Menina Sonhadora

Cerca de 8 frases e pensamentos: Menina Sonhadora

Talvez eu seja a menina sonhadora
Que vocês não conhecem
Ou até mesmo a menina delicada
Que vocês nunca viram
Ou a menina colorida
Do mundinho preto e branco
A menina que sabe a fórmula
Mas não tem o dom de amar

Se por trás de toda folha
Há uma gota
Se em cada flor
Há uma borboleta
Se existe em todo campo
Um singelo beija-flor
Por trás da minha tristeza
O arco-íris do amor

Amanda Barbosa

E por trás daquele lindo sorriso, existia uma menina sonhadora, que sempre fazia em sua mente..lindas histórias de amor, e que em todas as noites uma lágrima se solidão surgia em sua face para levar consigo os versos de amor que fazia parte do seu viver.

JUSSARA SILVA

Sempre fui o tipo de menina sonhadora. Aquela que assistia mil vezes cada um dos contos de fadas, usava os velhos vestidos da mãe para se vestir de princesa e criava um mundo de "faz de conta" na cabeça. Uma criança que vivia no mundo da lua, no mundo dos sonhos, da imaginação... Cresci, e continuei igual. Eu queria tanto, mais tanto, um casamento lindo e perfeito com tudo que tinha direito, inclusive, é claro, um príncipe para chamar de meu. Eu idealizei esse dia. Idealizei o casamento, a vida toda. E idealizava o príncipe também, perfeito, como nos contos de fadas. Pois nos contos o príncipe só vem para trazer a felicidade eterna. Hoje, faz UM ANO que estou casada. Bodas de papel. O dia oito de Junho foi inesquecível, um momento mágico para sempre. A realização de um sonho, a concretização de um momento ansiosamente esperado por quase todos os dias da minha vida. Lembro desse dia com emoção e com gratidão, por Deus ter me permitido vivê-lo. Pois bem, mais disso tudo, acho que todos já sabem. A pergunta que escuto quase todos os dias desde que casei é: "E ai? Como está a vida de casada?" É claro que nessas horas, eu resumo com um simples "vai bem". Mais a verdade é que em um ano, já tenho muito a dizer. A primeira é: Não, não é um conto de fadas. E também não, meu marido não é nenhum príncipe e nem consegui o meu "Felizes para sempre". Muitos dizem que o primeiro ano de casamento é uma constante lua de mel. Mais na realidade eu acredito que seja um dos mais difíceis. É difícil aprender a conviver com os defeitos e diferenças a cada dia, é difícil entrar em acordo com tudo que o outro decide, fala, pensa... E é difícil se acostumar com os problemas, responsabilidades e dificuldades que essa nova realidade traz. Mais é exatamente por não ser fácil, que é tão importante. Foi neste primeiro ano que vimos que precisamos um do outro para caminhar e para sermos felizes, que precisamos saber ouvir, nos calar muitas vezes, baixar a guarda, entender e aceitar as diferenças, respeitar as fraquezas, abrir mão de algumas coisas, aprender a gostar de outras... É como um barco, os dois tem que remar, sempre. Só assim o barco vai em frente. Em um ano, aprendemos o verdadeiro significado de amor. Amor não é gostar de alguém perfeito para nós. Não é ter alguém que te agrade sempre. Amar é quando conhecemos os piores defeitos de alguém, e mesmo assim queremos estar juntos. Amor é cuidado, é respeito, é construção. Uma construção que precisa de uma base forte e bem feita, bem trabalhada. Relaciono essa base a esse primeiro ano. Eu poderia escrever aqui um texto perfeito relatando só coisas boas e maravilhosas. Mais preferi descrever a verdade. A verdade é que tivemos momentos lindos e felizes, de alegrias, sorrisos e diversão. Passeamos, viajamos, fomos ao cinema, dormimos agarradinhos, comemos muito brigadeiro e pipoca na cama assistindo tv, brincamos, conversamos, desabafamos... Mas também choramos, discutimos, gritamos, discordamos.... Enfim, uma vida real, de um casal real, com protagonistas reais.

Nathalia Andrade

"Muitos ainda lembram da menina sonhadora, da moça inocente,
de olhar transparente...Mas está na hora de enxergar a mulher...realista, de olhos focados, onde sabe bem o quer!"

Renata Dorneles

Você é o garoto complicado que pra mim é ideal e eu sou a menina sonhadora que pra ti sou a palhaça ideal o que torna esse relacionamento perfeito pra você.

Sumaia Sousa

A PEQUENA CAPITÃ DE SONHOS

A menina sonhadora
Acordava todas as manhãs
Antes do despertar do sol.
Descalça, descia do seu quarto
Correndo e ia direto para beira
Da praia.
Sentada de joelhos dobrados,
Olhava para o horizonte
A espera dos raios do sol.

A pequena parecia ter nascido das
Águas. Passava o dia navegando
Nos seus devaneios inocentes.

Maravilhada com mar,
Imaginava um dia navegar
Por pélagos distantes do seu pedaço
Inventado, do qual só fazia parte
Quando entrava num profundo sono
De fantasia. Nele, sua frágil vida se transformava
Numa aventura, num passeio
Ao seu universo idealizado.
A imensidão dos oceanos se tornara aos olhos da pequena
Um rio, onde seu navio antigo velejava
Tranquilamente, quando queria
Um pouco de adrenalina pedia ao vento
Sopros que a levassem para longe
Que levantasse as maiores crista de ondas.

Visitava lugares maravilhosos, transfigurava-se na capitã dos piratas
Caçava tesouros nas águas escuras das voragens desconhecidas.
Não pertencia ao medo, às tempestades não a assustavam.
Comandava seu navio com bravura, e muita coragem.

A pequena transforma-se na capitã dos seus sonhos,
Vivia todas as fantasias que no mundo tangível, jamais realizara
Quando espertava nas manhãs seguintes, tinha no seu risonho rosto
Um estado de graça, uma felicidade que a preenchia até a próxima
Visita ao seu espaço particular, onde seus sonhos se realizavam.

O seu talismã, os seus sonhos, eram mais preciosos que todos os tesouros
Achados, pois a levava ao seu destino, ao seu mundo encantado.

Elizamar Lanoa

Ela expressa um olhar de menina sonhadora, mais com um propósito ! Ser feliz e tornar as pessoas próximas satisfeitas por conhecer o seu olhar

Juliano Gabriel Chagas

Já não te espero com a mesma ansiedade de uma menina sonhadora. Te vejo com olhos "amadurecidos" que, por vezes, traídos, pelo palpitar da saudade.

Nataly Celina