Mensagens de Morte de um Irmão

Cerca de 5610 mensagens de Morte de um Irmão

Não pode falar em Direitos Humanos um país que pratica a pena de morte. A vida é o maior de todos os direitos do homem.

Augusto Branco

Peste, fome e guerra, morte e amor, a vida de Tereza Batista é uma história de cordel.

Jorge Amado

"Ah! querida esposa, por que ainda és tão formosa? Pensar devo que a morte insubstancial se apaixonasse de ti e que esse monstro magro e horrível para amante nas trevas te conserve? Com medo disso, ficarei contigo, sem nunca mais deixar os aposentos da tenebrosa noite; aqui desejo permanecer, com os vermes, teus serventes. Aqui, sim, aqui mesmo fixar quero meu eterno repouso, e desta carne lassa do mundo sacudir o jugo das estrelas funestas. Olhos, vede mais uma vez; é a última. Um abraço permiti-vos também, ó braços! Lábios, que sois a porta do hálito, com um beijo legítimo selai este contrato sempiterno com a morte exorbitante. Vem, condutor amargo! Vem, meu guia de gosto repugnante! Ó tu, piloto desesperado! lança de um só golpe contra a rocha escarpada teu barquinho tão cansado da viagem trabalhosa. Eis para meu amor. Ó boticário veraz e honesto! tua droga é rápida. Deste modo, com um beijo, deixo a vida.”

William Shakespeare

Não precisamos temer os deuses. não precisamos nos preocupar com a morte. É fácil alcançar o bem. É fácil suportar o que nos amedronta.

Epicuro

Enquanto somos, a morte não existe, e quando ela passa a existir, nós deixamos de ser.
Somos deixados num mundo maravilhoso, encontramo-nos aqui com outras pessoas, somos apresentados uns aos outros e caminhamos juntos durante algum tempo. Depois nos separamos tão rápido e inexplicávelmente quanto surgimos.

Jostein Gaarder

Sem medo da morte, porque esta quase história pertence àquele tempo em que amor não matava.

Caio Fernando Abreu

A crueza do mundo era tranquila. O assassinato era profundo. E a morte não era o que pensávamos.

Clarice Lispector

Já faz um tempo que você clamou
Por muitas vezes sim você chorou
Mais a vitória nunca,
nunca vem... não, não, não, não vem.
Então você pergunta a Deus por quê?
O que eu fiz Senhor pra não, não merecer
Misericórdia Deus eu sou teu filho
Eu sou teu filho... eu sou teu filho

Pergunta pra si mesmo onde estar Deus
Que tantas coisas boas prometeu
Mas essas coisas nunca,
nunca vêm... não, não, não, não vem.
Então você não sabe o que fazer
A dor e o desespero não te deixam ver
Que Deus tem algo profundo contigo
Ele é contigo

O que Deus preparou é bem maior
O que Deus tem pra ti, irmão, é bem melhor
Creia nas promessas, creia em Cristo
Ele é contigo
Deus vai fazer acontecer
O teu inimigo não vai entender
Creia nas promessas, creia em Cristo
Ele é contigo

Pergunta pra si mesmo onde estar Deus...

irmao lazaro ex uludum

Dói demais quando se percebe
Que mesmo em meio a tantos se está só
Dói demais quando se descobre
Que os de perto não te amam

Dói demais quando tudo
Que um dia construímos vira pó
E um vento impedioso
Meu Deus, de repente leva tudo

Me consolo, em Teus braços
No Teu colo eu me rendo

Dói demais quando a gente ama
E o preço é amargo da ingratidão
E a mão que era amiga
Meu Deus, lança espinhos na tua face

Dói demais, dói profundo
Ver os lábios de um santo lançar maldições
E apesar de eu estar ferido
Meu Deus, clamo a Ti misericórdia

Me consolo, em Teus braços
No Teu colo eu me rendo

irmao laxaro ex oludum

A minha vida é do Mestre
Meu coração é do meu Mestre
O meu caminho é do Mestre
Minha esperança é meu Mestre (2x)

À Deus eu entreguei
O barco do meu ser
E entrei no mar à fora
Pra longe eu naveguei
Não vejo mais o cais
Só Deus e eu agora

A minha vida é do Mestre
Meu coração é do meu Mestre
O meu caminho é do Mestre
Minha esperança é meu Mestre

Na solidão da lida
Eu pude perceber
O quanto Deus me ama... (Deus me ama, ah...)
As ondas grandes vêm
Tentando me arrastar
Pra longe da presença dEle.

A minha vida é do Mestre
Meu coração é do meu Mestre
O meu caminho é do Mestre
Minha esperança é meu Mestre

irmao lazaro ex uludum

Entrou na minha vida assim me ensinou amar
Mais por que logo eu? responde por favor
Nunca senti de verdade o que era o amor
Agora achei a mina certa pra me eternizar
Aquela mãe dos meus filhos, a mina que eu vou casar
Ela jurou, prometeu, dizia que me amava
Só via ela no mundo, mais nenhuma me importava
Ela se foi e agora o que vou fazer?
Não tenho mais motivos tô sem razão pra viver.

Conselho de Irmao

O nome do tempo atual em que vivemos faz jus ao seu valor em todos os sentidos. PRESENTE!

Irmão da Caminhada

Cuide da sua árvore da vida. Colha os frutos da esperança. Faça a poda dos ramos, que não frutificam. Mantenha-a sempre viva. Pois ela te dará alimento, sombra, e proteção.

Irmão Antônio Augusto

LÁGRIMAS UM SENTIMENTO PURO:

Sorrir é muito bom.
Mas o que você me diz de uma lágrima ?
Parece brincadeira, fazer tal comparação.
Mas pare um pouco e pense.
E você vera que muitas vezes uma lágrima
Vale mais que muitos sorrisos.
Senão vejamos:
Quando estamos tristes, conseguimos sorrir?
Quando estamos com saudades, conseguimos sorrir?
Quando estamos doentes, conseguimos sorrir?
Quando estamos com fome, conseguimos sorrir?
Quando somos injustiçados, conseguimos sorrir?
Mas quando a alegria é manifestada em nós,
Em muitas vezes choramos (foi tanta felicidade que ate chorei...).

Irmão Antônio Augusto

O CAMINHO CERTO:

Já tracei, o meu destino.
Estou andando no caminho
Que o senhor mandou andar

Minha cruz eu vou levando
No Senhor só confiando
Sei que um dia eu chego lá

Força ele está me dando
Do mundo estou me libertando
Pelo poder de Jeová

A minha vida é outra história
E confiando na vitória
Com Jesus eu vou morar

Irmão Antônio Augusto

A NOSSA MISSÃO

Unidos pela fé
Com força e coragem
Assim vivem os que
Confiam no senhor
Suportando a dor
E nesta grande batalha
O homem não falha
Ao cumprir seu labor

De sol a sol
Ele abre as veredas
Fazendo passar
A fonte do amor
Aguas cristalinas
Manancial divino
Pés que peregrinam
Uma terra de dor

A sua missão
É levar a palavra
Que esta gravada
No seu coração

Como Deus te falou
Tu segues avante
Pregando o evangelho
Da salvação

Irmão Antônio Augusto

Que o Natal traga a paz.

Que a paz reine em cada coração
E que as esperanças se renovem
Nesse despertar que o Natal produz
Que a vida prossiga com esse movimento
De partilha e cada colaborador seja um
Disseminador de fé e de amor.
Que a bondade floresça e que vença a justiça
Que a vingança jamais prospere
Dando lugar ao perdão.
Que nos reunamos em volta da mesa
Com o carente irmão
Que saibamos partilhar o pão
E jamais faltar
A nossa contribuição
Pra promover um mundo bom de se viver
Em paz

Paz Irmão Viver Partilhar

Muitas vezes, deixamos nos levar
Por magoas, ressentimentos
Tentamos enganar a nós mesmos
Escondendo o que sentimos
Deixamos o mal, sobressair ao bem
Sofremos por orgulho bobo
Sabendo que dentro do coração
O amor esta muito mais além
Ah! mágoa....mágoa ....mágoa
Que não deixa você enxergar
Que dentro do meu peito, meu coração
Bate mais forte por você
Minha amada, minha adorada
Meu dia é sombrio...cinzento
Meu mundo não é mais mundo
Pois você não sou mais amado
O amor....ah! esse amor infinito
Esse amor lindo, carente
Sedento...sedento por você
Pois você....é tudo que há em mim!...

A morte de um Poeta

Estranha essa vida da gente
Muitas vezes não entendo
Por que amar é tão complicado
Mas é assim que vivemos
Deus quando criou o amor
Fez dele a coisa mais sensivel
Mas também a mais complicada
Não entendo as pessoas
Um dia dizem amar, estar apaixonada
No outro te desprezam, te chutam
Como um objeto qualquer
Não entendo....
Mas a vida continua, a fila anda
A mágoa de mais uma desilusão
Com os dias vai passar....
E o meu coração de novo
Por alguém vai se apaixonar
Pois só vou deixar de amar
Quando Deus pra Ele me levar....

A morte de um Poeta

O coração do poeta precisa de alguém
Que não queira despedida
Que seja pro fim da vida
Que tranque todas as saídas
E lá dentro só nós dois e Deus

O coração do poeta precisa de um amor
Que seja singular na trilha
Que seja sem armadilha
E no momento em turbulência
Seremos nós dois e Deus

Barquinho de papel no riacho a bailar
Seremos o nosso alguém
Depois que o meu Deus confirmar o amor
Então seremos felizes poetas

Irmão Lazaro e Danilo Souza