Minha Tia Querida

Cerca de 673 frases e pensamentos: Minha Tia Querida

Veio da Boca Mole



Em Aracaju, sair para tomara um drink em companhia de tia Gatinha, que é uma coroa muito da enxuta, fomos andando pela orla da Atalaia e paramos onde é claro num barzinho, com o único objetivo de encher entramos pegamos uma e quando estávamos ouvindo um som de um pagode maneiro fomos abordadas por uma duas três pessoas, dois véios e um rapaz que era simplesmente um deus negro, que estavam em outra mesa e se aproximaram pra perguntar se poderiam ficar um pouco com agente em nossa mesa, enfim sentaram, mas derepente um dos véios se levantou e foi embora levando o meu deus negro, restando somente o véio que havia sentado do meu lado da cadeira, e este logo fez questão de dizer que se tratava de um milionário excêntrico, eu pensei que ele estivesse interessado em minha tia e por isso lhe dei um pouco de atenção, daí o véio disse ‘o mia fia, hoje é um dia muito especial para mim eu estou muito feliz, pois saiu a indenização do seguro de vida de minha esposa no valor de 2(dois) milhões de dólares–és’, eu sorria e afastava meu corpo porque parecia que o véio queria subir em cima de mim sabe aquele tipo de gente que quer ter certeza de que real estar sendo escutado, e também falou ‘sabe fia eu atava numa dia desse num restaurante muito do bom localizado aqui na orla mesmo e um pobre de um garçom achou muito bonita a minha corrente de ouro, ai disse para o caba que tinha pago o valor de 2(dois) mil reais, não lembro quanto custou foi dois mil e pouco ou foi mil e setecentos a deixa pra la, então por eu saber que se tratava de caba muito do serio e do trabalhador eu tirei a corrente e dei de presente para o caba’, muito admirada diante de sua declaração disse ‘como assim, deu a corrente de graça sem pedir nada em troca’, e ele respondeu ‘acha poco é menina dei de graça para ajudar aquela pobre al-ma, vem ca que quero perguntar se vocês quer me acompanhar a um restaurante caríssimo localizado do outro lado da cidade’, nesse momento é lógico que passei a bola pra tia Gatinha, e pensei um...vamo da um golpe nesse vèio para ele parar de falar’, chegamos naquele restaurante Italiano, cheio de pompa com uma vestimenta de andar na praia e ao chegar ate o garçom da casa teve torcicolo braba por observar as beldades sentadas no sofá, fomos direcionadas pelo garçom a uma mesa afastada e pedimos o que o veio estava acostumado a comer, já que ele dizia que tinha habito de freqüentar o local, a espera do prato conversa vai, conversa vem o véio veio com um papo brabo dizendo pra tia, com muita ênfase e batendo com as mãos, ‘olhe mia fia, você sabe muito bem o que é que eu quero com essa menina, eu sou um senhor de certa idade e tenho um chalé muito, que inclusive ate estar no nome de minha irmã sabe como é né, é que tenho uma filha, que é pra quando eu morre não dar problema, sabe como é esse negocio de mulher é muito bom agente sempre andar com um pé atrás, mas não se preocupe não que eu viverei ainda durante bastante tempo’, tia Gatinha respondeu, ‘ agora, você me pegou porque você tem que perguntar isso, a parte se é que estar interessada; nesse momento eu pedi licença e fui para o banheiro pra não rir naquele momento na cara daquele véio otário, possessa de raiva, afinal de contas quem já se viu um negocio desse, oh o cara quer brincar de pegar netinha, voltei do banheiro quando a comida havia chegado e enquanto estávamos comendo a comida menino, o vèio a qualquer gesto meu, elogiava, dizendo ‘menina, você não precisa de nada, você é a pessoa mais chique que já conheci na vida, sabe aquela pessoa ao natural sem fazer esforço, olhe nesse mundão que já vivi, conheci diversas pessoas que se esforçavam bastante pra conseguir ficar chique igual a você mia fia’, então, num simples ato cotidiano de sem querer tirei o cabelo da vista, o véio gritou entusiasmado, ‘vê é exatamente disso que eu estava falando qualquer movimento seu é tão suave parece uma pluma’, não agüentei a pressão e tomei todo o vinho do copo, o véio falou ‘tudo isso dinovo, que forma maravilhosa de pegar o copo, olhe para certas pessoas ser chique é o simples ato de levantar o dedo ao beber o liquido do copo, você menina realmente me superou, eu não prezo apenas a sutileza dos seus gestos’, então eu cocei o ombro direito com a mão esquerda, euforicamente o véio disse ‘eu tava falando era disso mesmo, você mia fia, é a paisagem mais linda que já vir dos últimos tempos pra cá, você acredita? Diante de consecutivas ações de desconforto disse ‘também não precisa de tanto esforço assim ne, vovo’, enquanto isso a comida esfriava no prato, ate que tive a atitude de come-la, ai o veio começou a contar a historia de sua existência, me chamando em demasia ‘fia, fia, fia, desculpe é que preciso de sua atenção pra contar minhas confidencias, é que minha vida é cheia de conhecidências, pois minha esposa faleceu no dia 29 de setembro, que é o dia que foi realizado o meu casamento com ela e acompanha também a morte do meu querido filho, (em um tom tristeza profunda) mas também tem coisa boa foi o dia que saiu a indenização milionária, é... lembro que na época que minha esposa ficou doente coitadinha, em cima de uma cama do hospital, durante meses fiquei cuidando dela, mas com o passar do tempo quando os médicos disseram que não tinha mais jeito, e a ela pediu para voltar para casa, (entusiasmado e demonstrando grandeza) montei toda a estrutura de hospital, equipamento, aparelhagem, enfermeiros tudo lá em casa e levei quando ela pediu dizendo meu veio eu quero morrer em casa. Não poderia negar esse ultimo desejo de minha querida esposa. Lembro também que em um momento terminal de seu triste fim de vida, ela me segurou pelos ombros, me balançou e disse(imitando a mulher) homem, vai pra rua pegar uma mulher pra sair, que sei que você meu veio também esta sofrendo sem fazer sexo meu amor. Com lagrimas nos seus olhos disse eu não quero que você sofra tanto assim, eu to te dizendo isso é porque eu te amo e vou me sentir muito pior se você não estiver bem ao meu lado, que não quero que você sofra tanto assim; naquele momento de ver a aflição de minha veia, (fazendo como se estivesse dando umbigada) peguei e botei minhas coisas dentre suas pernas chorando e disse eu vou gozar é com você minha veia e gozei, gozei ali mesmo dentre suas pernas’; diante daquela situação sem poder rir de uma desgraça tão tamanha tiver que pensar em algo para dês focar aquilo tudo de minha mente, então resolvi comer, mas quando olhei para aquele prato de file de peixe ao molho branco, quase vomitei ao lembrar da gala do veio em minha cabeça do gozo dele sabe, me esforcei e disse ele não esta ai dentro do prato, olhei pra o prato da gatinha e notei que ela já havia comido tudo antes da historia terminar e pensei olha só como a outra veia ta discolada, (com reflexão) é já também desse veio o que se podia esperar, então tive que comer a gala do veio, oh a comida, ingù-ei, mas depois não agüentei comer mais com aquele veio olhando pra minha cara’. Na volta pra casa da Gatinha quando estávamos dentro do carro, o veio disse ‘ai meu Deus, eu acho que o jeito vai ser arrumar uma de cinqüenta’, e a gatinha respondeu ‘não servi uma de sessenta não, ehn...’, na porta de casa da gatinha, o veio perguntou ‘mia fia, você quero saber se você gostou dessa pulseira’, e colocou a pulseira no meu pulso, e continuou o véio a dizer ‘não saia do carro não, é que oi, eu aluguei a suíte presidencial dum hotel 5 estrelas somente para você, coloquei um monte de pétalas de rosas em cima da cama’, enquanto isso eu já meio goro, dei um voto de credibilidade pro veio, ao imaginar o que veio estava falando e o veio continuou a dizer ‘as flores que são brancas, vermelhas e amarelas, tia gatinha interveio ‘não esta vendo que este veio vai te alugar por causa de uma merda de pulseira’, eu doida pra dar o golpe no veio disse ‘relaxe minha tia não corte a inspiração do cara, deixe o véio falar que estou viajando nessa idéia, vá pode continuar meu senhor diga logo’, ai o veio disse ‘ehin, ehin’, o ajudei a entender dizendo ‘o que acontece depois meu chapa’, o véio respondi ‘depois agente ou melhor, eu fico nu em cima da cama’, eu particularmente, não agüentei e disse ‘vovo, você acabou de estragar a viagem’, ai o safado do veio disse ‘menina. você vai ter que pagar de alguma forma pela jóia’, rir e joguei a pulseira nele e disse ‘agora eu já sei como é que o garçom te pagou o presente, como é mesmo, a historia de apenas um véio muito do generoso’.

Adriana Calumby

Dia 24.07.2009 às 19:06 hs

Pai -> me levou para cortar o cabelo.
nao me levou para minha tia rita.
quase me bateu,pq minha mae tava reclamando de mim.
ficou me chamando de chato!

Mãe -> fico reclamando de mim !!
me bateu pq nao queria ir comprar pao.

Vó -> contou algumas coisas para minha mae, de eu bater nela !!

Luane -> agente brincou um pouco, mais logo minha tava gritando ..
fico me irritando,me chamando de obeso.

Luan -> ta muito gostosinho !

Lucas H.

Pré-primário.

Tudo finda.
Até a tia
Arminda?

Francismar Prestes Leal

Quando o homem te quer, ele dá um jeito e consegue, não importa a morte da tia, a reunião importante. Ele se vira e além de conseguir o teu número, ainda te conquista.

Camila Bill

Ser conduzida por minha tia ao meu primeiro dia de trabalho; contando com a sua ajuda e o seu incentivo bem pertinho de mim; momento ímpar e inesquecível--uma longa jornada estava se delineando a partir daquele primeiro passo, momento.

Servamara

Amor de tia é assim…
Indescritível, mas posso arriscar e dizer:
Incondicional,
Valoroso,
Puro...
Amor de tia é assim...
Capaz de dar a vida por um SER tão especial...
Foi tudo isso que senti... e sinto!

Viviane Nascimento Silva

Tia que eu mais amo tudo de bom
que nessa data tão especial que se Deus quiser vai se repedi por mais um milhão de vezes vc seja muito feliz que todos os seu sonho se realize que eu esteja do seu lado para te apoiar e também te critica pois o mundo não e feito só de elogios mais também de criticas pois sem as criticas vc não poderá supera a si mesma saiba minha tia que mesmo se algum dia vc ficar com raiva de mim continuarei aqui rezando por vc pois vc na minha vida e uma pagina que jamais sera esquecida te adoro muito Parabéns
Dedico Para Kamila Fernanda S2

Felipe Ferreira

[parte 6]

“ACOOORDA, MENINA!!!” gritava a tia.

“De onde vem esse barulho? Quem está me chamando? Que som é esse de buzina?” ela pensava, confusa. Quando voltou a “realidade” viu a tia, se aproximando, esbaforida. “O caminhão tá tentando passar há um tempão! O que aconteceu com você? Tá passando mal?”

“Que caminhão, tia?”

“O caminhão da ração, me-ni-na! Eu te pedi pra tirar o carro dele daqui, porque ia atrapalhar a passagem! Você veio e ficou parada nessa posição estranha, fora do carro, olhando pra debaixo do banco...tá tudo bem, você tá passando mal?”

Agora tudo fazia sentido. Ela realmente ficou fora do ar. Quando se deparou com o seu diário no carro DELE ela só disse: “Ai!” e entrou em estado de choque. Paralisou, parou no tempo. Travou.

“Desculpa, tia...eu...eu...me distraí, deixe a chave cair e...” falava, como se estivesse voltando de uma anestesia geral.

“Me dá a chave aqui, que eu mesma tiro. Vai lavar o rosto e comer alguma coisa, porque você tá uma cara péssima, de quem viu um fantasma”.

Era verdade. A cara dela tava péssima, a respiração dela tava péssima, o coração dela tava péssimo, ela tava péssima como um todo. E agora tinha segundos para decidir: “Pego o diário? Ou deixo aqui? Afinal de contas o diário é meu! Vou pegar”. E pegou. No meio do caminho, no trajeto carro-casa ela até abriu o caderninho pra ver se era ele mesmo. Era. Meu Deus do céu. “Será que ele leu? Como que ele achou? O QUE ESTÁ ACONTECENDO? SOCORRO!”

Foi aí que ela resolveu ir até o buraco, do lado da tal árvore maldita, perto do riachinho. Correu feito uma louca pra chegar até lá, parecia que estava fugindo de algum cachorro bravo. E de longe, ela já sacou tudo. Aquele amontoado de terra em volta, a pá jogada...e o buraco aberto. “Alguém abriu, alguém pegou, quem que me viu fazendo isso, porque fizeram isso????? Não é possível... será que foi ele?” E ficou ali. Em pé, ao lado do bendito buraco, segurando o diário, olhando pro nada. Tentando achar respostas, tentando prever o futuro.

Aquela buzina de caminhão não foi suficiente para despertá-la do “choque”. Mas acabou acordando ele, que aliás tinha dormido muito pouco. Entre uma espreguiçada e outra, calmo, tranquilo...ele se lembrou: a árvore, o buraco, a pá, a chuva, o DIÁRIO! “Preciso ir embora”. E num salto, saiu da cama. Por alguns segundos tinha se esquecido de tudo aquilo. Seu plano já estava traçado: tomar café, arrumar uma desculpa (que até então ele não tinha pronta) e ir embora antes mesmo do almoço. “DROGA, O DIÁRIO!” Sim, ele tinha que enterrar o diário, deixar tudo como estava, pra ninguém suspeitar de nada. Quer dizer, ninguém não... ela. Trocou de roupa e saiu apressadamente em direção a porta de entrada. Ia apalpando os bolsos “Cadê a chave do carro?” Se lembrou que deixou com a tia, desde que chegou. “Não preciso da chave. Deixei aberto”.

Se sentiu ridículo. Ele era alguém tão descolado, tão bem resolvido e de repente estava envolvido naquela bobagem toda de diário, de desenterrar coisas, de amor com cara de novela mexicana. Parecia coisa de criança.

Chegou na varanda da casa, não viu o carro. Aliás, não viu ninguém. “Quer saber? Vou só fechar aquele buraco. Ela não vai saber que eu peguei. Depois, quando eu chegar em casa, coloco fogo naquilo”. E saiu em disparada, rumo a árvore, perto do...ah, vocês já sabem, né!

Pronto. Agora vocês imaginam aquela cena de novela, porque foi isso mesmo que aconteceu. Ele correndo pra fechar o buraco. Ela, parada do lado do buraco. Quando escutou o barulho dos pés se movendo naquele chão de terra batida ela se virou e o viu, mesmo um pouco longe. E ele também a viu, ali, parada, de longe. Quer dizer, o dois já tinham se reconhecido, não dava mais pra recuar.

Fazer o que? Não tinha mais o que fazer. Ele só diminuiu o passo e seguiu em frente, em direção ao buraco. E tudo o que ela fez foi fechar os olhos.

(continua...)

Tainah Ferreira

Por um mundo onde minha tia não pergunte se to namorando!

Rafael Di Souza

Já nascí de modo incomum, protegida, diziam, e tia Izaura, parteira, dizia “empilicada”, fato raro numa cidade tão pequena nos anos 60 exatos. Crescí descalça a correr pelas “beiradas” de rios, engolindo vento, pastanto com animais, numa vivência que achava ter assim pelo resto do mundo, onde eu fosse..e era tudo tão cheio.......águas, afetos, pessoas, instantes, alegrias, tudo derramava, até encher os olhos.
Hoje paradoxalmente quero me esvaziar, não dessas lembranças, mas de todo caminho de lá até aqui, justamente para mantê-las intactas em mim, e reaver o sentido dessas pequenas coisas para me lembrar que posso retomar caminhos sempre que quiser ou precisar, pois assim o retorno é fácil, como era fácil o riso. Tenho saudades de rir, gargalhadamente até chorar, de alguma besteira dita ou escutada...há muito estou sem riso, não por que culpe alguém, mas porque não me permití, deixei que a vida endurecesse a boca, e nem de mim mesma mais rio, o que me era tão comum...estou levando a sério meus erros e defeitos, e isso é péssimo...definitivamente essa não sou eu!! Me quero de volta, mesmo que as pessoas não gostem de mim do jeito que sou, não quero mais tentar me adequar ao que elas querem, precisam, e são!!

Fatima Mileo

Amigos e Colegas !
amigos: chamam seus pais de : tio e tia
Colegas: chamam seus pais pelos nomes.
Amigos: chora com você..
Colegas: falam pra não ficar triste..
Amigos:falam samos mais que irmãs...
Colega: falam samos que nem irmãs..
Por isso nunca escolha Amigos pela ponta dos dedos e sim pelo coração.. *_* Amigaa Te Amo !!

Marcelle Pires _

- Fale da sua tia, de suas glórias infantis, mas poupe-as de suas conquistas anteriores.

Eduardo Costa

Tia Silvia

Acho que me falta até força pra te escrever alguma coisa. Mas eu preciso colocar pra fora o que eu sinto... Ainda mais eu, que você sempre dizia ser seu orgulho quando escrevia meus textos em datas comemorativas ou quando o coração apertava. E agora, é um desses momentos.
Estou tentando ser forte. Mas o amor e carinho que tenho por você é grande demais para conter as lágrimas e a saudade. Saudade acumulada, saudade presente, saudade precipitada. Vai ser difícil sem você.
Pode parecer injusto, mas Deus não erra, e se Ele te tirou de nós, tem um propósito, só que agora, a gente só enxerga as perguntas, que são muitas e todas sem resposta e nem se quer uma hipótese.
Jamais esquecerei seus detalhes. Seu sorriso alegre, suas táticas para tirar fotos, seu jeitinho apaixonada de falar no telefone com o Luis Felipe, sua comilança e a gente precisando fazer aquela coisa e falando o tempo todo. Hahahaha.
A gente sofreu muito nos últimos dias, mas prometo sempre lembrar de você bem. Porque era assim que eu você era e eu te via: alegre, mesmo nas dificuldades. O obstáculo vai ser difícil, mas a gente consegue! Consegue porque você conseguia tudo e a gente vai fazer isso por você!
Hoje foi a prova do quanto você foi importante na vida de muita gente, de quantas pessoas você conquistou e quantas pessoas estão felizes em saber que você lutou de cabeça erguida e foi forte, e ao mesmo tempo, quantas pessoas estão tristes por nossa forçada separação. As vezes a gente nem imagina o quão especial somos na vida de alguém, né?
Nosso orgulho, nossa anjinha. É uma dor inexplicável e um amor sem fim.

Larissa Dias

Amigos...
Chamam sua mãe de "tia" ou até mesmo de mãe... e por um "descuido" de Deus não nasceram irmãos. Nos querem perto por sermos tão próximos...
Sorriem na sua alegria, choram na sua tristeza. Festejam na riqueza, sofrem contigo na pobreza. E que nunca a morte os separe. Amigos..

Jean Bezerra

Não escolhemos se temos irmão , Não escolhemos se temos pais, Não escolhemos se temos tia, Só escolhemos nossos caminhos para seguir em frente!

Henrique Gelli

Eis que coloquei diante de Tí,a porta aberta do destino,e ninguém pode fechá-la pois está pregada por trás!

Livro Alegria e Triunfo

MULHEROLOGIA

Demétrio Sena, Magé - RJ.

Se a Rosa nunca
foi Margarida,
nem tia Flora
a prima Vera,
minha Esmeralda
sequer Luzia...
Não tive a Glória
de ter Socorro
e quase morro
pra ter Vitória,
porém o tempo
a tudo Sara...
Nem tudo é Dulce,
o mundo amarga,
mas tenho fé;
a Norma é simples;
viver a Diva
como Eva é.

Demétrio Sena - Magé-RJ.

Piranha acaba só ou com a tia.

Deca, junior

Apesar de tia amar ficarei em silencio e sucumbirei com minha dor.

Fabio Borges