Jogador de Futebol

Cerca de 551 frases e pensamentos: Jogador de Futebol

Escrevo a vida como se jogasse futebol

Guto Graça

Assistir filme pornô é como ver a um jogo de futebol, você gosta mesmo é de estar jogando, mas também curte ficar só assistindo!

Carlos Augusto de Oliveira

Desencontros

Uma amizade;
vários risos;
Anos de amizade;dias de sol.
Tardes sem futebol...
Cinema!!
E um dúvida que fica:" O que eu devo fazer? "
Um dia pra decidir.
Um zap receber, e triste ficar.
Mas no final, a única coisa que fica é a amizade real.

Karol Calisto

Éramos os donos da bola, tínhamos o futebol arte, depois passamos para o de resultado e agora temos o futebol desastre!!

Eduardo Dalla Bernardina Seidel

QUE IMPORTA A COPA?

Eu não estou preocupado
que o Brasil vença a Copa do Mundo de Futebol.
Eu estou preocupado
é que o Brasil vença o analfabetismo,
a educação sem qualidade,
a pedofilia, o tráfico, as drogas,
a falta de médicos e medicamentos,
a falta de leitos nos hospitais,
a falta de segurança em todo país,
a falta de rodovias dignas,
a falta de aeroportos e portos,
a falta de moradia e de empregos.
Estou preocupado sim
não com mais um título internacional;
mas com o Brasil nacional
que vai continuar
depois do Mundial.

Antonio Costta

BRASIL: em cada esquina um técnico de futebol e um brasileiro pessimista. O time tem jeito, o Brasil,não.

Rogério Carvalho

Aqui é o pais do futebol, seria bem melhor se fosse o pais da segurança, educação e saúde.

Paulo Batista dos Santos

O povo vai aos estádios de futebol e lutam, gritam, brigam, matam e se matam pelo seu TIME. Mas não tem a mesma garra para lutar pelo seus direitos de CIDADÃOS.

Paulo Batista dos Santos

Tanto faz o Brasil ganhar ou perder a copa do Mundo de Futebol. Não é uma taça que vai dar condições melhores para o povo brasileiro.

Paulo Batista dos Santos

Intensamente cada segundo.

Hei, vamos jogar futebol de rua
Pegamos aquela bola
Da época do Pelé
Reunimos a galera
Vocês já sabem como é (sacoméné)

Os cacos de tijolo
Eram os gols
E também servia para marcar o campo
Ligamos o som para dar ritmo ao jogo
Sempre naquele estilo Black

A felicidade transbordava
Em cada emoção
“Brigas, risadas, canelas machucas”
Marcadas em cada sensação

A partir de quatro amigos
Tudo foi se multiplicando
Por vários meses
Passamos então da pré historia
Para a modernidade
Nem tanta modernidade assim (rsrsrsr)

Mas tudo ia se transformando
As pedras deram lugar
Para as balizas de ferro
Tempos em que ninguém pensava em nada

Aquelas noites não era somente futebol
Passávamos momentos de fraternidade
Amizade e alegria
E se falava de tudo

Virou o centro de reuniões
O som incomodava os vizinhos
Que ficavam loucos
Policia era nossa companhia diária

Hoje o que resta, é o silêncio, a escuridão
E uma simples rua
Nada mais do que isso
Até os vizinhos sentem falta

Esse filme acaba
Quando atravesso a rua.

Diony Peroli

Um povo que se cala diante das falcatruas de seus governantes, que se embriaga com futebol, carnaval e bolsa-família, é digno deles... Eis o povo brasileiro!

Paulo Fernando da Silva

Em época de política, religião e futebol, a solução
para ser eterno é a salvação.

Helgir Girodo

Técnico de futebol é aquela pessoa autorizada a ficar do lado do campo, gritando com seus jogadores. Só.

Josemar Bosi

Os Hipocritas te criticam por tudo,até parecem torcida de futebol quando esta caminhando na frente deles.

Gilmar Fontes

Tem uns caras que são os melhores no futebol, bolinha de gude, soltando pipas e como se não bastassem são bonitos. Deus o que eu te fiz?

Ronei Porto da Rocha

Divertido?

Horário, pra tudo?
Até o futebol,
Deve ser pontual?

Francismar Prestes Leal

Eu quero mais segundas de folga
Mais terças de brincadeira
Quartas sem futebol
Eu quero mais quintas sem feira
Sextas, sábados e domingos sem memória.

Natan Wegner

Time de futebol, banda favorita, religião, partido político, ("fanatismo"), e sua opinião são coisas que não preciso...

Maiara Belle

Pep Guardiola, o Nietzsche do futebol.

Às vezes nos interrogamos sobre o que se tornou o futebol brasileiro de uns tempos pra cá.
Testamos mil possibilidades, desde eventuais escolhas mal feitas a teorias conspiratórias as mais engenhosas. Mas dificilmente chegamos às conclusões mais óbvias, e na minha opinião a mais significativa delas é: as cabeças que fazem o futebol são burras. Simples assim. A maioria dos jogadores entra nessa lista de ignorantes? Sim, claro que entra! Mas o essencial não são eles, nem a mídia, nem a CBF - são os técnicos. Eles são o que se chama de cabeças idealizadoras, eles são os gerentes dos fatores ideológicos do futebol; e acredite, ideologia é tudo.
Prosseguimos tentando, na nossa inocente perspectiva, entender o por quê de Muricy Ramalho não ter aprendido nada ao tomar de quatro do Barcelona. Por que Neymar não joga bem na seleção? Por que Alex Cabeção nunca teve de fato lugar nos times da Seleção? Por que Ganso, esperança dos amantes de futebol, não vinga? São perguntas que eu responderei com outra pergunta: você colocaria um pedreiro para fazer filosofia? Esse é o caso de 99% dos técnicos de futebol - eles são pedreiros fazendo filosofia. E não, não estou insultando nem os pedreiros nem a falta de conhecimento intelectual dos técnicos, pelo contrário, eu acho que o pedreiro não deve ser exigido além daquilo que ele sabe fazer, e nisso ele é infinitamente melhor que eu ou você. Do mesmo modo, quando Luxemburgo diz: "o Sr. é um retógrado", ao invés de retrógrado, ao economista e presidente do Palmeiras Luiz Gonzaga Belluzzo, ele não deve ser criticado por isso; além de todo mundo ser passível de erro um técnico de futebol não tem obrigação de falar corretamente uma palavra como retrógrado ou escrevê-la da mesma maneira. Não, não é isso que eu chamo de burrice.
Pois bem, pra mostrar o quanto há burrice nos clubes e principalmente nos técnicos vamos matar a cobra e mostrar o pau (não estou dizendo aqui que há burrice no mercado da bola, até porque os empresários é que são os gênios - do mal?). Temos dois nomes que balançam o coração de qualquer idealista de verdade, com os quais clubes e técnicos nada aprendem: Barcelona e Pep Guardiola. Sem precisar entrevistá-lo ou ver alguma biografia do Pep nós percebemos, no seu time mesmo, algumas lições:
1° A melhor defesa é o ataque
2° Se eu corro atrás deles eu me canso, e vice-versa.
3° Se eu giro a bola constantemente tenho muito mais possibilidades de encontrar saídas para o gol e mesmo para me manter com a bola.
4° O toque é a coisa mais importante para se alcançar o gol e a posse de bola, por tanto temos de aprimorá-lo.
5° O passe é a segunda coisa mais importante, devemos aprimorá-lo.
6° A finalização é só uma consequência de jogadores com toque de bola aprimorado.
7° É necessário que tenhamos bons jogadores para cumprir os requisitos acima citados, se for possível ter um ou dois craques no time melhor ainda.
O Barça, por sua vez, nos ensina que capitalismo e talento, mesmo rangendo, podem conviver. E também que o dinheiro não é superior à ideologia - vemos na história do Barcelona inúmeros craques, principalmente brasileiros. Mas não é só isso, não são só craques, são craques que assimilam uma filosofia do jogar bem a qualquer custo. Do contrário, sem ideologia vide o rival, Real Madri, sempre "achando" gols, com seus times burocráticos mesmo cheios de craques. Claro que estou dizendo isso recentemente. Acredito que antes o Barça se equiparava as outras equipes.
E aonde Pep foi buscar os tais conceitos futebolísticos que o fazem um Nietzsche do futebol? Na seleção de 82? Meio ponto pra você que pensou essa alternativa, mas um ponto inteiro pra mim que pensei essa e outra, o futebol de salão. Quando você procura o Fàbregas pela Tv, você pensa: putz, mas esse cara tava aqui agorinha mesmo. Daí o Xavi dá uma rodadinha e um passe na diagonal, para o vazio. Que vazio coisa nenhuma, como um Bóson de higgs Messi invade o espaço, espaço antes habitado por dois zagueiros e um lateral direito que, deslocados pelo mesmo Fàbregas correm atrás do atacante do Barcelona, aquele que está recebendo o passe de Messi e que vai fazer o gooooooooooooooooooool. Mágica? Utopia? Idealismo? Nada, futebol de salão. A famosa prancheta até atrapalharia o Guardiola nessas circunstâncias, sabe por que? Porque filosofia de jogo tem de ser assimilada e não decorada, tem que ser sentida depois de entendida. Futebol tem muito mais a ver com geometria conceitual (estou inventado essa disciplina agora) do que com os decorebas dos técnicos-pedreiros velhos e retrógrados.

Thiago Mariano

Quando um HOMEM quer não tem mãe, trabalho, amigos, futebol, reunião, unha encravada, tempestade, celular sem bateria, computador sem rede, estudo, falta de carro, distância, falta de grana que o impeçam de estar com você. Então na boa, não vem com desculpinha que isso não cola

Camila Bill