Mulher Vitoriosa

Cerca de 9477 frases e pensamentos: Mulher Vitoriosa

Conta-se que havia na China uma mulher
belíssima que enlouquecia de amor todos
os homens. Mas certa vez caiu nas
profundezas de um lago e assustou os peixes.

Hilda Hilst

Não há maior defeito numa mulher que o desejar ser inteligente.

Martinho Lutero

Quando você vir uma mulher caminhando feliz, com a pele boa, sorridente, leve, plena. Pode ter certeza: ela NÃO está apaixonada.

Tati Bernardi

Uma mulher não perdoa uma única coisa no homem: que ele não ame com coragem!
Pode ter os maiores defeitos, atrasar-se para os compromissos ...
Qualquer coisa é admitida, menos que não ame com coragem.
Amar com coragem não é viver com coragem.
É bem mais do que estar aí...
Amar com coragem não é questão de estilo, de opinião.
Amar com coragem é caráter.
Vem de uma incompetência de ser diferente.
Amar para valer, para dar torcicolo.
Não encontrar uma desculpa ou um pretexto para se adaptar.
Não usar atenuantes como “estou confuso”.
Amar com fúria, com o recalque de não ter sido assim antes.
Amar decidido, obcecado...como quem troca de identidade e parte a um longo exílio....
Amar como quem volta de um longo exílio.
Amar quase que por, por bebedeira...
Amar desavisado ... amar desatinado, pressionando...
Amar mais do que é possível lembrar.
Amar com coragem... só isso!

Fabrício Carpinejar

O olhar de uma mulher faz pouco até de Deus
Mas não engana uma outra mulher

Chico Buarque

O destino de uma mulher é ser mulher.

Clarice Lispector

Estava explicado por que gamei: qual a mulher que não tem uma quedinha por cafajestes?

Martha Medeiros

Luz, câmera, ação: e então filma-se o silêncio entre um homem e uma mulher que não se vêem há nove anos, e então filmam-se todas as dúvidas sobre se devem se tocar ou não, se beijar ou não. Então filma-se o papo inicial, cauteloso, até que chega a hora da explosão, dos desabafos, das acusações e do quase-choro. Então filma-se o que poderia ter sido - especulações - e o que será daqui por diante - especulações também.

E se o que faz o amor sobreviver for justamente a falta de convivência e rotina? Quem apostaria num amor apenas idealizado? E se a nossa intuição for mesmo a melhor conselheira e não merece ser desprezada? E se nossas lembranças nos traírem? E se casamento nenhum for mais importante do que um único encontro?

O cinema pode colocar pessoas desafiando a gravidade, cortando o pescoço uns dos outros, fazendo o tempo andar pra trás, e eu não me emocionarei nem ficarei perplexa, mas me dê um pouco de realidade e isso me arrebata.

Luz, câmara e outro tipo de ação
Existem filmes de ação com tiroteios, velocidade, cenas multipicotadas, sustos, finais bombásticos, superproduções. De vez em quando, até gosto. Mas os filmes de ação que estão entre meus preferidos são aqueles que, aparentemente, não têm ação nenhuma.

Um bom exemplo é Antes do Pôr-do-Sol, que dá continuidade ao Antes do Amanhecer e que finalmente entrou em cartaz. O filme é um blablablá ininterrupto entre um casal que caminha por Paris e discute a vida e a relação. Filme cabeça ou filme chato, rotule você. Mas não diga que não é um filme de ação.

Medo, suspense, aflição, expectativa: diálogos também provocam tudo isso. Como não sentir-se especialmente tocado por uma jovem mulher que admite ter perdido a ilusão do amor e que passou a viver blindada, refratária a qualquer nova relação? Como não sentir-se mexido quando um homem admite que casou porque todos casam, que passa 24 horas por dia infeliz e que a única coisa que lhe justifica a vida é o filho de quatro anos? O que pode ser mais mirabolante, impactante, desestabilizante, emocionante do que ver duas frágeis criaturas, um homem e uma mulher predestinados um ao outro, enfrentando a crueza da distância física e do tempo, e a irrealização de seus sonhos? Não se costuma catalogar estas pequenas crises existenciais como filmes de ação, mas elas me prendem na cadeira como nem uma dezena de Matrix conseguiria.

Martha Medeiros

Sou a mulher mais cansada do mundo. Fico cansada assim que me levanto. A vida requer um esforço de que me sinto incapaz. Por favor passa-me esse livro pesado. Preciso de pôr qualquer coisa pesada sobre a cabeça. Necessito constantemente de pôr os meus pés sob almofadas para que consiga continuar na terra. De outro modo sinto-me partir, partir a uma velocidade tremenda, tão leve me sinto. Sei que estou morta. Logo que pronuncio uma frase a sinceridade morre e torna-se numa mentira cuja frieza me gela. Não me digas nada, vejo que me entendes, mas tenho receio dessa compreensão, tenho medo de encontrar alguém semelhante a mim e ao mesmo tempo desejo-o. Sinto-me tão definitivamente só, mas tenho tanto medo que o isolamento seja violado e eu não seja mais o cérebro e a lei do meu universo. Sinto-me no grande terror do teu entendimento, meio por que penetras no meu mundo; e que, sem véus, tenha então que partilhar o meu reino.

Anaïs Nin

''Quando um homem e uma mulher se casam, tornam-se um só. A primeira dificuldade é decidir qual deles.''

Henry Mencken

É próprio da mulher o sorriso que nada promete e permite tudo imaginar.

Carlos Drummond de Andrade

Sou fã da Gloria Kalil, uma mulher elegante em sua despretensiosa simplicidade e que consegue ser feminina e categórica ao mesmo tempo – combinação rara. Pois é ela que dá graça e leveza ao quadro Etiqueta Urbana, que apresenta junto com Renata Ceribelli no Fantástico, aos domingos. No último programa (22/07), o assunto era etiqueta nas relações amorosas: o que a intimidade permite e o que não permite. Todos deveriam nascer sabendo, mas há quem se atrapalhe, normal. O que é difícil de acreditar é que ainda exista, como o programa mostrou, mulheres que atendam o celular do parceiro para checar quem está ligando pra ele. Uma moça explicou que faz isso porque se sente no direito de saber quem está atrás do seu marido, e justificou: “se fosse outra pessoa, eu não faria”. No que Gloria Kalil, abismada, alertou: “mas ele é outra pessoa”.
Extra, extra! Notícia quente para quem está chegando agora da lua: nossos namorados, maridos e esposas são outras pessoas. Eles dizem que nos amam, e tudo indica que é verdade, mas isso não significa que o amor possua o dom de fundir o casal. Este ser com quem você divide o teto e as contas continua tendo amigos próprios, clientes próprios, vida própria. Você não vai acreditar: até pensamentos próprios! Pois é, criatura. Seu grande amor nasceu de uma família que não tem nada a ver com a sua, teve uma infância muito diferente da que você teve e viveu muito bem sem sonhar que você iria atravessar o destino dele – claro que, se ele for romântico, vai negar esta última parte e dizer que simplesmente não existiu antes de você aparecer. Como é que você tem coragem de xeretar a privacidade de um sujeito tão sedutor?
Celulares tocam numa tarde de domingo e isso não quer dizer que do outro lado da linha esteja um ricardão ou uma manteúda. Mas pode ser que esteja também, quem aqui tem bola de cristal? Só que não é esta a questão. O assunto em pauta é civilidade, lembra? Tem que ter! Educação segue sendo necessário até pra quem está casado há 82 anos, sem contar os sete de namoro. Se não houver gentileza e respeito, vira barraco. Baixaria. Fiasco. Portanto, pare de achar que está sendo traído e de ficar procurando evidências. Siga o conselho do sábio psiquiatra suíço Adolph Meyer: não coce onde não está coçando.
As relações amorosas seriam muito menos traumatizantes se os envolvidos tivessem a consciência de que estão vivenciando um excitante encontro entre adultos, e não um projeto de mútua adoção. Ninguém é criança, ninguém agüenta monitoramento constante. Morando em casas separadas ou na mesma casa, ele é uma pessoa, você é outra, e é aconselhável que cada um respire com o próprio nariz, pra não acabar em asfixia.

Martha Medeiros

"A curva mais bonita que a mulher tem no corpo é o seu sorriso"

Bob Marley

Pra começo de conversa, não acredito que haja uma única mulher no mundo que seja santa. Os marmanjos devem estar de cabelo em pé: como assim, e a minha mãe???
Nem ela, caríssimos, nem ela.
Existe mulher cansada, que é outra coisa. Ela deu tanto azar em suas relações, que desanimou. Ela ficou tão sem dinheiro de uns tempos pra cá, que deixou de ter vaidade. Ela perdeu tanto a fé em dias melhores, que passou a se contentar com dias medíocres. Guardou sua loucura em alguma gaveta e nem lembra mais.
Santa mesmo, só Nossa Senhora, mas, cá entre nós, não é uma doideira o modo como ela engravidou? (Não se escandalize, não me mande e-mails, estou brin-can-do.)
Toda mulher é doida. Impossível não ser. A gente nasce com um dispositivo interno que nos informa desde cedo que, sem amor, a vida não vale a pena ser vivida, e dá-lhe usar o nosso poder de sedução para encontrar "the big one", aquele que será inteligente, másculo, se importará com nossos sentimentos e não nos deixará na mão jamais. Uma tarefa que dá para ocupar uma vida, não é mesmo? Mas além disso, temos que ser independentes, bonitas, ter filhos e fingir, às vezes, que somos santas, ajuizadas, responsáveis, e que nunca, mas nunca, pensaremos em jogar tudo para o alto e embarcar num navio pirata comandado pelo Johnny Depp, ou então virar loura e cafetina, sei lá, diga aí uma fantasia secreta, sua imaginação deve ser melhor que a minha.
Eu só conheço mulher louca. Pense em qualquer uma que você conhece e me diga se ela não tem ao menos três dessas qualificações: exagerada, dramática, verborrágica, maníaca, fantasiosa, apaixonada, delirante. Pois então. Também é louca. E fascinante.
Todas as mulheres estão dispostas a abrir a janela, não importa a idade que tenham. Nossa insanidade tem nome: chama-se Vontade de Viver até a Última Gota. Só as cansadas é que se recusam a levantar da cadeira para ver quem está chamando lá fora. E santa, fica combinado, não existe. Uma mulher que só reze, que tenha desistido dos prazeres da inquietude, que não deseje mais nada? Você vai concordar comigo: só sendo louca de pedra.

Martha Medeiros

Estou doente da persistência de imagens, reflexos e espelhos. Eu sou uma mulher com olhos de gato siamês que por detrás das palavras mais sérias sorri sempre troçando da minha própria intensidade. Sorrio porque presto atenção ao OUTRO e acredito no OUTRO. Sou marioneta movida por dedos inexperientes, desmantelada, deslocada sem harmonia; um braço inerte, outro remexendo-se a meia altura. Rio-me, não quando o riso se adapta ao meu discurso, mas porque ele se implica nas correntes subjacentes do que eu digo.

Anaïs Nin

Mulher guarda repulsas em segredo. Não abre para a ala masculina o que realmente detesta. Deseja que ele descubra sozinho ou reza para que nunca aprenda mesmo, sempre é bom ter uma pequena vantagem no ódio.

Fabrício Carpinejar

...O homem deseja sem amar, a mulher deseja sem amor.

Nelson Rodrigues

Não sou certinha, não sou um estéreotipo de mulher perfeita.
Não sou politicamente correta, não sigo todas as regras da sociedade e as vezes ajo por impulso.
Erro,admito,aprendo,ensino.....
Todos erram um dia por descuido, inocência ou maldade
Sei distinguir o certo do errado
Embora as vezes a tentação fale mais alto....
Enfim, sou única neste plano.....

Sou Eu!!!!!

Aroma de mulher

Toda história tem um fim, mas na vida cada final é um novo começo!

Grande Menina Pequena mulher

A mulher de Sagitário AMA a liberdade e é totalmente INDEPENDENTE, encarando a vida com muita garra. Alegre e cativante, uma mulher que dificilmente passa despercebida. Gosta de homens fortes e que SABEM O QUE QUEREM. Não suporta ciúmes e POSSESSIVIDADE. Normalmente são exuberantes, com uma beleza que chama a atenção. Mulheres de Sagitário são envolventes e possuem seus PRÓPRIOS encantos. Claro que ela cativa pela sua SIMPATIA, e isto ela tem de sobra. Essa liberdade e extroversão da sagitariana costuma ASSUSTAR alguns homens ACOSTUMADOS com o modelo de mulher meiga e doce. Elas também são, mas preferem ficar por aí, preservando sua independência. É ÓTIMO se relacionar com essas sagitarianas, que podem ser MUITAS mulheres ao MESMO TEMPO: doces e suaves, inteligentes e cultas, românticas e fogosas. São de Sagitário, e você NUNCA terá uma “AMÉLIA” ao seu lado.”
Ela talvez seja um pouco FRANCA DEMAIS porque vê o mundo tal como ele é.
NÃO GOSTA de mentiras, e dificilmente alguma mulher Sagitário costuma mentir - a menos que tenha um ascendente em Capricórnio, esta mulher dificilmente conseguirá convencer as pessoas quando estiver a contar uma mentira. E a gente tem que admitir que isso é uma ótima qualidade, não é?
As sagitarianas são muito independentes, e ambos os sexos mantêm uma certa DISTÂNCIA aos laços familiares. Quando quiser que ela faça algo, PEÇA-LHE: não tente MANDAR nela. A técnica dos homens das cavernas NÃO funciona com esta mulher. Ela não nasceu para ser mandada, odeia ter que receber ordens e ABOMINA todos os homens que tentam aprisioná-la. Ela gosta de ser PROTEGIDA, mas não gosta de ser mandada. Se nem mesmo o seu PAI consegue dominá-la, não vai ser QUALQUER UM que vai achar que pode dar-lhe ordens!
A sagitariana não é de abrir mão da própria personalidade e da independência por homem ALGUM. Deve ser por isso que – logo a seguir às mulheres do signo Aquário - representam o maior número de mulheres divorciadas!
Quanto mais nervosa fica, mais SARCÁSTICA e CÍNICA se torna. A sagitariana pode mandá-lo para o INFERNO com um grande SORRISO nos lábios e ainda ridicularizá-lo na frente de todos, como se estivesse a divertir-se. Ela tem essa capacidade de torná-lo o BOBO DA CORTE, e ainda sair por CIMA como se nem tivesse sentido a força de suas ofensas.
Mas nem sempre ela será tão “amável” quando estiver realmente irritada… Enfrentar a raiva desta mulher não é pêra doce, ACREDITE…
Como todo sagitariano (homem ou mulher), ela não é de fazer escândalos, mas se resolver fazê-lo é melhor ESCONDER-SE até a tempestade passar.
Afinal, não é prudente brigar com um signo que é metade gente, metade cavalo, e a metade humana ainda está armada!
FELIZ daquele que tem a SORTE de ter uma mulher deste signo como AMIGA. Ela alegrará as suas FESTAS, será a sua MELHOR confidente e SEMPRE estará ao seu lado quando todos os seus amigos tiverem abandonado o barco. Ela é tão generosa, paciente e atenciosa com todos os amigos, que seu telefone dificilmente fica muito tempo sem tocar. Se repararem bem, a maioria das sagitarianas recebem sempre telefonemas de amigos que nunca conseguem esquecê-las, mesmo que estejam distantes.
Ela é uma das poucas mulheres que costumam ter amigos de infância. Sim, eu disse amigos. Os mesmos que brincavam com ela na RUA e que um dia PERCEBERAM que aquela menina “maria-rapaz” se tornou uma linda mulher.
Tentem reparar numa sagitariana a ANDAR. Vejam como a maioria costuma andar com o nariz EMPINADO, parecendo um cavalo puro-sangue. Vejam como ela é uma mulher elegante e confiante, MESMO quando tropeça e derruba tudo pelo caminho! Sim, a coisa mais DIFÍCIL de encontrar é uma sagitariana que não seja um pouco DESAJEITADA.
Também costuma ter uma atitude um tanto DISPLICENTE em relação a envolvimentos amorosos, o que pode levar algumas pessoas a achar que éuma mulher fria e insensível. Puro ENGANO! Ela emociona-se ao assistir a um filme TRISTE e sonha consigo durante as noites em que estiver sozinha, mesmo que nunca confesse isso.
É possível que ela tenha guardado TODOS os bilhetes de amor que lhe escreveu, restos de flores que enviou e a primeira entrada do cinema a que foram juntos.
Mas não espere ver este seu tesouro tão cedo! A sagitariana NÃO GOSTA de revelar seus segredos de amor. Deixá-lo ver esses segredos é assumir que está apaixonada. E ela ODEIA sentir-se FRAGILIZADA!
Quando o romance acaba, por DENTRO ela pode estar triste, mas responderá com TANTA inteligência e habilidade às perguntas dos amigos, que todos pensarão que tudo não passou de um simples namoro de Verão. Mal sabem como ela pode estar ARRASADA por dentro.
A idade realmente não importa quando o assunto é a sagitariana. Elas permanecem jovens mesmo quando envelhecem.
ADORAM ser tratadas como meninas traquinas que não param num canto, sempre prontas a CORRER na rua com os rapazes! E, é essa alegria de viver e esse eterno otimismo que ENFEITIÇAM os homens de bom gosto! Nenhuma mulher pode ser tão apaixonada pela vida quanto a sagitariana, e TRANSMITIR esse amor por todos os cantos por onde passa.
Estar ao seu lado é viver o bom humor e acreditar no futuro. Não importa que ela tenha milhões de amigos que ocupam grande parte do seu tempo, nem que passe o tempo TODO a planear viagens ou sonhos que ainda QUER realizar.
Amar uma mulher de Sagitário é RECOMPENSADOR e NUNCA é monótono. Não importa que ela não tenha aprendido a dizer o quanto ama - para ela, isso é difícil.
Quem já teve a felicidade de estar apaixonado por sagitarianas sabe que a MELHOR maneira que elas têm para demonstrar o que sentem é pela AÇÃO.
Nenhuma mulher beija TÃO bem ou irradia TANTA vida e alegria quanto uma nativa deste signo que, após passar VÁRIAS noites em CLARO, chega à conclusão que sente muito MAIS do que amizade por alguém! E, quando as setas do arqueiro penetram em nossos corações, NÃO HÁ magia no mundo que possa nos livrar do poder do AMOR de uma sagitariana!

Vanessa - httpvlela.wordpress.com20080718a-mulher-sagitariana