Insaciável

Cerca de 67 frases e pensamentos: Insaciável

A busca pelo prazer estético é como o gozo de um putinha insaciável.

Rummenigge Paz.

A Vaidade é o insaciável sexto sentido do tolo.

Carlyle

Nada tenho em mim se não um desejo insaciável de mudar o que ao meu ver, não esta bom.

Joice Soares

Lembrei-me hoje do nosso último encontro, revivi aquela noite incrível em que você estava insaciável. Foi mesmo uma noite maravilhosa na qual pude testar toda a minha capacidade física.

JonatasFagundes

No prazer insaciável, beijar-te, encontrei-me.

Gustavo Ferreira

...Minhas atitudes encontram-se umas com as outras; e todas elas se elevam no meu amor insaciável pela humanidade..."

Taize Mortari

Eu preciso de alma, não me completo facilmente. Sou insaciável. Me explico no silêncio, me apresento nele também. Posso ser de fácil compreensão para aqueles que leem o olhar, e incompreensível para os intelectuais. Defina-me ou deixe-me ser sem me entender.

Karla Fabricya

O que é bom nunca fica velho, ruim e desinteressante. Portanto, sempre será algo insaciável.

Felipe Melliary

Olhares se procuram. Talvez seja aquela sede insaciável pelo fruto proibido que dê toda a graça.

Mundo da Mika

Amar-te é observar a fusão do amor absoluto com o desejo insaciável.E, em seguida, apreciar a explosão das diferentes sensações que me causam.

Marcos Kazushi Nomura

Meu amor é detalhista, é exagerado, é insaciavel.
Ele ama cada fio do teu cabelo, ele guarda todos os teus olhares, teus perfumes, tuas manhas.
Ele tem o prazer de te idolatrar, e sempre te querer só porque sim

José Moreira

É insaciável o desejo de doar-se a quem mora em nosso pensamento.

Daniel Bueno

O "Ser" humano desafia a ciência numa busca insaciável de respostas e controle sobre tudo

Rogério Cássio Moreira Lima

Corrida do ouro

A busca insaciável da riqueza
Em nossa vida é idolatria
A busca com ambição da riqueza
Em nossa vida é escravidão

A busca egoísta de bens materiais
Em nossa vida é ausência de Deus
Mas a falta de dinheiro para o básico
Em nossa vida é sofrimento e aflição

Devemos reconhecer
O valor que o dinheiro tem
E não comprar o que não precisa
Com o dinheiro que não tem

Aprender a administrá-lo
E ter abundância na vida
Sem nunca desprezá-lo
É um dos legados dessa vida

Djalma CMF

Tenha uma insatisfação insaciável por dentro e verá resultados incalculáveis por fora.

Leonardo Beraldi

"Desejo que você tenha todos os dias de sua vida, uma insaciável sede e fome de viver!"

Adamaris Elias

O saber se constrói com a busca insaciável do conhecimento, e as habilidades para lidar com a problemática da lógica se consolidam com o árduo sacrifício da prática, sendo ambos
movidos pela lastimosa vaidade do ser, estar e o poder.

Louzada, 10102013

Me salve de mim

A fome que sinto do novo é insaciável. O vazio da vida que levo me mantem cada vez mais em absoluta inércia. Nem a esperança tem adoçado os meus dias. O mundo que sonhei pra mim, já não cabe mais em meus sonhos. E imploro, ardentemente, inconsolavelmente; por um fio de luz, nesse meu obscuro viver.

Mariane Nogueira

A mulher que reside em mim
Sempre insaciável na cama
para o homem que me domina
Te cobiça, em loucuras que eu mesma me desconheço
Te recebe, te ama fora, dentro
rasgando-me a roupa nessa paixão de desejo.

—By Coelhinha

(Abnizia) By Coelhinha

Fome de viver
Tenho insaciável fome de vida! E é tanta; tanta fome, que em alguns momentos há o receio de que o tempo que me espera – quanto, só Deus sabe – por mais extenso que seja; não consiga amenizar nem metade das sensações que essa avidez me causa; tanto mais na alma que no estômago. Receio justificado, não por qualquer tipo de pessimismo, mas muito mais pela qualidade do apetite. Pois que é o tipo de fome que de se alimentar só se aumenta. Porque quero muito, quase que tudo e quero muito mais.
Quero nutrir-me muito mais de tudo o que sustentou decididamente meu corpo e espírito até aqui. Quero mais do pão e do vinho. Quero a insuperável energia advinda do alimento espiritual, e neste; o apreciar do paladar divino. Quero mais ternuras de algodão doce e travessuras de pé de moleque; pipoca, sorvete e todas aquelas delícias com encanto e sabor de infância. Quero degustar um tanto mais do tempero apurado na presença da minha família e do agrado prazeroso que de cada um deles emana; daqueles só possíveis de serem saboreados em “casa de mãe”. Quero quilos e quilos de sal (e também açúcar, pimenta, água e fogo) com o meu amor, diluídos em doses contínuas de cumplicidade, lealdade e respeito. Quero estoques intermináveis da voz macia, dos sorrisos doces, dos abraços quentes, dos beijos suaves, dos olhares inocentes e tudo mais que vem da minha filha, que me faz experimentar sempre o melhor do céu, da terra e do mel. Quero mais do gosto dos encontros compartilhados, dos olhares afetuosos, das aproximações despretensiosas, dos risos fáceis, dos choros compreendidos, das diferenças respeitadas e dos sentimentos sinceramente correspondidos.
Meu apetite voraz não para por aí. Cobiço encontrar naquilo que já provei os condimentos que, na época, não identifiquei. Tenho desejo de reconciliação, redescoberta e recriação das iguarias já degustadas. Sabe aquele tipo de comida (re)inventada, simples e ao mesmo tempo requintada, tanto na aparência quanto no sabor?! Pois é, tenho fome desta também.
Meu desejo guloso manifesta sensações de sede. Tem ânsia de mundo, disposição ávida de futuro, de descobertas, de estreias, de surpresas, de novas e tantas outras formas possíveis de me fazer ser e existir. Minha fome é, por demais, sedenta. Sedenta de literatura, livro, poesia, palavra e poema. Quer alimentar-se, mas jamais por completo saciar-se, de sabedoria, de sustento e de vitaminada flexibilidade. Meu apetite apetece se deliciar com a leveza de boas músicas, agradáveis filmes e admiráveis imagens. Tenho desejo imenso de muito trabalho; de com o outro – concomitantemente convidado de honra, anfitrião e chefe renomado – partilhar da mesa saborosa de emancipação e farta de potencialidades.
Tenho desmedida fome de vida, de paz, amor e felicidade. De tudo o que me alimenta, nutre e hidrata. Como, como; bebo, bebo e, de querer, não me farto. Mas sabe o que é melhor?! Embora eu esteja ganhando quilos com tanta ambição, nenhuma grama tem peso de gordura. Acredite! Nadica de nada. Pois o ganho que tenho – e que consigo aos poucos ir acumulando – no corpo, na alma e no coração é outro. São quilos obesos de expectativas e tentativas de bem viver, muito amar, e tanto mais ainda degustar o bom que há em tudo, até a última gota. Desconfio que seja salutar e que não mata.

Renata Moreira