Grosseria

Cerca de 71 frases e pensamentos: Grosseria

Não é grosseria é sinceridade. Não é falsidade é educação. Não é exagero é sentimento

Tawane Soares

Pra você que não sabe, antes da estupidez, da frieza, da grosseria, da raiva, da malícia, da desconfiança, da tristeza... existiu uma menina que amou demais e não foi amada, que ria de todas as piadas até das que não via graça, que valorizava cada detalhe defeito e qualidade de cada pessoa presente em sua vida, que acreditava no que cada um tinha a oferecer, que confiava até nos estranhos, que consolava a todos, que sempre estendia a mão, que mesmo que a vida desse motivos para não querer sorrir ela já acordava sorrindo. Só que uma dia essa menina percebeu que não adiantava sorrir pra todos, ser fiel como um cão, ser companheira, ser gentil e outras coisas, pois ninguém valorizava e ela deixou de ser burra e mudou. Então as pessoas perceberam o quanto ela ficou diferente, perceberam o tamanho da mudança dela e queriam a antiga menina de volta. Mas aí o estrago já foi feito! O imenso coração diminuiu e de tanto ser mal tratado se encheu de feridas. Feridas essas que já saíram mas as cicatrizes continuam lá e não iram sair tão cedo. Sim, talvez a vida me ensine a lhe dar com isso. Talvez um dia eu entenda que as pessoas não retribuem o bem que você faz a elas. Mas por enquanto isso não me importa. Não, eu não desejo mal a ninguém, e nem desejo que ninguem passe pelas coisas ruins que eu passei. Só peço que Deus toque no coração de cada um e que enxergue o mal que me fizeram. Oro por todos, sim, todos! Por quem me quer bem, por quem me quer mal. E que cada um arrume uma ocupação e vá procurar ser útil em alguma coisa boa na vida e me deixe em paz pra eu tentar voltar a ser feliz sem nenhuma nuvem negra pra me atrapalhar. Sou apenas mais uma menina de sonhos destruídos tentando se reerguer. E dessa vez, ninguém me segura!

Morganna Lopes

Se eu te pedir para não falar comigo, acate. E não considere isso grosseria de minha parte e sim uma tentativa árdua de evitar um assassinato!

Desconhecido

A dose certa de gentileza pode ser muito mais agressiva que a grosseria destemperada.

Ludmila Clio

Uma reflexão a luz da epistola aos Efésios 5:22-33.

Em um primeiro momento parece grosseria se desconsideramos que a instituição família está fundamentada em princípios intrínsecos da natureza divina como o amor, esperança e a fé, uma leitura dessa instituição fora da óptica metafisica portanto anistórica seria no mínimo controverso.

Em tese nas diferentes culturas ao longo do processo de emancipação feminina(não feminista)subtraiu-se da mulher o direito a "escolha, opção" cabendo-lhe a "sujeição " como pena de não ser discriminada como anátema. Nas organizações tradicionais patriarcais ou não, a mulher é escolhida para servir de esposa para alguém com proeminência monetária, politica ou religiosa. todavia quando não é escolhida é oferecida com dotes a receber/a pagar pelo pai, irmão(herdeiro direto do pai), tio, tutor, senhor, líder religioso, etc...Tal sujeição é constituída de normas que se resistida denunciam a insubordinação. No caso do marido fica-lhe a incumbência de amar incondicionalmente sua esposa. O problema está na natureza das condições impostas a ambos, no caso feminino a "sujeição" é racional, concreta e conveniente antagonicamente ao caso masculino que invoca algo imanente a divindade que é o "amor" não deixando pista alguma sobre sua natureza. Se por sorte a traição seja comprovada a ruptura do contrato acontece e ambos estão livres, a Mulher para nova consultoria e especulação por parte do preponente , o Homem para novas aventuras conjugais. assim se estabelece uma corrida em busca da liberdade(divorcio), diferente da esposa que em fragrante de insubmissão passa a ser hostilizada por todos ao seu redor, a esposa deverá empreender um caminho filosófico na tentativa de descortinar a natureza do ser do amor para proclamar sua honra defraudada pelo marido. Do contrario como poderá provar que o marido não a ama? não existe manual ou gramatica que explicite o que seja amor a par dos poetas que embarcam em viagens especulativa encontrando um manancial de inspiração para suas obras surge a infalível bíblia que não pode haver hermenêutica longe do paradoxo da fé não servindo como registro histórico para esta tese, Contudo se houvesse tal documento seria ultrajante afirmar que "DEUS É AMOR" posto que tal documento confeccionado pela imaginação do desvario humano nivelaria a divindade que inumana e autônoma não se permite ainda o menor atrito fora de sua incompreendida esfera ainda mais ser relacionada a grandezas de natureza genuinamente humanas.

Misero Homem que pensa levar vantagem sobre a Mulher na distribuição de obrigações maritais justificando sua deslealdade conjugal quando se finda o frenesi amoroso devido a sua cônjuge e sai em busca de afeto fora do portões do sagrado matrimonio, a esposa duplamente injustiçada nunca poderá provar que está sendo traída pelo fato da referida obrigação marital que é o amor de abstrata natureza ser culturalmente confundida com suborno em forma de provisões que é auferido pelo ego machista.

A raiz do problema tem sua causa na soma de incompreensões que sustentam as relações conjugais sendo conhecidos como os pilares dicotômicos que distribuídos como papeis masculinos/femininos que desde os mais antigos aos modernos são: sujeição/amar, genitora/provedor, atribuição materna ou escravo a educação as crianças(pedagogia)/atribuição paterna a educação aos jovens(Paideia grega), a culinária/o voto masculino....a novela/o futebol...etc...

Isto posto!! submeto-me a trivial lei do "RESPEITO" que admito ser inócua e perfeita a todos quantos visam um salutar relacionamento passional-familiar desde que se empregue o respeito como determinante desde o crepúsculo à aurora do dia, conjugando no cotidiano o verbo "respeitar "na 1ªpassoa do presente singular do modo indicativo(eu respeito) seguido da 3ª pessoa do futuro do plural do modo conjuntivo-subjetivo(quando eles/elas respeitarem)esperançoso de alcançar enfim a 1ªpessoa do presente plural do modo imperativo(nos respeitemos nos) e assim desmitologizar e descodificar "O amar ao próximo como a ti mesmo" atingir por fim o amor pela seta do respeito. ^OO^

Urias de Betheseba

Minha indiferença não é questão de atenção, de grosseria ou algo do tipo. È que na maioria das vezes, me parece mais interessante ficar no meu "mundo da lua" do que me comunicar com algumas pessoas. Não faço por mal, só por questão de preferência mesmo.

Caio Corrêa

Ao falar com o Quark:

- Que grosseria a minha, não considerar o efeito que a destruição do meu planeta vai causar em seu negócio. Devem ser tempos difíceis para você.

Ao falar com Goul Dukat:

- E... naturalmente, sua lealdade é alicerçada em seu patriotismo.

Garak - Deep Space Nine

Não confunda grosseria com sinceridade,vingança com justiça, desejo com amor, falsidade com educação e colegas com amigos, tudo tem seu peso e sua medida.

Jose Ap Barcelos

Valorizamos os defeitos... o não feito... a falta de educação... a grosseria.
Dificilmente comentamos nas rodas de amigos, aquela atitude gentil, ética, correta e solidária que presenciamos.
É mais fácil falar sobre aquela situação horrível que aconteceu. Por que agimos assim?
Tem tanta coisa linda por aí... tantos acontecimentos bons...

Maria Aparecida Francisquini

Não me venha com brutalidade, porque meu coração é analfabeto para palavras de grosseria!!!

Vilma Galvão

A diferença entre a sinceridade e a grosseria é a sua interpretação.

Felipe Leone

Você ta de mau humor? N é pq você ta de mal c/ o mundo que o mundo ta de mal contigo! Grosseria em pleno sábado é atestado de infelicidade! Chame os amigos e exija boas risadas a vida passa muito rápido pra você ficar triste em pleno Final de Semana!!

Thiago Saraiva

GROSSERIA NÃO É FRANQUEZA

À franqueza destrambelhada, que julga e condena sem o menor jeito - e por isso fere a tudo e todos -, prefiro aquela falsidade criteriosa, desgrudada e sutil.
É que o franco destrambelhado não tem ética; noção de hora, contexto e lugar. Além do mais, é franco apenas com os outros. Consigo próprio é falso, ao fazer apologia de sua maior virtude, a franqueza - que no fundo é seu maior defeito - e se orgulhar dos constrangimentos que gera em derredor.
Quanto ao falso criterioso, este pelo menos age de modo a não melindrar o próximo. Só o distante, que não tem como ser melindrado, justo por estar distante. Ter critério não lhe permite ser inconveniente, além de forçá-lo a ser bem educado; cuidadoso com gestos e palavras; discreto com tudo e todos sobre o que sente por esta ou aquela pessoa, pois sabe das saias justas que poderia sofrer por causa das línguas-de-trapo que o rodeiam, inclusive as dos francos destrambelhados, invariavelmente a postos e atentos.
Ao contrário do franco em questão, o falso criterioso - profundo conhecedor da própria falsidade - só é falso com os outros. Consigo mesmo é franco, pois reconhece que não saberia ser claro, direto e contundente sem se tornar um franco destrambelhado... Seu antônimo natural.
Em outras palavras, qualquer extremo é inconveniente; muitas vezes perigoso. Se acho que a falsidade sempre será uma praga, também não me deixo iludir por por aqueles que vivem armados de grosseria, intransigência e suas velhas certezas fora de validade, há muito mofadas, em nome da franqueza.
Eis a minha franqueza. Talvez, para muitos, com ares de falsidade, porque não a imponho. É que se trata de uma franqueza que tenta ser criteriosa e sutil.

Demétrio Sena - Magé-RJ.

Caminho pela vida
Conselhos, acolho
Críticas, analiso
Grosseria, ignoro

E assim sigo o caminho
o belo, olho
o silêncio, ouço
a paz, sinto

Em certos momentos paro
equilíbrio, busco
da violência, fujo
de amor, vivo

Eliane Stahl