Humanização

Cerca de 77 frases e pensamentos: Humanização

Eu antes vivia de um mundo humanizado,mas o puramente vivo derrubou a moralidade que eu tinha.
É qye um mundo todo vivo tem a força de um Inferno

Clarice Lispector

Porque o jornalismo é uma paixão insaciável que só se pode digerir e humanizar mediante a confrontação descarnada com a realidade. Quem não sofreu essa servidão que se alimenta dos imprevistos da vida, não pode imaginá-la. Quem não viveu a palpitação sobrenatural da notícia, o orgasmo do furo, a demolição moral do fracasso, não pode sequer conceber o que são. Ninguém que não tenha nascido para isso e esteja disposto a viver só para isso poderia persistir numa profissão tão incompreensível e voraz, cuja obra termina depois de cada notícia, como se fora para sempre, mas que não concede um instante de paz enquanto não torna a começar com mais ardor do que nunca no minuto seguinte.

Gabriel García Márquez

Repara como o poeta humaniza as coisas: dá hesitação às folhas, anseios ao vento. Talvez seja assim que Deus dá alma aos homens.

Mario Quintana

Exercitar as virtudes se faz necessário para se chegar a ética e posteriormente à humanização.

José Maria Ribeiro

Não é possível refazer este país, democratizá-lo, humanizá-lo, torná-lo sério, com adolescentes brincando de matar gente, ofendendo a vida, destruindo o sonho, inviabilizando o amor. Se a educação sozinha não transformar a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda.

Paulo Freire

Cada vez que a tecnologia avança o ser humano deve avançar na sua humanização,seja mais humano.

Ronald Parada

Ei, minha pureza amadurecida, sou o seu desumano e sua desestruturação, portanto não me humanize e muito menos me estruture. Me deixa mais cru do que eu já sou... só assim esse meu amor sai da forma mais pura, livre de contaminações.

Jota Cê

-

Jota Cê - Néctar da Flor

Viviam vazios, entediados, ansiosos, inundados de tranqüilizantes. Não se humanizavam. Eram deuses que morriam um pouco a cada momento, eram deuses que negavam seus conflitos

Augusto Cury Livro Vendedor de sonhos

Ser gente

Me aproximo do animalesco nesta vida
Prá tentar me humanizar.
Sou tentada a largar a minha lida
No intento de um muro derrubar.

Perdão, segurança, liberdade.
Utopia de uma vida surreal.
Aprendendo com o que sofre de vaidade
Me rasgo inteira neste mundo desigual.

Pelo tempo que me gasto trabalhando
Sou questionada e tratada sem valor
Quando aviso que ao sair estou ajudando
Não entendem minha prova de amor.

Quando o erro vem do outro não se julga
A intenção é o que prova seu valor
Quando o erro vem de mim, se põe a culpa
Não importa que me cause tanta dor.

O que não percebo ao meu redor
É a humanização que se defende
Produtividade vem de meu suor
Mas o caminho que eu faço não se entende.

Sinalizo o que preciso prá viver
E tento equilibrar a situação
Que seja eu se alguém vir a perder
Nome, posse ou titulação.

Por isso agora tenho buscado chegar mais perto
Do que privado foi de liberdade, de uma vida decente.
Prá que, de algum jeito, fique mais claro o certo
Prá que de uma vez por todas eu vire gente.

Angela Natel

Por que existem os animais? Para humanizarem a humanidade.
(Pensamentos soltos na brisa das tardes. Sorocaba/SP: Crearte Editora, 2013)

Sergio Diniz

Haverá liberdade e paz...
quando houver respeito,
conscientização,
igualdade e humanização!

Niva Aragues

Gosto de me fazer de forte,
Mais percebo que nas minhas fraquezas,
que me humanizo.
E nessa horas que percebo como sou guerreira.

Por que nunca pensei em desistir de mim

Juliana Serafim

Escrevo pra mim humanizar como pessoa,
As palavras bonitas só tem sentido,
Caso seja para tornar pessoas melhores.

Juliana Serafim

(...)
Se eu pudesse humanizar minha alma
Diria que ela está exangue
Com uma expressão mofina
De um cavaleiro derrotado
Que não foi morto no duelo;

Escudo quebrado,
Espada baixa,
Armadura despedaçada,
Olhar langue, vergonhoso,
Os músculos fadigados.
Ali, imóvel, no meio daquela multidão
De olhares repressores.
Digno de pena.

A espada que a pouco parecia dar-lhe plenitude
É agora o símbolo de sua derrota
Algo que não pode mais levantar
Algo tão pesado que já nem pode segurar
Mas com o punho fechado, serrado, da euforia que passou a pouco,
Também o impossibilita de solta-la.

De símbolo de força e garra a símbolo de derrota e humilhação
Torna-se agora uma chance de recomeço,
Mais uma ultima fagulha de força e esperança
De, quem sabe, mais um duelo mortal.
(...)

Edu Carvalho

Como esperar um mundo mais humanizado, se as crianças estão sendo educadas para serem robotizadas.

Carla Amaral Vidotti