Livro 11 Minutos de Paulo Coelho

Cerca de 12 frases e pensamentos: Livro 11 Minutos de Paulo Coelho

Porque pensar demais faz a gente desisitir
( do livro Onze Minutos)

Paulo Coelho

Durante toda a minha vida, entendi o amor como uma espécie de escravidão consentida. É mentira: a liberdade só existe quando ele está presente. Quem se entrega totalmente, quem se sente livre, ama o máximo.
E quem ama o máximo, sente-se livre.
Por causa disso, apesar de tudo que posso viver, fazer, descobrir, nada tem sentido. Espero que este tempo passe rápido, para que eu possa voltar à busca de mim mesma - encontrando um homem que me entenda, que não me faça sofrer.
Mas que bobagem é essa que estou dizendo? No amor, ninguém pode machucar ninguém; cada um de nós é responsável por aquilo que sente, e não podemos culpar o outro por isso.
Já me senti ferida quando perdi os homens pelos quais me apaixonei. Hoje estou convencida de que ninguém perde ninguém, porque ninguém possui ninguém.
Essa é a verdadeira experiência da liberdade: ter a coisa mais importante do mundo, sem possuí-la.

Trecho do livro Onze minutos de Paulo Coelho

Posso escolher entre ser uma
vitíma do mundo ou uma aventureira
em busca do meu tesouro: Tudo é uma
questão de como vou encarar a minha vida!

Onze Minutos

O desejo profundo, o desejo mais real é aquele de aproximar-se de alguém. A partir
daí, começam a ocorrer as reações, o homem e a mulher entram em Jogo, mas o que
acontece antes - a atração que os juntou - é impossível de explicar. É o desejo intocado, em
seu estado puro.
Quando o desejo ainda está neste estado puro, homem e mulher se apaixonam pela
vida, vivem cada momento com reverência, e conscientemente, sempre esperando o
momento certo de celebrar a próxima bênção.
Pessoas assim não têm pressa, não precipitam os acontecimentos com ações
inconscientes. Elas sabem que o inevitável se manifestará, que o verdadeiro sempre
encontra uma maneira de mostrar-se. Quando chega o momento, elas não hesitam, não
perdem uma oportunidade, não deixam passar nenhum momento mágico porque respeitam
a importância de cada segundo.

Paulo Coelho (onze minutos)

Sou duas mulheres: uma deseja ter toda a alegria, a paixão, as aventuras que a vida
pode dar. A outra quer ser escrava de uma rotina, da vida familiar, das coisas que podem
ser planejadas e cumpridas.

Paulo Coelho (onze minutos)

Eu nao sou um corpo que tem uma alma sou uma alma que tem uma parte visivel chamada corpo.

retirado de Onze Minutos

A montanha-russa é a minha vida, a vida é um jogo forte e alucinante, a vida é lançar-se de para-quedas, é arriscar-se, cair e voltar a levantar-se, é alpinismo, é querer subir ao topo de si mesmo e ficar insatisfeita e angustiada quando não consegue.

Paulo Coelho (onze minutos)

Claro que o ciúme é normal, embora a vida já lhe tivesse ensinado que era inútil
pensar que alguém pode possuir outra pessoa - quem acredita que isso é possível está
querendo enganar a si mesmo. Apesar disso, não se pode reprimir a idéia do ciúme, ou ter
grandes idéias intelectuais a respeito, ou, ainda, achar que é uma demonstração de
fragilidade.

Paulo Coelho (onze minutos)

O universo só faz sentido quando temos com quem dividir nossas emoções.

Onze Minutos

" A vida é muito curta-ou longa demais para que eu possa me dar o luxo de vivê-lá tão mal"

Onze Minutos

Tempo de nascer, tempo de morrer
Tempo de plantar, tempo de arrancar a planta
Tempo de matar, tempo de curar
Tempo de destruir, tempo de construir
Tempo de chorar, tempo de rir
Tempo de gemer, tempo de bailar
Tempo de atirar pedras, tempo de recolher pedras
Tempo de abraçar, tempo de separar
Tempo de buscar, tempo de perder
Tempo de guardar, tempo de jogar fora
Tempo de rasgar, tempo de costurar
Tempo de calar, tempo de falar
Tempo de amar, tempo de odiar
Tempo de guerra, tempo de paz.

Paulo Coelho (onze minutos)

Só nos conhecemos quando encontramos nossos próprios limites.
(Do livro Onze Minutos)

Paulo Coelho