Menina Moça

Cerca de 32 frases e pensamentos: Menina Moça

A menina era um ser feito para amar até que se tornou moça e havia os homens.

Clarice Lispector

Tava arrumando a minha vida mais tô doido pro cê bagunçar,
mó jeito de menina moça, volta fazer o meu feijão que agora eu prometo que lavo a louça pra você, pra tudo ficar bem, pra tudo ficar zem.. pra tu não ficar sem me chamar de meu bem.

Projota

Menina moça,
Menina mulher...
Não importa o que sejas...
Serás sempre
a minha menina...
Levada, sapeca,
risonha e moleca...

És uma menina,
tu sempre o serás.
Não importa sua idade,
pois sua verdade,
é mais importante
que a realidade.

Este teu ar infante,
que trazes no rosto,
sempre disposto,
mostrando alegria,
um feliz semblante,
que nos contagia.

Não mude, mulher...
Continue assim,
seus olhos brilhantes,
tal qual diamantes,
seus lábios carmim.
Pareces menina,
mas, és a mulher
Mulher que me encanta...
Mulher que seduz...
Mulher que fascina...

De: André S Corrêa.

André s.Corrêa.

Sou uma garotinha que sonha,
uma menina que desenha,
uma moça que beija,
uma mulher que provoca.

Podem me chamar de DIFERENTE, mas sou apenas uma pessoinha querendo viver em um mundo onde pessoas NORMAIS constroem Bombas!!

ViiCk

Mãe menina escutei de alguem quando os vi chorar: no sofrimento é que crescem.
Hoje, mãe moça aos 77 anos preciso crescer nas horas que choro escondida.

Anna Maria Temporal

Menina Moça Mulher ou M de Fêmea

Dorme noite em luz divina
O silêncio vem da esquina
Cara meiga e cristalina
Si acorda é tal MENINA.

Com o sol ela aparece
Se tá frio logo me aquece
Quando esquenta, vira prece
E a MOÇA brilha e acontece.

Entardecer é o que se quer
Enlouquecer no que vier
Soltar os nós e o fecho-ecler
Pra ter inteira esta Mulher.

Gerson Guerra

Ela é uma moça de poses delicadas, sorrisos discretos e olhar misterioso. Ela tem cara de menina mimada, um quê de esquisitice, uma sensibilidade de flor, um jeito encantado de ser, um toque de intuição e um tom de doçura. Ela reflete lilás, um brilho de estrela, uma inquietude, uma solidão de artista e um ar sensato de cientista. Ela é intensa e tem mania de sentir por completo, de amar por completo e de ser por completo. Dentro dela tem um coração bobo, que é sempre capaz de amar e de acreditar outra vez. Ela tem aquele gosto doce de menina romântica e aquele gosto ácido de mulher moderna

desconhecido

Menina Moça.

A cama está coberta com um lençol marfim, pequenos desvios do tecido declinam para o chão. Toda a casa parece cinza como as nuvens que estão no céu, exceto os olhos da menina, castanhos.
A árvore lá fora inveja a cor da sua íris, mas sabe-se nos últimos dias, a árvore tem exibido mais vida que seus olhos.
A menina se aquieta junto ao urso de pelúcia que ganhara do homem da sua vida. Mas existe um outro homem atualmente a entristecendo.
Suas unhas estão pintadas de azul, semelhante com a cor do céu de ontem. E a menina se recorda do ontem, com toda a dor de hoje.
A felicidade era de ouro, mas o ouro foi roubado dela. Agora a menina usa adornos na cor prata, pois sente-se de segunda mão, segundo plano, segunda vida, última escolha.

Iule Domingues

Passeando em seu ser!

Menina, moça, mulher...
Com seus medos, angústias, amores, desejos escondidos meramente subtraídos pelo desejo de se entregar e amar, e se entregar cada vez mais, fazer o seu mundo ser o domínio do amor, desejo de dominar o seu mundo!
Anseio, que desejos podem estar escondidos por trás de uma leve e suave fala?
...Um sussurro?
Um toque de amor, um carinho sentido com ardor, desses que nos fazem delirar de prazer, sonha com seu grande amor, um desejo formal de entrega, mas não basta, tem que se dar, para valer à pena o amor tem que tomar as rédias do nosso ser.
Acredito no seu sorriso sincero, também na sua acepção ao amor, mas desconheço nela a capacidade de amar, um beijo na boca pode calar, mas um coração só se cala com certeza do amor sentido em seu interior, a alma anseia esse amor.
O olfato deseja esse odor!
Com uma pele macia e suave e limpa, com cheirinho de bebê, como necessita de um carinho e um toque ou algo mais, uma carícia mais excitante, em algum instante faz esquecer o mundo lá fora, e traz o amor para si.
Com os pensamentos excitados e ao mesmo incitados ao amor, imaginar um amor tão distante chega a ser desafiador, mas nada pode impedir o amor, distinguir seu sabor, incitar um encontro mais íntimo sentir seus instintos mais naturais, selvagens talvez, mas sentir seu amor.
Acompanhar um raciocínio sem lógica, fugir à lógica da vida, fugir da rotina, sair do natural, parece loucura, mas a loucura da vida é seguir à risca o que não sabe-se ao menos o que é o certo, deixar aberto o coração para o amor entrar.
Sempre aberto, nunca fechar, coração foi feito para trabalhar, o ofício do coração é amar, amar e amar, como um trem em disparada sem ter como parar, para ser louco no amor, é preciso desrespeitar o cronograma da vida, do ser humano e se entregar.
Seus problemas seriam sem solução ao deparar com um sorriso sem compaixão, ou o amor pode vir como vier, a delícia do amor, te fazer mulher, o desfrutar do sabor de uma noite de paixão, solução encontrada nas formas e curvas da pessoa amada.
O que pode evitar o amor é desconhecido, nada acontece ao redor do poder, do poder do amor, deixar-se privar de amar é uma forma de rejeição, deixar o amor entrar é a mais bela forma de felicidade, com certeza sem igual.
Nada se iguala ao amor em seu extremo, fica a delícia da vida como pedindo misericórdia que nunca se afaste a paixão em sua essência, Deus criou o amor e nele uma condição, o amor só existe em verdade com a entrega divina e absolutamente verdadeira.
Ser feliz ouvindo uma linda canção, um delírio sentido pelo coração, o sentido no prazer de estar apaixonada e sentir-se amada cada vez mais lançada aos pés daquele que tem as formas da sua imaginação, criar um amor verdadeiro lançado ao coração, quisera pois, vivê-lo por inteiro.

Paulo Master

Moça?

Suor no corpo, tesão na alma. Menina pequena que passa e rebola, chamando atenção do cara que olha, não sabe o que diz, mas fala que gosta. A noite ilumina e de dia o sol vai embora. Menina bela, que cheira a cravo e canela e, que se entrega, como moça donzela.

Caliana Matias

Moça Nordestina.

A nordestina é faceira
bonita formosa e bela
se a menina for solteira
ainda é moça donzela
se bulir, fizer besteira
é na base da peixeira
Que o cabra casa com ela.

Guibson Medeiros

E sei que menina de joelho ralado, a adolescente de cheia de amigos e a moça cheia de sonhos... Estamos todas aqui, deitadas no chão do barco, olhando o céu e dando grandes risadas, porque elas se orgulham de mim e eu me orgulho delas, porque elas fizeram a mulher que sou hoje...
Assim, feliz..."

Marieci

Eis que surge a moça bonita,a qual traz o efeito na doce menina, um olhar brilhante, um sorriso gigante,de menina apaixonada,mas seu machismo não permite, ela tenta acreditar que nada sente, ou que é mera afeição, melhor ainda ela mente pra mente,mas não mente pro coração...

Rafaela Conceição

Menina Moça

De uma fofa e risonha menininha
Virou uma decidida e delicada mocinha
Que de um pequeno botão virou uma rosa
E nós meus quinze anos
Que eu celebrarei essa transformação
E convido vocês para entrarem nesse sonho comigo
Que finalmente irá se realizar

Fernanda Lopes

"Muitos ainda lembram da menina sonhadora, da moça inocente,
de olhar transparente...Mas está na hora de enxergar a mulher...realista, de olhos focados, onde sabe bem o quer!"

Renata Dorneles

RENATINHA

Minha menina encantadora,
Que me encanta e me fascina.
Moça linda e sedutora,
Formosura de menina.

Tudo em você é puro encanto,
De uma beleza angelical.
Ah! Renatinha eu te amo tanto,
Como eu nuca amei igual...

Elciomoraes

MOÇA MORENA


Tu tens jeito de menina sapeca,
Projetas um rosto feliz,
Como tu és bela!
Vejo-te como moça mulher,
És tão viva!
Uma donzela moça,
Moça morena mulher!
Tu és o que sempre quis,
Inquieta-me!
Para junto de ti,
Leva-me!
Com teus lábios carnudos,
Adoça-me!
Com teus seios incríveis,
Emudece-me!
Em teu ventre torneado,
Adormece-me!
Faz-me a ti um escravo...
Torna-me um a teu serviço...
Domina-me aos teus desejos...
Faz de minha vontade uma sempre tua...
E em meu querer um sempre detido ao teu.
Moça morena!
Faço-te saber do que serei:
Apreciador dedicado da cor de tua pele;
Admirador incansável da tua figura que me estonteia;
Desejoso ardente do teu corpo.
Em tudo do teu tudo,
Sonharei por infinitas vezes,
Pois, ainda que não me sejas minhas,
Ser-te-ei a ti, moça morena,
Por eternos sonhos meus.

Ricardo Davis Duarte

Menina moça que me encanta.
Menina moça que me inspira.
Menina moça que meche com meus desejos secretos.

Ninique.

Anjo real da desordem de meu coração.
Seus beijos e olhares inexplicavelmente me confundem a razão.
Olhos azuis encantadores do qual o elogio se faz constante.
De onde furtou essa cor, pois nem o céu tem uma tão interessante.

Leovardo Ricardo.

Menina moça feita de ouro, dos olhos cristalizados com diamantes, acetinada do jeito que dá gosto de olhar, pele de pêssego, sorriso lustroso, caminha cantando e dança sonhando. Quão bela és, olha de um jeito desejoso, sorri um pouco mais e se joga na relva como quem não tem problemas, se joga e se envolve com a natureza, embevecida com toda a delicadeza do mundo dada a si, presentinho guardado no fundo do coração, em uma caixinha dourada e fitas rosadas. Com todo o amor do mundo rega as rosas que plantou, beija-as com o doce amor, mas essa rosinha linda dos olhos verdes é toda sentimental, chora pelo teu amor, se não vier a tarde passa à noitinha chorando, rosinha pequena, não chores, cuidarei de ti. Se você não tiver todo amor do mundo, toda a doçura e as palavras certas para aconselhar não poderá ter uma pequena florzinha, mas a rosa da moça mora dentro do coração que necessita de cuidado todos os dias, um afago depois do café da manhã, um chamego no fim da tarde e um beijo na testa antes de dormir, sorria pra disfarçar o amor que carecia. Desenhou a carícia doce feita debaixo dos azulejos e atrás das cortinas, navegou pelos mares da ternura e chegou ao céu, pegou a caneta e tatuou com o mel nas nuvens, na maresia marcou com fôlego o que a ânsia de querer e de ter, escondeu os ombros marcados com o beijo, guardou o pano por amor a quem te via como era por dentro, pela face simplesmente embelezada, feita de maquiagem natural, tua beleza interior que nascia e renascia todos os dias, corava a face de um jeito vergonhoso, soltava um riso engraçado e bobo e já enrubescia , usava vestidos dos anos 50 e tiaras coloridos, que encanto de menina, bela de qualquer maneira. Enfeitava-se por amor a tudo, que dava a ela asas angelicais, flutua pela epiderme, tateia o que vê, junta, cola e não desgruda.

Layara Sarti

Menina moça feita de complicações. Era tão igual ao resto do mundo , afinal todos os seres possuem suas imperfeições. Mas sabia tratar delas com uma perfeita contradição e isso tornará a garota imperfeita especial. Loucura abrandava em sua mente, mas era doce. Se confundia gradualmente. Tinha fases como a lua. Ora chorava de tristeza, ora sorria de alegria. Um dia, sabia bem, encontraria outra contradição, como ela, para completar seu modo estranho de viver.

Gloriosa tristeza