Frases de Jung

Cerca de 88 frases de Jung

O encontro de duas personalidades assemelha-se ao contato de duas substâncias químicas: se alguma reação ocorre, ambos sofrem uma transformação.

Carl Jung

Sua visão se tornará clara somente quando você olhar para dentro do seu coração. Quem olha para fora, sonha. Quem olha para dentro, acorda.

Carl Jung

O ego é dotado de um poder, de uma força criativa, conquista tardia da humanidade, a que chamamos vontade.

Carl Jung

Quando pensamos, fazêmo-lo com o fim de julgar ou chegar a uma conclusão; quando sentimos, é para atribuir um valor pessoal a qualquer coisa que fazemos.

Carl Jung

O sapato que se ajusta a um homem aperta o outro; não há nada para a vida que funcione em todos os casos.

Carl Jung

Onde o amor impera, não há desejo de poder; e onde o poder predomina, há falta de amor. Um é a sombra do outro.

Carl Jung

Uns sapatos que ficam bem numa pessoa são pequenos para uma outra; não existe uma receita para a vida que sirva para todos.

Carl Jung

Erros são, no final das contas, fundamentos da verdade. Se um homem não sabe o que uma coisa é, já é um avanço do conhecimento saber o que ela não é.

Carl Jung

Os sonhos são as manifestações não falsificadas da atividade criativa inconsciente.

Carl Jung

Tudo o que nos irrita nos outros pode nos levar a uma melhor compreensão de nós mesmos.

Carl Jung

Tudo aquilo que não enfrentamos em vida acaba se tornando o nosso destino.

Carl Jung

Aquilo que na vida tem sentido, mesmo sendo qualquer coisa de mínimo, prima sobre algo de grande, porém isento de sentido

Carl Jung

Que insensato eu fui! Como me esforcei para forçar todas as coisas a harmonizarem-se com o que eu pensava que devia ser...

Carl Jung

Erros são, no final das contas, fundamentos da verdade. Se um homem não sabe o que uma coisa é, já é um avanço do conhecimento saber o que ela não é.

Carl Jung

O homem que não atravessa o inferno de suas paixões também não as supera.

Carl Jung

Até onde conseguimos discenir, o único
propósito da existência humana é acender
uma luz na escuridão da mera existência

Carl Jung