Lagoa

Cerca de 46 frases e pensamentos: Lagoa

"Mãe, o que é que é o mar, Mãe?" Mar era longe, muito longe dali, espécie duma lagoa enorme, um mundo d´água sem fim, Mãe mesma nunca tinha avistado o mar, suspirava. "Pois, Mãe, então mar é o que a gente tem saudade?"

Guimarães Rosa

Por que que o mar não se apaixona por uma lagoa?

- Porque a gente nunca sabe de quem vai gostar.

Fernando Anitelli

Dentro da lagoa
uma diz "chove", outra diz "não":
conversa de rã.

Eunice Arruda

Dentro da lagoa
uma diz "chove", outra diz "não":
conversa de rã.

Eunice Arruda

Depois do jantar

Também, que idéia a sua: andar a pé, margeando a Lagoa Rodrigo de Freitas, depois do jantar.


O vulto caminhava em sua direção, chegou bem perto, estacou à sua frente. Decerto ia pedir-lhe um auxílio.

— Não tenho trocado. Mas tenho cigarros. Quer um?

— Não fumo, respondeu o outro.

Então ele queria é saber as horas. Levantou o antebraço esquerdo, consultou o relógio:

— 9 e 17... 9 e 20, talvez. Andaram mexendo nele lá em casa.

— Não estou querendo saber quantas horas são. Prefiro o relógio.

— Como?

— Já disse. Vai passando o relógio.

— Mas ...

— Quer que eu mesmo tire? Pode machucar.

— Não. Eu tiro sozinho. Quer dizer... Estou meio sem jeito. Essa fivelinha enguiça quando menos se espera. Por favor, me ajude.

O outro ajudou, a pulseira não era mesmo fácil de desatar. Afinal, o relógio mudou de dono.

— Agora posso continuar?

— Continuar o quê?

— O passeio. Eu estava passeando, não viu?

— Vi, sim. Espera um pouco.

— Esperar o quê?

— Passa a carteira.

— Mas...

— Quer que eu também ajude a tirar? Você não faz nada sozinho, nessa idade?

— Não é isso. Eu pensava que o relógio fosse bastante. Não é um relógio qualquer, veja bem. Coisa fina. Ainda não acabei de pagar...

— E eu com isso? Então vou deixar o serviço pela metade?

— Bom, eu tiro a carteira. Mas vamos fazer um trato.

— Diga.

— Tou com dois mil cruzeiros. Lhe dou mil e fico com mil.

— Engraçadinho, hem? Desde quando o assaltante reparte com o assaltado o produto do assalto?

— Mas você não se identificou como assaltante. Como é que eu podia saber?

— É que eu não gosto de assustar. Sou contra isso de encostar o metal na testa do cara. Sou civilizado, manja?

— Por isso mesmo que é civilizado, você podia rachar comigo o dinheiro. Ele me faz falta, palavra de honra.

— Pera aí. Se você acha que é preciso mostrar revólver, eu mostro.

— Não precisa, não precisa.

— Essa de rachar o legume... Pensa um pouco, amizade. Você está querendo me assaltar, e diz isso com a maior cara-de-pau.

— Eu, assaltar?! Se o dinheiro é meu, então estou assaltando a mim mesmo.

— Calma. Não baralha mais as coisas. Sou eu o assaltante, não sou?

— Claro.

— Você, o assaltado. Certo?

— Confere.

— Então deixa de poesia e passa pra cá os dois mil. Se é que são só dois mil.

— Acha que eu minto? Olha aqui as quatro notas de quinhentos. Veja se tem mais dinheiro na carteira. Se achar uma nota de 10, de cinco cruzeiros, de um, tudo é seu. Quando eu confundi você com um, mendigo (desculpe, não reparei bem) e disse que não tinha trocado, é porque não tinha trocado mesmo.

— Tá bom, não se discute.

— Vamos, procure nos... nos escaninhos.

— Sei lá o que é isso. Também não gosto de mexer nos guardados dos outros. Você me passa a carteira, ela fica sendo minha, aí eu mexo nela à vontade.

— Deixe ao menos tirar os documentos?

— Deixo. Pode até ficar com a carteira. Eu não coleciono. Mas rachar com você, isso de jeito nenhum. É contra as regras.

— Nem uma de quinhentos? Uma só.

— Nada. O mais que eu posso fazer é dar dinheiro pro ônibus. Mas nem isso você precisa. Pela pinta se vê que mora perto.

— Nem eu ia aceitar dinheiro de você.

— Orgulhoso, hem? Fique sabendo que tenho ajudado muita gente neste mundo. Bom, tudo legal. Até outra vez. Mas antes, uma lembrancinha.

Sacou da arma e deu-lhe um tiro no pé.

Carlos Drummond de Andrade

Aniversário

É.... dois patinhos na lagoa
indo em direção de sonhos...
de realizações;
as vezes
menina sapeca,
menina mulher...
me chamam de chinesa, de mestiça
até de chilena maluka...
jeito simples de se viver
ato pelo dito, dito pela boca...
amigos faço nesta jornada pelo lago;
amigos para sempre, que conheci hoje
amigos desde infância que até hoje permanecem
pessoas que apenas passam
e deixam um poco de si em mim...
nada é por um acaso
o acaso é agora.
viva o hoje com reconhecimento do ontem
para se viver melhor no futuro...

o que tão normal ir com uma meia na bolsa
para colocar no frio?
o que tão normal estar brisada com sono e com banana?
o que tão normal que ser multi uso?
assim sou eu.. simples para uns
complexa para outros...

Nilya

A garça mora no morro durante o dia voa até a lagoa para se alimentar, sem distinguir feriados, dias de natal, ano novo, pascoa ou jogo de final. Seu relógio é o sol, seu calendário é a posição dos astros no mar sideral. E vê a mãe que chora, o filho que comemora, a multidão calejada avançar e vê a vela pra santa, o avião que levanta e a frente fria chegar e passar. A garça mora no morro durante o dia voa até a lagoa para se alimentar, sem distinguir feriados, dias de natal, ano novo, pascoa ou jogo de final. Seu relógio é o sol, seu calendário é a posição dos astros no mar sideral. E vê a fome e o assalto, a bola e a pipa no alto, o casal que constrói o seu lar e ver a roupa na corda, o soldado que aborda, e a erosão lentamente atuar..

Forfun

Pode ser neto da lua, mas nunca alcançará as estrelas.

Nelci Lagoa

... Hoje quero a calma de uma lagoa... plácida. Quero amar sem angustia. Quero viver os dias um a um (sem planos mirabolantes), mas na certeza que estou me doando pra fazer diferença para as pessoas que estão ao meu lado, sempre...
Por outro lado, anseio o mar revolto, cheio de tempestades ... me deixa viva, ativa, lúcida e pilhada.
Tenho as quatro fases da lua cravadas no peito ... Hoje estou crescente. Amanhã, minguando... depende do que acontece, do que existe para viver.
Não queira me entender, me ame como sou.
Sou intensa.
Ignoro a mesmice, o 'morno'... não que me passe desapercebido, mas porque não me faz diferença. Fosse assim, bebia leite apenas.
Mas sou de muitos sabores mais ácidos, ferventes e apimentados.
A diferença está no que me toca a alma, faz carinho no meu coração e faz com que eu sinta 8348569863863865 borboletas voando dentro de mim ... aí sim... me atiro por completo.
... Me atiro, pego no 220... dou choque, quero conjugar verbos recíprocos.
Custo a abrir mão de sentimentos e pessoas que não me entendem... sou ainda capaz de entender elas mais do que me entenderiam em mil anos... questão de respeito, amor gratuito.
Se boas almas vão para o céu... eu diria que a minha caminhará por todos os lados, eternamente....

Drica Bizzo

Ser

Acredito eu
Difícil não é ser um rio, uma lagoa,
Difícil é ser sereia
Guardar tanto silêncio
Tantos segredos
E ser um mínimo dos desejos
De tantos e há todas as horas

Emmanuel Almeida

As águas claras da lagoa mais próxima
estão tão distantes da minha sede
Que eu resolvi negociar
com a tempestade.

Antônio Marcos Pensamento da Silva (cantor ator e poeta)

As pessoas buscam uma fonte interminavel de prazeres e vicios e, assim como em uma lagoa disponivel para todos, um individuo pode regir semelhantes: não beba de minha agua, voce a contaminará; entretanto, aos olhos desavisados, o rio corrente funciona como o oposto do lago, relativizando a tirania. Como ser autoritario, se a pessoa que bebe a agua está, em relação à correnteza, à sua frente?

Andrey Botanarsky

Como uma moeda em uma lagoa congelada,como um peixe dourado em uma tigela. Eu não quero ouvir você chorar.




Carlos Eduardo Sudário

Gessika Felix

Certa vez uma Rã, que passava a Vida a coaxar em altos brados à beira da lagoa onde morava, ouviu o cacarejar de uma galinha que andava ali pelas margens.

- Como és Desagradável! – Gritou-lhe a Rã – por que fazes Tamanha Gritaria?

- Porque pus um Ovo – respondeu a Galinha.

- E por teres Posto um Ovo precisas fazer esse Alvoroço Todo?.

- Fica sabendo que preciso – cacarejou a Galinha, indignada. – Eu estou contando ao Mundo o que fiz. E tu, que nada Fazes, por que estás eternamente a Coaxar?

MORAL DA FÁBULA: Perdoa-se Algum Barulho a Quem Produziu Algum Trabalho, mas Quem Nada Produz Deve, Pelo Menos, Produzir SILÊNCIO.

Linartt Vieira

O amor deixa as pessoas silenciosas, tal qual a superfície de uma lagoa imóvel mas cheia de vida por dentro

Nelson Sganzerla

Se um dia chover mulher vai ser uma boa, tomara que minha casa vire lagoa...

Eduardo Costa

Um dia fui andar e em um sobressalto comecei a observar uma moça na lagoa a brincar com os patos que ali estavam a nadar, era bela e muito singela, uma linda menina que não sabia o que pensar pois o mundo a sua volta conseguia iluminar, seu nome, não me lembro, mas suas feições me hipnotizaram tão indevidamente que eu não conseguia sair daquele lugar, ela me encantou e encantou a todos que passavam ali, pois com leves movimentos conseguia maravilhar e me levava a pensar como alguém tão linda poderia existir e ao mesmo tempo eu não poder me aproximar, porque nos fez assim? Tão longe um do outro que nunca poderemos nos encontrar e eu fiquei naquele banco, no lago, esperando que um dia o que eu sentia em um retrato fosse transformado.

Lucas Geraldini Coelho

Se tirares um peixinho da lagoa imunda e colocares num aquário, não o deixarás mais feliz!

Daniel Bueno