Mimada

Cerca de 62 frases e pensamentos: Mimada

Eu sei que sou pesada, triste, dramática, neurótica, louca, insatisfeita, mimada, carente. Mas você se esqueceu da minha maior qualidade: eu sou só. (...) Eu sempre fui só querendo ter uma família grande, café da manhã, Natal, cachorro, e eu continuo só quando te vejo como minha família, mas você me deixa sozinha com duas ou três opções de suco para uma ou duas opções de pão. O mundo é cheio de opções sem você, mas todas elas me cheiram azedas e murchas demais. Eu continuo só quando quero escrever uma vida com você, mas você detesta meus caminhos anotados e minhas regras. E eu detesto seu sono e sua ausência. Eu detesto seu riso alto e forçado pisoteando o meu mundo de sombras, eu detesto você saindo pela porta e as paredes se fechando, se fechando, e eu sem poder berrar para, pelo amor de Deus, você me resgatar, e me colocar no colo, e me dizer que você me entende e sofre também. Eu sou só porque enquanto eu pensava tudo isso, você impunha aos quatro ventos, querendo parecer muito forte e macho para seu grupinho muito forte e macho, que você poderia simplesmente abaixar meu som ou mudar de canal, como um programa chato qualquer que passa na sua tv. Eu hoje fui ao banheiro duzentas vezes para ficar longe do meu celular e do meu e-mail, ficar longe de todas as possibilidades da sua existência. Me olhei no espelho bem profundamente para enxergar minhas raízes e ganhar força, chorei algumas vezes, fiquei sentada no chão do banheiro, para ver se meu corpo esquentava um pouco ou porque estava mesmo me sentindo um lixo. O ar-condicionado hoje está insuportável, mas eu não acho que mude alguma coisa desligá-lo. Estar sozinha não muda nada, conheço bem esse estado e, de verdade, sei lidar até melhor com ele. O que me entristece, é ter visto em você o fim de uma história contada sempre com a mesma intensidade individual. Eu tinha visto na sua solidão uma excelente amiga para a minha solidão. Achei que elas pudessem sofrer juntas, enquanto a gente se divertia.

Tati Bernardi

Eu sou assim, quero tudo e quero agora! Uns chamam de mimada, mas eu prefiro decidida...

Clarice Lispector

Uma criança mimada nunca ama a sua mãe.

H. Taylor

"Eu sei que sou pesada, triste, dramática, neurótica, louca, insatisfeita, mimada, carente. Mas você se esqueceu da minha maior qualidade: eu sou só."

Tati Bernardi

Eu sou assim, quero tudo e quero agora! Uns chamam de mimada, mas eu prefiro decidida.

Clarice Lispector

A menininha mimada nunca foi fresquinha,
Atravessa qualquer parada, aprendeu a se virar sozinha.
Sozinha, assim, nem tanto.
Ela não vive sem amor, paixão, encanto...
Tem dessas que viram patricinhas, outras guerreiras de primeira linha.
A bonequinha de porcelana revestiu-se de aço,
Aprendeu a andar a ponta dos pés para depois andar nas pedras sem sapatos.
Mãos de princesa e alma de Joana Darc...
Dedilhar piano nunca foi seu forte,
Diga isso aos seus pais, eles tiveram sorte!
Cansou de ser Rapunzel na torre coberta de flores,
Cansou de esperar pelo príncipe encantado,
Deixou de acreditar em amores...
Bobos da côrte enfeitiçados.
Mas chorou por um monte desses, que depois se mostram sapos.
Príncipe mesmo só um...Não exatamente príncipe.
Homem pra ela tem que ser plebeu, guerreiro, constante.
Daqueles que não saem fora por nenhum instante, seja qual for!
Chorou e ainda chora...
Porque espera que mude o mundo...
Liberdade é a palavra certa...
Igualdade é o que espera.
Livre das barreiras que o preconceito revela,
Não gosta de muros, nunca gostou.
Não precisa de armas para tentar revolucionar.
Não gosta de flores, senão em seus botões, vivos e suntuosos.
Ramalhetes são desperdícios...
Homens infiéis que os mandam para encobrir defeitos, mais ainda!
Deixou de ver a vida como um filme, cansou de esperar do nada!
A luta é a melhor maneira de se sentir amada, armada!
Mas ainda ama o som do mar,
Música alta, baladas constantes...
Para quê drogas, se a vida é tão mais inebriante?
A menininha dos laçinhos cor de rosa...
Vestidinhos rendados...
Sapatinhos de cristal...
Mulher... pra ser exato...
Laços rosas nas caixas de presente,
Vestidos, ainda sim, mas em croquis e moldes,
Pq desenhar ainda é seu ponto forte!
Sapatinhos de cristal???
O que eu falei sobre andar nas pedras???
Sua nobreza não vem de impérios
Corre em suas minhas veias!!!
Faz parte da alma...

Ana Beatriz Figueiredo Mota

‎"Eu sou assim, quero tudo e quero agora! Uns chamam de mimada, mas eu prefiro decidida."

Clarice Lispector

“Eu sei que sou pesada, triste, dramática, neurótica, louca, insatisfeita, mimada, carente. Mas você se esqueceu da minha maior qualidade: eu sou só. (...) O mundo é cheio de opções sem você, mas todas elas me cheiram azedas e murchas demais.”

Tati Bernardi

"Quanto mais você disciplinar a mente, mais a terá sob controle. Uma criança mimada sofre horrores, até com um pequeno ferimento; outra, espartanamente educada, mal se assusta diante de uma lesão séria. "

Paramahansa Yogananda

"Me chame de chata,
de maluca, mandona, mimada.
Diga que eu sou intensa, tensa, dramática, exagerada.
Reclame que tudo que eu amo, acredito, reclamo ou sofro,
eu amo demais, acredito demais, sofro demais, e sim, eu reclamo demais.
É tudo verdade,
mas eu não vejo porquê ser diferente se a realidade não é melhor do que os meus sonhos.
Eu não tenho culpa do meu querer não caber numa simples frase de "Eu te amo".

Desconhesido

“Na verdade eu não te conheci...eu te reconheci em todos os meus sonhos de menina mimada e mulher resolvida...”

Kamylla Cavalcanti

Minha alma é mimada, ora quer ser azul, ora quer ser de todas as cores.

Flávia Abib

Flávia Abib

Parei de sonhar acordada;
Parei de ser uma garota mimada;
Estou vivendo e aprendendo;
Sorrindo e sofrendo.

Aline Ignácio Pacheco

Ela quer ser mimada por você. Saber que é importante. Conversar olhando nos olhos, e andar de mão dadas nem que seja até a esquina. Pequenos gestos pra você, mas que tem grandes significados pra ela

Kleber Martins

Mulher Um Ser Forte

Mulher menina.
Mulher morena.
Mulher mimada.
Mulher felina.
Mulher serena
Mulher amada.

Mulher adolescente.
Mulher sonhadora.
Mulher complicada.
Mulher discontente.
Mulher encantadora.
Mulher delicada.

Mulher namorada.
Mulher cortejada.
Mulher amada.
Mulher encantada.
Mulher almejada.
Mulher ferroada.

Mulher casada.
Mulher enganada.
Mulher companheira.
Mulher maltratada.
Mulher desconfiada.
Mulher verdadeira.

Mulher amante.
Mulher desejada
Mulher carinhosa.
Mulher gastante.
Mulher calada.
Mulher cheirosa.

Mulher madura.
Mulher inteligente.
Mulher sedutora.
Mulher segura.
Mulher independente.
Mulher doutora.

Mulher materna.
Mulher protetora
Mulher paterna.
Mulher eterna.
Mulher sofredora.
Mulher fraterna.

Mulheres vocês dominam o mundo.
Nós somos simples instrumentos de manipulação em vossas mãos.

Ricarlosmelo

Louca? Extremista? Infantil? Impulsiva? Imatura? Mimada? Lunática? Quem são vocês para acharem isso de mim? Me rotularem dessa maneira tão...tão... simplista?

Às vezes tenho a impressão de que sou um conjunto de extremos. Tudo concentrado em mim, um ser que poderia facilmente ser confundido com uma bomba relógio.

O tipo que quer muito hoje, com toda intensidade, com alma, coração, mente, corpo…e que amanhã já não sabe se quer mais. O tipo que ama e odeia ao mesmo tempo, que quer abraçar e quer dar uns tapas em seguida. O tipo que se alimenta com arrepios, coração acelerado e frio na barriga; e que morre de fome com a rotina, o raso, o comum, o simplista…aliás, isso me enfraquece, quase me mata. O tipo que respira melhor quando algo tira o ar, que gosta de perder o fôlego. Que não tem vergonha de sentir, não tem vergonha de ser, de falar, mesmo pagando um alto preço por isso. O tipo que se entrega, que se joga e fatalmente algumas vezes se arrebenta, mas que depois levanta, com dor e tenta mais uma vez. Estranho, não? Será por que sou masoquista? Uma pessoa tonta? É, pode ser. Mas sobretudo sou assim porque eu acredito, porque quando eu quero - EU QUERO, porque meu maior medo não é sofrer tentando e sim perder a oportunidade de ser feliz por nem tentar... e viver na angústia eterna de um "Se...". O tipo que não tem medo de inimigos, porque sabe que nenhum deles é pior do que o meu maior: eu mesma.

Estou cheia, absurdamente cheia, extremamente cheia de mim.

Tainah Ferreira

Vicissitudes...

Hoje estou sensível como bolha de sabão...
tô mimada, querendo ser paparicada, querendo ser notada.
Hoje estou como as flores...
querendo ser regada de amor, desejando ser cheirada, admirada.
Hoje estou como a lágrima...
querendo ser enxugada, querendo ser atendida.
Hoje estou como o frio...
querendo ser aquecida, ansiando ser envolvida.
Hoje estou como a floresta...
querendo ter vida, gritando pra ser protegida.
Hoje estou como lagarta virando borboleta...
trancafiada no meu casulo, sem querer dar de cara com o importuno.
Hoje estou como as folhas secas...
voando sem destino, sem tino, sendo a direção arriscado ou não.
Hoje estou chorosa como o palhaço....
palhaço em final de picadeiro, quando todos vão dormir em seus travesseiros.
Hoje estou como o asfalto em Brasília...
pequena diante do Planalto e sua maestria.
Hoje estou como o barco em plena ventania...
querendo direção, querendo provisão.
Hoje estou como pássaro na gaiola...
implorando vento no rosto, querendo libertação.
Hoje estou como os enamorados apaixonados...
sedenta de amor e um pouco de ilusão.
Hoje estou como a paz...
querendo doses de agitação.
Hoje estou como o ciúme...
insípida, cortante feito faca em exageros de causar irritação.
Hoje estou como olhar de criança carente...
querendo atenção, querendo o simples, o novo.

Vez em quando fico assim...
Cheia de fases e controvérsias, como toda mulher especial.

Camila Senna

A quem me veja com uma menina mimada;como uma mulher que ainda não cresceu;ou apenas uma menina que não se decide se é um Menina Mulher ou uma Mulher Menina...Taí sou o que você merecer que eu seja, seja uma Mulher Menina ou uma Menina Mulher, sou alguém que ainda acredita na inocência de um sorriso, de que amigos de verdade exista, e que mesmo longe das pessoas que amamos não estamos sozinhos, sou alguém que aprendeu a viver sem o brilho de um olhar de um ente querido, e que mesmo assim todos os dias pela manha agradece a Deus pelo Dom da Vida, pelo ar que enche meus Pulmões, e pela Esperança que todos os dias bate a minha porta e me pergunta se existe um lugar para ela na minha casa...E eu correndo abro as portas, abro as janelas, abro todos os cantinhos possíveis e impossíveis para que ela adentre minha casa e me ajude nessa luta diária, eu tenho a Esperança que tudo dará certo, que seja o Certo de Deus e não necessáriamente o que eu Julgue Certo. Elida Marques 19/09/2010 ...11:20hs.

Élida Marques

Tenho coração, tenho uma mente fértil até demais e um jeito de menina-arrogante-depressiva-mimada, mas foi só o meu jeito. Não aceito quem me diga "não", não quero nada por cima, quero algo intenso que me faça rir olhando para os pés do meu professor de biologia, que me faça sentir que tudo pode valer a pena (mesmo quando a alma é pequena, como a minha).

LaylaPeres

Espelho Espelho Meu...
-


Ela tinha tudo.
Eu era mais duro que pau de tarado.
Ela era mimada e exigia atenção.
Eu sempre fui tão só que desisti de pedir qualquer coisa.
Ela passava horas em frente a TV.
Eu folheava livros como alguém que precisava conhecer todas as histórias existentes antes de morrer.
Ela usava roupas descartáveis.
Eu procurava pedaços de roupas que foram descartadas por aí.
Ela era insegura.
Eu era cheio de si.
Ela trocava o dia pela noite.
Eu preferia o edredom.
Ela não tinha responsabilidades.
Eu sentia o peso do mundo e mais alguns planetas inabitáveis em minhas costas.
Ela desejava conhecer o mundo.
Eu desejava conseguir manter um teto sobre minha cabeça.
Ela adorava chuva.
Eu não podia molhar meu único par de tênis .
Ela fazia planos sobre casamento, filhos, profissão.
Eu tinha que arcar com tantos planos alheios que mal dava para planejar algo.
Ela tinha que arcar com tantos planos alheios que mal dava para planejar algo.
Eu fazia planos sobre casamento, filhos, profissão.
Ela não podia molhar seu único par de tênis.
Eu adorava chuva.
Ela desejava conseguir manter um teto sobre sua cabeça.
Eu desejava conhecer o mundo.
Ela sentia o peso do mundo e mais alguns planetas inabitáveis em suas costas.
Eu não tinha responsabilidades.
Ela preferia o edredom.
Eu trocava o dia pela noite.
Ela era cheia de si.
Eu era inseguro.
Ela procurava pedaços de roupas que foram descartadas por aí.
Eu usava roupas descartáveis.
Ela folheava livros como alguém que precisava conhecer todas as histórias existentes antes de morrer.
Eu passava horas em frente a TV.
Ela sempre foi tão só que desistiu de pedir qualquer coisa.
Eu era mimado e exigia atenção.
Ela era mais dura que pau de tarado.
Eu não tenho nada.

Bento.

http://bentoolico.blogspot.com/2011/03/espelho-espelho-meu.html

Bento Qasual