Menino Homem

Cerca de 165 frases e pensamentos: Menino Homem

Homens, garotos, meninos. Gostamos quando nos abraçam forte, sem dizer nada. Gostamos de beijos roubados, gostamos que nos surpreendam. Achamos lindo ganhar flores. Vocês ficam muito fofos quando ficam tímidos. Adoramos receber elogios, mesmo que a gente fique negando o que falam. Amamos quando mandam uma “sms” que nos deixe surpresa. Nós, meninas, amamos quando nos mandam escutar uma música porque vocês lembram da gente ao escutá-la. Achamos a coisa mais fofa receber uma carta escrita. O perfume de vocês, são suas identidades, nos deixam loucas quando passam por nós. É lindo ouvir vocês falarem de seus sentimentos, mesmo sendo do jeito mais simples do mundo. Adoramos quando dizem coisas bobas só para nos tirar um sorriso encabulado do rosto. Vocês, que nos fazem se sentir bem, apenas por estarem por perto. O abraço que nos deixa completamente segura do mundo lá fora. E aqueles olhares, que nos deixa sem chão e ao mesmo tempo sem jeito. Homens, vocês podem tanta coisa, mas do que imaginam. É só reagirem realmente como um.

Daniela Bonelli

Meninos sao meninos.
Nao confudam com homem . Meninos quando mais vc precisa eles somem !

Projota

O homem, confiará no homem
como um menino confia em outro menino.

Thiago de Mello

ENCONTRO COM A PALAVRA


"Aqui jaz Fernando Sabino. Nasceu homem, morreu menino". A frase poética escolhida pelo autor de "O Encontro Marcado" para a sua lápide expõe de maneira sucinta, mas explícita, um pouco da personalidade, dos desejos e anseios de um protagonista da palavra. Um autor cuja pena produziu, desde a mais tenra juventude, textos fundamentados na sensibilidade capaz de captar a angústia humana como poucos de sua geração souberam fazer. Sobre ele, um dos maiores críticos literários brasileiros, Antonio Cândido, avalia: "Fernando tinha um olhar infalível para os pormenores expressivos e uma capacidade prodigiosa de invenção verbal". Com a morte de Sabino, encerra-se um tempo singular que, por um desses desígnios inexplicáveis, teve o mérito de reunir, em uma mesma época e em um mesmo cenário - a cidade de Belo Horizonte -, o famoso quarteto de escritores mineiros composto por Sabino e pelos amigos Hélio Pellegrino, Otto Lara Resende e Paulo Mendes Campos. Sabino foi o único dos quatro a chegar aos 80 anos. O único a sentir a ausência corrosiva provocada pela perda das grandes amizades. Suas dezenas de romances, crônicas, novelas, correspondências e relatos de viagem trazem em sua essência o cerne de um dom raro: o de fazer dessas histórias uma ponte entre a ficção e a reflexão. Um elo entre o eu e o outro. Entre o particular e o universal. A narrativa de Sabino instiga os leitores à realização de uma busca rumo ao autoconhecimento - virtude característica dos grandes mestres da palavra. Foi assim com o personagem Eduardo Marciano que, desde 1956, com a publicação de "O Encontro Marcado", prossegue arrebatando corações e mentes. A escrita fluente e a leveza que dava a textos de temáticas muitas vezes angustiantes nasciam de um cuidado extremista de Sabino com a palavra. O mesmo que dedicou à música. Eclético, como todos que possuem espírito inquieto, Sabino era baterista de uma banda de jazz - estilo caracterizado pelo predomínio do improviso sobre a técnica. Assim também era Sabino na literatura: artista cujo compasso ritmado era marcado pela junção da técnica e da sensibilidade. A perda do escritor mineiro já seria motivo suficiente para que o reino das palavras ostentasse luto por prazo indefinido. Entretanto, dois dias antes, o mundo das letras, da filosofia, do pensamento dava adeus ao filósofo Jacques Derrida, famoso pela teoria da "desconstrução", cujo princípio era desfazer o texto do modo que foi previamente organizado para revelar significados ocultos. Suas pesquisas apontavam que, tanto na literatura como nas demais formas de arte, é possível observar - por meio de análises detidas - numerosas camadas de significados não necessariamente planejados pelo criador da obra. Assim como Sabino, Derrida era o único sobrevivente de um grupo ímpar de personagens que ajudaram a compor a história de uma geração. Juntos, Althusser, Barthes, Deleuze, Foucault, Lacan e Derrida tornaram-se conhecidos como "os pensadores de 1968". Desde então, o filósofo contribuiu sobremaneira para o entendimento de questões essenciais à compreensão do século 20. O autor de "Espectros de Marx" não se furtava, mesmo já muito doente, o direito de viajar pelos continentes lançando luzes sobre temas variados e polêmicos como a literatura, a política, a ética, os conflitos árabe-israelenses, a luta contra o aparthaid, os últimos atentados em solo americano, a rapidez dos processos tecnológicos. Derrida era um cidadão do mundo, um homem que viveu apaixonadamente e defendeu sua ideologia e seus propósitos de todos os modos. A justiça, os direitos humanos, a conquista da cidadania e a dignidade da pessoa humana eram, invariavelmente, bandeiras que empunhava em favor da edificação de um tempo mais pacífico e igualitário para povos e nações. Foi ele, também, o criador, em 1983, do Colégio Internacional de Filosofia, a que presidiu até 1985. Sem dúvida, as vidas de Sabino e de Derrida são exemplos de entusiasmo e de dedicação. Convites a uma existência mais pró-ativa, passional, conectada à nossa verdade interior e à procura da felicidade individual que se expande para o coletivo. Foram-se dois grandes homens. Ficam duas grandes lições. Que todos tenhamos sabedoria para apreender os ensinamentos que deixaram em seus livros e que os manterá, para sempre, vivos. Afinal, como afirmou Derrida em uma das tantas entrevistas que concedeu: "(...) a vida é sobrevida. Sobreviver no sentido corrente quer dizer continuar vivendo, mas também viver após a morte".


Publicado no jornal Diário de S. Paulo

Gabriel Chalita

Meninos se tornam homens quando enxergam o erro como um caminho para a vitória.

Von Paumgartten

Sobre mim? Mais um menino, quase homem e com coração de criança.

Fausto Costa

Um menino, um homem, sim ele era assim.
Por fora tão simples e fraco.
Ele era um cara legal,era até chato quando tentava ser legal.
Viveu brincando, sem a importância das coisa ruins.
Sempre fazendo os outro rirem.
Procurando a felicidade, mas nunca, nunca sorriu.
Algumas vezes se machucava por quem não merecia.
Já abandonou, correu, fugiu, deixou e desistiu.
Buscava seu sonho e no caminho via outros se apagando.
Mas nunca, nunca sofreu.

Via que em suas ações e suas atitudes o futuro.
E dizia sempre que de nada valia sofrer, pois só traria mais sofrimento.
Procurou ser a própria atração do bom e feliz.

E no ultimo minuto notou, que tudo que buscou e fez, não foi apenas para os outros.
Notou que tudo que buscou estava dentro dele.
E tudo que fez, também estava com ele.
E assim, nesse momento, sorriu e chorou ao mesmo tempo.
Sorriu por ter descoberto o que buscava e chorou por não poder desfrutar disso.

Igor Rocha de Jesus.

Podemos diferenciar um homem de um menino pela sua paciência.

Clint Maciel Da Costa

INEFÁVEL III

Pensava eu ser um homem,
Mas vejo que sou apenas um menino.
Eu choro, eu tenho dúvidas e sinto medo.
Eu sou apenas um menino.
Eu ando, eu pulo, eu corro.
Eu tropeço, eu caio, eu me arranho.
Eu levanto-me, cicatrizam-me as feridas. Eu choro.
Eu sou apenas um menino.
Ser um homem é saber o que quer?
Não sei. Se nem sei que eu sou.
O amor não era pra ser só um?
Não sei! Eu sou apenas um menino.
O que é o amor? É simplesmente ficar por ficar?
Não sei! Se eu nem sei amar.
Gostar de estar contigo é amar?
Não sei! Eu sou apenas um menino.
O que é paixão?
É querer estar contigo sempre?
É pensar em te pela manhã? Te ver a tarde e a noite sonhar contigo!
Não sei! Eu sou apenas um menino.
O que fomenta uma paixão?
Um simples olhar? é ouvir tua voz? Aspirar ao teu cheiro ou um singelo
afago teu?
Eu sou um homem ou sou um menino?
Eu sei quem eu sou! Um homem apaixonado.
RICARLOS PEREIRA DE MELO

Ricarlosmelo

Menino tem medo de mulher, Homem não .

Paulinha Goulart

Trancado na tumba do faraó,
o menino-rei desafia a confiança dos homens,
conjurando estrelas que o amem,
pensando na libertação destes pensamentos confusos,
sabendo que o coração depois de dado à ela pertence, Solidão!
O menino que caminha perdido no deserto,
jamais terá salvação se ate por Deus foi largado,
Vejas bem, se guardarei minhas dores
e as encobri com o capus do silencio,
por mal ou por bem não foi, alguns males apenas "acontecem",
me entrego nas mãos asperas desta correnteza,
e se por sorte do destino o fundo do mar for meu derradeiro lar,
então não haverá queixas a serem feitas,
apenas digo que amei e garimpei o melhor de mim por você.

Helom Egidio

O ódio deforma meu rosto,
eu sou um monstro, um monstro,
o menino o homem e o leão,
se sinto mal, me sinto idiota,
e sinto ódio disso tudo .

Helom

Eu vejo no olhar dele um brilho que só ali encontro. Eu vejo um homem, com espírito de menino, com sonhos, com metas, objetivos. Eu vejo um jeitinho que só ele tem de dizer o quão chata e irritante eu sou. Eu sinto nele o melhor cheiro do mundo, eu sinto nos braços dele, a maior segurança que um dia já tive. Eu sinto no beijo dele um fulgor . Eu sinto no toque dele, a paixão mais eloqüente de todas. As palavras sussurradas em meu ouvido me paralisam, fazem com que eu esqueça do mundo lá fora. Ele já sabe como me conquistar. E ele às vezes faz isso sem perceber.Quando me puxa e diz : ' o mo nao fica assim você sabe que eu te amo né ?', quando me abraça , quando se mostra um cavalheiro. Quando me beija e diz : ' mais é azeda né '’ Ele sabe ser doce. E tem vocação pra ser assim
PERFEITO PRA MIM

Amanda Franklin

O que difere um HOMEM de um MENINO não é a EMBALAGEM, mas seu CONTEÚDO.

Diogo Vieira Protti

O menino não era mais aquilo. O menino se tornava homem. E ele seguia sua vida sem ela. E aquela mulher, que havia se deixado de ser menina, começou a regredir. Como pode? Ela se perguntava toda noite. Torcia tanto para evoluir. Crescer. Seguir somente em frente. E algo acontecia no seu roteiro. Ela caminhava um passo a frente e voltava dez atrás. Não cantava mais. Será que também estava ficando muda?

LaylaPeres

E por traz de um Homem Forte tem um Menino Fraco e apaixonado.

Jose Vitor Braga

Meninos desejam chamar atenção , Homens causam respeito e pronto.

MGT

MEU HOMEM MENINO
Há de nascer uma nova mulher em mim
Em cada paixão que eu me der...
Com jeito criança... querendo aprender....
Ser cada vez mais EU...nao do jeito que quiserem.

Se deixar fluir é o certo...
Que venham quantos...
Que partam dezenas...
Mas o único que desejo... é você
Meu homem meu menino.

Cláudia Campello

"Algumas atitudes separam meninos de HOMENS."

Carlos Adriano

Existem homens, e existem meninos, eu já cansei dos meninos.

Luana Barbosa