Mais ou menos

Cerca de 461 frases e pensamentos: Mais ou menos

Se você pode ter o melhor, porque se contentar com o mais ou menos ??

Dudu Gomes

Nós não temos mais ou menos tempo, temos e teremos todo tempo do mundo. O tempo está ao lado de quem não o mede, há tempo certo pra tudo...

Ronald Sanson Stresser Junior

Quanto mais amamos...
Menos palavras são necessárias!

Heredion

Sou a miscelânea de tudo que já vivi, nem mais nem menos, sou a soma dos caminhos que percorri.

Francesca Moraes

Não me venha com meio termos, ou mais ou menos. Gosto de tudo que é inteiro, intenso, verdadeiro…

Christie Wingler

(...)Posso ser grossa, estúpida, idiota, imbecil, tudo, mais pelo menos sou eu mesma, não preciso de mascaras!

Isadora Alvarenga

...Um mundo onde as pessoas são mais humanas, mais confiáveis, menos arrogante e onde o amor é algo puro e inocente... uma vida onde consigo realizar meus sonhos, até os mais secretos e difíceis, mais aí eu acordei e vi que tudo continua frio e distante.

SilvanaValle

Não sei, mas acho que amor é mais ou menos isso, essa coisa de sentir uma felicidade tão grande por outra pessoa, de está mega feliz por perde-la pra um bem maior durante uns anos, voltar a encher a pasta com seu nome no meu e-mail com várias noticias, desabafos e o compartilhamento de inúmeros fatos felizes. Minha brancona, nunca liguei da nossa distância, nem das várias semanas que não te vejo, mas teu abraço pagaria um seculo, se assim nos o vivêssemos. O mundo é todo seu, vai conquistar o que você sempre mereceu. E volte aos carnavais minha amiga, precisamos sentar a beira da praia! Amo você!

Papo de amizade, para Samantha Vale!

Raileza

Viva mais, reclame menos. Compreenda mais, questione menos. Perdoe mais, ofenda-se menos. Ame mais e ofenda os outros menos.

Wilson Nakao

Não eu não sei, viver no mais ou menos, se amo por inteiro, se odeio com toda a certeza é com todas as minhas forças, e quem vive nessa linha tênue entre amor e
ódio? Quem ali habita simplesmente não existe, é ignorado. Uns chamam de Bipolaridade, outros de falta de caráter, eu prefiro acreditar que foi a forma defensiva que encontrei de viver, separando entre: - Amados os que são pacientes e que vivenciam de forma plena e verdadeira o bem querer bem. - Odiados hipócritas, falsos e mal intencionados. - Ignorados, com toda a certeza os que foram amados, se mostraram odiados e hoje estão apenas esquecidos.

Michelle Wundervald

As vezes deveriamos ser mais duros, ser mais intransigentes, menos passivos, mas tem certas coisas que estão na alma e que não mudam, se meu erro é ser correto, coerente e bom, esse será o meu defeito para o resto da vida.

Fernando Henrique Guimarães

A meu ver quando estamos em paz também estamos alegres, de uma maneira mais ou menos aparente.

Rafael silveira

Fantasmas que nos assombram na madrugada, são, nada mais/nada menos, nossos medos diurnos

Fabi Armond

Há pessoas que nascem para multiplicar o amor. E, com isso, tornam seus dias mais claros, menos expostos às penumbras das provações terrenas. Mire-se nelas.

Aline M. Abdalah

Possuir consciência significa ter percepção mais ou menos clara dos fenômenos que nos informam a respeito da nossa própria existência. Considerando esse significado, será que só consciência mudará nosso planeta? Apenas consciência não é satisfatório para ter o futuro que queremos, precisamos de mais. Necessitamos de meios mais práticos e VIÁVEIS que envolvam a sociedade a cumprir o seu papel com a sustentabilidade, considerando que a maior parte possui uma renda baixa. A natureza sempre vai recompor-se, mas e nós? Não é uma luta para salva-lá e sim para salvar nossa espécie! Cada papel que não é reciclado, cada rio poluído é menos um de nós! Talvez seu filho e seu neto sejam os próximos a perecer pelo disparate que a sua geração comete! Afinal, o que é mais inteligente: Sustentar uma sociedade e seu consumismo frenético a custo da nossa natureza ou conscientizar e agir para nossa própria sobrevivência?

Suzanny Hellen

Mais ou menos 19314 horas solteiro!

Helom

Demonstrações de afeto
Umas situações, no decorrer do tempo, ficam mais ou menos como sempre foram. Outras sofrem modificações, muitas mudam e outras viram pelo avesso. Quando a gente vai vivendo e tem o costume de observar, percebe muito bem as diferenças e, mesmo sem querer querendo, como diz o Chaves, faz comparações.
E entre todas elas, as que mais mudaram foram as manifestações de afeto. Como elas se tornaram efusivas e públicas, como os “eu te amo” são falados a todo o momento, até por crianças que mal sabem falar.
Como os beijos são dados em todo lugar, a toda hora, numa demonstração de fôlego impressionante e línguas acrobáticas. Depois, os beijoqueiros se separam como se nada tivesse acontecido.
Sinto certo pesar pela cobrança das performances sexuais de hoje, pela exigência de orgasmos múltiplos, pela potência que os homens devem apresentar, enfim, pelo negócio esquisito que se tornou a relação sexual dos humanos. E pela curiosidade que cerca o assunto, dando audiência em qualquer mídia em que se apresente, desconhecendo eu, até então, que o mundo tivesse tantos especialistas em relacionamento sexual. Mais se fala em sexo do que em qualquer outro assunto.
Entretanto, o sexo é simples. Baruck Spinosa, filósofo holandês, um dos grandes racionalistas do século XVII, escreveu um texto primoroso onde coloca palavras na boca de Deus para nos fazer refletir sobre nossos conceitos. Em um dos parágrafos, lê-se: “Para de me culpar da tua vida miserável: eu nunca te disse que há algo mau em ti, ou que eras pecador, ou que tua sexualidade fosse algo mau. O sexo é um presente que Eu te dei e com o qual podes expressar teu amor, teu êxtase, tua alegria. Assim, não me culpes por tudo o que te fizeram crer.”
É isto. Apenasmente isto. Uma demonstração de amor, de êxtase, de alegria. Não se fazem necessárias incansáveis busca de novidades, de posições, de fantasias, se entre os amantes o amor for o elo de união. Tanto faz que sejam jovens, maduros ou velhos, o que vale mesmo é que o afeto seja transmitido, passe de um para o outro uma carga de ternura tão grande que supere qualquer outra exigência a não ser esta transmissão. E quem não sabe que um abraço apertado pode ser um ato sexual não entende nada do assunto. Quem não sente que um olhar de zelo e de companheirismo pode ser um ato sexual, não sabe o que é cumplicidade. E quem não sente o coração batendo forte ao se aproximar do ser amado, não está preparado para uma doação integral. O ato sexual não é uma atividade mecânica, automática, como se uma medicação ligasse o motor e ativasse o corpo físico. Não precisa de estimulantes externos e nem de mudanças de locais para que fique apimentado. A gente apimenta é comida, e o ser humano não é um objeto a ser comido. É para ser sentido, amado, respeitado, admirado, tocado com carinho, acarinhado. Tenho consciência de que remo minha canoa contra a correnteza, mas não segui e não seguirei esta correnteza do imediatismo e do uso do outro como objeto de prazer e de satisfação unilateral. Isso para mim tem outro nome, não é união solidária e amorosa.
Enfim, tenho esperança de que os jovens consigam mudar o jeito de ser ao qual foram induzidos pelos que hoje estão por aí, numa busca frenética e inútil pela efemeridade. Tenho esperança do verbo esperançar, e não do verbo esperar. Quem sabe eles percebem que podem andar por um caminho menos percorrido e encontrar nele o que todos procuram nesta vida: a completude. Ser uma pessoa completa, plena, respeitando-se e respeitando quem quer que seja como um seu igual. Não fazendo a ninguém o que não quer que lhe façam. E que, quando se unir sexualmente a alguém, que seja para transmitir seu amor e seu imenso carinho.
Enfim, são essas mudanças nas manifestações de afeto as que percebo que ocorreram, tristemente. Mas não acredito que seja para sempre. Os que estão chegando certamente serão melhores do que nós, pois terão muitas chances a mais de percepção do desacerto que foram cometidos pelos humanos nos últimos séculos. Felizes fossem, para que esta sede de poder, de ganância, de riqueza, de postos políticos, de guerrear? Isso é coisa de gente fora da Graça de Deus. De gente sem a Graça. A palavra é forte, mas é a que define: de gente desgraçada.

Hila Flavia

Todo mundo tem suas carências, todo mundo é humano, todo mundo sente. Uns sentem mais, outros menos, alguns quase nada, mas sentem.

Samara Siqueira

Deveria arriscar mais, me importar menos.

Viver mais, sofrer menos.

Gostaria de me entregar, silenciando meu coração

Fazer algumas loucuras, ignorando minha razão.

Sarah Marcondes Lapenna

Amigos, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, até que a morte os separe, é mais ou menos assim né ?! Seja feliz, com seus amigos, grite e chore, faça tudo que te der vontade, a vida é uma só, você só pode fazer tudo uma vez.

Paulo Oliveira.