Hoje eu acordei mais cedo

Cerca de 42 frases e pensamentos: Hoje eu acordei mais cedo

Era uma manhã chuvosa, e ainda assim acordei cedo e com muita disposição. Estava disposta a viver aquele dia ao invés de vê-lo apenas passar. Tomei um banho, vesti minha melhor roupa, passei um batom e fui enfrentar o mundo lá fora. Dei alguns passos, e o vi. Lá estava ele me fazendo lembrar que ainda sofro. Logo voltei pra casa e me fechei no meu mundo outra vez.

Gabriela Stacul

Por causa da profunda tristeza
hoje não acordei cedo,
sentindo a frieza nos ossos
da solidão e dor.
Que têm sido minhas companheiras
nesta caminhada estreita
para o Reino de meu Senhor.
Parar não posso, nem desviar-me vou,
se não tenho certeza
na quietude espero,
a provisão
que não falta,
Vinda de meu Senhor.
Revoltar-me, Jamais.
Pois, não sou eu que vivo mais
E sim quem vive por mim,
que peleja e me defende
das mãos de satanás.
É Jesus Cristo o meu Salvador.
Aquieta-me a alma,
Quando eu sem calma,
na oração peço socorro.
O meu coração recebe o refrigério
Para eu seguir meu ministério
de crer em Deus
Por Jesus Cristo o Senhor.

Arilma da Silva e Silva

LAURA
Era manha de domingo
Acordei cedo fui lê aquele velho livro ao som das águas do mar
Sempre lhe via passar, caminhando no calçadão de forma espojada, mas parecia estar com o raciocínio trabalhando constantemente... Passava ali naquele mesmo horário todos os dias eu já não ia, mas para lê e sim vê-la.
Nesse dia foi diferente
Hoje o livro por algum motivo que eu não me lembro qual, estava mais interessante por isso passei a prestar menos atenção, já que meus olhares diários não eram correspondidos
Até que ouvi um suntuoso: bom dia!
Escutei aquela voz que ousava me interromper na minha leitura diária e respondi: _ Bom dia!
Quando olho aquela menina, mulher de perto, estávamos tão próximas que meus sentidos ficaram atordoas diante daquela presença a qual desejava há tanto tempo ao meu lado
Seu olhar finalmente correspondeu ao meu e foi de uma intensidade inexplicável que me dizia mais do que ela mesma podia imaginar, me sorria de forma faceira e intrigante sabia o que causava em mim.
Os meus pensamentos todos os dias lhe deu um nome diferente, era ora de desvendar esse mistério
Então, quebrei o silêncio: qual o seu nome?
Sem desviar o olhar ela respondeu: LAURA
Oh! Laura foi assim que te conheci
Admirei-te tanto e por um tempo que será indeterminado
Laura me perdoe pela despedida que é tão dolorosa, mas é necessária
Não sei ser de uma só pessoa por muito tempo
Não me julgue! Te peço não me julgue
Não sabes a dor que é ser do jeito que sou
Laura, que nome lindo e como tu és bela
Me encanto toda vez que você sorrir pra mim dessa forma
LAURA: “_Você partiu meu coração!”
Não diga isso, quando te conheci não sabias o que era o amor
Hoje tens amor de sobra dentro de te
Hoje é por mim
Amanha será por outra pessoa
Minha queria não é o fim
Depois verás que não é o fim
Há muito mais lá fora do que podes imaginar
Te dei só um aperitivo
Agora vai e descobre onde estar tua sobremesa.

Lilaslm

Qual é a sua história?

Hoje acordei cedo, tomei o meu banho matinal e saí. Andei por toda a cidade, fotografei alguns parques, observei detalhes. Não entendo por que dormimos até tarde, o clima da manhã é tão fabuloso.

Sentei num daqueles bancos de praça antigo - madeiras envernizadas com verniz marítimo, as partes de ferro (com alguns sinais de oxidação) bem torneadas e com pequenos detalhes delicados, como a moldura de um camafeu antigo. Quem será que já sentou-se nesse mesmo banco?

De lá observei uma mulher de altura mediana, morena, cabelos curtos e cacheados. Bem vestida. Bem acompanhada. Mas não notei sequer um sorriso daqueles lábios finos e meio pálidos. Então, qual é a história dessa mulher, por qual motivo ela não sorria - sendo ela tão linda, bem vestida e com boas companhias?

Levantei e voltei a caminhar, a fotografar. Olhei pra cada pessoa ao meu redor - Por que diabos fiz isso? Quem faz isso? - e várias perguntas surgiram. Quem são essas pessoas, de onde vieram e para onde estão indo?

O que quero dizer é que cada um de nós temos uma história. Eu olhei pra cada pessoa e imaginei elas quando eram bebês, quando deram seus primeiros passinhos ou quando deram o seu primeiro beijo, quando namoraram pela primeira vez, quando se tornaram adultos, quando conseguiram o seu primeiro emprego ou como a vida foi dura e complicada. Essas pessoas são o que elas queriam ser, trabalham com o que sonhavam, se casaram (ou não) porque estava nos planos? Quem eram essas pessoas, como foi a vida delas e como está sendo? E aquela mulher que eu disse lá no início, talvez ela não seja feliz por algum motivo.. quem dera eu pudesse tê-la conhecido para saber um pouco sobre sua história.

E acho que isso é um pouco do que falta nas pessoas: vontade de conhecer outras pessoas verdadeiramente. Depois dessa explosão de tecnologia e redes sociais, a comunicação se tornou muito rápida e, talvez, monótona justamente por ser rápida demais. Que saudade de sentar para tomar um café e prosear por horas e horas, ir embora já com vontade de voltar a prosear e me lembrar que daqui uns dias ou até mesmo semanas eu tenho mais coisas pra contar e pra ouvir, talvez com essa mesma pessoa que eu sentei pra tomar um café.

Eu também tenho a minha história e poucas pessoas perguntam sobre ela - na real eu prefiro ouvir histórias de outras pessoas do que contar a minha própria. E vocês, qual é a história de vocês? Como eram quando bebês, na infância, na adolescência... AGORA? Como era a característica do seu sorriso ou o seu modo de andar? Cada um tem a sua história, pretendo levar comigo um pouco de cada que eu conhecer.

Jéssica Calaça Lima

Hoje eu acordei cedo disposto a dar uma lida em Direito Constitucional e, na altura em que José Afonso da Silva diz ser "na democracia que a liberdade encontra campo de expansão", extasiado por tal constatação, pego meu copo de Coca-Cola estupidamente gelado e encontro dentro dele um condor. Sim, um pássaro condor que não estava ali a toa e que me remeteu imediatamente à terceira fase do Romantismo brasileiro, e me fez lembrar de Castro Alves com sua poesia libertária influenciada por Victor Hugo. Então lembrei-me dos escravos, da liberdade ao inverso naqueles navios negreiros, dos miseráveis dos dias de hoje que ainda ontem dormiram nas ruas suportando a chuva fria que caía, e abri a janela e disse ao condor: voe, pois só tu és livre.
Ele se foi, rumo às Cordilheiras dos Andes onde é o seu lugar. E quanto ao copo de Coca-Cola, fiquei feliz por não ser um rato...

Hugo Pires

Acordei cedo, meio tonta, ao olhar no espelho, não me reconheci...

Lembrei-me dos sonhos e de tantos dias passados, quantos sonhos já havia conquistado? Por que demora tanto, e por que a felicidade se faz apenas em tão curtos momentos? Dá uma saudade tão grande de ser feliz!

A todo o momento alguém fala comigo através de algum escrito ou fotografia, porém, a mensagem que mais consegui ler foi quando as olhei nos olhos e pude notá-las longe dos rótulos; vi tantas histórias e compreendi - se me atentar em um dia posso aprender tantas coisas que jamais imaginária, se não me manter segura meio as almofadas de meu umbigo, perceberei que o outro tem sentimento, e que seus olhos traduzem o que eu estava necessitando para continuar a escrever meus livros. Ah! Esses pequenos detalhes tão santos que me trazem a inspiração... Objetos e coisas, pessoas e sentimentos tão cheio de detalhes... Distraio-me de mim mesma ao observar o mundo, esquecendo-me dos anseios que em muitas vezes me tornam algoz.

Passei os olhos nas páginas de minha vida, tive medo... Poderia escrever minha biografia, daria um livro, no mínimo útil aos julgadores existentes entre o bem e o mal. Desisti. Não seria capaz de ver meus pedaços contados entre os becos e palácios; prefiro dizê-los nas entrelinhas de meus sonhos poéticos ou na brincadeira do inverso ao criar as personagens que realizam o meu sonho de ser o que eu nunca fui.

Penso em minha extensão... Como estou os criando - se já não estão criados, e mesmo assim, olho e vejo-os ainda tão pequeninos, fazendo ninho em meu ventre como se ainda estivessem no útero. Não pude fazer de meus filhos a realização dos meus sonhos perdidos. Dei a eles a escolha em ser aquilo que os fazem felizes. Compreendo isso por amor, pois sei que amar a um filho é não obrigá-lo a viver com as minhas mentiras.

Enfim... Foi uma manhã tremenda... Apenas vinte minutos de reflexão. Voltei ao ofício amado realizado pelo Microsoft Office Word, receptor de minhas barbáries secretas... Renasci... Refiz-me daquilo que meus olhos incrédulos não poderiam acreditar... Amar também deve ser assim - o acalento de uma fagulha capaz de salvar a vida inteira... A isto chamo escrever.

Adriana Vargas

Acordei cedo, meio tonta, ao olhar no espelho, não me reconheci...

Lembrei-me dos sonhos e de tantos dias passados, quantos sonhos já havia conquistado? Por que demora tanto, e por que a felicidade se faz apenas em tão curtos momentos? Dá uma saudade tão grande de ser feliz!

A todo o momento alguém fala comigo através de algum escrito ou fotografia, porém, a mensagem que mais consegui ler foi quando as olhei nos olhos e pude notá-las longe dos rótulos; vi tantas histórias e compreendi - se me atentar em um dia posso aprender tantas coisas que jamais imaginária, se não me manter segura meio as almofadas de meu umbigo, perceberei que o outro tem sentimento, e que seus olhos traduzem o que eu estava necessitando para continuar a escrever meus livros. Ah! Esses pequenos detalhes tão santos que me trazem a inspiração... Objetos e coisas, pessoas e sentimentos tão cheio de detalhes... Distraio-me de mim mesma ao observar o mundo, esquecendo-me dos anseios que em muitas vezes me tornam algoz.

Passei os olhos nas páginas de minha vida, tive medo... Poderia escrever minha biografia, daria um livro, no mínimo útil aos julgadores existentes entre o bem e o mal. Desisti. Não seria capaz de ver meus pedaços contados entre os becos e palácios; prefiro dizê-los nas entrelinhas de meus sonhos poéticos ou na brincadeira do inverso ao criar as personagens que realizam o meu sonho de ser o que eu nunca fui.

Penso em minha extensão... Como estou os criando - se já não estão criados, e mesmo assim, olho e vejo-os ainda tão pequeninos, fazendo ninho em meu ventre como se ainda estivessem no útero. Não pude fazer de meus filhos a realização dos meus sonhos perdidos. Dei a eles a escolha em ser aquilo que os fazem felizes. Compreendo isso por amor, pois sei que amar a um filho é não obrigá-lo a viver com as minhas mentiras.

Enfim... Foi uma manhã tremenda... Apenas vinte minutos de reflexão. Voltei ao ofício amado realizado pelo Microsoft Office Word, receptor de minhas barbáries secretas... Renasci... Refiz-me daquilo que meus olhos incrédulos não poderiam acreditar... Amar também deve ser assim - o acalento de uma fagulha capaz de salvar a vida inteira... A isto chamo escrever.

Adriana Vargas

Acordei cedo, meio tonta, ao olhar no espelho, não me reconheci...
Lembrei-me dos sonhos e de tantos dias passados, quantos sonhos já havia conquistado? Por que demora tanto, e por que a felicidade se faz apenas, em tão curtos momentos, que de me lembrar, dá uma saudade tão grande de ser feliz?

Adriana Vargas

"Acordei cedo hoje. Pulei da cama às seis da manhã, dei uma bela caminhada até a janela e voltei para a cama às 6H05. Fiquei dez minutos debaixo do chuveiro frio. Amanhã pretendo abrir a água"

Henry Youngman

Certo dia acordei cedo e fiquei pensando na vida...apos alguns minutos parei pra analisar que o sonhos de muitos eh ser bem sucedido ou ter dinheiro...porém parei e refleti,dinheiro n eh nem nunca será sinônimo de felicidade,eh soh necessidade,o verdadeiro sonho eh ter um amor verdadeiro e com ele constituir uma família...em que a cada fim do dia seria uma vitória para esses pais...isso sim n tem preço...

Erick Pacheco

Acordei cedo
bem de manhãzinha
pra te ver nascer
sem saber como seria...
um clarão surgiu
pouco antes das seis horas
nesta manhã fria
gelada de outono
os pássaros cantaram
sem parar
despontou forte
sem nuvens para atrapalhar.
A chuva que ontem assustava
deu lugar
ao teu calor
que veio irradiar
venha...
sol imponente aquecer os nossos corações
as pessoas se alegram
ressurgem raios de esperança.
(Fouquet, maio 2010)

Marcelo Fouquet Rosembrock

Desencontros

Hoje acordei cedo, o céu não estava azul como sempre, estava cinza, meio nublado e nem o sol apareceu, ele estava escondido atrás das nuvens, o dia estava sem vida.
Me bateu uma tristeza, deu vontade de voltar pra cama e esquecer de tudo, mas cheguei a conclusão que não adianta se esconder de baixo do edredom e chorar, a tristeza não vai passar, ela não vai desaparecer do nada, não é como apenas piscar os olhos; essas coisas passam com o tempo. E é isso que eu mas lamento o simples fato das coisas não se resolverem com tanta facilidade.
Apesar da minha tamanha tristeza, não quero guardar mágoas, isso não faz bem pra mim e nem pra ninguém, eu só queria que você entendesse que as coisas nem sempre são do jeito que nós gostaríamos; querer nem sempre é poder.
Espero que as coisas mudem lá na frente às coisas vão mudar, mas por enquanto é apenas isso que eu posso te oferecer, é pouco, mas já é alguma coisa.
Não quero dizer adeus, quero apenas dizer até logo.

Gabriela Santos

Cedo

Hoje acordei cedo...
Dei bom dia ao sol.
Acordei cedo...
Só para sentir na minha pele toda a suavidade do sereno da manhã.
Cedo...
Para viver um pouco mais.
Para ver os primeiros feixes de sol beijando minha face.
Para respirar da brisa leve e fresca das manhãs de inverno.
Acordei cedo e abri a janela...
Para contemplar lá no horizonte todos os meus sonhos.
Abri as janelas da alma e do coração...
Para o ar fresco circular aqui dentro,
E carregar tudo o que há de impuro aqui dentro.
Eu acordei cedo...
E ouvi os pássaros cantando uma melodia suave... suave...
Acordei cedo...
Para começar a realizar todos os meus sonhos.
Acordei cedo...
Para dar um sorriso a mais.
Para fazer uma pequenina prece de agradecimento.
Eui acordei cedo...
Para sentir o perfume das rosas orvalhadas... como é bom!
Hoje, acordei...
Para pensar em ti...
Em nós.
Acordei cedo,
Pra ter mais tempo pra te falar de tudo o que sinto.
Cedo... somente pra ter mais alguns minutos ao teu lado.
Eu acordei cedo...
Pra dizer hoje...
O quanto te amo.
Cedo... porque depois, poderia ser muito tarde.
Acordei cedo,
Pra dizer...
Te amo!

Paulo Roberto Genro Filho

Acordei cedo e abri a janela...
Para contemplar lá no horizonte todos os meus sonhos.
Abri as janelas da alma e do coração...
Para o ar fresco circular aqui dentro,
E carregar tudo o que há de impuro aqui dentro.

Paulo Roberto Genro Filho

Hoje acordei com muita vontade de ser rica, e pior que acordei cedo e até agora a vontade não passou.

EdelziaOliveira.

Hoje não acordei cedo
Nem levantei da cama.
Estou tão triste
Pois ninguém resiste
A pensamentos em chamas.
Não está no papel,
Metade do fél
Que sobe minha garganta.
Refluxo de mágoas,
Estômago vazio
Cabeça cheia de pragas.
Da mais sutil,
À mais amarga.

Ingrid A. Afonso

Acordei cedo pra ensinar o sol como se deve brilhar.
Tímido, triste e escondido, nem atreveu a se assanhar.
Ficou tão envergonhado com o brilho meu, que nem apareceu.
Mandou no seu lugar uma chuva sadia, pra lavar minha ousadia.
(Moisés Remus)

Moisés Remus

Primeira eleição

Hoje acordei cedo para ver os desenhos animados na televisão.
Mas eles não estavam lá... Engraçado ninguém me avisou.
Ta passando jornal, e eu nunca assisto, o noticiário...
Minha família esta toda assistindo, e eu triste quero ver desenhos.
O narrador fala sobre uma eleição, e que seremos livres?
Nunca me vi preso, não compreendo sobre o que ele fala...
Sei que a cada voto para Tancredo Neves a mais gritos e festa.
Estou torcendo pelo Tancredo ele parece ser bonzinho!
Todos o querem, parece que será o presidente...
Terminou e temos um novo presidente, e este trará sorte ao povo.
Assim ouço as pessoas falando na televisão...
Escuto o som de muitos fogos pela minha cidade...
Todos parecem felizes!
Será que agora eu estarei mesmo livre para ver meus desenhos.

Davi A. Souza. Terça-feira 15/01/1985.

David A. Souza

Hoje acordei cedo, cedo pensei em você! Belos pensamentos, sorrisos pulam do meu rosto sem ao menos perceber! Colorindo meu dia, ela sabe sempre o que dizer pra deixar pra me deixar bem...

Rafael Quirino

Hoje acordei cedo agradeci a Deus pela minha vida , pelo abrir dos olhos , pelo bocejar , pela minha família e meus amigos.
Agradeci também a Deus por as oportunidades que tem me concedido pela paz , saúde e pela fé.
Nossa vida se resume em poucas coisa saúde , fé , trabalho , família e amigos e tudo isso eu tenho!!!
Então percebi tamanha riqueza em minha vida!!! Não estenderei um discurso pois não sou politico , mais na vida á riquezas tão significativas do que bens materiais.
Bom dia "PEN"

Paulo Elias Nunes