Julgar os outros

Cerca de 392 frases e pensamentos: Julgar os outros

Quando julgamos os outros, condenamo-nos a nós.”

Padre Antônio Vieira

O que você julga como impossível o outro torna realidade, a diferença está na determinação de cada um.

Ataíde Lemos

É de certo modo normal julgarmos os outros. Seria hipocrisia minha dizer que não julgo. Se você vê alguém sendo diferente em público, estranha logo de cara e às vezes se sente constrangido pela atitude do outro. Talvez porque fomos ensinados desde crianças que precisamos ser quadrados o tempo todo. Por isso estamos acostumados a achar um pouco perturbadora qualquer coisa que se mostre original.

Kéfera Buchmann

FACIL FALAR E JULGAR DEFICIL E SENTIR E SUPORTAR A DOR QUE O OUTRO DEVERAS SENTE

Aracy Ferreira

Meus irmãos, não faleis mal uns dos outros. Quem fala mal de seu irmão, ou o julga, fala mal da lei e julga a lei. E se julgas a lei, já não és observador da lei, mas seu juiz.

Tiago 4, 12

Bíblia

"O bom julgador, por si, julga os outros!"



I INTRODUÇÂO

Pretendia escrever artigo sobre esse mesmo assunto, ao qual tenho dedicado a maior parte de minha vida profissional. O tempo tem sido pouco e, ao receber o artigo que hoje posto, enviado pelo amigo Odoaldo Vasconcelos Torres , aposentado e lutador pelos Direitos todos que têm sido NEGADOS pelos governos, pensei logo na necessidade de vê-lo publicado.

“O sonho não acabou”… e assim continuaremos a sonhar e a agir. O caos pelo qual estamos passando é de anos, mas piorou durante o governo de FFHHCC, o presidente ’scholar’. Prosseguiu com LULA o ’presidente trabalhador’ e , como sua fiel escudeira venceu a eleição,e disse (sic) seguiria fazendo o que seu mestre lhe ensinara, tudo indica continuará com o mesmo tratamento de seu criador, o Reizinho(quase destronado) de Pindorama. (*)

Em artigo conciso, objetivo e verdadeiro, seu autor revela as verdades sobre a forma desconsiderada e de lamentável desrespeito frontal à própria Contituição Federal, os aposentados e pensionistas do RGPS, que esses desgovernados governos têm-nos tratado.

Faltou Lula com a verdade para eleger-se a primeira vez, ao combater o desumano Fator Previdenciário . Faltou com a verdade durante oito longos anos . Aliás: não só ele como sua ’troupe’, são dotados de talentos histriônicos consideráveis, pois todas as vezes em que se pronunciam, tem-se ouvido tudo, menos verdades. Não mais enganam a quem quer que seja. A VERDADE é clara como a LUZ SOLAR. Muitas das mentiras ditas – a maioria – estão já descobertas, pois o Sol as tem derretido. Muitas mais – senão TODAS aparecerão.

De nada adiantará o PNDH3 que Sua Majestade alegou ter assinado sem ler. Nenhum brasileiro nasceu para ser escravo de ideologias quaisquer que sejam, muito menos permitirão, os que amam o país, um revivaI -zumbi de um Stalinismo-Leninismo já transformado em pó, como modelo de governo. Somos uma democracia e assim continuaremos. Democracia esta, que permite e respeita a existência de partidos outros ditos ’de esquerda’. Todavia, o PT de LULLA, foi desviado pelo seu chefe da sua rota primeira e carreou consigo os demais, implantando a anarquia neste pais.

Amizades com líderes das FARCs, que não podem ser negadas, pois registradas na mídia; atitudes como a referente a BATTISTI, condenado à prisão perpétua pela Corte Suprema da Itália (com a qual o Brasil assinou Contrato de Extradição) e que LULA descumpriu e agora, para finalizar, envergonhando mais uma vez – entre tantas – nosso país, ousa querer conceder aquele criminoso cidadania brasileira – como se aqui já não houvesse bandidos em demasia – não só dentro,como mas fora das prisões…

Senhores, a essas duas situações, poderia acrescentar muitas mais – no entanto, não é este meu propósito agora. Esta é uma simples introdução ao artigo (com o qual concordo amplamente) de um brasileiro indignado- como eu e tantos outros.

Leiam amigos e inteirem-se da triste realidade que o senhor Odoaldo revela. Não poderão alegar, como o faz o líder dos trabalhadores – que pouco ou nada trabalhou: que não sabiam. Sabem, sim – e os que em sua seguidora votaram. São tão responsáveis quando elles não só pelo mal que têm feito, como pelo que estão planejando do fazer. Serão coniventes.

AINDA HÁ TEMPO, NÃO AJAM COMO MOUCOS E MUDOS. PENSEM NO FUTURO – EM COMO SERÁ - SE IMPLANTAREM O QUE PRETENDEM.

Mirna Cavalcanti de Albuquerque

(*) Emocionado, o referido monarca tupiniquim, por ter que deixar o poder (pelo menos aparentemente), não tem podido conter suas lágrimas.Comove até mesmo os corações mais emperdenidos.

II – O BOM JULGADOR, POR SI, JULGA OS OUTROS!

O presidente Luis Inácio, em mais um de seus “discursos inferiores,” disse mais uma vez que a queda da CPMF foi um ato de “ódio, rancor e maldade.” Ora, o seu PT quando da criação da CPMF, foi contra. O seu governo, em seus seis anos de arrecadação da mesma, não melhorou em nada a Saúde no Brasil. Não deixou de morrer gente nas filas dos Hospitais; a dengue campeou; o brasileiro teve que fazer mais um sacrifício e recorrer aos Planos de Saúde privados para não morrer nas portas dos hospitais. Na vigência da CPMF, o dinheiro entrava e ninguém sabia para onde ia. O fato é que a Saúde Pública no Brasil é caso de calamidade pública.

Alegar que é falta de dinheiro, pela queda da CPMF, é desculpa esfarrapada. Dinheiro tem. O que mais se viu e ouviu, foi que, a cada mês, a arrecadação aumentava.

Presidente diminua os Ministérios incompetentes e desnecessários; diminua os gastos com cartões corporativos; diminua as viagens internacionais inúteis, para fazer campanha para o senhor galgar a Presidência da ONU(**); diminua as dispensas das dívidas de países da África e da América Latina; deixe de pagar os absurdos juros da Dívida Interna, considerando que esta já foi paga muitas vezes; diminua a corrupção no seu governo; diminua os DAS dos “cumpanherus,” que, com certeza, o dinheiro aparecerá e a Saúde poderá melhorar, isto se tiver um Ministro competente e comprometido com a solução dos graves problemas do Brasil.

Presidente, ódio, rancor e maldade, este foi o sentimento que o senhor demonstrou durante todo o seu governo, contra a frágil oposição.

Lembra-se que o senhor na campanha para as eleições de 2010, pregou a extinção do DEM? Então Presidente, quem é que tem ódio, rancor e maldade? O bom julgador, por si, julga os outros!

Odoaldo Vasconcelos Passos - Belém-PA

(**) NOTA :

Eu, Mirna Cavalcanti de Albuquerque, penso que as trapalhadas (para ser o mais polida possível) de Lula impedirão que tal – ou algo assemelhado – ocorra. E rogo mesmo a Deus não o permita.

mirna cavalcanti de albuquerque e Odoaldo Vasconcelos Passos

A capacidade das pessoas é olhar os outros do seu jeito, e depois julga-la como você acha que deve ser, mais isso as vezes te prejudica pois somos um só. Todos uma unica pessoa sem etnia uma unica verdade, ainda não descoberta...

VagnerMadruga

As circunstâncias podem ser julgadas de acordo com valores normais,mas também com outros, espirituais. Os primeiros são egoístas, baseados na defesa do território, os outros são do futuro, desconhecidos porém promotores do bem.

carlos luciano

Julgar o proximo é o reflexo de seus defeitos culpando os outros..E reprimindo seus desejos.

Patricia Coelho

Vivo a minha maneira, para que os outros não me julgue pelo que sou, e minha maneira é viver como se não houvesse amanhã.

Anna Carolina

Levanta a cabeça e segue em frente pois tu és mais forte do que os outros julgam

SaraaK

Olhe o outro mais devagar. Olhares apressados resultam em julgamentos precipitados.

Alexandra Fabri

Não julgue os outros somente porque os erros deles são um pouco diferentes daqueles que você comete rotineiramente e sem qualquer constrangimento.

Flavio Garcia

Julgar os outros e algo de pessoas ignorantes e insuficientes com elas próprias

Gustavo Velasco

Um assassino não pode julgar outro assassino, pois ambos cometeram o mesmo crime ou até piores seja recentemente ou há muito tempo atrás. A mesma coisa é quando alguém julga o erro do próximo. Ninguém é menos humano que ninguém.

Lisa Marie Santana Ferreira

Veja bem: Você já viu alguém que tem a vida interessante gastar seu tempo julgando a vida dos outros? Quem mais se incomoda com o que o outro faz ou deixa de fazer é porque queria fazer o mesmo mas não tem coragem ou porque é tão infeliz que não tem experiências interessantes da sua própria vida para contar aí tem que falar da vida dos outros.
Gente feliz não fica parado esperando as coisas acontecerem, não deixam de viver com medo de julgamentos e muito menos, não tem medo de errar, afinal, errar é humano.
Quem é feliz ousa, vive, não se importa e acima de tudo não precisa ficar colocando a vida de ninguém em pauta, pois a sua felicidade já consome todo o seu tempo.
Quem não é feliz vive de inveja, de “SE” eu fizesse, “SE” eu vivesse assim... Infelicidade faz você enxergar os defeitos alheios e se esquecer dos seus.
Lembre-se bem, antes de julgar os outros olhe pra sua própria vida frustrada. Se for seu amigo fale na cara, se não for, deixe pra lá, julgar e falar mal de ninguém vai te tornar melhor.
Deus pode perdoar um erro, mas um julgamento não. Julgar é um papel exclusivo dele.

Millana Reis

É fácil... Julgar, criticar, acreditar nas pessoas, tomar as dores dos outros e até se meter na vida e decisões de pessoas...! Muito fácil tudo isso!

Mas, aí pouco a pouco vamos conhecendo bem algumas pessoas, passamos por situações que nunca tínhamos vivido e que quando estávamos de fora... era fácil dar opinião, o difícil é viver e sentir o que o outro já sentiu na pele... E aí cada um tem um tipo de recurso para lidar com mesmo!

Vivendo e aprendendo... Tudo começa a fazer sentido quando passamos por provações, aí... ocorre mudança, você aprende a valorizar o que realmente vale a pena. Cresce, evoluí, se transforma para o seu melhor...

Toda situação negativa, tem um lado positivo... #sempre

Deise Barreto

A grande verdade é que nos achamos melhores do que os outros, então para não ficar para trás, julgamos, medimos e condenamos as pessoas.

Alcindo Almeida

Se você errou não fique se culpando e nem ligue se outros estão te julgando.
Eles também não são perfeitos. Você não deve nada a eles e por final quem julga muito os outros é para tentar desviar seus próprios erros ou sentimento de inferioridade.

Louise Figueiredo - Psicoterapeuta Regressiva RJ

Sábio é aquele que,reconhece seus próprios erros,e não julgam os dos outros!

Reggae é som