Maneira de Falar Nordestino

Cerca de 137 frases e pensamentos: Maneira de Falar Nordestino

A novela não tem nada a ver. Que língua é aquela que eles falam? Você está no meio de nordestinos aqui. Já ouviu um de nós falar daquele jeito? Aquilo não é fala, é miado de gato"

Ariano Suassuna

PEDIDO NORDESTINO

Eu venho aqui Presidente
Pedir a sua atenção
Falar de um povo carente
Que vive da plantação
Mas veja se não demora
Se não a seca devora
O que restou do Sertão.

Venha no seu avião
Que aqui o tempo corre
Cadê a transposição
Que é coisa que nos socorre
Por favor não se oponha
Que a dor aqui é medonha
Por cada gado que morre.

Espero que a chuva jorre
Da fonte azul celeste
Que a nossa barriga forre
E salve o cabra da peste
Sei que não é tanto gasto
Trazer o verde pro pasto
É só investir no Nordeste.

Será que alguém investe
É possível acreditar
Presidente faça um teste
Mande orçamento pra cá
Pra enxugar o nosso pranto
E o Nordeste vai crescer tanto
Que o Brasil vai se orgulhar.

Guibson Medeiros

Em Israel chove menos que no sertão nordestino. Mesmo assim, o país driblou a estiagem e se tornou um grande produtor agrícola. Do chão seco tirou limão, do limão, fez uma limonada. Já no Brasil, somos férteis em assistencialismo a conta gotas!
Toda seca, um bocadinho de água e um montão de dinheiro enviado para não resolver NADA!
A famigerada indústria da seca diz que o povo tem que depender, tem que se humilhar, tem que pagar a "boa ação" do político com fidelidade, com votos!
É o velho-novo cabresto que impede as mudanças e atrofia o Nordeste.
Não iludam o nordestino! Um povo não pode viver de esmolas. Água só não basta! Tem que ter irrigação, tem que ter tecnologia, para o sertanejo não depender dos coronéis da terra, nem dos santos do céu.

Rachel Sheherazade

Adeus, morena do cabelo cacheado... Adeus... adeus... __ vou "danado" para Catende vou "danado" pra Catende vou "danado" pra Catende ...___ com vontade de chegar !... "

Asceso Ferreira __ Poeta Nordestino ... O trajeto do Trem no Sertão !...

O sertão pede socorro. E seu grito ecoa esquecido, abafado, ignorado pela imensidão de preconceito e descriminação.

Leandro Flores

“Os problemas do sertão todos nós já estamos acostumados a enfrentar, já não nos assustam mais. O que mais dói é perceber que esses problemas ainda persistem, se renovam e se fortalecem, mesmo com a modernidade de nossos tempos atuais...”

Leandro Flores

REI NORDESTINO


De dentro da Terra
Jorro aos poucos quando criança
Com o passar do tempo
Fui andando e fui crescendo

Hoje tenho a responsabilidade
De sustentar a mim e
A milhares de famílias por onde passo

Conheço vários lugares
E os lugares me conhecem

Tem lugar em que eu sou maior
Do que em outro

Mas mesmo assim
Não deixo de ser importante
Porque sou a vida
E sustento vidas!!!

Hoje estou fraco
Devido às maçadas
De algumas pessoas

E aí está a transposição
Para acabar com quem vos fala

Eu sou são Francisco ou Velho Chico
Ao seu dispor
Não sei até quando....

Dalmo Gomes.

O sertão nordestino era como um colírio para os meus olhos, sempre pronto alimentar a minha alma. O povo humilde e sempre bem disposto, que a fim da tarde se sentavam nas esplanadas dos bares para beberem e rirem das suas vidas tão sofridas.

miguel westerberg

Sou nordestino...

Sou nordestino e tenho orgulho de ser
A minha terra é bonita e transparente
Gosto quando alguém me fala oxente
Que é coisa que no ouvido dá prazer
Mas eu tenho um recadinho para você
Que acha que é doutor de formatura
Eu sou mesmo comedor de rapadura
E até hoje não encontrei esse defeito
Porque todo portador de preconceito
Fica curado com uma dose de cultura

Já me cansei dessas mentes poluídas
Coisas de quem não tem o que fazer
Vão estudar um pouquinho e aprender
Que o nordestino já tem a alma sofrida
Mas ninguém é diferente nessa vida
Porque em Deus nasceu cada criatura
E em cada um pôs um tanto de ternura
Mas não pode o ser humano ser perfeito
Porque todo portador de preconceito
Fica curado com uma dose de cultura.

Eu sou nordestino e porque não?
O que importa se eu nascesse lá no sul
Nunca vi um céu que não fosse azul
Ou um peito que não bata um coração
Que diferença vai fazer a região
somos irmãos e precisamos ter postura
Quem passa fome ou se vive na fartura
Nesse mundo o que vale é ter respeito
Porque todo portador de preconceito
Fica curado com uma dose de cultura.

Guibson Medeiros

NOSSA TERRA!

Como é bom ser nordestino
das terras de Virgulino
da cultura e dos costumes
por aqui eu vou vivendo
e quem fala tá sofrendo
porque morre de ciúmes.

Guibson Medeiros

Sou nordestino, domador de boi é meu destino, sou o rei do rodeio amanso boi desde menino, amansando boi bravo pelo caminho , seguindo meu destino , porquê nordestino nunca desiste , é um povo guerreiro e sonhador e corajoso e corajoso sou desde menino...
E a vida da muitas voltas e mundo segue a girar , vendi meu cavalo, meu arreio ,deixei a espora de lado e no mundo fui me largar , viajando pelas estradas descobri que existe um mundo a explorar , me tornei um estradeiro carreteiro dominador de cavalo , mas não de pelo e patas e sim de lada , e essa máquina que nos dias de hoje eu venho com muito orgulho a dominar , .
JeffersonCarreteiro.

Jefferson de Oliveira Menezes.

Cordelzinho Nordestino


Oxe cabra da peste...
voltei do nordeste
cheia de pantim...
só porque aprendi uns vuvuvú por aí
mas não soube rala buxo
nem amarra fivela...
pois lá na minha terra
num tem isso não!
Então por favor
num mangue comigo!!
Pois sou teu amigo..
E na maciota vou capar o gato
Sem ficar macambúzio
Pois a vida é um luxo
E um dia sem gastura forrózearei...

Karin Raphaella Silveira - autora de O Palco Das Flores

Foi no Sertão Nordestino, que Deus entre o pó da terra fez o homem e Ele pela primeira vez chorou

miguel westerberg

A seca e o Nordestino

Ah! que saudade eu tenho
Do meu sertão quando chovia
Que enchia nossos rios
De uma noite para o dia
A fartura em nossas casas
Nesse tempo existia

Não faltava em nossos lares
Milho, arroz e feijão
Produzíamos ainda mais
O ouro branco do sertão
Ah!que saudade sentimos
Das safras de algodão

Por falta de sorte
Ou por desgraça talvez
Os nossos rios secaram
Todos de uma só vez
Nunca vi coisa igual
Nem tão grande estupidez

As nossas culturas morreram
Ou já não produzem mais
Já está faltando água
Até para os animais
Crianças choram com fome
A miséria é demais

O sol que nos castiga
Inclemente e brasador
Que queima a nossa pele
Que causa tanto calor
Mas não queima a esperança

Não mata nossa fé
No Cristo, o Salvador
Não queima do Nordestino
Sua honra, seu valor
Não vai destruir
Força, Esperança e Amor.

Ivanaldo Bernardo da Silva

O Mineiro e o Nordestino

O mineiro estava voltando de seu serviço na roça, quando um nordestino parou em sua frente e lhe perguntou:
-Descurpe mais vô tê que ataiá ocê.
O mineiro responde:
-Uai! Num intendi um A que cê falô!
-Ataiá, ocê num sabe u qui é ataiá?
-Cê tomô pincumel? Doidimais! Só tô vortando do trabáio, vô pega o bicho qui vaivolta lá no podions.
-A tá, ocê é minero, ataiá é tira ocê do caminho, mais que qui cê falô memo?
-Podions homi! Eu vô pega o podions!
-Mais que qui é isso homi?
-O bicho qui vaivolta!
-E o que qui é bicho que vaivolta?
-Ô homi! Cê num é minero, fica sem intendê!
-Ocê num é nordestino, intão tamém fica sem intendê...
Afinal de contas nenhum dos dois entendeu nada que o outro falou.
-Uai! Mai cê num queria deixar eu passa porque?
-Isqueci u qui eu ia fala, agora ocê já deve tê perdido esse bicho que vaivolta qui cê falô. Óia, cê num qué bate um papo?
-Acho qui a mastumate e o kidicarne vai tê qui isperá.
E o nordestino começou a conversar com o mineirinho.
-Num sei o qui ocê disse, mais o tal kidicarne deve ser qui ocê vai comê carne, eu num tô aperriano ocê não, né?
-Uai! Aperriano que qui é isso?
-Eita! Ô meu pai! É icomodar!
-A tá bão, se é assim, cê tá sim.
-Tô! Nossa, cê tomô muita sustança hoje homi! Num intendo esse dialeto seu!
-Num sei o qui é sustança nem dialeto, mai num intendo nada qui cê fala.
-Uai! Lembrei agora qui isqueci o pexe denduforno, e larguei badacama minha iscodidente. Nossinhora! O pexe torro e a iscodidente sujo tudo!
-Agora que num intendi nada. Ocê já vai?
-Tô ino, e eu ainda num intendi nada qui cê falô! É hoje qui eu pego esse trem bão, sô!
-Até mais procê, tamém num intendi nada que ocê falô. E porque qui minero só fala ''Uai'' e ''Trem bão, sô''?
-Jeitinho di minero, né uai? E uai, nordestino só fala ''arretado'' e ''oxenti''?
-Jeitinho de nordestino arretado, né?

Dannala

Nordestino cabra da peste...Que brilha nos palcos do mundo; onde chega...Ali floresce.Com o instrumento de trabalho,faz a coisa acontecer...Seja na televisão ou no sertão...Sempre muito guerreiros na batalha...Não espera acontecer; Luta, sofre,mais não perde a esperança, de um dia...Vencer.

Sheilatribus

Eu sou do nordeste, nordestino eu sou...Vi tanta coisa nessa vida...Tristeza e muita dor...Vi meu sertão pegando fogo,do calor o sol fazia.Vi o gado morrer de sede e de fome, vi a terra seca e vazia, pois todos que ali moravam...Foram felizes um dia.

Sheilatribus

O nordestino e sofrido e matuto ,mas e batalhador , desde cedo assume o que realmente é, consegue respeito por ser um vencedor, a morena aplaude , A luta se perde mas uma grande amor se encontra.

Gustavo Oliveira

Nordestinos saíram de sua terra ;
Porque só seca era.
Ao chegar em São Paulo,viam que arranjar emprego era difícil.
Exigia sacrifício!
Foram na rua pedir esmola.
Mas muitos voltaram pra sua terra com somente uma sacola

Giovana de Carvalho Florencio-Campo Grande MS-2012

O Nordestino é privilegiado, moram onde os Sulistas e Paulistas ralam para passar férias.

Terceiro Régis