Medo de se Entregar

Cerca de 13607 frases e pensamentos: Medo de se Entregar

‘Pessoas que têm medo de pensar (fronemofobia), ligam a televisão, para desligar o cérebro! (Steve Jobs)

*Fronemofobia: medo de pensar, segundo estudos da ONU, cerca de 99,7% da população mundial sofrem de fronemofobia!

Desconhecido

" FAÇAMOS DA INTERRUPÇÃO UM CAMINHO NOVO.
DA QUEDA UM PASSO DE DANÇA,
DO MEDO UMA ESCADA,
DO SONHO UMA PONTE, DA PROCURA UM ENCONTRO! "

Fernando Sabino

Eu quis amar, mas tive medo
E quis salvar meu coração
Mas o amor sabe um segredo
O medo pode matar o seu coração

(...)
Eu nunca fiz coisa tão certa
Entrei pra escola do perdão
A minha casa vive aberta
Abri todas as portas do coração

(...)
Eu sempre tive uma certeza
Que só me deu desilusão
É que o amor é uma tristeza
Muita mágoa demais para um coração...

Tom Jobim

As pessoas que você tem mais medo de perder, são as que saem da sua vida o mais rápido possível.

Pequena Sereia

Eu ainda não tenho condições de dizer o que aconteceu comigo, porque eu tenho medo de empobrecer o que eu vivi ali.

Padre Fábio de Melo

Mas há maneiras de fazer isso sem tanto estardalhaço. E sem tanto medo. (...) Enxugue essas lágrimas inúteis, levante esse queixo e vá tratar da vida. Faça tudo o que deseja fazer. Você acha que depois de morta vai ganhar um bônus? Uma prorrogação para tentar sair desse empate? Esqueça o empate. Vença. Perca. Ofereça a si mesma algum resultado. É você mesma que assina. E eu.

Martha Medeiros

Há o certo, o errado e aquilo que nos dá medo, que nos atrai, que nos sufoca, que nos entorpece.

Martha Medeiros

...Mas o que parecia medo era a coragem me dando as boas-vindas, me acompanhando naquele recuo solitário, quando aprendi que toda escolha requer ousadia...

Martha Medeiros

"Um dos efeitos do medo , é perturbar os sentidose fazer com que as coisas não pareção o que são

Miguel de Cervantes

Ou estarei apenas
adiando o começar a falar? por que não digo nada e apenas ganho tempo? Por
medo. É preciso coragem para me aventurar numa tentativa de concretização do
que sinto. É como se eu tivesse uma moeda e não soubesse em que país ela vale.
Será preciso coragem para fazer o que vou fazer: dizer. E me arriscar à
enorme surpresa que sentirei com a pobreza da coisa dita. Mal a direi, e terei que
acrescentar: não é isso, não é isso! Mas é preciso também não ter medo do
ridículo, eu sempre preferi o menos ao mais por medo também do ridículo: é que
há também o dilaceramento do pudor. Adio a hora de me falar. Por medo?
E porque não tenho uma palavra a dizer.

pág 19/20

Clarice Lispector

Eu tenho medo do ótimo e do superlativo. Quando começa a ficar muito bom eu ou desconfio ou dou um passo para trás.

Clarice Lispector

Vou perder o resto do medo de mau-gosto, vou começar meu exércicio de coragem, viver não é coragem, saber que se vive é a coragem.

Clarice Lispector

''Viver é perigoso?
Então com sua licença!
Não tenho medo.
Nasci assim, encantada pela vida..."

Clarice Lispector

...Mas tenho medo do que é novo e tenho medo de viver o que não entendo. Quero sempre ter a garantia de pelo menos estar pensando que entendo, não sei me entregar à desorientação. Como é que se explica que o meu maior medo seja exatamente em relação a ser? E no entanto não há outro caminho. Como se explica que o meu maior medo seja exatamente o de ir vivendo o que for sendo?...

Clarice Lispector

Não tem nada que me deixa mais inteira do que sentir o medo de ser despedaçada.

Tati Bernardi

Eu sei de cor tudo o que tenho que fazer para dar certo, mas tenho medo da responsabilidade de ser notada.

Tati Bernardi

Eu tenho medo da força absurda que eu sinto sem você, de como eu tenho muito mais certeza de mim sem você, de como eu posso ser até mais feliz sem você.

Tati Bernardi

Sabe aquele medo horrível que você tem de sofrer? De perder algo que
ama muito? De vomitar? De que tudo saia do seu controle? Eu torço pra
que isso te aconteça, acredite, é maravilhoso. Se um passarinho azul
passar na sua frente e borboletinhas amarelinhas o acompanharem, isso é
realmente lindo, não porque você ganha bem, ou porque tem um
apartamento cheio de almofadas te esperando, ou porque tem uma pessoa
especial ao seu lado te dizendo que eles são lindos. Eles são lindos
porque existem simplesmente, igual a você. Eles são lindos porque você
está completamente sozinho neste mundo, mas este mundo é maravilhoso,
não tenha medo. Não tenha medo de descer até o inferno e queimar como
um papel cheio de regras e certezas, queime, vire cinzas, chega de
querer controlar a vida, chega de querer amar, existir e desejar pelo
seu ego. A vida é muito maior do que você, acredite nela, colabore com
ela, tenha fé nela, faça a sua parte, mas em hipótese nenhuma sonhe que
você pode simplesmente enfiá-la amassadinha dentro da sua bolsa, ela
com certeza vai se vingar de você. Deixe, deixe a onda da dor passar
por você, ela pode até te derrubar, te afogar um pouco, te chicotear
com o sal, te assustar com tanta grandeza, mistério, profundidade e
experiência, mas acredite em mim, você não vai morrer. Você vai se
levantar, ainda que a praia inteira ria de você, ainda que a força
tenha levado suas roupas e você esteja completamente desprotegido para
a vida, nu, entregue, sem dignidade. Ainda assim você vai se levantar e
seguir em frente!

Tati Bernardi

VIDA E MEDO


Cada um tem o seu modo de estar em paz com a própria vida. Alguns precisam de segurança e outros se entregam sem medo. Não a fórmula para se viver o próprio sonho. O escritor S. Anderson sempre foi rebelde e só conseguia escrever diante de sua rebeldia. Seus primeiros editores, preocupados com a situação de miséria com que Anderson costumava viver, resolveram enviar para ele um cheque mensal como adiantamento de sua
próximas novela. Depois de um tempo, receberam a visita do escritor, que apareceu la apenas para devolver todos os cheques. "Faz tempo que não consigo escrever uma linha", disse Anderson. "Para mim, é impossível trabalhar com a segurança financeira me olhando do outro lado da mesa".


"CADA UM TEM O SEU
MODO DE ESTAR EM
PAZ. NÃO HÁ FÓRMULA
PARA SE VIVER O
PRÓPRIO SONHO"

Paulo Coelho