Lugar onde eu Moro

Cerca de 142 frases e pensamentos: Lugar onde eu Moro

Não me tornei a princesa, e nem moro num castelo. Se eu pudesse, até casaria com o príncipe Harry mas não tem nada a vê comigo, então esquece. Meus sonhos de infância se foram e só sobrou o que sou de verdade. Aquela mesma menina que olhava para baixo no edifício do padrinho (lê-se: pai) e que cuspia na cabeça dos outros, é a mesma que olha para o vazio procurando alguma solução para todos os problemas.

Layla Péres

“Sei que não sou Alice e que não moro no país das maravilhas, mas tenho certeza de onde começa a fantasia e termina realidade.”

Fernanda Gobo da S. A. Sena

REALIDADE PERIFÉRICA

MORO NA PERIFERIA,
ZONA SUL DE SP,
ONDE O TRABALHADOR JÁ ESTÁ DE PÉ
ANTES MESMO DE O SOL NASCER.

NA PERIFERIA:
A TRABALHADORA VAI À LUTA DIARIAMENTE,
RESISTINDO PARA SER SOBREVIVENTE
DESTA SOCIEDADE EXCLUDENTE,
ONDE ACUMULAR GRANA É MAIS IMPORTANTE QUE AJUDAR O INDIGENTE.

NA PERIFERIA:
A HISTÓRIA DE TANTA GENTE
INTERROMPIDA PRECOCEMENTE
PELO USO DO DESTRUTIVO ENTORPECENTE
QUE DETONOU A SUA MENTE.

NA PERIFERIA:
SÃO HEMISFÉRICAS AS MISTURAS ÉTNICAS
DOS QUE ANDAM SOBRE A TERRA,
QUE AINDA NÃO FOI PAVIMENTADA,
E QUE QUANDO CHOVE, A LAMA É FORMADA.

NA PERIFERIA:
PARA MUITOS FALTA O SANEAMENTO BÁSICO
QUE É SEMPRE PROMETIDO EM ÉPOCA DE SUFRÁGIO,
MAS É ESQUECIDO OU ADIADO EM MUITOS DOS CASOS.

NA PERIFERIA:
É PRECISO DE UM SISTEMA DE EDUCAÇÃO
QUE NOS INSTRUA SOBRE OS DIREITOS DO CIDADÃO,
PARA MELHORAR A VIDA DA POPULAÇÃO
E NÃO UM QUE NOS GUIE NUM CAMINHO DE ESCRAVIDÃO.

NA PERIFERIA:
É PRECISO DE UM TRANSPORTE PÚBLICO DE QUALIDADE
QUE PERMITA À TOD@S CIRCULAR PELA CIDADE,
CONHECER OS PARQUES, TEATROS E MUSEUS DE ARTE,
E QUE NÃO NOS PRIVE DA MOBILIDADE.

NA PERIFERIA:
É PRECISO MELHORAR O SISTEMA DE SAÚDE,
PARA A CRIANÇA, O IDOSO E A JUVENTUDE.
HÁ PROMESSAS DE VÁRIAS MAGNITUDES,
MAS NA HORA DE AGIR, CADÊ A ATITUDE?

NA PERIFERIA:
A POLÍCIA CAUSA PAVOR
PARA A FAMÍLIA INOCENTE E PARA O INFRATOR.
NO MOMENTO, REFLITO:
"ONDE ESTÁ O AMARILDO?"

Daniel Brito

Nem sempre sou tão esquisita assim... No mundo onde moro a minha confusão me entende e vivo perdendo coisas que nunca tive.
Sou um tipo estranho que sai às ruas rindo sozinha e cantando umas musiquinhas mais estranhas ainda que eu acho que foram feitas pra mim.
Vivo à base de coração disparado e à espera de um amor que me salve da boca do dragão!
Aliás, no meu mundo tem um ET que diz ser EU!

Mell Glitter

E a cada dia me desentendo mais. Não vejo o menor sentido em mim, em morar onde moro e conviver com quem convivo. Parece que a cada dia tenho mais certeza de que aqui não é o meu lugar. A falta de assunto de algumas pessoas, de coisas em comum, a ignorância... Tudo isso está me deixando louca. Não entendo o por quê de viver em um lugar onde nada faz sentido. Onde você não se sente bem. Por esse e outros motivos prefiro ficar no meu quarto a maior parte do tempo. Lá é meu mundo, minha vida, sou eu por inteira. Corpo e alma retratados em cada detalhe. Fora do comum para a maioria, mas é onde eu me encontro. Na bagunça de pensamentos, sentimentos e até mesmo roupas. Meu mundo, o qual ninguém entra nem sai sem a minha permissão.

Gabriela Araújo

Ainda Quer Saber Onde Moro ?

Acordar , estar atento , assim a minha rutilação é continua, pela idonea hombridade , não sou escritor , letrista , classifico me na materia de ledor , ou claro brinco com as palavras . Gentilmente escrevo para vós , que atentamente não sou eu , somos nós , passar o tempo passa , direcionantemente assim como uma taça , que ganhar é ser contente . A raiz de tudo pode estar contigo , mas a voz do mundo sempre está comigo, Não querendo exaltar me , mas sim humildemente quero expressar me , Simples nesta Cidade prestigiando na por toda a humanidade , uma gota cai, chuva do céu , de momento um estrondo , a outrora dos trovões , o vento passa para o poente , mas não há motivo de não estar contente , observo te em uma árvore com folhas brilhantes , alucinantes no alto existe um cacho de abelha , onde posso ver cair o mel , Se ainda quer saber onde moro ? - Na Exuberante Cidade , esta a Cidade de Santa Isabel - SP

Gerson Basilio da Silva

Eu moro no mundo, mas o mundo não mora em mim.

Rafael Spagnolo

Eu moro na rua da saudade, que faz esquina com a rua da espera. Longas horas, dias intermináveis e noites que nunca acabam, esperando pra te ver chegar sorrindo e cheia de abraços ternos, com aquele carinho e aquela segurança que só nos teus braços eu encontro.

Paulo Genro Fh.

Eu moro na rua da saudade, que faz esquina com a rua da espera. Longas horas, dias intermináveis e noites que nunca acabam, esperando pra te ver chegar sorrindo e cheia de abraços ternos, com aquele carinho e aquela segurança que só nos teus braços eu encontro.
Nesse meu endereço, tudo parece tão solitário, um retrato de mim, sem ti. Mas nem tudo está perdido, pequena, pois a dois quarteirões fica a rua da felicidade, onde vamos morar. Minha morada na saudade é temporária, e a nossa casa na felicidade será, devéras, pra sempre.
Enquanto te espero, fico em casa, vendo a chuva molhar a saudade, fico ali, quietinho, clamando por tua presença, esperando ansioso pela tua chegada, que tanto bem me faz. Esperando por teus abraços, e teu sorriso doce, teu toque macio, teu falar suave, tudo aquilo que, em um lapso de momento, me faz sentir um morador da felicidade.
Enquanto te espero, agradeço ao destino pela certeza da tua chegada, peço a ele que não te desprenda de mim, e a chuva continua, molhando a saudade e, agora, também os meus olhos, que tanto queriam te ver sorrindo, um quê de tristeza, mas certamente é muito mais felicidade, pois sei que a longa espera vai, de verdade, valer a pena.

Paulo Genro Fh.

Moro ali, faço aqui, sou isso aí, trabalho assim.

Leandro Rasec

Eu vivo numa Terra que tem cheiro de mar, de rio e de lago!
Eu moro no canto, perto do mato fechado ao lado do Shopping Norte.
Eu me deito numa rede no final de tarde para pensar.
Eu voou de bicicleta regozijada do outro lado da rua na casa de mainha, pra comer beiju quentinho e te dá um beijo na testa, na hora de voltar.
Na saída encontro Clarinha, minha sobrinha linda da idade de ninar...no colo de seu pai, meu irmão sanguíneo.
Hoje eu cantei o amor te mandei uma flor que não tem cheiro pra teu coração alegrar... Me arrumei fiquei perfumada e fui deitar.

Arilma da Silva e Silva

Não sou o mais inteligente do mundo
Não sou o mais inteligente do local onde moro
Mas, eu sou inteligente
Sou bem desinformado
As vezes tenho dificuldade em aprender
Mas...
... Eu aprendo, por isso...
... Cuidado comigo, só um aviso, ok?

Fernando R. Couto

Aqui c faz, aqui c paga moro! E o inferno é o limite e os justos subirao

Érick_Lorenzo

"Onde eu moro agente mata saudade na paulada e fala pra ela nunca mais voltar ,se não ela morre, mas a maldita não tem vergonha na cara, tanto que sempre aparece."

Leandro Loureiro

NADA CERTO

Não vivo num deserto
não moro num campo minado
não falo que estou certo
não digo que sou errado


sim, sei aonde estou
sim, aqui vou continuar
sim, lembrei: não sei pra onde vou
sim, mas, não pense que irei parar


talvez, eu vá a pé meu caminho trilhar
talvez, não chegue a nenhum lugar
talvez, irei pra longe ou ficarei aqui perto
talvez, tu seja besta enquanto sou esperto

se nada der certo vou descumprir as normas
vou colocar as mochilas nas costas
não chegarei a lugar nenhum
chegarei a algum lugar que não seja lugar algum.

Sim, não e talvez foi o que eu sempre escutei
sim, pois isso precisa mudar
não, porque só eu despertei
talvez, tu agora vá despertar
sim, não e talvez felizmente já cansei
e quero te despertar pra isso juntos mudar.

Filemon Souza

Moro em um país, onde religiosos são perseguidos e bandidos se tornam Deuses.
Moro em um país onde o governo gasta o dinheiro que sobra no cofre público em estádios de futebol particulares, “viva a democracia!”
Moro no país onde os governantes são hipócritas e compram o povo com sacos de arroz e feijões ao invés de prepara-los para vida!
Moro no país onde a politicagem reina através de pão e circo.
Moro em um país onde o povo e surdo, mudo, cego, burro e Barato.
Moro no Brasil......

Paulo Dantas

Não moro mais em mim...

Sabe aqueles dias que nada faz sentido em sua vida?

Aqueles dias que tudo o que vc gostaria é de dormir e não acordar, até que a dor tenha ido embora?

Hoje eu vivo um desses dias. Hoje eu queria me entregar ao sono mais profundo e nem sequer sonhar. Ficar e sentir apenas o vazio do tempo e das horas que se passam no meu relógio da sala.

Eu preciso sentir esse vazio, pq dentro de mim já não cabe mais nada. Fui estocando tanto amor e dor, que hoje vejo que eu já não tenho mais espaço dentro de mim.

Fui literalmente jogada para fora de mim mesma. E eu já fora do meu corpo, não tenho mais controle sobre ele. “Eu não moro mais em mim” Vejo-o caminhando, sem rumo... Numa estrada muito perigosa, a qual não enxergo o fim. Vejo pedaços meus ficando pelo chão. O primeiro a cair foi meu coração. Esta jogado nessa estrada, e por mais que eu tente pega-lo eu não consigo.

E assim eu vou, um corpo vazio e sem rumo em meio a uma estrada obscura. E o meu EU, quem eu realmente EU SOU vendo tudo sem poder fazer nada, por mais que eu tente, NADA consigo fazer. Meu corpo esta fora de controle. E minha alma, sucumbindo à dor

Olivia Lassance

Eu moro numa cidade chamada solidão
Aqui, tudo é vazio, sem cor, sem brilho.
Há pouco tempo, essa cidade estava habitada
Havia brilho, havia movimento.
Hoje, não passa de um local ermo, deserto, apagado, onde tudo é cinza.
O sol não aparece por completo.
Quando um raio tímido faz menção de aparecer, eis que surge uma nuvem enorme e carregada e tudo fica escuro novamente.
Nas ruas o que se vê são cicatrizes, imagens deturpadas da realidade.
O ar é carregado, pesado e difícil de ser absorvido.
As árvores e plantas estão secas e a chuva é constante.
O palhaço que ficava na praça alegrando a população, há muito tempo deixou de pintar seu rosto, pois não encontra motivos para sorrir, tudo apagou, tudo acabou.
A noite é sombria, as luzes não acendem mais, a lua não tem coragem de aparecer, e as estrelas nesse lugar, deixaram de existir. O que se ouve, de vez em quando, é o cricrilar dos grilos e asas dos morcegos que sobrevoam o país abandonado.
Assim, dessa forma, é que os dias passam na cidade da SOLIDÃO, meu atual endereço.

Estevan

De qualquer canto da minha casa dá pra ver a porta. Só moro com muita janela.
Eu olho pra fora, confiro a validade do passaporte. Saber que só existe oxigênio aqui na Terra me dá claustrofobia.

Reynaldo Araújo

Se tiver saudades de mim, você tem o meu telefone, sabe aonde eu moro, tem todas as minhas redes sociais.

Khess Francisco