Mensagem para um Marido que Morreu

Cerca de 155 mensagem para um Marido que Morreu

quando ausente eu me fizer,
e mesmo sozinho a morte vier,
cantarei a meia noite em tons de saudades,
daqueles momentos com sabor de eternidade.

e os amigos são amigos para sempre,
mesmo que a dúvida meu ser atormente,
que desde a mocidade,
ainda tenho na vida, amigos de verdade.

Geraldo Neto

"A morte roubou-lhe o que é efêmero e transitório e veio 'a saudade' e e cinzelou seu rosto no vento"

Emilsen Lemes

O tempo faz com que a dor da morte envelheça e a saudade esmaeça, mas não consente que desapareça.

Clóvis Rosa

A pior dor da morte de alguém especial não é a da saudade, e sim a de ter ficado para trás!

Júlio C. Pitaluga Jr.

A morte, apesar de vir com tristeza às pessoas que continuam vivas, pode ser a salvação da pessoa que está sofrendo por causa da dor.

Donald Goldsang

A MORTE DO ENTE QUERIDO

À Angélica Lovatto

Perplexo o coração recebe a notícia,
O ente querido morreu de repente,
Questões, angústia, a face em uma
Tempestade de areia se transfigura.

O tempo que não se separa da alma,
Neste átimo insuportável, a deixa,
Foge de si mesmo, e só volta a ele
Quando sem anseio o vento acalma.

Dos orifícios das pálpebras germina,
O império belo, em fúcsias roídas,
Que líquidas tomam da Vida a Forma.

Sofremos não porque o outro morre,
Mas porque nó’s vemos uma imagem
A menos no Espelho que nos mostra.

R. S. JABIS

Não existe absolutamente nada mais devastador do que a morte. Ninguém acostuma, ninguém conforma nunca. A gente simplesmente segue a vida porque não tem o que fazer.

Tainah Ferreira

eis a morte
ela eu aceito
nâo é injusta
é a mais castigada de todas as leis
feitas pela mãe, natureza

o que eu em singela fala não compreendo
é apreciarmos o mesmo céu,
usufruirmos da mesma água,
estarmos presos na mesma esfera
e termos que nos separar
por conta de consciências passadas

todos estamos presos.
então porque não nos algemamos?
e não seremos aprisionados em outra condição:
pior que o ciclo, a solidão.
vamos nos aprisionar na nossa prisão
porque viver sozinho
é viver em vão.

kaizuq;

Triste soneto à morte prematura.
Dirás que a vida cansa em amargura.
No coração digo antes...
Ferida rasgada de uma navalha.
Vai a vida, tão mal gasta.....
Quando eu morrer, eu sei...
Tu escreverás.....
Consciência que nos retalha.
Triste soneto de uma morte prematura...
O desejar, o querer, o não bastar....
Dirás que a vida cansa em amargura..
E, enganado procuras a razão.
Pálido e frio, tu me cantarás.
Que o acaso de sermos,justifique..
Nas quadras, refletido se lerá
De como, vã e breve, a vida expira.
E como em terra funda, dura e fria.
A vida, má ou boa, acabará...
Eis o que dói, talvez no coração.
Que a morte é um mistério...
Onde tudo é fugaz...
Contente por tê-lo escrito bem....
Um triste soneto à morte prematura..!!!

IsabelMoraisRibeiro

Não importa ser lembrada ou esquecida.....
Porque afinal.....a morte não existe....
Talvez eu seja eterna como os Deuses....
Senti as tuas mãos vazias....
Frias, macias num cumprimento....
Eram as mesmas mãos que eu já conhecia....
Vi a tua boca.....num sorriso estampado na face.....
Onde o sorriso de outrora estava esculpido de granito.....
Era e é um anjo doce...perdido.....
Esquecido.....num jardim...de camélias...
Os gestos e o eco de tua voz....que voz é essa.....
Dos recantos da minha memória.....
Onde vasculho em vão.......das saudades que sinto.....
Fazem parte da nossa história....
Estou feliz.....sou feliz...
Porque sou livre......sem amarras...sem correntes....
Tendo como por cenário as estrelas.....do infinito.....
Vou cavalgar pelo céu..... e dormir nas tuas nuvens....
E descobrir que a minha vida...... só a mim....
A mim pertence...
Não importa ser lembrada ou esquecida.!

IsabelMoraisRibeiro

Era um desastre no amor e no ódio, um desastre na vida, um desastre na morte. Ela era uma fatalidade, não um garota fatal. Ela sempre agradecia, mas não era agradável, nunca foi. Era um sinônimo, mas nunca algo exato, tinha suas manias que ninguém nunca entendia, tinha uns sorrisos largados por aí, memorias guardadas numa caixa, que nem ela mesma tinha a chave. Aos 13 anos ganhou um presente chamado decepção, aos 16 tornou-se o presente. Com 21 anos, era um desastre, era um sinônimo de viver, tinha suas fatalidades, infelicidades, não era agradável, nunca foi…. Mas, se existia? Claro, e quem não gostava de com 21 anos brincar de existir?

Giulia Staar

Perder alguém por morte, é melhor que pela deslealdade... a morte leva o corpo e deixa amor, admiração e saudade. A deslealdade deixa mágoa, tristeza e decepção.

ZuKawaguchi

A morte para muitos significa o fim de tudo.
Mas para os que perdem a quem tanto se ama é apenas o começo de um amor incondicional uma saudade incontrolável uma alegria nas lembranças do passado, uma esperança de reencontro. Amor sem medida um amor além da vida.

Suelen Soares L

Sim, “irmã morte”. Irmã difícil de ser compreendida e integrada ao convívio humano. Ela está sempre nos recordando que podemos tanto, mas não podemos tudo! Do tanto que é nos dado na origem, a morte vai recolhendo, pouco a pouco, tudo. Uma coisa, porém, ela não nos tira: a saudade. Saudade diz de uma dor que fica entalada na garganta. Uma dor que faz o peito doer. A saudade é coisa bonita, mas dói. É a expressão de um querer bem, de amor... Nós sabemos: o amor é mais forte que a morte!

Dom Jaime Spengler

Bom, afinal, nada melhor que traduzir a vida em morte, tudo que nasce um dia morre. E tudo que morre um dia renasce.

Giulia Staar

A morte dele pra mim foi uma coisa trágica, o pior momento da minha vida, vi ele em seus últimos momentos, caindo em cima de mim e dando seu último suspiro...
Enfim, foi duro pra mim, sou apenas uma criança, assumo não estou preparada para a morte de um ente querido, fico com vontade de gritar de dor, não tenho mais medo de morrer, muito menos de chorar, já cheguei ao mundo chorando e com certeza vou sair dele chorando também.

Sabrina Oliveira

OH MORTE...OH MORTE...ADEUS -


Oh morte que o pavor me cubra
Dos olhos da esperança por quem viveu
Ou talvez de quem já não vive
Oh morte que o pavor me cubra
Muda agonia que o meu alento desfalece
Oh devora-me o corpo exausto que repousa
Jaz de morte nos lábios meus
Mortal desgosto cobre o meu rosto
Pedra de mármore fria de macio encosto
Oh saudade insana que não quer perder a alma
Magoa deixada na escuridão dos olhos
- Oh morte...oh morte...adeus -
Vai-te embora oh morte, ainda não é a minha hora.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca.

A maior tragédia da vida não é a morte, porque um dia iremos todos morrer. A maior tragédia, é não poder voltar no tempo, é não poder reviver.


Autora: Aurilene Damaceno

Aurilene Damaceno

Morte pela cura
Apesar da adversidade de nossas minguadas prosas
Me resta apenas a afeição de remordimento
Granjeado por esguias e esguias horas
Mormente reitero novamente meu pungimento

Nosso ápice vigoroso tão efêmero
O que parecia incessável agora é tão célebre
Mesmo os olhos em profundo desespero
Sempre que contemplava o sorriso do demônio alegre

A entidade nefasta presente no âmago
Vista pelo cume de meu olhar
Que ecoa a resplandecência do lume que acalma

O qual inflama meu peito e o abismo
No qual o mártir de meu coração habita, a criatura
Que me mata e ao mesmo tempo é a cura

Affonso Brian

Quando alguém se vai pela morte, esse não é o problema, acabou. O pior erro é abandonar as pessoas ainda em vida quando pensamos nelas, não fazer nada por orgulho ou superioridade e perder o pouco que ainda poderia existir.

Emerson Mollin