Mensagem de Enfermagem

Cerca de 39 mensagem de Enfermagem

A Enfermagem é uma arte; e para realizá-la como arte, requer uma devoção tão exclusiva, um preparo tão rigoroso, quanto a obra de qualquer pintor ou escultor; pois o que é tratar da tela morta ou do frio mármore comparado ao tratar do corpo vivo, o templo do espírito de Deus? É uma das artes; poder-se-ia dizer, a mais bela das artes!

Florence Nightingale

Pode parar enfermeiro e médico, que o hospital continua a funcionar, mas se os téc de enfermagem parar, o hospital não funciona.

Yasmiim Will

Enfermagem é a arte de cuidar incondicionalmente, é cuidar de alguém que você nunca viu na vida, mas mesmo assim, ajudar e fazer o melhor por ela. Não se pode fazer isso apenas por dinheiro...Isso se faz por e com amor!

Angélica Tavares

Mais belas que as palavras de um médico é o carinho de uma enfermeira, que tem que amar por um curto tempo acostumando-se com as perdas.

Matheus Chaves

Um plano de saúde pode ser feito por médicos, mas a saúde é feita fundamentalmente de enfermagem.

Emerson Cardoso

O que eu mais quero em minha profissão na enfermagem é evitar a morte e acelerar o processo de cura usando o CUIDADOxAMOR!!!

Marcelo Souza

O modo Enfermeira (o) de ser...

Enfermeira (o) não anda, DEAMBULA.
Não fuxica, FAZ ANAMNESE.
Não incha, tem EDEMA.
Não tem coceira, tem PRURIDO.
Não se apega, ESTABELECE VÍNCULOS.
Não fica doente, MANIFESTA SINAIS/SINTOMAS.
Não conversa, ESTABELECE COMUNICAÇÃO VERBAL.
Não é legal, é HUMANIZADA.
Não trabalha, EXECUTA HABILIDADE COGNITIVA TEÓRICO – PRÁTICA.
Não briga, DIVERGE COM FUNDAMENTAÇÃO.
Não ouve, AUSCULTA.
Não beija, COMPARTILHA MICROBIOTA DA CAVIDADE ORAL.
Não impõe, EXERCE LIDERANÇA.
Não bebe, faz INGESTA ETÍLICA.
Não encosta, CONTAMINA.
Não organiza, SISTEMATIZA.
Não arrota, apresenta ERUCTAÇÃO.
Não ampara, oferece SUPORTE EMOCIONAL.
Não dá remédios, ADMINISTRA MEDICAÇÕES.
Não joga fora, DESPREZA.
Não usa camisinha, usa MÉTODO CONTRACEPTIVO DE BARREIRA.
Não limpa com álcool, faz ANTISSEPSIA ou DESINFECÇÃO.
Não é saudável, MANTÉM HOMEOSTASIA CORPORAL.
Não trabalha junto, trabalha em EQUIPE.
Não trata, CUIDA.
Não gosta do que faz, AMA !!!

Desconhecido

Porque eu amo a ENFERMAGEM?

Porque cuidar vai muito além da profissão, tem que amar!!!

Adyl Carlos

A enfermeira

Passas na vida estranha, desconhecida,
Espalhando de mãos cheias a piedade.
Fostes talvez entre todas as escolhidas
Na sublime missão de caridade.

Es o anjo de amor e de bondade
Raios bendito e da felicidade
Aos que esperam um gesto de Jesus.

És a irma esposa e mãe no pensamento.
Dos que em ti confiam e esperam até
Suave balsamo , para seu tormento.

E o continuarás espargindo alento
Dando conforto, amor e muita fé.
Aos qe buscam a ti no sofrimento.


Ao meu querido e inesquecivel amor
uma simples lembrança do tempo em que andava na minha escola Ana Nery.

4 de Novembro de 1944

Leda Nogueira Vollger

Enfermeira do amor

Cuida do amor, como o jardineiro da flor
Cuida do bem, assim como ninguém.
Paciente e contente, sempre cuida da gente
Nos separa da dor, faz do ódio o amor
Cuida de mim, cura minha dor
Medicina do bem, enfermeira do amor.

Reff Carvalho

Quando você tiver que escolher entre a loira, a morena ou a ruiva. Escolha a enfermeira!

Mauricio Pereira de Moura

Sob a gestão de um forte Enfermeiro na Direção, um hospital jamais terá casos de infecção.

Dra Marislei Brasileiro - Enfermeira com dois doutorados

Considera-se saúde e doença como um único processo que resulta da interação do homem consigo mesmo, com outros homens na sociedade e com elementos bióticos e abióticos do meio. Esta interação se desenvolve nos espaços social, psicológico e ecológico, e como processo tem dimensão histórica... A saúde é entendida como o estado dinâmico de adaptação mais perfeita possível ás condições de vida, em dada comunidade humana, num certo momento da escala histórica... A doença é considerada, então, como manifestação de distúrbios de função e estrutura decorrentes da falência dos mecanismos de adaptação, que se traduz em respostas inadequadas aos estímulos e pressões aos quais os indivíduos e grupos humanos estão continuamente submetidos nos espaços social, psicológico e ecológico.

Pain citando Silas no livro "A enfermagem na gestão em atenção primária à saúde

Nós enfermeiros, acreditamos no bem e na incrível capacidade do ser humano em superar-se.

Marislei Brasileiro

Nem a tropa de um exército nos da a confiança e a segurança de um profissional de enfermagem.
Dia Internacional da Enfermagem - Parabéns !!!!!!!

Mestre Arievlis

O mesmo paciente que grita e maltrata com palavras um(a) enfermeiro(a) dedicado a sua profissão, é o mesmo paciente que grita e maltrata com palavras o(a) médico, o(a) fisioterapeuta, o(a) nutricionista, o(a) odontologista... e principalmente seus familiares!!!

Marcelo Souza

Fazes da Políticas um Médico, um enfermeiro não é pedir demais- Fazes também da Política leituras de Políticas públicas para mulheres e homens em TODAS AS FASES DA VIDA.

Bindes, Fá - politicas

Enfermagem a Lâmpada do Amor

Olho para mim e posso sentir o seu reflexo,
posso sentir que sua dor dilacera a alma,
ficamos frágeis.
Posso sentir sua tristeza sua busca de identidade,
Seus olhos perdidos no vazio da insegurança,
não desista, estou com você ,fale, eu posso ouvi-lo.
Posso sentir que apenas um sorriso meu
lhe transcende a alma Que mágico !!!
sinto sua dor com olhos do amor,
do amor incondicional.
Eu passo energias de esperanças para você,
eu posso sou seu “anjo,“
dos céus foi me confiado esta missão
e comigo trago a lâmpada do amor para ilumina-lo.
Sinto nossas emoções se misturando,
você com toda sua essência e eu com a minha,
sim estamos conectados pelo laço da fraternidade.

Autoria: wilma Paiva (extraído do livro Reflexões de um
técnico de Enfermagem)
Wilma Paiva

wilma Paiva

Nem a tropa de um exército nos da a confiança e a segurança de um profissional de enfermagem.

Mestre Arievlis

Alberto Pereira - nasceu em 1970 na cidade de Lisboa; licenciado em enfermagem, participou em diversas antologias, tendo obtido, em 2008, o 1.º Prêmio de Poesia "Ora, vejamos".
A 6 de Dezembro de 2008 foi apresentado em Lisboa, a obra poética "O Áspero Hálito do Amanhã" de Alberto Pereira, com prefácio de Xavier Zarco.
Obra e autor foram apresentados pelo emérito poeta Firmino Mendes. O prefaciador e o apresentador foram distinguidos com o prêmio Vítor Matos e Sá, da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

Alberto Pereira