Manha

Cerca de 1987 frases e pensamentos: Manha

Já é manhã. Os pássaros cantam, as flores surgem com seus poderosos perfumes e o seu lindo rosto me cativa com sua grande perfeição.

Marcone Castro

Deixe-me pensar: eu era a mesma quando me levantei essa manhã? Tenho uma ligeira lembrança de que me senti um bocadinho diferente. Mas, se não sou a mesma, a próxima pergunta é: Afinal de contas quem eu sou? Ah, este é o grande enigma!

Alice no país das maravilhas Lewis Carroll

A sua vida começa, no início da manhã, ao abrir os olhos, onde sua mente o liberta da imaginação, para viver a realidade.

Mauro Henrique

Senhoras e senhores, aconteceu algo incrível hoje de manhã: eu acordei.

(O lado "mágico" da vida está naqueles mínimos detalhes que muitas vezes nem valorizamos).

Tainah Ferreira

" E porque me sinto como um estudante num domingo? Já é quase de manhã e não quero ir."

Cartas para Julieta

Veio de manhã molhar os pés na primeira onda. Abriu os braços devagar e se entregou ao vento...

Teatro Mágico

Tão linda e tão fria. Como uma manhã de primavera que ainda traz o frio do inverno.

Andre Wade

"E que o vento alem da leve brisa da manhã, também traga a leve calma para o resto do dia."

Maíra Martim

Todo dia de manhã
Enquanto tomo meu café amargo
É, ainda boto fé em te encontrar... nunca te vejo......

Pollianaa

O meu sucesso começa pela manhã quando abro meus olhos, só depende de mim.

Ana Maria Pantaneira

"Acordo de manha esperando o entardescer,pois acordei tarde e nao pode te ver.
lhe trair durante a noite admirando a aquela bela adormecer, e esperando angustiado ver voce ao amanhecer.
Mais o meu corpo exausto nao aguentou ali prevalecer.Na minha cama fui para poder nao exceder,mais em breve no entardescer na beira da ponte eu vejo voce descer..
Com um encandescente explendor mirando as aguas e vendo voce si por...."

Herivelto Vega

No Gueto by Elvis Presley.

Enquanto a neve cai
Em uma fria e cinza manhã de Chicago
Um pobre pequeno bebê de uma criança nasce no gueto

E sua mãe chora
Porque se existe uma coisa de que ela não precisa
É de outra boca faminta para alimentar no gueto

Então pessoas, vocês não entendem que a criança precisa de uma mão solidária?
Ou ela crescerá para ser um jovem homem faminto um dia
Dê uma olhada em você e em mim, nós estamos tão cegos para enxergar?
Nós simplesmente viramos nossas caras e olhamos o outro lado?

Bem, o mundo gira
E um pobre pequeno garoto com um nariz escorrendo
Toca na rua enquanto o vento frio sopra no gueto

E sua fome aperta
Então ele começa a vagar nas ruas à noite
E ele aprende como roubar e ele aprende como lutar no gueto

Então uma noite em desespero um jovem homem desaparece
Ele compra uma arma, rouba um carro, tenta fugir mas ele não chega longe
E sua mãe chora

Enquanto uma multidão se amontoa em volta de um irritado jovem homem
Caído na rua com uma arma em suas mãos no gueto

E enquanto seu jovem homem morre
Em uma fria e cinza manhã de Chicago
Outro pobre pequeno bebê de criança nasce no Gueto

No gueto, no gueto

Tradução de uma linda canção do rei Elvis Presley.

Se ao acordar pela manhã, dermos um sorriso em frente ao espelho, com certeza o dia fluirá com mais alegria

ARSantana

Tudo fica mais claro pela manhã. Inclusive o dia.

Leonardo Seródio

Suave como o orvalho de uma manhã...
Sobre petálas de rosa
Forte como um furação
Em meio de uma tempestade de emoções
É assim que te levo em meu coração!!!

Nusa nunes

Não importa o quanto você sonhe à noite; a manhã insiste em chegar . E com ela você acorda .

Evelyn Bianchi

TEMORES DA NOITE

É uma hora da manhã, cheguei a pouco e me sinto suja, não tenho coragem de conversar com Deus e todo o meu esforço foi jogado no lixo.
É sempre assim, eu fecho os olhos e não vejo.
Não vejo uma saída, não vejo uma solução.
Mais uma vez eu quero acabar com minha vida, sozinha, perdida... Mas também me falta coragem.
Todos os meus sonhos e planos se perdem, de novo, não há nada que eu possa fazer.
É sempre a mesma coisa, a história se repete, não há nada de novo, só os mesmos erros medíocres.
Eu ouço uma canção que me faz querer sumir, não há ninguém pra conversar, nem um amigo, e mais uma noite longa pra sobreviver.
Na minha boca tem o gosto dos meus pecados, e sinto todo o inferno rindo de mim, dizendo que mais uma vez ele me venceu e me fez tropeçar, no mesmo lugar...
Minha alma sangra pelos meus olhos, eu queria fugir, mas pra qualquer lugar que eu vou eu os sinto perto de mim, e tenho medo.
E eu quase me rendo aos seus encantos, quase me jogo nesse abismo pra não ouvi mais, pra não sentir esse desespero me convencendo.
Mas algo me agarra e não sei o que é...
Ah! Como eu queria que isso me deixasse cair de vez, pra nunca mais sentir, no meio da noite escura.
Quando olho para um canto e sei que ele está lá, mesmo não vendo, eu posso sentir seu hálito gelado e sua gargalhada fétida, zombando de mim e me dizendo que mais uma vez eu perdi meu tempo,
Não consegui...
Eu não consegui e não vou consegui nunca.
Quem eu penso que sou pra ousar sonhar desse jeito, quem sou eu pra imaginar que eu poderia conseguir, não, eu não posso!
E não adianta me iludir, não adianta ter esperança porque a esperança é ingrata e só faz a perda ser ainda maior, pra que tentar... Pra que?
O cheiro da mentira exala da minha pele e as horas passam.
Cada segundo o medo se entranha em mim, e não adianta fechar os olhos, não adianta acender as luzes, a escuridão vem de dento pra fora.
Vem na letra desta canção idiota, trazendo lembranças que eu prefiro esquecer.
E eles continuam aqui incitando minha covardia, ocultos pela sua capa de veludo cinzento,
Se aproximando cada segundo, dominado todos os pensamentos, e agora, já não é a dor, mas o medo que me impede de fechar os olhos,
O medo e a vergonha que me domina, que me consome e me sustenta!

Escrito em 08/04/2009

Marcela Melo

Lembro que naquela manhã abri os olhos de repente para um teto claro e minha mão tocou um espaço vazio a meu lado sobre a cama, e não encontrando procurou um cigarro no maço sobre a mesa e virou o despertador de frente para a parede e depois buscou um fósforo e uma chama e fumei fumei fumei: os olhos fixos naquele teto claro. Chovia e os jornais alardeavam enchentes. Os carros eram carregados pelas águas, os ônibus caíam das pontes e nas praias o mar explodia alto respingando pessoas amedrontadas. A minha mão direita conduzia espaçadamente um cigarro até minha boca: minha boca sugava uma fumaça áspera para dentro dos pulmões escurecidos: meus pulmões escurecidos lançavam pela boca e pelas narinas um fio de fumaça em direção ao teto claro onde meus olhos permaneciam fixos. >E minha mão esquerda tocava uma ausência sobre a cama.<

Caio F.

Sei quem eu era quando me levantei hoje de manhã, mas acho que já me transformei várias vezes desde então.

Melissa Lambrecht

Durante essa manhã, o dia do meu aniversário. Você não sabe o quanto esperei por um parabéns e um abraço apertado, seu. Talvez por ter tantas esperanças você não veio. Mas eu aprendi, por todo esse tempo, imaginei que você seria a exceção, você ia roubar meu coração, mas ia ficar ao meu lado. Mas hoje, com esse sorriso triste no rosto, os olhos cheios de lagrimas e o coração ferido, percebi que você é igual a todos os outros, talvez até pior que todos eles. Só quero te lembrar que esperei por um parabéns seu, como uma mulher espera o seu grande amor. Porém, também quero te lembrar que jurei te esperar, mas não para sempre.

Melissa Lambrecht