Maldição

Cerca de 139 frases e pensamentos: Maldição

Os Efeitos da Justificação

O primeiro deles é que por meio dela fomos resgatados da maldição da Lei, que afirma que é maldito de Deus todo aquele que não cumpre perfeitamente todos os seus mandamentos, e por conseguinte, somos livrados também da ira de Deus contra o pecado.
Enquanto o homem não é justificado, Deus permanece em guerra com ele. Mas uma vez justificado, a guerra termina, porque é reconciliado com Deus por meio de Jesus, de maneira que se diz que agora desfruta de paz com Ele, em vez de se encontrar sujeito à Sua ira que se manifestaria certamente no dia do juízo, sujeitando-o a uma condenação eterna.
Por meio da justificação o cristão passa a participar da graça do evangelho, na qual ele estará firmemente seguro por causa da obra perfeita de redenção que foi feita em seu favor por Jesus.
Isto significa que ainda que ele venha a decair da graça, pela prática de pecados eventuais, esta queda nunca será numa forma final e definitiva, porque foi transformado em filho de Deus, por meio da justificação.
É a justificação que abre também para nós a esperança firme e segura de que participaremos da glória de Deus, como Paulo afirma em Rom 5.2.
Mas os efeitos da justificação não param por aí, porque uma vez sendo transformados em filhos de Deus, passamos a contar com a assistência da graça, a qual nos fortalece e ampara nas tribulações pelas quais a nossa fé é colocada à prova, para que possa crescer.
De maneira que isto não é para motivo de tristeza, mas para se dar glória a Deus, porque prova que de fato nos tornamos Seus filhos, e que agora estamos sendo aperfeiçoados por Ele através das tribulações, para que aprendamos a perseverança, a experiência e a esperança.
Quando Paulo diz em Rom 5.5 que a esperança não traz confusão porque o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado na justificação, o significado disto é que esta esperança evangélica é de plena e segura certeza do que temos recebido em Cristo, pela testificação do Espírito.
De maneira que quando alguém se converte de fato a Cristo, sendo justificado, tal pessoa não estará mais confusa acerca firmeza eterna da sua união com Deus, porque isto será aprendido através da sua paciência nas tribulações, que por fim lhe confirmarão na experiência e na esperança cristã.
E como Paulo disse nos versos 3 e 4 de Rom 5, esta esperança será fortalecida e aperfeiçoada pelas próprias tribulações, porque veremos o poder operante de Deus em meio a elas, nos conduzindo em triunfo em Cristo, porque a fé verdadeira que salva não pode ser destruída, e não recuará diante das aflições, porque é o próprio Deus quem fortalece aqueles que são agora Seus filhos.
De modo que o apóstolo nos assegura que, como efeito da paciência que podemos ter pelo Espírito, nas tribulações, depois de variadas experiências disto, seremos confirmados na fé, e com esta esperança inabalável da certeza do que temos alcançado em Cristo, quanto à segurança eterna da nossa salvação, toda dúvida e confusão de mente serão eliminadas de nós, pela certeza do amor de Deus por nós e em nós, em toda e qualquer circunstância.

"E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado." (Rom 5.5)

Mas o apóstolo acrescentou argumentos ao que havia falado antes, para demonstrar que de fato a nossa esperança não é algo incerto, mas algo a respeito do qual podemos ter a plena certeza de que jamais será frustrada.
E o grande argumento que Ele apresentou é que quando Cristo morreu por nós, ainda éramos fracos e ímpios.
Não foi por pessoas santas, e perfeitas na fé, que Ele morreu, mas por pecadores fracos e ímpios (não piedosos), como éramos todos nós antes da conversão.
Então se Jesus fez isto quando estávamos nesta condição de fraqueza e impiedade, quanto mais não garantirá a nossa salvação depois de termos sido tornados santificados pela Sua Palavra e pelo Espírito Santo, e fortalecidos pela Sua graça?
Deste modo, Jesus não morreu por justos, mas por injustos.
E se demonstrou o Seu amor por nós quando éramos ainda pecadores que nada ou pouco conheciam e viviam da santidade de Deus, muito mais podemos estar certos então de que não nos deixará e desamparará depois que fomos justificados pelo Seu sangue e adotados como filhos de Deus.
Podemos então ter a certeza da esperança que seremos salvos por Ele da ira vindoura, no Dia do Grande Juízo de Deus.
Outro grande argumento é o de que Deus nos reconciliou consigo mesmo através da morte de Jesus quando éramos Seus inimigos, porque vivíamos transgredindo os Seus mandamentos e indiferentes quanto ao modo como deveríamos andar na Sua presença.
E esta condição de inimizade com Deus, é decorrente da natureza pecaminosa que possuímos.
Portanto, se fomos reconciliados quando éramos inimigos, muito mais permaneceremos reconciliados depois que nos tornamos seus amigos por meio de Jesus.
Então podemos estar certos da segurança da nossa salvação por causa da vida de Jesus, que vive para interceder por nós e garantir plenamente aquilo que obtivemos como herança, por meio da fé nEle.

Silvio Dutra

Biografia
Não sou ninguém, não sou nada
Sou único, singular, finito
Sou maldição encarnada
Mas no tempo também sou graça
Quanta Ironia
Pensar que pensamos
Que um dia mudaremos o mundo
O homem só pode ser uma aposta
Que sempre será dívida
Somente loucos e santos
São capazes de acreditar em minha natureza
Tão decadente
Tão eu. Tão você!
Escrevo em uma noite
Onde o sono não é capaz de abrigar
Um corpo cansado e decadente
A escrita é uma forma de não se sentir sozinho
A vida não é mais vida
É ela um ritual do qual mecanicamente
Agimos sem pensar
Pensamos sem agir
Apenas horas
Somos selvagens
Eis ai a grande questão:
Em que momento da história permitimos ser domesticados?

Bruno Marinelli

Dor da maldição,trouxeste desilusão.
Fogo covarde que queima,combustível das entranhas.
Da dor do coração,trazes ainda uma dor maior onde não deve ficar.Tendo você por companheira é difícil se reencontrar,voltar pra o lar.
Lugar seguro é o que todo ser precisa encontrar,sinto o despedaçar.
Se tu,oh,mais amargurada não agisse assim também o outro poderia deixar de ser um menino mau com você.
O que queres tu?
Um sorriso?um amigo?acolhimento?
Devastadora de partes,devolve o que tomaste e te salvarás de tu mesma.

Keila Pereira Silva

A solidão não é minha maldição,nem é meu carma
não é minha escolha, nem minha sorte
não é consequencia dos meus atos, nem da minha omissão
a solidão é simplismente...
meu destino!

NOBRE I.S.

nossa maior maldição é a mediocridade, e nossa grande morte é nossa presunção de vida.

caio

No ventre do mal a lagrima divina
Odespertar horrendo da maldição das eras
A face sagrada de todos os seus pecados
Agora se mostra no seu esplendor satanico

Marcos Roberto

Um mundo cheio de maldição
Isso não é normal
Tipo no seriado
Sobrenatural
Sam e Dean caçando o mal
Ter esperança como House no final
Salvar vidas pra eles não tem nada d anormal
Citar seriados é diferente
Mais meu objetivo é claro
Obviamente
Temos q ter esperanças
Acima de tudo igual as crianças
Lutar por tudo sem matanças literalmente
Criar uma aliança
Eternamente
Fazer o bem
Não importa com quem
Ali na frente.
oH ! Vem

diego7T

O maldizente é uma maldição no meio do seu povo porque ataca tudo o que é positivo e tem olhos só para a desgraça.

Valdeci Alves Nogueira

Tem gente que rima amor com dor.
Fica a impressão que amar é maldição.

Marta Felipe

Quando eu boto o pé no campo de batalha não sei se é pelo nome que carrego ou pela maldição que me foi entregue, mas todas as flechas desviam, as espadas quebram, os escudos caem e no final o que resta são apenas os corpos estirados ao chão.

Átila Belens

Telefone: Não Ligo?

E a cada ligação,
Uma onda de medo.
Mas que maldição...

Francismar Prestes Leal

Que maldição é esse que insiste em me perseguir por anos à fio? Por mais que eu me esforce, a dor da traição vai e vem, arrancando de mim as melhores esperanças.

Karine Axer Oliveira e Silva

Amor Póstumo

Você foi uma benção e uma maldição em minha vida.

Benção por que descobrí que ainda tenho a capacidade de sonhar, de me emocionar e até chorar ouvindo uma música ou lendo um poema de amor.

Uma benção por despertar meus cinco sentidos ao ouvir sua voz, e querer desesperadamente um carinho seu, um abraço forte.

Você foi benção por que me fez descobrir um mix de emoções e bons sentimentos ainda guardados dentro de mim.

Benção por que, por nós dois, eu tentaria ser mais forte, mais humana, mais humilde, mais mulher, mais tudo!


você também foi maldição. Maldição por que me deixou meses a espera de uma unica atitude sua: coragem.

Maldição por que mais uma vez, despertou (de propósito) um sentimento anteriormente frustrado por ti, como se finalmente tivesse tido a noção do que havia feito comigo no passado.

Maldição por que me deixou plantada 24:hs por dia, durante meses ouvindo algo que não tinha nada a ver comigo, a espera de uma frase qualquer que valesse apena, que fosse do seu coração para o meu.

Abdiquei de inúmeros finais de semana, feriados, lazer, família, apenas pra ficar alí, atenta a tudo, buscando qualquer indício seu.

Você foi uma maldição por que sabia que não teria a coragem de ir adiante, mas, mais uma vez se insinuou pra mim, mexeu comigo, me envolveu no seu jogo de sedução, brincou com meus sentimentos e depois como sempre, fugiu.

Fugiu como se eu quem oferecesse perigo a sua moral e bons costumes, como se eu fosse impura, insana,indigna da sua afeição...

Sim você foi maldição, por que se achou no direito de insinuar que a covarde era eu. Que era eu o motivo da sua insônia, que seria eu a pessoa de duro coração e cheia de mágoas...

Tenho sim minha parcela de culpa, pois esqueci que o coração é enganoso, e por isso tive o que realmente merecí...

Acredite se quiser; eu não tenho nenhuma mágoa de você. Na verdade eu te agradeço pelo: " nada, que poderia ter sido tudo, mais não foi. "

Seni seviyorum

Medidas paliativas são a maldição existente em cada um de nós,seres humanos.

Pedro H. F. Soares

SANTA ESQUIZOFRENIA


Pior, que a maldição da inconstância
Ou a peçonhenta língua que muito fala
É a incoerência da boca que sempre cala.

Tolo Poeta que então, mergulha em trevas
Que se corrói, que se autodestroi!
Fere-se em insanidade cruel.

Ah, excêntrica demência poética!

O surto arquitetado da impotência.
Surtados em si mesmos,
Descem aos submundos da razão.

Santa esquizofrenia revelada,
Extravasada através da composição.
Não importa quantas poesias

Em uma única hora do dia, são.
Uma após outra, escrevem ensandecidos
Em movimentos repletos de emoção.

Interiorizados, choram, blasfemam
É dor, é amor, é ódio, é rancor.
São poemas concisos,

Precisos e hábeis versos,
Casamento perfeito entre a fúria
E a sutileza lírica dos verbos.

Siomara Reis Teixeira

A vida não é um instrumento de maldição ou de injustiça, mas sim de amor ao proximo como Deus quero.

Paidji

Osvaldo Cabral

Fiquei olhando por alguns segundos até essa maldiçao dessa superficialidade gerada pelo senso comum, essa desgraçada dessa compreensão de todas as coisas por meio do saber social, ser dissipada por esse doce sorriso e puro olhar.

Isaias Guerra