Minha Tia Querida

Cerca de 747 frases e pensamentos: Minha Tia Querida

"Procure confortar os infelizes e incompreendidos,mesmo que estes sejam contra voce,seja prático e não se afaste das metas racionais,nem queira obter resultados (cobrar)de seus trabalhos e suas caridades."
(Tia Neiva"

Tia Neiva Vale do Amanhecer

"Meus filhos,temos tantas maravilhas,
Jesus está esperando somente que o homem
se certifique de seus sentimentos'"
(Tia Neiva)

Tia Neiva Vale do Amanhecer

'Oh, que saudade que eu tenho / Da Aurora da minha vida'... Se bem que Guiomar era também outra tia muito boazinha, quando eu tinha lá meus oito anos!

Horlando Halergia

“Eu podia ser melhor. Uma pessoa melhor, filha melhor, irmã melhor, tia melhor, sobrinha melhor, mulher melhor, mãe de cachorro melhor. Sinto que não sou boa o suficiente, que não faço o suficiente para o mundo. A gente sempre quer mais. Por que, então, não fazemos mais? O ser humano só quer, quer, quer. E a doação onde fica? E a compaixão? E a ação? Acho que todo mundo podia fazer mais. Além do seu trabalho, o que mais você faz? O que faz efetivamente para melhorar o mundo e as pessoas? Acho que falta colocar a mão na consciência. Não adianta tapar o sol com a peneira e fingir que não vê. Precisamos encarar as coisas de frente. Você precisa se encarar de frente.”

Clarissa Corrêa

Doce Amargura

A Tia Fia, (ou Graça, Gracinha e agora Vó) sempre foi minha paixão e inspiração. Porque será que vc não foi minha mãe? Se fosse não daria tão certo. Eu a sigo em quase tudo. Torcemos pro mesmo time (Cruzeiro o glorioso). Minha primeira profissão foi a mesma dela. Amamos animais e outras coisitas mais. Quando era criança me alegria era ir para sua casa. Chorava inclusive quando me enganavam. Se hoje sou tudo isso que ela acha que sou, saiba que contribuiu muito pra isso, pelo seu exemplo, sempre forte, ativa, corajosa. Admirava vê-la sempre trabalhando. Mulher independente. Te admiro e te amo muito. E claro ela é isso tudo e ainda minha madrinha.

Tamy Henrique Reis Gomes

parte da letra do que SERIA uma música(mas não foi), para um curta-metragem chamado Tia Clara - de Iris Lima - uma amiga querida


Quero ter você pra mim.
Quero viver a nossa história com começo meio e fim.
Quero os sonhos transformados em realidade.
Não quero mais dormir no braço da saudade.
Quero um beijo estalado em minha boca.
Quero sentir sua pele em mim.
Quero apagar as sombras do passado.
E acordar meus restos de dias ao seu lado.
Passei a vida conversando com as paredes.
Fazendo versos que nunca escrevi.
Relendo um bilhete amassado pelo tempo.
Só para ouvir a sua voz me dizendo,
me espere que eu volto.
Minha tristeza caminhou a passos lentos.
E sem o alento de notícias, eu vivi.
Meu coração aprendeu viver acelerado
e nos pecados de meus pensamentos,
me escondi.
Agora, na frente do espelho, eu me deparo
com uma imagem que o tempo não perdoou,
as minhas lágrimas do passado já secaram,
mas a saudade não me abandonou
Eu quero ter você pra mim
Quero viver a nossa história com começo meio e fim
Quero os sonhos transformados em realidade
Não quero mais dormir no braço da saudade.

Rosa Berg

– Marimbondo a Tia Dilma –
Por AeSSeCÊ


Tava meio assim, meio sem nada pra fazer, quando o telefone tocou.

– Alô! – Fala cara! – Era um colega do tempo da faculdade - Ô meu irmão! Beleza! Quanto tempo! – Beleza, Porra cara! Tô precisando de você. Preciso que você me escreva um texto para ilustrar um trabalho que tenho que apresentar amanhã na facu – Um texto pra ilustrar, não seria melhor um desenho? – Respondi eu – (Antes que me esqueça, deixe-me esclarecer, eu deixei a faculdade e ele continua) – Porra cara! Não sacaneia, tô falando serio – Tudo bem! Mas, de que deve tratar o texto? – Sei lá! Qualquer coisa – Falou ele – Qualquer coisa, como assim cara? – Indaguei perplexo – É, pode ser qualquer coisa, uma crônica, um editorial, só não pode ser uma daquelas poesias bregas que tu escreve – O sacana sabia ser irônico, (mas ao menos ele lia minhas poesias), depois das risadas e xingamentos de praxe voltei a indagar – Finalmente, do que trata o trabalho que você vai apresentar – Trata sobre a atual conjuntura sócio-política brasileira –respondeu ele prontamente – É! Você tem razão, qualquer coisa serve.

Então me lembrei dos tempos da Ditadura, quando receitas eram publicadas no lugar de crônicas e editorias – Não resisti...

- Marimbondo a Tia Dilma –

Ingredientes:

Um Marimbondo de Fogo
Uma Lula Re-Folgada
81 Porções de Raposas bem felpudas
190 milhões de cordeirinhos
Desculpas esfarrapadas a gosto

Modo de Preparar:

Pegue os cordeirinhos e despeje em uma tigela qualquer. Antes você deve amaciá-los bastante, para isso use generosas porções de programas sócias do tipo: Bolsas Família e etc. Carnavais, Futebol e muito BBB também ajuda no processo de amaciamento. Quando estiverem bem macios (teste antes com pesquisas de popularidade), cubra com as Raposas Felpudas e por ultimo acrescente o Marimbondo enrolado na Lula. Regue com bastante desculpa esfarrapadas (Cuidado, não deixe Marinar), leve diretamente ao congresso previamente aquecido a 61,8% de reajuste e deixe por quatro anos. Caso perceba que não esta cozinhando direito regule a temperatura para cima em alguns graus de favores e concessões.

Não precisa esperar ficar pronto para se servir...

AeSSeCê

Quem nunca foi visitar uma tia só para ver o primo bonitão, não sabe o que ter segundas intenções.

Vanessa Pimentel

Tia Cris -

1 ano sem notícias suas, 1 ano sem o seu cheiro, e o seu riso. Não fui capaz de acreditar quando ouvi pela primeira vez. Fiquei pasma, não reagi. Não sabia o que pensar, eu ainda não tinha passado pela situação de perder alguém tão próximo, alguém que levava junto consigo uma parte da minha felicidade. O vazio em mim era inexplicável. Mais inexplicável ainda, porque eu ainda não havia acreditado. A ficha demorou a cair. Eu chorei, abracei quem chorava ao meu lado, quem sentia especificamente aquela dor, parecida com a minha. Eu sabia que você já não estava aqui, mas ao mesmo tempo, eu não sabia. Não sabia como seria não mais ter o prazer que era te ver. Não imaginei, acreditei e não acreditei, não sei definir o que se passava em minha mente, até porque em alguns momentos, a minha mente separou-se de mim, ela pairou pelo ar poluído, sem rumo, direção, ou sentido. Então eu fui vê-la. Derramei mais lágrimas, toquei seu rosto, rosto de anjo. Você estava ali, mas não ia vir comigo quando eu fosse embora. Seu corpo ficaria lá, eu estaria distante do seu rosto, do toque de suas mãos, eternamente. Ali eu percebi que já não te abraçaria. Eu quis ficar e tentar te tirar dali, eu pedi a Deus que fizesse daquela manhã um pesadelo, ao me beliscar e tentar acordar. Não acordei, mas também não consegui dormir. Pensei onde sua alma poderia estar com o objetivo de me despedir do seu real, mas fui recriminada, então não falei mais, mas eu ainda assim te procurei, eu juro. Eu queria te dizer obrigada. Eu queria pedir desculpas, pois não dei a você a atenção que merecia, alias, dei atenção a você, mas adiei a hora de te dar carinho extra, e acabei que por fim não me despedi. O que dói mais em mim, é que eu te amo. Você e eu nos conhecemos quando eu nasci, e nunca tivemos contato como poderíamos ter tido a vida inteira, mas um período de tempo em torno de 5 anos, foi o suficiente pra que eu passasse a saber de cada defeito e qualidade sua. Eu te conheci, no sentido real da palavra, eu tive raiva de você por me fazer ter obrigações que eu nunca tinha tido antes, eu ri, eu vivi não apenas uma relação de tia e sobrinha, eu vivi uma amizade, eu passei a te amar, eu senti saudade antes mesmo que você entrasse no carro pra voltar pra sua casa, a minha casa deixou de ter 5 moradores, ela passou a ter 6, mesmo quando você ia pro seu verdadeiro lar. Aqui, eu te vi chorar com medo da morte, eu te disse palavras de Deus, toquei o seu rosto, pedi pra que você fosse mais forte que nunca, e depois eu fui chorar escondida com medo da sua morte. Você passou a ser essencial na minha vida, mas eu nunca te falei isso, eu nunca disse a você, tão quanto era, alias, ainda é importante na minha vida, não falei a ti, a imensidão do meu amor. Não falei o quanto seria horrível se acontecesse de eu te perder, ter que te ver ali, com aquele rosto de anjo, e não poder trazer o teu corpo comigo. Não a esqueci depois de 1 ano e também não terei esquecido daqui a 70. Você é inesquecível, e eu tenho grande orgulho de na minha vida ter conhecido alguém assim, com personalidade tão forte, com tanta força. Teimosa, orgulhosa, querida por todos, decidida, alegre, amada. Amada por mim, lembrada por mim. Eu sei que está agora ao lado da mais perfeita das criaturas, você está ao lado de Deus, ele é a grandiosidade, e a humildade, ele é superior, é bom, é digno, mas ainda assim, eu acho que você deveria estar aqui, do meu ladinho, me fazendo rir. Muitas pessoas não compreenderam o meu sofrimento, muitas mesmo, tanto os estranhos, como os mais próximos, mas isso pouco importa, porque o que eu mais queria era o teu bem, e eu não precisava que ninguém entendesse as minhas incontáveis lágrimas além de você, que deixou essa agonia em meu peito. Ouvi muito falarem a frase: “Pelo menos o sofrimento dela acabou”, discordo plenamente, pois você queria viver, e lutou com unhas e dentes para isso, eu estou de prova. Se Deus te levou, infelizmente era a sua hora.

Julianna Galvão

A certeza da vitória

Do desprezo da tia,
Do descaso da familia,
Do ódio do pai,
Do amor da prima,
Da incansável luta ...
Da disputa
por um lugar ao sol
contra tudo
e todos
apesar
de duvidar
da certeza da fé
da virada
do abismo
do egoísmo
da inveja
da incerteza
do caminho
perdido
achado
sucumbido
desiludido
e assim
e mesmo assim
seguir em frente
mesmo com tanta gente
contra
do incondicional amor da mãe
que partiu
sem saber
que aqui
a filha
queria
e
sabia
que um dia
estaria aqui para contar esta estória.
E com todas as boas memórias
sorrir
e gritar para o mundo..
EU VENCI
em meio as lutas
as portas na cara dos amigos mais queridos
a dor da solidão
de tanta desunião
de gente amarga
e fria
que apenas queria...
ve-la
no chão.

Dany Araújo

Veio da Boca Mole



Em Aracaju, sair para tomara um drink em companhia de tia Gatinha, que é uma coroa muito da enxuta, fomos andando pela orla da Atalaia e paramos onde é claro num barzinho, com o único objetivo de encher entramos pegamos uma e quando estávamos ouvindo um som de um pagode maneiro fomos abordadas por uma duas três pessoas, dois véios e um rapaz que era simplesmente um deus negro, que estavam em outra mesa e se aproximaram pra perguntar se poderiam ficar um pouco com agente em nossa mesa, enfim sentaram, mas derepente um dos véios se levantou e foi embora levando o meu deus negro, restando somente o véio que havia sentado do meu lado da cadeira, e este logo fez questão de dizer que se tratava de um milionário excêntrico, eu pensei que ele estivesse interessado em minha tia e por isso lhe dei um pouco de atenção, daí o véio disse ‘o mia fia, hoje é um dia muito especial para mim eu estou muito feliz, pois saiu a indenização do seguro de vida de minha esposa no valor de 2(dois) milhões de dólares–és’, eu sorria e afastava meu corpo porque parecia que o véio queria subir em cima de mim sabe aquele tipo de gente que quer ter certeza de que real estar sendo escutado, e também falou ‘sabe fia eu atava numa dia desse num restaurante muito do bom localizado aqui na orla mesmo e um pobre de um garçom achou muito bonita a minha corrente de ouro, ai disse para o caba que tinha pago o valor de 2(dois) mil reais, não lembro quanto custou foi dois mil e pouco ou foi mil e setecentos a deixa pra la, então por eu saber que se tratava de caba muito do serio e do trabalhador eu tirei a corrente e dei de presente para o caba’, muito admirada diante de sua declaração disse ‘como assim, deu a corrente de graça sem pedir nada em troca’, e ele respondeu ‘acha poco é menina dei de graça para ajudar aquela pobre al-ma, vem ca que quero perguntar se vocês quer me acompanhar a um restaurante caríssimo localizado do outro lado da cidade’, nesse momento é lógico que passei a bola pra tia Gatinha, e pensei um...vamo da um golpe nesse vèio para ele parar de falar’, chegamos naquele restaurante Italiano, cheio de pompa com uma vestimenta de andar na praia e ao chegar ate o garçom da casa teve torcicolo braba por observar as beldades sentadas no sofá, fomos direcionadas pelo garçom a uma mesa afastada e pedimos o que o veio estava acostumado a comer, já que ele dizia que tinha habito de freqüentar o local, a espera do prato conversa vai, conversa vem o véio veio com um papo brabo dizendo pra tia, com muita ênfase e batendo com as mãos, ‘olhe mia fia, você sabe muito bem o que é que eu quero com essa menina, eu sou um senhor de certa idade e tenho um chalé muito, que inclusive ate estar no nome de minha irmã sabe como é né, é que tenho uma filha, que é pra quando eu morre não dar problema, sabe como é esse negocio de mulher é muito bom agente sempre andar com um pé atrás, mas não se preocupe não que eu viverei ainda durante bastante tempo’, tia Gatinha respondeu, ‘ agora, você me pegou porque você tem que perguntar isso, a parte se é que estar interessada; nesse momento eu pedi licença e fui para o banheiro pra não rir naquele momento na cara daquele véio otário, possessa de raiva, afinal de contas quem já se viu um negocio desse, oh o cara quer brincar de pegar netinha, voltei do banheiro quando a comida havia chegado e enquanto estávamos comendo a comida menino, o vèio a qualquer gesto meu, elogiava, dizendo ‘menina, você não precisa de nada, você é a pessoa mais chique que já conheci na vida, sabe aquela pessoa ao natural sem fazer esforço, olhe nesse mundão que já vivi, conheci diversas pessoas que se esforçavam bastante pra conseguir ficar chique igual a você mia fia’, então, num simples ato cotidiano de sem querer tirei o cabelo da vista, o véio gritou entusiasmado, ‘vê é exatamente disso que eu estava falando qualquer movimento seu é tão suave parece uma pluma’, não agüentei a pressão e tomei todo o vinho do copo, o véio falou ‘tudo isso dinovo, que forma maravilhosa de pegar o copo, olhe para certas pessoas ser chique é o simples ato de levantar o dedo ao beber o liquido do copo, você menina realmente me superou, eu não prezo apenas a sutileza dos seus gestos’, então eu cocei o ombro direito com a mão esquerda, euforicamente o véio disse ‘eu tava falando era disso mesmo, você mia fia, é a paisagem mais linda que já vir dos últimos tempos pra cá, você acredita? Diante de consecutivas ações de desconforto disse ‘também não precisa de tanto esforço assim ne, vovo’, enquanto isso a comida esfriava no prato, ate que tive a atitude de come-la, ai o veio começou a contar a historia de sua existência, me chamando em demasia ‘fia, fia, fia, desculpe é que preciso de sua atenção pra contar minhas confidencias, é que minha vida é cheia de conhecidências, pois minha esposa faleceu no dia 29 de setembro, que é o dia que foi realizado o meu casamento com ela e acompanha também a morte do meu querido filho, (em um tom tristeza profunda) mas também tem coisa boa foi o dia que saiu a indenização milionária, é... lembro que na época que minha esposa ficou doente coitadinha, em cima de uma cama do hospital, durante meses fiquei cuidando dela, mas com o passar do tempo quando os médicos disseram que não tinha mais jeito, e a ela pediu para voltar para casa, (entusiasmado e demonstrando grandeza) montei toda a estrutura de hospital, equipamento, aparelhagem, enfermeiros tudo lá em casa e levei quando ela pediu dizendo meu veio eu quero morrer em casa. Não poderia negar esse ultimo desejo de minha querida esposa. Lembro também que em um momento terminal de seu triste fim de vida, ela me segurou pelos ombros, me balançou e disse(imitando a mulher) homem, vai pra rua pegar uma mulher pra sair, que sei que você meu veio também esta sofrendo sem fazer sexo meu amor. Com lagrimas nos seus olhos disse eu não quero que você sofra tanto assim, eu to te dizendo isso é porque eu te amo e vou me sentir muito pior se você não estiver bem ao meu lado, que não quero que você sofra tanto assim; naquele momento de ver a aflição de minha veia, (fazendo como se estivesse dando umbigada) peguei e botei minhas coisas dentre suas pernas chorando e disse eu vou gozar é com você minha veia e gozei, gozei ali mesmo dentre suas pernas’; diante daquela situação sem poder rir de uma desgraça tão tamanha tiver que pensar em algo para dês focar aquilo tudo de minha mente, então resolvi comer, mas quando olhei para aquele prato de file de peixe ao molho branco, quase vomitei ao lembrar da gala do veio em minha cabeça do gozo dele sabe, me esforcei e disse ele não esta ai dentro do prato, olhei pra o prato da gatinha e notei que ela já havia comido tudo antes da historia terminar e pensei olha só como a outra veia ta discolada, (com reflexão) é já também desse veio o que se podia esperar, então tive que comer a gala do veio, oh a comida, ingù-ei, mas depois não agüentei comer mais com aquele veio olhando pra minha cara’. Na volta pra casa da Gatinha quando estávamos dentro do carro, o veio disse ‘ai meu Deus, eu acho que o jeito vai ser arrumar uma de cinqüenta’, e a gatinha respondeu ‘não servi uma de sessenta não, ehn...’, na porta de casa da gatinha, o veio perguntou ‘mia fia, você quero saber se você gostou dessa pulseira’, e colocou a pulseira no meu pulso, e continuou o véio a dizer ‘não saia do carro não, é que oi, eu aluguei a suíte presidencial dum hotel 5 estrelas somente para você, coloquei um monte de pétalas de rosas em cima da cama’, enquanto isso eu já meio goro, dei um voto de credibilidade pro veio, ao imaginar o que veio estava falando e o veio continuou a dizer ‘as flores que são brancas, vermelhas e amarelas, tia gatinha interveio ‘não esta vendo que este veio vai te alugar por causa de uma merda de pulseira’, eu doida pra dar o golpe no veio disse ‘relaxe minha tia não corte a inspiração do cara, deixe o véio falar que estou viajando nessa idéia, vá pode continuar meu senhor diga logo’, ai o veio disse ‘ehin, ehin’, o ajudei a entender dizendo ‘o que acontece depois meu chapa’, o véio respondi ‘depois agente ou melhor, eu fico nu em cima da cama’, eu particularmente, não agüentei e disse ‘vovo, você acabou de estragar a viagem’, ai o safado do veio disse ‘menina. você vai ter que pagar de alguma forma pela jóia’, rir e joguei a pulseira nele e disse ‘agora eu já sei como é que o garçom te pagou o presente, como é mesmo, a historia de apenas um véio muito do generoso’.

Adriana Calumby

As Tias
A tia Catarina
Cata a linha

A tia Teresa
Bota a mesa

A tia Ceição
Amassa o pão

A tia Lela
Espia a janela

A tia Cema
Teima que teima

A tia Maria
Dorme de dia

A tia Tininha
Faz rosquinha

A tia Marta
Corta batata

A tia Salima
Fecha a rima

Thatiany32

Tia.minha madrinha
Veio por este sentimento
Abrir o meu coração
Perante esta folha e este lapis.

Estes são sagrados pois,
Nesta folha esta o meu coração
E neste lapis o meu sentimento
Tudo só para minha a
Tia, minha madrinha.

Isto para possuir duas rosas
Em beleza dos seus
Filhos, meus primos.

Beleza que se verá ao mundo
Ilustrando a felecidade e a alegria
Cujas subiram ao palco...
Aqui termino minha
Tia,minha madrinha.

Daniel Felipe Lopes Moita

Feliz Natal e um prospero Ano Novo!!!!

“Tia Carminha”,
Não sei como agradecer pelas inúmeras vezes que você esteve ali pertinho de mim para me dar seu apoio, sua lição de mãe, amiga, companheira de todas as horas. Tia muitas vezes pensei que não iria tão longe, mas você me mostrou que tudo é possível. Que cada passo dado é vitoria e o gosto de dever cumprido.
A cada dia que passa percebo que aqueles puxões de orelha, conselhos e abraços valeu e valerá muito nessa minha caminhada, pois tudo que estou vivenciando hoje e conseguindo foi graças ao seu esforço.
Minha mãe, tia e avó, pois é assim que eu te considero, pois você, somente você sabia contar aquelas historias onde todos paravam e prestavam à atenção para ver qual final seria... Essas palavras são poucas diante da imensidão de bondades e carismas que você é.
Não sei como te agradecer por tudo, sei que sou grato por cada dia que você esteve perto de mim... Talvez eu não consiga descrever tudo que eu sinto por ti, mas de uma certeza eu tenho eu: AMO-TE MUITO, MUITO!!! E essas simples palavras descritas são meras diante de cada abraço, força, entendimento e amor que você me deu por todos esses anos. Desde criança você me adotou como seu filho e hoje posso dizer, você sempre será MINHA MAMÃE DO MEU CORAÇÃO!!!
UM FELIZ NATAL E UM PRÓSPERO ANO NOVO DE MUITAS ALEGRIAS, BRINCADEIRA E AMIZADES VERDADEIRAS!!! E que seu 2014, seja mais brilhante e magnífico!!

Fabricio de melo

Campanha “escreva à tia – escreva às tantas – escreva à toa”.

André Anlub

Ser conduzida por minha tia ao meu primeiro dia de trabalho; contando com a sua ajuda e o seu incentivo bem pertinho de mim; momento ímpar e inesquecível--uma longa jornada estava se delineando a partir daquele primeiro passo, momento.

Servamara

Minha mãe
"Filho manda uma mensagem no face pra tua tia por mim."
- Tudo bem mãe depois eu mando.

- 5 min depois
"Filho já mandou a mensagem pra tua tia?"
- Mãe vou entrar na internet agora.

- 10 min depois
"Filho já almoçou?"
- Já sim mãe
"E a mensagem pra tua tia, já mandou?"
...

- Mães sempre com o costume de perguntar a mesma coisa 1001 vezes no mesmo dia.

Mas vale a pena obedecer porque um dia elas vão
partir mas poderemos dizer que fomos bons filhos.
Te amo mãe!

Josieool Souza

Mulher

Avó, Mãe, Tia, Irmã, Filha e Esposa, tão jeitosa e
meiga, é uma flor delicada e graciosa, quando necessário
uma lutadora, uma guerreira, de sua aparência frágil és forte,
de teu jeito meigo és blindada, não para mesmo que o cansaço
tente lhe derrubar, sempre se mantêm de pé cuidando de tudo.
mais existe o momento para o amor, e a mulher também
precisa de carinho, de ser tratada como uma flor.

Neimar Magewiski

Eu ate posso ter nascido para ama-lo, mas você? Você nasceu pra amar a prima, a tia, a menina esquisita, a nerd pequenina, a menina da Vila 86, a desconhecida da Avenida Paulista, a menina que não sai da casa da vizinha, você nasceu pra amar qualquer uma dessas, menos eu, que por você tudo fazia.

Isabel Rainha