Lindo Olhar

Cerca de 13692 frases e pensamentos: Lindo Olhar

A meu favor tenho o teu olhar
testemunhando por mim
perante juízes terríveis:
a morte, os amigos, os inimigos.

E aqueles que me assaltam
à noite na solidão do quarto
refugiam-se em fundos sítios dentro de mim
quando de manhã o teu olhar ilumina o quarto.

Protege-me com ele, com o teu olhar,
dos demónios da noite e das aflições do dia,
fala em voz alta, não deixes que adormeça,
afasta de mim o pecado da infelicidade.

Manuel António Pina

Do que vale olhar sem ver?

Johann Wolfgang von Goethe

Nem o sol nem a morte se podem olhar fixamente.

François La Rochefoucauld

Olhar um átomo muda-o, olhar um homem transforma-o, olhar o futuro subverte-o.

Gaston Berger

Todo homem é um abismo, e alguém é capaz de ter vertigens se olhar para baixo.

G. Buchner

Se você olhar atentamente você verá que existe apenas uma coisa e somente uma coisa que causa infelicidade. O nome desta coisa é apego. O que é apego? Um estado emocional de aderência causado pela crença de que sem alguma coisa particular ou alguma pessoa você não consegue ser feliz.

Anthony de Mello

copo de vinho,
um olhar e um toque:
te adivinho...

Carlos Seabra

instante do passarinho
fui olhar
fiquei sozinho

Ricardo Silvestrin

sobre a mesa posta
o olhar do peixe descansa
fitando o infinito

Zemaria Pinto

A única identidade que subsiste perante o olhar que penetra bem fundo é a identidade do que é contrário.

Hugo Hofmannsthal

Natureza nobre é aquela / que tem coragem / de olhar nos olhos / o destino comum, e que com franca língua, / sem subtrair nada da verdade, / confessa o mal que nos foi dado como destino / e a condição baixa e frágil do homem.

Giacomo Leopardi

gota no vidro
um rosto na janela
olhar perdido

Carlos Seabra

A Humanidade não está disposta a olhar com atenção para a conduta dos grandes vencedores, desde que estejam do lado correto.

George Elliot

Quero dizer que meu olhar não é para o PIB e para os juros, é para as pessoas.

Dilma Rousseff

E cintila a chama nos olhos da gente nova, mas nos olhar dos velhos, divisa-se a luz.

Victor Hugo

As pessoas só se tornam verdadeiras estrelas,
quando tem personalidade digna;

quando lutam pelo seu direito de viver;
quando agüentam os problemas,

quando ajudam os outros,
sem se importar com a ingratidão.

Quando mesmo tropeçando,
correm atrás de sua felicidade.

Quando em uma plantação de ódio,
colhem sementes de amor.

Pessoas como você têm o direito de
terem sua luz própria,porque estão
sempre brilhando!!

não sei mais e lindo

Deixa que o olhar do mundo enfim devasse
Teu grande amor que é teu maior segredo!
Que terias perdido, se, mais cedo,
Todo o afeto que sentes se mostrasse?

Basta de enganos! Mostra-me sem medo
Aos homens, afrontando-os face a face:
Quero que os homens todos, quando eu passe,
Invejosos, apontem-me com o dedo.

Olha: não posso mais! Ando tão cheio
Deste amor, que minh’alma se consome
De te exaltar aos olhos do universo...

Ouço em tudo teu nome, em tudo o leio:
E, fatigado de calar teu nome,
Quase o revelo no final de um verso.

Olavo Bilac

"Não me refiro ao olhar apaixonado.
Falo de algo além.

Falo do olhar que paralisa no outro
e não se pode desligar.

Que se apavaroa de advinhar-se
possivelmente feliz e se descobre em profundidade
e espanto no poço do outro ,no fundo do qual
mora uma certeza nunca antes confirmada."

Artur da Távola

Realidade


Em ti o meu olhar fez-se alvorada
E a minha voz fez-se gorgeio de ninho...
E a minha rubra boca apaixonada
Teve a frescura pálida do linho...

Embriagou-me o teu beijo como um vinho
Fulvo de Espanha, em taça cinzelada...
E a minha cabeleireira desatada
Pôs a teus pés a sombra dum caminho...

Minhas pálpebras são cor de verbena,
Eu tenho os olhos garços, sou morena,
E para te encontrar foi que eu nasci...

Tens sido vida fora o meu desejo
E agora, que te falo, que te vejo,
Não sei se te encontrei... se te perdi...

Florbela Espanca

"Erra muito menos quem, com olhar sombrio, considera esse mundo uma espécie de inferno e, portanto, só se preocupa em conseguir um recanto à prova de fogo".

Arthur Schopenhauer