Meninos de Rua

Cerca de 1507 frases e pensamentos: Meninos de Rua

"Eu não construo equipes do campeonato, eu construo os meninos do campeonato."

Larry Gelwix

Apareciam outros meninos, outros homens. Mas eram incompletos. Ela queria aquele homem, por ele ser completo, confiante, e passava confiança a ela. Passava coragem. Está bem. Pensou ela. Não custa nada tentar. E tentou. Tentou. Tentou. Houve entregas e devoluções. Houve frustração e desespero. Que merda. A menina gritou. Cantava alto para ver o mundo conseguiria ouvir. Gritava frases chulas. Odiava cada vez mais a sua pureza. E se transformou. Ninguém a reconhecia. Nem o próprio menino-homem a reconhecia. Perguntava-se. O que houve com ela? Mas ele não sabia. Que a falta de amor dele por ela, foi o motivo. Pobre menina. Começou a chorar. Não cantava. Não escrevia. Era ácida. Não havia mais pureza. Nem sonhos. Ela já havia chorado por aquele menino. E agora, nada que ele poderia fazer machucava. Seria castigo? Seria inveja? Seria o que afinal? E assim, passou-se tempo.

LaylaPeres

Saudade da Infância

A infância em que não se tinha problemas em misturar meninas com meninos no mesmo dormitório.

A infância em que a internet não podia substituir o contato com os amigos.

A infância em que a briga entre amigos durava apenas 1 dia.

A infância em que a novidade da semana era o novo colega de sala.

A infância em que a grande conquista era completar o álbum de figurinhas.

A infância em que tínhamos raiva por não entender o comportamento das pessoas que se comportavam como eu e você nos comportamos hoje.

Paulo Henrique Antunes de Almeida Moura

Lembrete
“Busque alegria nos sonhos meninos,
Nas tardes de chuva que escurecem o dia,
São nas horas de silêncio e vazio
Que mergulhamos n’alguma fantasia.

Busque a alegria no olhar perdido
Que busca o céu sem se mover,
Naquele momento de riso escondido
Que o corpo não sente, mas anima o viver.” (Ely)

Ely Antonio

A cada passo que damos
perdemos forças na caminhada
como meninos pequeninos
chegamos ao fim da jornada

Frádigas CjM

Ouvi dizer que meninos não choram,que se for homem de verdade não permitirá que as lágrimas caiam livremente pela sua face,que se for forte como tem que ser nenhuma dor sucumbirá em prantos...Mas por que então essa dor persistente nos teus olhos...por que então sinto que queres gritar e que as forças já não o visitam pra ser capaz de fazê-lo...Porque talvez vejo em você o que ninguém consegue ver...porque talvez sinto você além dos passos livres de danças em festas...leio você...ouço sua voz em total silêncio...
Pra que fingir que é forte?Pra que mostrar que pode? Se na verdade és um menino,que espera desesperadamente por um colo onde possas se esconder...Pra que dizer que é mentira? Se no teu quarto choras a partida,se te encolhes no lençol tentando matar essa ferida?
Não podes fingir o que não és...pois o que na verdade és quer gritar,quer sentir,quer fugir... Não te deixes mais preso em quem formastes...quem és hoje não te garante a alegria quando as cortinas fecham...quando as luzes apagam...quando todos vão...
Se até hoje foste capaz de acreditar no teu engano...já não há tempo para sustentá-lo mais...a vida é um palco,um palco sujeito a platéia,a aplausos,a vaias... Teu público te aplaude...Teu público te aclama...Teu público te chama...Mas do que adianta?Você não se aplaude porque no fundo sabes que és uma fraude...
Se o brilho que ainda te resta resisti a toda essa farsa...se o menino que se esconde em você ainda sobreviver ao vazio em que tu o mergulhaste,viverás apenas como mais um...que nunca sentiu a verdadeira sensação de ser amado pelo que deveras é,mas pelo que viveu acreditando que fosse.

Kamylla Cavalcanti

Mas ainda te vejo em todos os detalhes e em todos os meninos que tentam se aproximar de mim. Te vejo naquele que tem uma risada parecida com a sua. Te vejo naquele que tem um corte de cabelo idêntico. Mas balanço a cabeça, volto a olhar e de novo, não é você, eles não conseguem ser você. Abri mão de querer outros casos, outros amores, outras coisas só para poder cuidar de nós dois, que quando você chegar, e eu sei que um dia isso vai acontecer, tudo estará em ordem, tudo estará como era antes de você partir.

LaylaPeres

O sistema criou homens hipócritas,meninos com medo de admitir sua própria fragilidade.

Jackewriter

Ela o olhava, distante, curiosa e com certo receio. Em volta, meninos e meninas pareciam iguais, quase nus. Mais alguns passos. Afastou-se. Percorreu ruas e ruas. Quase nada. Somente tribos. Somente qualquer coisa que a antropologia pudesse explicar.

Em volta, os gênios estavam oprimidos. Os diferentes reprimidos. Os iguais, toleráveis, sempre juntos. Os injustos nunca punidos. Estranha, ela era. Vestia-se de jeito comum. Andava como queria. Falava sem pensar e às vezes pensava demais. Fazia trocadilhos. Engolia seu próprio sarcasmo. Dançava sons diferentes. Até tentava compor.

Não gostava de usar palavrão, embora também, por vezes, fosse um pouco vulgar. Contraditória. Gritava sem ter um motivo. Amava alguém que nem parecia ser tão anormal. Julgava. Era julgada. Apostava. Nunca se entendeu muito com a tal da certeza.

Não tinha dons. Não se encaixava em quase nada. Não tinha rótulos, ainda que rotulasse e decifrasse alguns códigos de barras.

Perdia o trem. Atrasava-se. Comprou um relógio de camelô. Cinco ou 10 “pila” no bolso. Um chocolate crocante. Um vício. Muitas virtudes.

Empurrada pro centro do universo. Pretendia continuar habitando aonde sua mala chegasse. Errante, não. Tentava fazer o certo, por mais errado que tudo pudesse parecer. Afinal, ela e um pouco dos outros, somente aparências... Por dentro podia ser outro alguém. Por hora, era só aquilo... Voltaria, um dia, para rever os estranhos.

Dominava o desassossego da razão.

Sua liberdade era o desapego.

Aline Diedrich

Garotas de Azul. Garotos de Rosa

Ok, também não sou a favor dos meninos de azul e meninas de rosa. Acho sim, muito digno o governo conscientizar a população da realidade atual do país, ninguém tem que se meter na vida de ninguém, cada um sabe do que gosta. Só acho que se é pra fazer campanha tem que fazer para todos os tipos de preconceito. A maioria diz que não é preconceituoso, mas todo mundo sabe que existe preconceito. Então e aí? Fazemos campanhas para a inclusão e aceitação social dos gays, trans e etc, e as outras classes que sofrem preconceito? E os gordinhos? E aqueles que são considerados feios, nessa sociedade estereotipada? Todo mundo sofre (ou sofreu) algum tipo de preconceito, acho sim, válida a ideia da campanha, mas acho que deveria ter um foco mais generalizado.
Ao invés de promover a aceitação de uns e outros, poderiam apenas ensinar a população a se respeitar. Se fosse assim, duvido que haveria bulling nas escolas, espancamentos horrendos nas ruas, brigas entre torcidas e etc. Nossos problemas cairiam pela metade! Nossas crianças seriam melhores pessoas no futuro, e com certeza mais despreocupadas em ''se encaixar''. O bulling só existe porque foi implantada na sociedade a ideia de que todos tem que ser assim ou ''assado'', um molde foi inventado e todos temos que nos espremer pra caber nele, se não o fazemos, somos estranhos, feios, caretas e sei lá mais o quê.
Um monte de gente fica filosofando sobre ''ser diferente'', ser diferente dos outros é somente ser você. Percebe? Falsos e estranhos são os iguais. Não entendo porque as pessoas se renderam a isso, a maioria nem percebe que isso acontece, ou que são assim. A coisa foi tão bem feita que ninguém se toca. O mantra da sociedade capitalista é ''seja igual e critique o diferente''. Nós todos permitimos que essa sociedade se edificasse, até eu que me considero ''consciente''. As pessoas apenas se perdem no caminho... Aos 12 anos todos querem mudar o mundo e ser isso ou aquilo, mas aos 18 olham pra trás e dizem ''como eu era idiota''.
As pessoas deixam de acreditar...

Tatiana Azevedo

Bons tempos aqueles em que meninos soltavam pipa e meninas adoravam bonecas. Hoje, eles preferem brincar entre si.

Alexsandra Rios

Existem homens, e existem meninos, eu já cansei dos meninos.

Luana Barbosa

Hoje, meninas de 14 anos choram por meninos só por que é perfeito, é o tipo da pessoa que não sabe aporveitar a vida.

Luis Oliveira

Felizes Pra Sempre!

Só um, único, desejo?
Que os meus meninos
Sejam, enfim, infindos.

Francismar Prestes Leal

Eu apaixonei por todos os meninos que passaram pela minha vida, não se apaixonar com intenção de algo mais, mas por cada um deles terem marcado um pedaço da minha vida, com coisas boas e ruins, graças a eles, hoje tenho histórias pra contar

Rockenzye

Meninas também falam expressões feias, meninos também têm sentimentos. Príncipes encantados não existem, homens existem. Moda está na cabeça das pessoas. Menina também é amiga de menino e vice-versa, sem essa coisa de namoro. Nem toda briga do sexo feminino com o masculino vira namoro. Nem todo mundo é imperfeito. Homossexualidade ou bissexualidade não é crime, nem errado; não deveria ser visto com tamanho espanto. Você não é gordo. Você não é magro. Nem capenga, nem brega, nem rebelde. A sociedade que tinha que parar de ficar rotulando os outros com essa pressão para ser perfeito. Você não é feio, a forma com que a sociedade se comporta é.

Raquel de Menezes

No tempo certo vou conhecer um alguém, não vai ser nenhum desses meninos idiotas, ‘fortões’ ou fúteis, mas sim uma pessoa que Deus guardou só pra mim, é, eu sei que ele vai curar todos os machucados que ainda restaram, ele vai me fazer rir dos meus próprios tropeços, irá me apelidar de qualquer nome sem graça e vou adorar, vai me provocar com o olhar, me encarar profundamente quando eu ficar brava por besteira.
Eu vou engolir todas aquelas promessas quase convictas do tipo: “prometo que ficarei sozinha, não quero ninguém não”, vou poder sorrir quando ouvir a palavra amor, e me sentir segura por lembrar que o tenho.
Não vai ser apenas a excitante atração física ou a louca paixonite, vai vir do coração, irá me conquistar por inteiro, me prender cegamente, me fazer querê-lo mais e mais, me instigar, me fazer compreender o porquê de tudo ter dado errado antes, vai cobrir aquelas cicatrizes tão dolorosas do passado.
Já me perguntaram como posso ter tanta certeza, como posso acreditar que está tudo escrito. Por mais que ninguém entenda, quando eu fecho os olhos e penso no futuro vejo esse alguém, e apesar de ainda não ter esbarrado com ele por aí, sei que ele sente o mesmo quando deita a cabeça no travesseiro e começa a pensar na vida, é como se sentíssemos que o grande pedaço que compõe a história de cada um está cada vez mais perto e os esperando. Por esse motivo eu espero esse alguém incerto, mas certo pra mim, deixo que por linhas tortas tudo se endireite, porque na agenda dos encontros do ‘Senhor Destino’ a data já está marcada e quem tem intuição pressente.

Victória Ramos

Conselho para os meninos:

- Quando ela está envergonhada
-Fale: Eu te Amo
-Quando ela fugir de você
-Siga ela
-Quando ela estiver com o rosto perto do seu
-beije-a
-Quando ela te bater ou te chutar
- Segure ela firme
-Quando ela estiver quieta...
-Ela está pensando como te dizer : Eu Te Amo
-Quando ela te ignora
-Ela quer toda sua atenção
-Quando ela quer ir embora
- segure ela pela cintura e nunca deixe ela ir
- Quando você a vê muito mal...
- diga á ela que é MARAVILHOSA
-Quando ela grita com você
- diga á ela que você a AMA , mas com essa intenção
-Quando você á vê andando....
- Vá por trás dela, segure-a e beije-a
-Quando ela está com medo!
- Segure-a e diga que está tudo ok pois vc está com ela
-Quando ela está preocupada com algo...
-Beije-á e diga para ela não se preocupar
-Enquanto ela segura suas mãos
- Brinque com seus dedos

Outro

Homens tomam atitude, porque eles sabem que tem de fazê-lo. Meninos não, ficam ali, arrumando uma desculpa para não fazê-lo...

Débora Cervelatti Oliveira

Dona de casa

Mal o dia amanhece
Ela acorda e logo agradece
Pois mais um dia ela terá
Meninos, trabalho, marido e casa
Ela sempre se dedica a cuidar
O marido as vezes se esquece
Que ela também precisa amar
Um bom dia, um beijo, sei que ela merece
Mas as vezes vive sempre a esperar
Com isso o dia passa e no outro
Tudo se repete e ela ainda agradece
Na certeza que tudo novamente vai continuar.

Reff Carvalho