Minha Filha Linda

Cerca de 3190 frases e pensamentos: Minha Filha Linda

O melhor que poderia esperar da vida recebi no dia em que minha filha nasceu. Não tem realização melhor neste mundo que um filho.

Oziel Ribeiro de Araújo

Namora: Proteja como se fosse sua filha; Ame como se fosse esposa; Respeite como se fosse sua mãe

Eduardo Rebello

Dama da Noite

Ela é a filha da Lua
E herdeira do seu brilho
Luz celeste trajando pele morena
Despida de todos os medos
Guardiã do conhecimento dos sábios
E da Magia mansa dos prazeres
Seu caminho só a ela pertence
Ela o segue, mas não anda, flutua
À luz prateada da sedução

André Vianna

Sim, sou filha... Sou mãe... Sou esposa... Sou irmã... Sou prima... Sou sobrinha... Sou neta... Sou amiga... Sou tia... Sou madrinha... Sou cunhada... Sou nora... Sou sogra... E quer saber? Sou muito feliz por, simplesmente ser: MULHER!

Deka Rissi

Com a filha no colo, Dark presenciara a descida de sua mulher para a cova. Era como se observa-se um grupo de desconhecidos enterrando seu coração.

Anthony E Zuiker

Cresce minha filha! Já imaginou essa imaturidade com rugas?!

Gabriela Stacul

- Mãe , quanto custa seu sonho ?
- Hã ?
- Deixaria de acreditar nele por algum valor ?
-Não filha , sonhos não se vendem .
A falata de explicação da mãe deixa a menina confusa .
- Todos os sonhos mãe ?
- Sim .
- Porque ?
-Porque agente precisa acreditar em algo .
- Isso quer dizer que quanto mais agente acredita em um sonho mais chance de realiza-lo termos ?
- Exatamente .
- Mãe a senhora sonha muito ?
-Hã ?
- Nada não .
A mãe contiunua costurando . Enquanto isso Pollyana senta no chão da sala e abraça forte a boneca Lilica e diz : " Mais eu acredito Lilica . "
- Mãe !
- O que foi agora ?
- Tem alguma doença que faz com que esses nossos sonhos não se realizem ?
- Sim , não é bem uma doença , seria nossa falta de fé .
- E o que é fé ?
- Fé é acreditar naquilo que não se pode ver .
- Mas se não pode ver como acreditar ?
- Tem que ter fé .
Como é issso ?
- Ah Pollyana chega!
-È que eu tava pensando ....
- Pensando o que ?
- Acho que estou doente .
- Não entendi .
- Então posso continuar ...?
- Filha tenho mais o que fazer né .
Pollyana sai , e volta para a sala , e em um cantinho olha nos olhos da boneca e diz :
- Não liga não , um dia você vai falar , andar e respirar é de vagar viu ?
Abraça forte a boneca . - Porque eu acredito ! Minha mãe disse que agente tem que acrditar !

Stephanie Catarino

Status: Sou da praia, sou da areia, sou filha do mar, sou sereia

Fabi Armond

A verdade é filha do tempo, a paciência é sua mãe, a sabedoria é a sua irmã mais velha e a eternidade é a sua casa.

Brenon Salvador

Se o diabo é o pai da mentira, a fofoca é filha adotiva...

Paulo de Jesus César

EDUCAÇÃO: minha filha de 3 anos, aprendendo as letrinhas, viu um G. Eu falei: G de gato. Ela: não, G de Google.

Desconhecido

Maria

Ave! Diriam uns. Mãe! Diriam outros,
Filha! Retrucaria, uma Maria.
Marias são sinônimos, antônimos,
Maria são muitas, são poucas, é uma.
Maria vai e vem, Maria advém,
De Lourdes, de Fátima, de Todos Lugares.
Maria é compreensão, compaixão, certeza.
Maria é Mãe, Mãe de Deus,
Dos homens e mulheres, de todos.
É sinônimo de influência, quando ela vai com as outras.
Mas, Maria é ela, ela mesma,
Sabedora, crédula, feliz,
É Maria!
Mulher, senhora, dama, mãe...
É a força dentro de cada mulher.

João Francisco da Costa

Naquela outrora nova estrada
Agora enlameada e esburacada
Nasceu mais uma filha de eva
Essa abandonada pelas trevas.

Mais uma filha do sol e da terra
Que apesar de ter direito, nunca berra
Sempre calada, aceitando as dificuldades
Parecendo até deter uma certa imunidade
Porém só aumentava sua intíma sofridade

A vila não lhe deu um nome
Com esperanças que a fome
Levasse embora aquela garota magra
Cheia de uma beleza invejável
Mas que para os outros era uma praga
Porque notaram nela um mostro insasiável

Só que como as tríades do destino
Tecem tudo e todos a pente fino
Um dia eis que presenciou um acidente
Viu como era horrível o sangue a jorrar de gente
Mas estranhamente sentiu-se alegremente

Cambaleando, a filha de eva com a vista turva
Enojada pela cena viu naquela ingréme curva
Daquela estrada feia e odiosa
Uma visão um tanto quanto esplendorosa

Ali no meio dos destroços resultantes
Estava uma bolsinha com os famosos diamantes
E numa chamada da deusa Hera
Sentiu despertar em seu peito uma fera
A que por coincidente do destino manejo
Deu-lhe mais tarde o nome de Desejo

Desejo, ela que finalmente triunfou
Quando aquela estrada podre abandonou
E logo depois achou seu destinado filho de Adão
Um homem imponente chamado de Ambição

Pouco tempo depois geraram uma cria
Uma prole que com seus olhos viveria
E que ainda na tenra infância
Matou os pais com ousadia
Essa é história de Desejo
A mulher que num relampejo
Se tornou a mãe da criança chamada Ganância.

Bruno M. Tôp

A beleza é filha do tempo e se esvai com o vento...

Márcio Brasil

A mãe e a filha estavam viajando de avião. De repente, a menina começa a vomitar.
Um passageiro ao lado fala:
- Foi comida?
A mãe responde:
- Foi, mais vai casar.

Nanny Miranda

Sou amigo da solidão
Primo da ilusão
E pai da poesia
Minha filha não é bonita
Não disperta nem arrebata
É apenas poesia

Uilton Dutra

MENINA BATALHADORA

Háa! Como doi saber, sou filha de alfaiate mãe doméstica
sempre tive um sonho, de fazer nível superior mas veja só a ginástica,
pai alfaiate “conta própria” pouco ganha, mãe doméstica cinco filhos para sustentar,
menina! Eu fiz nível médio graças a Deus e a Dona Boaventura que está a pacientar!

Boaventura Kanimanbo! Atribui se até um sobre nome! Cresce menina e batalha ligeiro,
aprendi línguas através de ajudas de amigos e Dona Boaventura, com as línguas
consegui abrir uma mini-escola de línguas, onde ensinava e acumulava dinheiro
para a formação Superior, tentei em três instituições só foram léguas drásticas!

Não perdi esperança filha de pobres! Continua e um dia consegui um curso no ensino privado,
pai desinteressado com a formação da menina, parei de dar explicação e acabei o dinheiro com as mensalidades! Chiquitáu para Dona Boaventura! Quero ver filha formada mas não tenho emprego, filha vá! Força e fique tranquila três meses depois não há mensalidade!
O que eu faço! Será que nasci para merecer isso..?

Laila Paulo Mingana (moçambicana)

Ali estava Brian no quarto da sua filha, contando a ela mais uma história de um livro para ela dormir. Na cadeira de balanço, ele percebeu o quanto gostava de fazer aquilo para a filha, mesmo sabendo que as histórias eram mais lógicas do que ele imaginava.

– Depois de toda a aventura, o Sr. Coelho olhou para a Sra. Coelho, e percebeu que a amava; então, chegou mais perto dela e a beijou quando no céu caia uma estrela-cadente e…

– Pai, o que é amava? – sua filha perguntou; olhos intensamente conectados com o pai.

– Ahm… – ele desviou o olhar. Se perguntou onde estava a mulher em uma hora dessas. – quando você gosta muito de alguém e quer sempre estar por perto dessa pessoa para tentar demonstrar o quanto de valor ela tem… acho que – ele não terminou.

– O que é gostar? – sua filha colocou os braços debaixo do travesseiro.

– Você não quer comer chocolate todo dia? Isso é gostar de chocolate. – ele pensou em algo mais óbvio a dizer.

– Mas eu não quero mostrar o valor para o chocolate… eu só quero comer. – disse ela, normalmente.

– Eu sei… só foi um exemplo. – ele sorriu timidamente.

– Continuo sem entender.

Ele olhou para os lados e bateu uma vez na capa do livro. Respirou profundamente, tentando organizar as ideias para tentar explicar. Logo percebeu que não tinha ideias nenhuma para falar.

– Quer que eu continue a história? – falou mais alto que o normal, involuntariamente.

– Não… – sua filha bocejou – não estou conseguindo entender muita coisa.

– O que você não está entendendo? – ela permaneceu estagnado.

– “Amar” parece ser muito complicado.

Sua filha apagou a luz do abajur, mas o pai ainda continuava boque-aberto, no escuro e com livro nas mãos. Pela primeira vez, ele soube que, depois de tantos anos sabendo que estava amando, ainda não sabia explicar o que era amar… E sua filha estava crescendo muito rápido, ele percebeu.

Aleex Zalache

Como deixar de se sentir um pouco cidadã sãocarlense, mesmo não sendo filha da terra!

Inajá Martins de Almeida