Lindas poesias para Padrinhos de Batismo

Cerca de 678 poesias Lindas para Padrinhos de Batismo

Se você fosse minha
Eu poderia te prometer um monte de coisas lindas
Para te ver feliz
Coisas pelos humanos já mais tidas

A lua branca
A ti eu poderia prometer
O lindo brilho puro
Para um beijo seu ter

As estrelas
A ti eu poderia trazer
A união delas tão magnífica
Para seu coração meu ser

A aurora boreal
A ti eu poderia te dar
Pegaria aquele mais perfeito jogo de luz de todos
Para você me amar

Porem, tudo isto seria falsas promessas
Se você quer um coisa sincera
Eu ti ofereço a minha existência
E nosso amor, pela eternidade queimara

Alex Veloso

Porque as coisas mais bobas, sempre são as mais significantes e as mais lindas?
É incrível como o bobo me facina, me encanta...

Ruth Holanda.

Vivemos lindas, comportadas, perfumadas e com nossa noção de certo e errado previamente determinadas e um dia de repente chega um ser do nada e bagunça tudo isso.
Nossas ações antes moralmente corretas agora vão se transformando e sempre ganhando pequenos descontos e passamos a agir de forma que antes condenávamos, mas no fim sempre acabamos encontrando alguma explicação para aquele ato e na nossa mente começam a brotar frases que comecem ou terminem mais ou menos assim: “foi por isso que aconteceu”, “fiz só por isso”, “não farei mais aquilo, foi só uma vez” (ou das, ou três...)... ou quando entramos em desespero: “não sou uma pessoa má, foi sem querer”, “não farei de novo”, ou principalmente: “não responderei mais a nenhuma mensagem”... Mas o ímpeto de responder a mensagem é mais forte que tudo e a mensagem é esperada como algo vital, assim se cria a dependência.
E fazemos de novo, e de novo, erramos de novo, nos desculpamos de novo e ainda gostamos de tudo isso que causa um frio forte na barriga e um conforto no coração.
Obrigada a você que veio e bagunçou a minha vida, me transformou em alguém cheia de exceções, exceções para ti, exceções para nós... O cara errado na hora errada, e eu que sempre gostei das coisas mais corretas hoje me contendo com meias verdades, meias certezas e um cara que me manda mensagens de bom dia e boa noite.
Sim o obrigada foi irônico.

Diéssani Barbosa Lopes

O INESPERADO DA FLOR

Acordei cedo e fui cuidar de ti.
Tuas pétalas lindas: admirá-las...
Nada mais eu quis como recompensa.
Olhar-te como se olha, espantado, o que é divino.
Aqui estou eu quase te venerando.
Tu és minha flor, minha linda florzinha.
Eu ainda te tenho um amor impublicável.
Ainda te amo com medidas infinitas.
Tomei água, da mais pura em meu peito,
E fui, como sempre cuidadoso, regar-te.
Usei o melhor recipiente para conduzi-la a ti.
Vês que sou eu: teu florista eternamente ao seu cuidado dedicado.
Vês ainda com que paixão faço o meu trabalho.
Mas eu não sabia...
Ou talvez não esperava.
Hoje, enquanto molhava com amor a tua seda,
Entre as pétalas que eu mais admirava,
Tu escondias entre vivas cores,
Uma disposição semelhante a pequenos e venenosos espinhos.
Como eu podia saber?
Tu és a minha florzinha e achei que te conhecia.
Por razões desarrazoadas eu ainda não sabia.
Eu te afaguei com amor
Possivelmente nas horas ou nos lugares errados.
E com teus espinhos me deixastes assim:
Louco, viciado, tonto, roxo de saudade do que não fomos...
E, provavelmente, eternamente machucado...
Cuidei de ti com um amor desconhecido.
E em troca tu me destes a visão de teus espinhos
Dolorosamente em minha carne de florista traspassados.

Gooldemberg Saraiva

Uma menina linda. Dessas lindas de beleza, pureza, imaginação e inteligência. Que não chegou ao estágio ruim das coisas. Dos que não passaram da fase de ser criança.
Hoje ela se embala alto, mas nunca deixou de ser domingo à tarde. Hoje ela põe o batom vermelho, mas ainda deixa todos à vontade. Nunca definitiva. Versões mil dela mesma, que ninguém conhece sequer uma. Mas a gente sabe. Queria escrever sobre ela. Queria a ajuda das palavras. Eu queria apenas uma forma de mostrar tudo que ta no meu peito, que ta se tornando pequeno pra tanto sentimento. Eu queria, pequena minha estrela bailarina, uma força que te salvasse da mulheridade envolvida. Não, eu não vou falar do nosso pobre começo, por mais grata que eu seja que ele tenha existido. Estou interessada no a partir de agora. No agora em diante. Do ridículo ao medo. Do medo a confiança. Não sei prosseguir. Você entende o que é isso? Disparos automáticos de gesso na fonte de onde saem as palavras? E ela? O medo e a espera andando juntos sobre um fio fino. Por favor, pequena minha estrela bailarina, sorria sempre! Busque a felicidade em tudo. No ambiente, no frio, no medo, na árvore, no botão de pause, no sinal vermelho. Sorria! Eu suplico, chorando, soluçando. Você fica linda sorrindo e isso já me fez ganhar um dia, sabia? Não deixe que ninguém lhe tire as cores bonitas do seu mundo - o som alto do Michael Jackson, a inspiração em escrever seus livros, o equilíbrio da sua dança, os filmes que se identifica tanto, o tom da sua determinação, seu desejo de agradar Aquele pra quem oramos. Não deixe e me diga se alguém tentar. É importante e sempre vou lembrar. Te amo, “por causa” de e “apesar de”.

Pérola Thays

Um poeta eu queria ser,
Para lindas palavras falar,
Todo sentimento demonstrar,
De um lindo bem querer.
Siby

Sibylla Ignês

Eis-me

Eis me espancada de saudade dele, que me diz palavras lindas e ainda assim nada diz, nem se abala por essa lacuna que dilacera meu peito....

Eis estancada de vontade de ir embora pra esse colo que é tão meu e que por hora ocupa-se em entreter-se com outros risos...

Eis me encharcada de lágrimas que desentranham de meu ser ao senti-lo tão pertinho, porém sabendo-o tão além de meu alcance...

Eis me entorpecida de amor por ele sem saber se ainda sou seu bem querer como um dia pude crer, pois neste espaço me abandona enregelando sem seu calor...

Eis me enobrecida de ternura ao lembrar-me neste instante que um dia o tive ao redor desse meu corpo tão mendicante de sua força e majestade...

(Eis me aqui petrificada ao constatar ...)

Mar ia

Já li várias mensagens de natal por aí, e algumas eu achei tão lindas, que gostaria até de ter escrito.

Mas eu ando pensando tanto nessas promessas de fim de ano, nesse entusiamo das pessoas, em função de uma mudança de calendário.
As pessoas se abraçam, desejam milhares de coisas lindas aos outros, ao mundo e, dias depois, já estão carregando as velhas mágoas, os rancores antigos, e todos os sentimentos ruins dos anos anteriores.
Até eu fico outra, confesso. Planejando mil coisas, anotando metas em um caderninho cor de rosa. Sonhando e prometendo mudanças a mim mesma...
Então, pra 2012, eu desejo pra todo mundo (e pra mim também) liberdade.
Que nos vejamos livres daquelas histórias que só nos fizeram mal, daquelas pessoas que entraram na nossa vida pra nos magoar, pra nos fazer desacreditar um pouco na tal felicidade.
Que sejamos livres de sentimentos ruins e pessoas pequenas, mas que ocupam um espaço imenso no nosso coração, deixando tudo mais feio lá dentro.
Que a gente consiga desocupar esses espaços e deixá-los livres pra quem quiser entrar, trazendo sorrisos e amor de verdade.
Que mudemos com a mudança de ano. Que deixemos pra trás, junto com ele, os sentimentos ruins, que fazem com que sejamos menos felizes.
E, no lugar de pular algumas ondas, consigamos pular as mágoas, o rancor e a má vibração que o passado nos deixou de herança.
Vamos guardar os momentos lindos em um cantinho do coração e deixar um espaço imenso pras coisas lindas que o novo ano nos reserva?

Que 2012 te traga MUITOS sorrisos e uma paz IMENSA no coração!

Karla Tabalipa

AMIGAS INTIMAS
"e lindas todas as duas...Amigas. Era isso:Amigas íntimas.E se divertiam juntas, davam gargalhadas, bebiam vinho para comemorar segredos guardados em envelopes."

Ana Maria Machado ( Livro Canteiros de Saturno)

Meu mundo
é de REALIZAÇÕES
Muitas EMOÇÕES e várias REAÇÕES
Lindas CANÇÕES
Algumas ILUSÕES
Muitos SERMÕES
mas uma
ETERNA EVOLUÇÃO!

Flavioof

É simples a vida
Nos sorrisos, olhares, lágrimas, abraços
Coisas soltas, mas lindas.
Não tão lindas quanto a explosão
que é o seu amor.
Que de tão meu, já me fazia falta antes de tê-lo.

Rayssa Pascoal

PALAVRAS E SILENCIO

Há algumas coisas que são lindas demais para serem descritas por palavras. É necessário admirá-las em silêncio para apreciá-las em toda a sua plenitude.

As grandes falas servem, freqüentemente, para confundir ou doutrinar. Às vezes, o silêncio é mais esclarecedor que um fluxo de palavras. Olhe para uma mãe diante do seu filho no berço. Ele consegue muito bem tudo o que quer sem dizer nenhuma palavra.

Na realidade, as palavras devem ser a embalagem dos pensamentos. Não adianta fazer longos discursos para expressar os sentimentos de seu coração. Um olhar diz muito mais que um jorro de palavras.

Creio que, em sua grande sabedoria, a natureza nos deu apenas uma língua e dois ouvidos para escutarmos mais e falarmos menos.

Se as palavras não são mais bonitas do que o silêncio, então é preferível não dizer nada. Quanto mais o coração é grande e generoso menos úteis são as palavras.

É necessário lembrar do provérbio dos filósofos: as verdadeiras palavras não são sempre bonitas e as palavras bonitas nem sempre são verdades.

As grandes mentes fazem com que, em poucas palavras, muitas coisas sejam ouvidas. As mentes pequenas acham que têm, pelo contrário, a concessão para falar e não dizer nada.

Poucas palavras são necessárias para expressar “eu gosto de você.” Portanto, todas as outras que poderiam ser ditas são supérfluas...

...e não são palavras curtas e fáceis de serem ditas. São aquelas que causam as maiores conseqüências.

São necessários apenas dois anos para que o ser humano aprenda a falar e toda uma vida para que ele aprenda a ficar em silêncio.

Ser comedido com as palavras é uma prova de profunda sabedoria.

Saber ouvir também.



Texte et création Florian Bernard


Colaboração enviada por: Dilma Souza

enviada por Dilma Souza

Tempestades são lindas...
É como se cada átomo soubesse seu devido lugar, tudo se encaixa perfeitamente como numa sinfonia...
Faz sentir-nos Vivos
Sentir-nos parte de algo maior...

Ezequias de Almeida Lopes

Lembranças que me causam a dor
dos tempos a o vento levou embora
das suas palavras tão lindas
que não me deixavam sozinho.

Como o futuro pode ter me maltratado tanto
se o que fiz no passado foi tão bom.

Pelo menos é o que me parece ao recordar daquele tempo inusitado
onde minhas palavras incentivavam e ajudavam, mas apenas os outros
pois meu coração, alma e corpo nunca foram ajudados por minha palavras
mesmo que elas dissessem tudo que precisava, não conseguia ouviras.

Assim o tempo nos mostra o certo
e nos traz o errado para que o certo seja feito por nós mesmos.

Ouvi tanto, disse tanto, ajudei tanto, mas também maltratei.
Mas quem nunca errou?
Os erros são humanos e os humanos são errados.

Fé , coisa inacabável em meu ser
será sempre o que me moverá pelos caminhos
em busca do melhor.

Será que sou vazio ao ponto de não saber o que é o amor?
Ou será que estou apaixonado ao ponto de não saber o que foi,sou e serei?

Tanto perguntas , mas tão poucas respostas.

Seguirei em frente,
um dia será realizado meu sonho, ou meus sonhos.

Agora o que fazer?
Não sei,
mas o que me interessa também?
O futuro deve ser desconhecido,
se não se torna muito previsível e chato.

Igor Rocha de Jesus.

(Uma conversa partícula, entre eu e eu mesmo)
“Terras lindas eram aquelas onde me aventurei. “
“Algum ouro?”
“Não! Isso era real e não um sonho bobo.”
“Preste bem atenção no que eu sinto! Ouviu?”
“Sim”
“Lá havia de tudo um pouco, senhoras e senhores da alegria e da esperança, passeando em bolhas de sabão, a jovens criadores de diversão e amor sentados nas montanhas do cansaço. Um mundo todo de todos, onde o sorriso era o bom dia, e o abraço era a despedida. Lá conheci milhares de princesas, rainhas, príncipes e reis, observei todos e tudo, e ao vigiar novamente o horizonte, lá estava uma menininha, num horizonte que eu não conseguia reconhecer, dois pilares sustentavam seu descanso na sombra de um pequeno teto, suas mãos pareciam esta feridas, seus olhos pareciam sangrar desespero, porem suas roupas eram de princesas e seu sorriso era único naquele imenso paraíso. Não me contive, e perguntei o que acontecera, porque suas mãos estavam feridas. Ela olhou-me e, apontando para o horizonte dos desconhecidos, sussurrou: ‘por todos eles’. Aquele tempo todo ela se defendia do desconhecido, arriscando sua própria vida. Voltei-me para ela e disse: mas você é uma linda princesa, por que não está nos castelos do horizonte, junto a todas as outas princesas? Novamente ela voltara a apontar, e para minha surpresa, era em direção a mim. Eu? ‘Sim, se eu não fosse o horizonte que sinto ser, eu nunca encontraria, pessoas que se importassem verdadeiramente comigo.’ A vida que ela dava ao tempo, caia nas mãos do desconhecido, que por sua vez não a tratava como o mesmo. Ela tinha importância, ela era real, ela era a vida sendo vivida, ela era ela mesmo.”

Emiehr

Eram lindas imperfeições
Havia mansidão naqueles olhos inquietos
E brilho em seus olhos escuros,
Que foram feitos acidentalmente de propósito
Num propósito de fazer me perder
Quando eu achasse aquelas perfeitas imperfeições

Paulinha Garcêz

Toca-me, toca-me, toca-me.
Toca as tuas lindas mãos no meu corpo.
Os teus lábios no meu.
Se você tocar-me vou escorregar ao mais profundo amor.
Expressar a beleza do seu calor.
Ó, Ó, Ó.
Toca-me, toca-me, toca-me.
Quero sentir as tuas mãos a maciar o meu corpo.
É um sonho que dorme no fundo do meu coração.
Tocar-te sem mais parar.
Porque eu sinto-te cada vez mais distante.
Ó, Ó, Ó.
Toca-me, toca-me, toca-me.
Toca as tuas lindas mãos no meu corpo.
Os teus lábios no meu.
Se você tocar-me vou escorregar no mais profundo amor.
Expressar a beleza do seu calor.
Ó, Ó, Ó.
Toca-me, toca-me, toca-me.

Deusdedith Manuel

Bom dia!
Que seu dia seja um encanto como o canto dos pássaros, e que você possa ver coisas lindas, como as borboletas nas flores.

Milany Lima Gomes

A você

Cantarei
lindas canções
fazendo as noites mais belas
e muito mais encantadoras

declamarei
em tom suave
e à luz do luar
aos sussurros
versos que criei

cantarei
declamarei
especialmente para você

Edson Luis Savegnago

BARCO À VELA
Sidney Santos

Barco à vela
Para o pintor, uma tela
Cores lindas em aquarela

Para o escultor
Um troféu
Horizonte e linha do céu

Para o poeta,
Um momento
Canto de liberdade
A seu lado sabor do vento
Para trás, uma saudade

Santos, um domingo de abril de 2012 as 12:30h
Poeta dos Sonhos

Sidney Poeta Dos Sonhos