Lembrança de Alguém que já Morreu

Cerca de 21569 frases e pensamentos: Lembrança de Alguém que já Morreu

Sonho que sou Alguém cá neste mundo...
Aquela de saber vasto e profundo,
Aos pés de quem a Terra anda curvada!

Florbela Espanca

A palavra morre
Quando é dita,
Alguém diz.
Eu digo que ela começa
A viver
Naquele dia.

Emily Dickinson

Maior parte das palavras que eu disse às pessoas eram as palavras que eu esperava ouvir de alguém...

Augusto Branco

Alguém que vive dentro de suas possibilidades sofre de falta de imaginação.

Oscar Wilde

Amigo: alguém que sabe de tudo a seu respeito e gosta de você mesmo assim.

Elbert Hubbard

O destino de alguém não é nunca um lugar,
mas uma nova forma de olhar as coisas.

Henry Miller

"Estar com alguém só para não estar sozinho é solidão mal administrada."

Martha Medeiros

Doe-se. Neste momento alguém precisa de você, mais do que você precisa de alguém.

Augusto Branco

Ganha-se sempre um novo brilho nos olhos quando alguém afirma através do casamento te considerar tão especial e importante a ponto de querer-te em todas as situações – e para sempre!

Augusto Branco

Já que sempre acabo comendo chocolate no Dia dos Namorados, alguém podia me dar um namorado na Páscoa.

Tati Bernardi

Você ter que amar alguém é necessidade. Você resolver então amar qualquer um é desespero.

Tati Bernardi

Lá estava o meu nome iluminado. Eu disse `Deus, alguém cometeu um erro`. Mas lá estava, todo iluminado. E eu sentei e disse, `Lembre-se você não é uma estrela`. Porém, lá estava todo iluminado.

Marilyn Monroe

"Sempre que se começa a ter amor a alguém, no ramerrão, o amor pega e cresce é porque, de certo jeito, a gente quer que isso seja, e vai, na idéia, querendo e ajudando, mas quando é destino dado, maior que o miúdo, a gente ama inteiriço fatal, carecendo de querer, e é um só facear com as surpresas. Amor desse, cresce primeiro; brota é depois."

Guimarães Rosa

"Ter um amigo é um tesouro sem preço, um gostar sem distância,
de alguém presente em nosso caminho, nas horas de dúvida, de alegria,
demais para ser perdido, importante para ser esquecido..."

Antoine de Saint-Exupéry

Se alguém quiser o teu mal e por acaso te ferir,
não se deixe abalar e sorria:
ser feliz é a melhor vingança.

Augusto Branco

"Plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores!"

Mario Quintana

"Quando atacar alguém por vingança, prepare duas covas"

Confúcio

"O que deve fazer alguém que não sabe o que fazer de si? Utilizar-se como corpo e alma em proveito do corpo e da alma? Ou transformar sua força em força alheia? Ou esperar que de si mesma nasça, como uma consequência, a solução? Nada posso dizer ainda dentro da forma. Tudo o que possuo está muito fundo dentro de mim."

Clarice Lispector

Enquanto escrever e falar vou ter que fingir que alguém está segurando a minha mão.

Clarice Lispector

------ estou procurando, estou procurando. Estou tentando entender. Tentando dar a alguém o que vivi e não sei a quem, mas não quero ficar com o que vivi. Não sei o que fazer do que vivi, tenho medo dessa desorganização profunda. Não confio no que me aconteceu. Aconteceu-me alguma coisa que eu, pelo fato de não a saber como viver, vivi uma outra? A isso quereria chamar desorganização, e teria a segurança de me aventurar, porque saberia depois para onde voltar: para a organização anterior. A isso prefiro chamar desorganização pois não quero me confirmar no que vivi - na confirmação de mim eu perderia o mundo como eu o tinha, e sei que não tenho capacidade para outro.

Se eu me confirmar e me considerar verdadeira, estarei perdida porque não saberei onde engastar meu novo modo de ser - se eu for adiante nas minhas visões fragmentárias, o mundo inteiro terá que se transformar para eu caber nele.
Perdi alguma coisa que me era essencial, e que já não me é mais. Não me é necessária, assim como se eu tivesse perdido uma terceira perna que até então me impossibilitava de andar mas que fazia de mim um tripé estável. Essa terceira perna eu perdi. E voltei a ser uma pessoa que nunca fui. Voltei a ter o que nunca tive: apenas as duas pernas. Sei que somente com duas pernas é que posso caminhar. Mas a ausência inútil da terceira me faz falta e me assusta, era ela que fazia de mim uma coisa encontrável por mim mesma, e sem sequer precisar me procurar.

Clarice Lispector