Merecimento

Cerca de 482 frases e pensamentos: Merecimento

Temos o destino que merecemos. O nosso destino está de acordo com os nossos méritos.

Albert Einstein

A inveja de muitos anuncia o merecimento de alguns.

Marquês de Maricá

Um mérito inegável da poesia: ela diz mais e em menor número de palavras que a prosa.

Voltaire

O homem que não lê não tem mais mérito que o homem que não sabe ler.

Mark Twain

Encantos impressionam a vista, mas o mérito ganha o coração.

Alexander Pope

Até um erro pode revelar-se um elemento necessário a um feito meritório.

Henry Ford

O mesmo acontece ao mérito e à inocência: perde-se, desde que deles nos sustentemos.

Immanuel Kant

A censura é o imposto da inveja sobre o mérito.

Laurence Sterne

O silêncio que aceita o mérito como a coisa mais natural do mundo constitui o mais retumbante aplauso.

Ralph Waldo Emerson

Um dos méritos da poesia, que muita gente não percebe, é que ela diz mais que a prosa e em menos palavras que a prosa.

Voltaire

O mundo recompensa com mais frequência as aparências do mérito do que o próprio mérito.

François La Rochefoucauld

Não se deve julgar o mérito de um homem pelas suas grandes qualidades, mas pelo uso que sabe fazer delas.

Jean de la Bruyere

É a inveja a primeira a descobrir todos os méritos.

Emanuel Wertheimer

Um mérito se deve reconhecer na hipocrisia: aprendeu a falar com sinceridade.

Emanuel Wertheimer

O homem é feito visivelmente para pensar; é toda a sua dignidade e todo o seu mérito; e todo o seu dever é pensar bem.

Blaise Pascal

Que mérito há em amar os que nos amam?

Eça de Queiroz

Lembre-se de que sonhos sem riscos produzem conquistas sem méritos.

Augusto Cury

DA BOA E DA MÁ FORTUNA

É sem razão, e é sem merecimento,
Que a gente a sorte maldiz:
Quanto a mim, sempre odiei o sofrimento,
Mas nunca soube ser feliz...

Mario Quintana

Aquilo que não é necessariamente uma escolha não pode ser considerado como mérito ou como fracasso.

Milan Kundera

A modéstia é a humildade de um hipócrita que pede perdão por seus méritos aos que não têm nenhum.

Arthur Schopenhauer