Lugar onde eu Moro

Cerca de 124 frases e pensamentos: Lugar onde eu Moro

Moro em um país, onde religiosos são perseguidos e bandidos se tornam Deuses.
Moro em um país onde o governo gasta o dinheiro que sobra no cofre público em estádios de futebol particulares, “viva a democracia!”
Moro no país onde os governantes são hipócritas e compram o povo com sacos de arroz e feijões ao invés de prepara-los para vida!
Moro no país onde a politicagem reina através de pão e circo.
Moro em um país onde o povo e surdo, mudo, cego, burro e Barato.
Moro no Brasil......

Paulo Dantas

Abençoado por Deus?

Moro
Num país
Desigual...

Francismar Prestes Leal

Não vou mais te procurar, vou deixar que você, se quiser venha até mim. Você sabe onde eu moro, você tem o meu número, na verdade o meu coração. Se sentir minha falta me procura, se é que um dia vai precisar de mim.

Heloisa Burtet

Sou do universo. Vivo no Brasil. Nasci no Estado de ninguém. Moro na cidade de todos. Meu bairro é o falado do numero zero. Estudei na escola da vida. Fiz cursos de inteligência sem limites. Me formei na faculdade da sabedoria. Atualmente moro aqui, acolá, ou seja moro no mundo.

Rosângela Aparecida Ribeiro

Ainda ontem no condominio que moro
Uma senhora quando me avistou
Apertou a bolsa ela escondeu sua bolsa
Apertou a bolsa a velha segurou logo a bolsa
São cenas da minha cidade uma doença da sociadede
Cenas da minha cidade uma doença talvez incuravel e
Você ai como passa você ai o que acha e
Você ai como passa você ai o que acha disso.

Edson Gomes

Moro num bairro da periferia de Belém e estou utilizando este meio para divulgar meus pensamentos sobre nobres sentimentos (MEUS), sendo essencialmente sinceros, pois não tenho "diário" ou amigos com quem posso compartilhar em muitos momentos, tão pouco, gostaria de obscurecer minha razão com falso julgamentos ou mero moralismo explícito. Falo especialmente de amor, família, amigos, "amada", e algum resto...

IntraL

VAI DAR TUDO CERTO. Afinal, eu moro no Brasil: país do carnaval; do Big Brother; da ‘mundial’, ‘universal’ etc.; das ‘bolsas’; da impunidade; lugar onde se custeia a corrupção anualmente em estimados R$85 Bilhões! Eis as razões do meu otimismo!

Armando Martins da Silva Neto

Eu moro no mundo, mas o mundo não mora em mim.

Rafael Spagnolo

"Sinto sua falta '' uma porra, sabe onde eu moro, sabe meu telefone e sabe como me achar . Sente porque quer!

Clara Rodrigues.

Ainda Quer Saber Onde Moro ?

Acordar , estar atento , assim a minha rutilação é continua, pela idonea hombridade , não sou escritor , letrista , classifico me na materia de ledor , ou claro brinco com as palavras . Gentilmente escrevo para vós , que atentamente não sou eu , somos nós , passar o tempo passa , direcionantemente assim como uma taça , que ganhar é ser contente . A raiz de tudo pode estar contigo , mas a voz do mundo sempre está comigo, Não querendo exaltar me , mas sim humildemente quero expressar me , Simples nesta Cidade prestigiando na por toda a humanidade , uma gota cai, chuva do céu , de momento um estrondo , a outrora dos trovões , o vento passa para o poente , mas não há motivo de não estar contente , observo te em uma árvore com folhas brilhantes , alucinantes no alto existe um cacho de abelha , onde posso ver cair o mel , Se ainda quer saber onde moro ? - Na Exuberante Cidade , esta a Cidade de Santa Isabel - SP

Gerson Basilio da Silva

´´Moro em um mundo meio estranho... Ouço muito coisas estranhas... De pessoas meio estranhas... Que às vezes brigam, morrem, e, vivem por motivos estranhos... É... Às vezes acho que também sou meio estranho.``

Jean Alves

Eu moro numa cidade onde a maioria das pessoas acha que ser chique é sair em coluna social ou usar roupas de grife.

MariCarlos

Moro em um país maravilhoso, belo por natureza, cheio de riquezas. Tenho orgulho de ser brasileiro, mas, ao mesmo tempo tenho vergonha. É isso mesmo, vergonha. Vergonha de ver tantos trabalhadores, mães de familia, idosos, crianças padecendo e até morrendo em hospitál, e quando chega um marginál que foi baleado pela policia tem atendimento prioritário. Vergonha das nossas escolas que não preparam as crianças e jovens para serem gente, ao invés disso deixam que a escola seja dominada por traficantes que ditam todo o que deve acontecer, e os alunos sem preparo nenhum marcam até briga pela internet. Vergonha da nossa segurança, policiais que deveriam nos proteger se vendendo por mixaria por que o seu salario é uma miséria. Vergonha de saber que assaltantes, assassinos, traficantes, estrupadores que estão na cadeia tem mais segurança, e o governo emprega mais recursos neles do que os cidadões de bem que constróem esse país. Vergonha desse pessoal ai que se auto-intitulam GOVERNO, só estarem se importando em encher os bolços cada vez mais. Vergonha de ver que estão gastando bilhões para fazer um espetáculo para os "gringos" em 2014 e 2016, ao invéz de empregar esse dinheiro que é do povo no próprio povo. E ai, cadê. Cadê aqueles belos discursos das épocas de eleição? "Investir em educação, segurança, saúde, habitação, lazer e etc.", cadê? Nada foi e nem sera feito. O principal problema do nosso país é a desigualdade social, enquanto os que estão no poder ficam cada vez mais podre de rico com o dinheiro do povo. O povo não tem educação, saúde, segurança, habitação; resumindo, não temos nada de qualidade, só restos. Como ja dizia um grande jornalista: ISSO, É, UMA, VERGONHA.
VAMOS LA PODEROSOS, QUE TAL PARAREM AGORA E TENTAR PROMOVER UM ESPETÁCULO BRASILEIRO PARA O PRÓPRIO POVO BRASILEIRO. AINDA DA TEMPO...

Fredson Costa

Moro numa casinha simples feita de pau oco e tenho uma santinha dividindo espaço comigo.

Charles Canela

De qualquer canto da minha casa dá pra ver a porta. Só moro com muita janela.
Eu olho pra fora, confiro a validade do passaporte. Saber que só existe oxigênio aqui na Terra me dá claustrofobia.

Reynaldo Araújo

Eu moro na rua da saudade, que faz esquina com a rua da espera. Longas horas, dias intermináveis e noites que nunca acabam, esperando pra te ver chegar sorrindo e cheia de abraços ternos, com aquele carinho e aquela segurança que só nos teus braços eu encontro.

Paulo Genro Fh.

Eu moro na rua da saudade, que faz esquina com a rua da espera. Longas horas, dias intermináveis e noites que nunca acabam, esperando pra te ver chegar sorrindo e cheia de abraços ternos, com aquele carinho e aquela segurança que só nos teus braços eu encontro.
Nesse meu endereço, tudo parece tão solitário, um retrato de mim, sem ti. Mas nem tudo está perdido, pequena, pois a dois quarteirões fica a rua da felicidade, onde vamos morar. Minha morada na saudade é temporária, e a nossa casa na felicidade será, devéras, pra sempre.
Enquanto te espero, fico em casa, vendo a chuva molhar a saudade, fico ali, quietinho, clamando por tua presença, esperando ansioso pela tua chegada, que tanto bem me faz. Esperando por teus abraços, e teu sorriso doce, teu toque macio, teu falar suave, tudo aquilo que, em um lapso de momento, me faz sentir um morador da felicidade.
Enquanto te espero, agradeço ao destino pela certeza da tua chegada, peço a ele que não te desprenda de mim, e a chuva continua, molhando a saudade e, agora, também os meus olhos, que tanto queriam te ver sorrindo, um quê de tristeza, mas certamente é muito mais felicidade, pois sei que a longa espera vai, de verdade, valer a pena.

Paulo Genro Fh.

Destinos….pontes….

Na região onde moro, o ano começou com fortes chuvas arrastando pontes, derrubando estradas, interrompendo sonhos…mudando destinos? penso que não, pois destino são outras pontes, são as que construímos para chegar onde pretendemos. Construímos pequenas pontes, grandes pontes e algumas que parecem até atravessar oceanos, mas com certeza, somos nós que as concretizamos. Então a ideia é construí-las em solo firme e com estrutura capaz de suportar qualquer abalo físico ou emocional. E isso é difícil, mas razoavelmente possível. Talvez a ponte mais trabalhosa, é a que tem como destino o amor da pessoa que nos espera ou nem sabe que está esperando do outro lado. Pois está ponte tem que estar em constante construção e uma equipe de sentimentos trabalhando incessantemente na manutenção, essa é a parte mais deliciosa desta missão, consiste em tirar todas as pedrinhas do caminho, deixar a pista muito bem pintada, placas de sinalização bem legíveis, para que possamos ler aquela mensagem sob qualquer tempo, ou hora do dia ou noite: Te amo meu amor! E simplesmente depois de construí-la ter coragem de atravessar e abraçar com forte ternura, amor e compromisso, quem nós espera do outro lado.

Andre Saut

Corra atrais doque é seu nao doque é meu mORO?

Pedro Barros

No lugar onde eu moro, tenho quase de tudo, inclusive, ninho de passarinhos na porta de casa. Uma bênção de Deus.

Luiz Maria Borges dos Reis