Moral da História

Cerca de 681 frases e pensamentos: Moral da História

E no amor é assim, não existe moral da história!

Martha Medeiros

Coloque a lealdade e a confiança acima de qualquer coisa; não te alies aos moralmente inferiores; não receies corrigir teus erros.

Confúcio

Procure ser um homem de valor, em vez de ser um homem de sucesso.

Albert Einstein

Uma coletânea de pensamentos é uma farmácia moral onde se encontram remédios para todos os males.

Voltaire

O medo é o pai da moralidade.

Friedrich Nietzsche

A moralidade é a melhor de todas as regras para orientar a humanidade.

Friedrich Nietzsche

Ah, esses moralistas... Não há nada que empeste mais do que um desinfetante!

Mario Quintana

A moral, propriamente dita, não é a doutrina que nos ensina como sermos felizes, mas como devemos tornar-nos dignos da felicidade.

Immanuel Kant

Ninguém pode fazer com que você se sinta inferior sem o seu consentimento.

Eleanor Roosevelt

Eu sinto a nostalgia da imoralidade.

Machado de Assis

A consciência é o melhor livro de moral e o que menos se consulta.

Blaise Pascal

A moral é uma, os pecados são diferentes.

Machado de Assis

O homem que pretende ser sempre coerente no seu pensamento e nas suas decisões morais ou é uma múmia ambulante ou, se não conseguiu sufocar toda a sua vitalidade, um mono maníaco fanático.

Aldous Huxley

A moral consiste em fazer prevalecer os instintos simpáticos sobre os impulsos egoístas.

A. Comte

Os nossos inimigos contribuem mais do que se pensa para o nosso aperfeiçoamento moral. Eles são os historiadores dos nossos erros, vícios e imperfeições.

Marquês de Maricá

Não há fenómenos morais, mas apenas uma interpretação moral de fenómenos....

Friedrich Nietzsche

Onde me devo abster da moral, deixo de ter poder.

Johann Goethe

Moral é o que te faz sentir bem depois de tê-lo feito, e imoral o que te faz sentir mal.

Ernest Hemingway

Para a política o homem é um meio; para a moral é um fim. A revolução do futuro será o triunfo da moral sobre a política.

Ernest Renan

Pode fazer-se tudo, salvo fazer sofrer os outros: eis a minha moral.

Gustave Flaubert