dezembro, após o natal e véspera de ano novo, fiquei pensando como se define esse período? Um período onde não há o que comemorar, lembramo-nos do natal e fazemos planos para o ano que está por vir. São as tão genuínas festas de final de ano.
Natal é não só a comemoração do nascimento de Jesus Cristo – um homem que revolucionou uma humanidade- mas também é nessa data que deixamos nossos sentimentos aflorarem. Natal é tempo de amor, de família reunida, ceia farta, de troca de presentes, de reconciliação, de perdão, de recordar, é um misto de alegria e tristeza. É tempo de exercitarmos nossas virtudes como a caridade, o perdão, o amor e a generosidade. É imbuído nesse misto de sentimentos que festejamos. Há também aqueles que não festejam que não reúne, se isola, mas mesmo assim o sentimento ainda subsiste.
Se o natal é tempo de reflexão, o ano novo é tempo de fazer planos. Contemplamos o futuro como uma oportunidade de fazer mudanças em nossa vida. Quantos propósitos não são feitos na noite de ano novo? Os mais diversos, dos mais simples ao mais elaborados. É bem verdade que muitos propósitos irrelevantes são estabelecidos e, poucos dias depois, são abandonados; porém, alguns propósitos genuínos são mantidos. Mas o mais importante é que nessa atmosfera, paramos nem que seja por um minuto, para relembrar tudo o que vivemos no passado: derrotas, vitórias, perdas, surpresas, sorrisos, saudades, etc.. .Ás vezes, as lágrimas escorrem, mas ai, enxugamos as e sorrimos de novo, pois se abre diante de nós uma nova janela e um novo horizonte se mostra, enchendo nossos corações de esperança. É emocionante ver o relógio mostrando o fim de um ano, contagem regressiva, o velho ficou para traz e tudo novo de novo.
E essa janela entre o natal e o ano novo? É tempo de que? De nada? Há uma janela no tempo, uma lacuna em nosso íntimo, onde ficamos inertes aos acontecimentos, onde protelamos todos nossos planos para o próximo ano. É como se tirássemos férias de nós mesmo, é como se nos colocássemos em “modo de espera”. É, sem sombra de dúvida, um tempo de descansar, de nos restabelecermos, de acalmar os ânimos, de trazer novamente a paz dentro de si. Mas acima de tudo é tempo de refazermos-nos, renovar nossas energias para a nova missão que nos propomos no ano novo: SER FELIZ!

Simone Caixeta

Vejo fotos de amor voar. Após secas no chão ficar seu sentimento sò faz queimar.So quero um dia falar sou feliz por amar.

Diego oliveira

Eu escolho sempre o lado vencedor. Deste modo, após muito trabalho, irritação, brigas, criatividade e companheirismos. São mais 04 anos numa gestão que pensa no povo.

Camila Bill

Seja uma vadia digna. Preserve sua virtude e dê somente após o quinto encontro.

A. Stew

Não fechas tua porta apenas porque um assassino entrou. A ressurreição só pode chegar após a morte. Não desacreditas dos sinais só porque um ludibriou. Destino é questão de escolhas, não de sorte.

Vanessa Brunt

Impossível é, apagar lembranças, das pessoas que realmente fizeram a diferença na sua vida. Após perder a fonte, sensação de ausência é constante.

Raphael Augusto Alencar de Oliveira

Sabe o que é valor? É após uma decepção, engolir o orgulho e ainda dizer, eu te amo. JC

Jean Carlos B. Cezar

A diferença entre viver e sobreviver é, infelizmente, sutil.

Após ter assistido este reflexivo vídeo, me lembrei de uma provocativa constatação que Dalai Lama fez ao ser questionado sobre o que mais o surpreendia na humanidade:

“O que mais me surpreende na humanidade são os ‘homens’. Porque perdem a saúde para juntar dinheiro. Depois, perdem dinheiro para recuperar a saúde. E por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem-se do presente de tal forma que não vivem nem o presente, nem o futuro. E vivem como se nunca fossem morrer… E morrem como se nunca tivessem vivido.”

É difícil tentar fugir destes “modelos de sucessos” que nossa sociedade tem cultivado. Pois no final, se você não está fazendo o que ama e está usando a sua vida como um ‘ensaio’, é melhor você repensar seus próximos passos, não acha?

Algo muito interessante que o vídeo coloca como uma das principais características comportamentais desta atual geração é a ideia de se tirar proveito da vida durante o ‘caminho’ e não se apoiar em um pretenso sucesso final. É permanecer ambicioso, mas de forma mais ponderada e “racional”. É saber que a vida é agora e não daqui a alguns distantes anos. É conseguir “praticar” o comportamento que lhe permite mudar de direção com rapidez e desapego. Vivendo melhor o presente sem a ilusão de que tem total controle sobre o futuro.

Praticar a conflitante teoria de uma vida plena parece ser bem utópico. Porque, afinal, é ir contra inúmeras e diferentes pressões. É apostar que ser uma solteirona convicta e não atender à machista pressão de que para ser feliz é necessário estar com alguém ou ter filhos, no fim das contas, acaba por exigir um pouco mais de esforço. É conseguir viver sem se importar com os antiquados julgamentos que vão rejeitar uma nova rota que foge o rebanho. É não ligar para estes “ácidos olhares” – que podem estar apenas invejando a forma como você esta encarando tudo – e apenas praticar o que lhe faz feliz, deixando de lado o medo da imagem que os outros estão construindo sobre você.

Tendo em vista que você já leu até aqui, eu gostaria de lhe propor o seguinte “exercício”: tente estabelecer, mesmo que mentalmente, uma vida em que, ao invés de ter apenas 5 dias úteis, você consiga ter 7. Que você não se console com o “fim do expediente” ou com o “fim de semana“. Que você não se acostume a descarregar todas as frustrações coletadas durante a semana em válvulas de escape que a maioria acaba aderindo para amenizar e calar o pedido interno de mudança.

Você acha que conseguiria se adaptar a este novo formato de vida ou será que já se acostumou com a sua rotina de sobrevivência a ponto de ignorar o fato de que, talvez, você não esteja fazendo o que realmente ama?

Precisamos ter coragem de cultivar um comportamento onde o foco reside na experiência e não na possível – e distante – obtenção de “memórias ilustradas” que pretendemos colher no decorrer de um futuro e imprevisível caminho. É ser realista e aceitar que bom mesmo é viver “o agora” e não correr atrás de um delicado sonho sustentado em um pedestal de inseguranças e sacrifícios que vão lhe consumir parte da vida sem ter a certeza de chegar lá."

Don Diego

Já parou para pensar na complexidade da dor após o término de um relacionamento? Após uma traição? Após ser substituído? Parece simples, você diz para si: “acabou, siga em frente”, mas como fazer para conseguir entender que após tanto tempo tudo acabou? Como assim acabou? Não tem volta? Quer dizer que você fica com a pessoa, passeia, dorme, vive, conversa, aprende com ela, a ama e depois acaba? É como uma morte! É uma morte! Talvez o que dói mais não é só o fato de ter chegado ao fim, mas sim descobrir que foi traído e substituído! Você se pergunta: “Eu fiz tudo aquilo de bom para essa pessoa para isso? O que eu fiz de tão errado para merecer algo tão ruim?” E nesse momento uma amiga sua chega e diz: “Não foi você, não é você, você não fez nada, a pessoa não te ama e só!”. Realmente, o único motivo para a pessoa ter feito algo tão ruim assim foi falta de amor, por que quem ama de verdade não reclama de ter que se molhar por sua causa, quem ama de verdade suporta tudo com fé, esperança e paciência. Você se pergunta: “Como foi capaz de fazer isso comigo?” E conclui que ou é falta de caráter ou falta de maturidade, esperando ser de maturidade, porque falta de caráter não tem jeito. Então sem ter conseguido entender, você continua tentando viver como vivia antes de ter conhecido esse Jack Estripador e convive com as lembranças que antes trouxeram conforto e hoje trazem tristeza.

Juliana Salvador

O verdadeiro homem é aquele que após o termino de um relacionamento não atenta contra a vida de sua ex, não tem sentimento de posse, simplesmente aceita o fim e segue em frente.

Wagner Gonçalves

NADA COMO UM DIA APÓS O OUTRO ,BASTA CADA DIA O SEU MAL .

EDUARDO DE CASTRO WANDERMUREM BADI

Vida é Amor!

Acredito em vida apos a morte,mas não espero por ela para abraçar alguém!
Não desejo dizer que a amo com um abraço exclamando tristeza
Tenho de abraçar o amor com vida palpitando dentro do peito
O amor não te prazo de validade,mas a matéria sim,somos corpos envelhecendo e se decompondo,desintegrando-se da vida!
___Eliani Borges.

Eliani Borges

Fortaleça sua fé dia após dia, mês após mês. Se enfraquecer mesmo um pouco, os demônios aproveitar-se-ão

Nitiren Daishonin

Noite.....
após noite, espero-te meu amor...
Escuto tua voz no gemido do vento
o teu perfume nas flores no jardim.

Até os pássaros parecem cantar ..
a chamar o teu nome a cantarolar...
Vejo, pela janela, as roseiras belas....
e perfumadas a recitar os meus poemas

Ao amanhecer, escuto teus passos...
sobre as folhas secas do jardim
grito teu nome e o eco responde-me.

Esta noite, esperei por ti, mas não chegaste,
tem sido assim, noites vazias, cheias de esperanças
as minhas lembranças, trazem de volta a ternura do teu olhar.

Já sonho acordada, quando adormeço
pois padeço do teu amor, de uma partida...
que o meu coração levou, e nunca mais voltou.

Dos teus beijos e abraços, só restaram os pedaços,
que hoje guardo, no fundo dos meus sentimentos
tentando não esquecer deste nosso amor.

Olhando de frente, procurando os teus olhos
por esta paixão, resgato o meu sofrido coração
e finalmente adormeço pensando em ti meu amor...!!!

IsabelMoraisRibeiro

E se após várias tentativas, nada der certo,
desista do caminho e siga outro.
Pegar atalhos chega mais rápido, mas nem sempre encontraremos as coisas no seu devido tempo e preparada para nós.

Vilma Galvão

Porque Necessitamos de Abnegação

“Então, disse Jesus a seus discípulos: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me.” (Mateus 16.24)

Nosso Senhor proferiu estas palavras logo após de o apóstolo Pedro ter tentado dissuadi-lo de morrer na cruz, e de ter sido repreendido da seguinte maneira: “Mas Jesus, voltando-se, disse a Pedro: Arreda, Satanás! Tu és para mim pedra de tropeço, porque não cogitas das coisas de Deus, e sim das dos homens.”, Mat 16.23.
A natureza espiritual do Reino de Deus pode ser discernida somente em espírito, I Cor 2.13,14. Desta forma, não podem ser entendidas pelo homem natural, e de modo natural. É requerido para tanto que a mente seja renovada pela sua não conformidade com o modo de ser e pensar deste mundo, Rom 12.1,2.
Daí decorre a necessidade de nossa abnegação, ou seja de admitirmos que devemos negar a nós mesmos quanto à nossa compreensão natural, para que possamos receber revelação e instrução espiritual da parte de Deus, pela operação do Espírito Santo.
Por exemplo, a nossa compreensão da justiça natural e legal deste mundo, pouco ou nada tem a ver com a justiça do evangelho revelada por Deus nas Escrituras.
Assim, por este e muitos outros motivos, o modo de comportamento da vida cristã, orientado pelo trabalho da crucificação do nosso ego para que se tenha a mente de Cristo, é considerado como loucura pelo mundo.
A abnegação acompanha a humildade. Uma pessoa humilde é uma pessoa abnegada. Soberbos, presunçosos, são amantes de si mesmos, e não podem, por qualquer meio negar a si mesmos, mas os mansos e humildes, os seguidores do humilde Jesus, negam-se, e o seguem.
Vemos assim que nenhum homem pode ser discípulo de Cristo sem isto.
Deve ser considerado também que devemos, na abnegação, renunciar ao modo pecaminoso de vida, que é inerente à nossa natureza caída; porque não somos naturalmente dispostos e inclinados a amar a Deus, senão a transgredir os seus mandamentos.
Eis o quadro apresentado pelo apóstolo, que é o resultado de falta de abnegação:

“2Tm 3:2 pois os homens serão egoístas, avarentos, jactanciosos, arrogantes, blasfemadores, desobedientes aos pais, ingratos, irreverentes,
2Tm 3:3 desafeiçoados, implacáveis, caluniadores, sem domínio de si, cruéis, inimigos do bem,
2Tm 3:4 traidores, atrevidos, enfatuados, mais amigos dos prazeres que amigos de Deus,”
Ninguém pode portanto, amar a Deus em espírito e em verdade, sem renunciar ao pecado e a si mesmo, quanto a se permitir ser dirigido pela vontade de Deus.
A abnegação é tão necessária e demandada de nós por Deus, que nosso Senhor exemplificou até que ponto extremo ela deve chegar, a saber, a abrirmos mão de nossa própria vida por causa do nosso amor a Cristo e ao evangelho, que deve ser maior que o amor que temos pela nossa vida, Mat 16.24,25.

Silvio Dutra

A vida exige ousadia. A originalidade, em um mundo que se vê dia após dia milhares de copias de produtos, de padrões e de pessoas, é cada vez mais valorizada. Então para que ficar se podando, tentando seguir sempre a mesma linha, uma mesma moldura, sem poder ter uma curvinha sequer diferente do padrão. Isso cansa, isso enjoa, isso irrita. Se nosso DNA não é igual a nenhum outro no mundo, então porque temos que ficar lutando o tempo todo para sermos?! A beleza que deve ser valorizada é a da alma, e essa não se copia, não se disfarça. Ela vive aqui dentro, faz parte da nossa essência. E é isso sim que eu quero preservar, é isso que quero cultivar. Que Deus permita que eu não perca minha essência jamais. Que eu viva minha verdade por mais difícil que seja. Que eu consiga sempre me deixar transparecer.

Mailla Souza

Vamos viver intensamente, com todo o amor do mundo, amando e se doando minuto após minuto em nossas vidas, mas, para isso ser perfeito e deslumbrante,só temos que ter uma coisa em nossas vidas, ser amado de verdade também !

Robson Giorno

Não me preocupo com a vida após a morte, já sei que vou passá-la ao lado de Cristo. Me preocupo com está vida, se vou conseguir viver com Ele, como Ele e para Ele.

Felipe Guilherme Ferreira da Silva

Após saber do almoço que aconteceu na própria residência do Papa em Santa Marta, no Vaticano em Janeiro de 2014,em que estiveram presentes O Papa Francisco e 15 líderes da comunidade judaica da Argentina.
Meu maior desejo é:
Que ainda nessa vida tenhamos oportunidades de presenciar encontros constantes e amigáveis, entre todas as religiões. Que as religiões sejam apenas meios escolhidos para nos aproximarmos da divindade, com a consciência de que nenhuma é dona da verdade integral. Que o amor seja o maior propósito entre todos os homens.
Que a nossa luta constante seja na busca de nos lapidarmos no exercício do bem.
Que Jesus em Sua incomparável humildade seja sempre A luz que nos guia para esses momentos felizes.

Neu Silveira