Gostei de você

Cerca de 373 frases e pensamentos: Gostei de você

“E eu não sei pedir. Meu Deus, eu não sei pedir ajuda. Nunca gostei de depender dos outros. E tem mais: não consigo dizer eu-preciso-de-você-agora. Sei que é simples, mas não sai. Algo me trava, a voz não sai. Tenho um orgulho que não me deixa. Acho que tenho que ser a fortona do pedaço, que consigo me reconstruir, me levantar sem dar a mão para ninguém. Não gosto de admitir nem assumir fraquezas nem de demonstrar a minha própria fragilidade. As pessoas fazem SOS a todo instante. Choram, pedem, imploram, suplicam. Não consigo. Para mim isso é traição. Não consigo chegar para a outra pessoa e falar tô-acabada-tô-precisando-não-vou-conseguir-sozinha. Sinto um terror só de pensar.”

Clarissa Corrêa

Nunca gostei tanto de uma pessoa o quanto eu gosto de você, você me deixa de tal jeito que as vezes esqueço de mim por pensar em você,é aquela coisa de sentimentos que vão além de uma simples paixão,é um amor que cresce a cada dia,por isso as vezes penso que sem você minha vida não tem razão,não ter você ao meu lado faz infeliz o meu pobre coração.

José Fábio Torres Pereira

Eu gostei muito de seus poemas sao lindos

O pensador

Um dia quero amar,
A quem ame a mim.
Será que vai ser legal?
Nunca gostei de quem gosta de mim,
Sempre amei a quem nem olhou pra mim,
E quando amar a quem me ama
Será que vai ser legal?
Ou vai ser tudo normal?
Não vai me surpreender?
Será que vai ser normal?
Imagino-me mais feliz!
Mas quando isso acontecer,
Meu sonho vai se realizar,
E depois desse sonho,
Com o que vou sonhar?
Será que vai ser legal?
Será que ela vai me amar pra sempre?
Será que eu vou me sentir mal?
Minhas duvidas vão acabar?
Meus desejos se realizar?
A escuridão irá clarear?
Poesias tristes vou parar de recitar?
Em quem vou pensar?
Se com ela vou estar.

Mateus Maciejewsky

Sempre gostei de estar rodiado de gente modesta ao meu lado, por isso minha casa e cheia de espelhos.

Mateus Dias Soares

Gostei da tua sonoridade, dizes um Oi, morri! Deitas ao meu lado, chorei! E sim, eternidade.

Jota Tarcizzio

Axei qe Vcê podia Curar Feridas Do Meu coração...
Mais Nunca Gostei de axar.
Percebii Qee Nãoo era oqe Eu axava qe Sou Qando estou perto de Vcê.
Mais Percebii Cedo. Ouu tarde ?
Tarde Demais Para se Arremperder ?.
Mais euu sei qe a Verdade esta escondidaa Noos seus Olhos.
A Respostaa Esta ali'
Mais Não Sou eu qen Devoo Resgatalaa'
Sou Apenas Uma Marionete.
Levado pelo ventoo Daa vidaa'
Aprendendo,Errandoo...
Mais Estarei Sempre Aki'
Mais Nadaa disso Fas Sentindo Amor
Pq...
Euu so Vim aki Pra te Dizer,

Que EU TE ...

Marckos Diaz

Sempre gostei das pontuações!
Daquelas que perguntam, afirmam e deixam uma continuação no que se iria dizer...
E sempre preservei uma aspa á esquerda e outra á direita de mim.
Desfaço os meus enganos, crio novos laços, constantemente jogo fora tudo aquilo que já não me presta e faço a mala para viver fora da realidade. Durante a viagem sou contemplada por momentos que ainda não vivi, mas que são inventados e antecipadamente vividos por mim e quando se vão deixam gosto e sabor de saudades.
Encaro meus lados opostos. Há vezes em que devoro-me por inteiro até expulsar os sentimentos pra fora e há vezes em que me sinto com a dosagem certa de leveza e somente o silêncio me conforta.
Gosto de mim como sou. Possuo incontáveis defeitos e confesso que isso tão pouco me incomoda.
Contudo, digo e repito que considero-me um ponto de interrogação.

Thaís Daphne

Hoje no terceiro ano do médio , não consigo me lembrar se teve algum ano que eu gostei de estudos...

Pablo Fernandes Salomão

Pretérito imperfeito

Nunca gostei de brincar de vivo ou morto quando criança, não é agora que irei gostar.
Definitivamente detesto essas idas e vindas de você. Essas idas e vindas do seu amor.
Fala sério, eu não preciso disso, estou feliz assim, aparentemente.
Estou bem e derrepente não estou mais. São tantas as oscilações que chegam a me sufocar. Você não faz idéia.
Eu não queria que fosse assim, acontece que você faz parte de um passado que não teve fim, um pretérito imperfeito, e por isso meu destino é indeterminado.
Não sei o que você fez ou faz, não reconheço suas armas. Mas sejam lá quais forem eu não consigo mais lutar contra elas.
Você venceu.

Amanda Vieira

Evidente.

Andei matutando os pés
Nunca gostei de autonomia
Me sinto fraca gostando de andar sozinha
Mas a culpa é sua garota por nunca entender o que escrevo
Seria fácil agradar se você não comparasse minhas palavras com esterco
Passei em uma loja cara de moveis, achei bonita a cama
Lembrei de você dizendo que me ama
A cama era bonita, mas você não merece uma cama nova
Nem uma chance, nem uma volta
Compreendeu que a multidão dos meus pesares te ignoram
Aqui, ali, do lado de lá, do lado de cá
Agonia, agonia

Ariela Venâncio

"Nunca gostei de viver na superfície.coisas. Ou eu me jogo na lenha e me queimo. Ou então eu mergulho fundo nas águas até me afogar.Meio-termos não me desatinam.Indecisões não me atraem.Me afungentam".

Denise Lessa

Gostei demais quando meus lábios tocou o seus.

Guga Carvalho

Sempre gostei muito das palavras; Um dia compreendi que as palavras perdem o valor quando não aliadas as atitudes. Atuando juntas, elas demonstram tudo aquilo que de fato, a gente sente. Eu sempre pensei que ninguém se importasse com o fato de eu não dizer o que sentia, que tudo o que eu fazia para tentar demonstrar não me importar com ninguém, era o que deviam suportar, se alguém realmente gostasse de mim. Por algum tempo eu me envolvi com as pessoas erradas, que até achavam bonito eu parecer gostar do mundo inteiro. Eu vivia uma verdade inventada pelas circunstâncias, em que aquilo que sentia não era aquilo que parecia. Todos que me rodeavam eram os escritores do meu próprio filme, eles podiam editar, excluir e criar tudo o que bem queriam, nesse espaço, que eu abri para eles entrar. A protagonista apenas seguia as páginas do texto de uma história já programada. O único problema, é que eu ainda não havia notado o que estava acontecendo. E aí, alguém apareceu. Achou um lugar dentro de mim, e me disse que nada precisava ser assim. Falou que eu não devia me importar com ninguém que não fosse importante pra mim; que eu devia me afastar de quem me fazia mal; que ninguém tinha o direito de me dizer o que fazer; que eu não podia escutar os conselhos de quem não tinha nada de bom para me oferecer; que hoje é mais importante que amanhã; que estar do lado é fundamental; que o amor vai muito além de definições; e o mais importante: Esse alguém me ensinou a ouvir a voz do coração.
Não me mostrou nada além daquilo que eu já não conhecia, mas fez por mim o quê ninguém se despusera a perder o tempo fazendo. Esse alguém me ajudou a encontrar dentro de mim mesma todas as respostas que eu precisava ter para voltar a acreditar. Acreditar que não dá pra continuar do mesmo jeito só por pensar que já é tarde ou ainda é cedo.

Rafaela Angela Cortina

Quem sou eu ...

Nunca gostei de o fazer
Mas porque sou mesmo assim
Prefiro ouvir dizer
Do que eu falar de mim

Se o fizerem estou atento
Com os sentidos despertos
Nada digo nem comento
Só vejo se estarão certos

Apenas vos vou dizer
Que tal como os demais
Nasci do amor e prazer
Que existia nos meus pais

Porque é a eles que devo
Aquilo que hoje sou
P’ra eles eu hoje escrevo
Por isso mesmo aqui estou

Estar-vos-ei agradecido
Por me ofertarem a vida
Meu bom pai já falecido
E a ti minha mãe querida

A ti saúdo paizinho
E de ti sinto saudade
Falta-me hoje o teu carinho
E toda a tua amizade

Já tenho rogado a Deus
Pelo que já padeci
“Leva-me p’ró reino dos Céus”
Para ficar juntinho a ti

Esta vida é uma quiméra
Meu querido paizinho amigo
Um dia sem estares à espera
De certo irei ter contigo

Para ti mãezinha q’rida
Apesar da tua idade
Peço a Deus anos de vida
Amor, paz, felicidade

Limitei-me a escrever
Mas porque eu sou mesmo assim
Já me dei a conhecer
Não querendo falar de mim

The Secret

Eu ontem beijei-te... e gostei!!!
Acordei de um sonho louco ás três da manhã.
...
Encontrei-te numa espera onde a chuva se conjugava com o vento.
Onde o vento abençoava o teu corpo...de uma noite ébria de frio em busca do calor dos corpos...
Levantei-me da cama a correr...
A lua ía cheia e alta,
Os teus lábios ainda quentes nos meus faziam-me vestir a roupa a correr,
desci quatro da manhã e o relógio contradizía-me,
todas as donzelas de beijos quentes adormecem nos teus lençóis neste momento...
Não quería saber...
só pensava... beijei-te e gostei,
onde andas tu sombra do meu sonho,
névoa do meu desejo.
Não sei o teu nome, nem os teus gestos,
tenho na presença só o teu perfume e o toque dos teus lábios.
Beijei-te num sonho, e dum sonho não passas-te.
Mas mesmo assim...
Aqui estou a correr ao teu alcanço...
Quero ver-te, quero ter-te, quero sonhar e amar-te...
A chuva corre, estou encharcada...
Mas mais encharcada está a minha alma,
de vir de um sonho e dizer os teus planos não são esses...
...
E agora tenho que chegar...
O carro não quer pegar...
E eu só penso... nem o seu nome sei...
nem o seu olhar sei se me confunde...
mas beijei-o... e gostei...
Já vou a cento e vinte...
O carro quase foge, mas mais persinto a fugir...
A vida daquele beijo que viví...
...
Chego ao lugar...
E vejo um carro parado...
ninguém lá dentro...
Olho para o relógio...
Cinco da manhã...
Lembrei-me agora...
no beijo eram quatro da manhã...
Que confusão...
será que este carro é daquele rapaz...
Será que só cheguei atrasada...
Perdí o beijo,...
Ou só perdí uma noite de sono...
Nunca ireí saber...
derijo-me para o carro...
Não acredito...
Não pega...
Esqueci-me do telemóvel...
Tudo por um beijo que ainda me estremece...
Tudo por um caminho que percorri...
E não te vi...
Vou para a estação...
Deito-me num banco...
Adormeço...
E penso...
Beijei-te...
E gostei...
Onde andas minha assombração...
Minha perdição...
Estou tão confusa...
...
acabo de acordar...
Não acredito...
são 11h da manhã...
como me deixaram dormir tanto tempo...
...
ok...
feriado...
vazio...
...
Levanto-me...
Acaba de chegar um comboio...
Vou apanhá-lo...
ele vem alí...
acabou de descer...
vejo-o ao longe...
não acredito...
é a minha visão que está deturpada de uma noite inflamada de sentimentos...

quem és...
quem és tu que acabas de descer do comboio...

- Vim buscar o meu carro... e... eu ontem beijei-te...

maisquetudo

Beijaste-me e gostei!!! Olhaste-me como se tudo estivesse tão errado... Afastas-te-te e nem o teu nome me disses-te. Fiquei semplesmente a ver-te afastar... E o beijo mais do que sonho... Estava quente agora nos meus lábios... Para onde te dirigias amor... Fôs-te embora querendo me enlouquecer... E de relance olhas para trás... Sorrís cheio de malicidade... Como podes ser tão errado... E tão poderoso... A correr atravessas a passagem de comboio... Eu cá fico... No sonho acordada... Na vida a sonhar... Não estou habituada a ser simplesmente atingida... por um raio apaixonado ao meu coração... é tão errado... é tão certo... mas eu beijei-te ontem a noite... e gostei... e sem que isso importasse... não sei se me amas... e hoje voltas-te a encostar os teus lábios nos meus... enlouqueces-me com o teu andar... eu fico simplesmente a olhar-te... e tu te afastas... Caio de joelhos... Grito... Roo-me... Se pensas que me foges... Estas muito enganado... Agora que me enlouqueces-te... Vou-te enlouquecer a ti... Corro...corro até os pés deixarem de tocar o chão... Corto a esquina... não te vejo... onde andas tu maldoso amor... que me fazes explodir... sonhar... e simplesmente confundir-me na sombra de todo o meu ser... Olho para trás... Aí estás a rir-te... enquanto voltas a apanhar o comboio... pensas que me foges... depois de me enlouquecer?! Corro e as pernas falham-me... Salto á frente do comboio e em pleno voo vejo o teu ar apavorado... Rebolo, e corro para a porta... Isto está tão errado... está tão certo... como podes enlouquecer-me desta maneira... se nem sei se me amas... Mas ontem eu beijei-te... e gostei... agarro-me á porta... e abro-a à força... Estas alí... Agarro-te nos braços... Os nossos olhos colam... E num infinito perder de sentidos... Ficamos a sentir a respiração ofegante um do outro... Parece que nunca ví brilhar tanto algo como os teus olhos... É tão errado... nem sei se me amas... Mas já te desejo tanto... Endoideceste-me... Enlouqueceste-me... Tudo porque num sonho me beijas-te... E eu gostei... As nossas bocas colam-se... Os nossos corpos dançam... As minhas mãos não resistem e mexem no teu corpo... Os corpos não negam a paixão... Beijos apaixonados... Bocas perdidas nos corpos... Almas loucas... Sede de amor... Sede de loucura... É tão errado... Nem seise me amas... Mas ontem eu beijei-te... E gostei... Enlouquece-me agora pedes... Já me enlouqueces-te tu feiticeiro da lua... Com um toque de um beijo mágico como a lua seduz o sol, vies-te a minha casa... E me transformas-te... Como és capaz... Tens poderes de mago, E sedução de morte... Sim Beijaste-me... E eu gostei... E agora que não sei se me amas... Cheiro o teu perfume... Aquele que me guia e confunde... Olho os teus olhos... Todos eles poder... Todos eles Vitória... Pensas que dominas todas as mulheres... Não sei se o é... A mim me dominas feiticeiro da lua... Mordes o meu pescoço como a querer-me passar o feitiço... E eu gosto... E ris-te... E dizes... ... Se pensas...que só tu gostas-te... do beijo de ontem à noite... O meu carro está sem nenhuma avaría... Lol...

maisquetudo

Amorzinho,gostei muito de saber que vc vem de verdade, e que vamos viajar só nós dois, sabe amor sempre sonhei em ir com uma pessoa especial pra Campos do Jordão, e justamente com vc menina, é melhor ainda. Amor adoro esse seu lado de saber minhas opiniões, tem horas amor que penso que vc não existe de tanto que combina comigo. Lu, otima Terça paixão e logo mais logo vamos ficar juntos pra sempre tá!!! Bjs do noivo Ricardo......AH, EU TE AMOOOOOOOOOOOOOOOOOO...

Rick da Luana ( Noiva)

Tom e Leo

Entre todos os tons do mundo
Gostei de alguns, amei, me apaixonei por outros
Muitos ainda nem conheço
Não sei que tons a vida me reserva
E nem a quem o destino me leva
Não sei que tons ainda mereço
Ou se por algum ainda enlouqueço

De todos os tons do mundo
Senti alguns, envolvi-me, mergulhei em seus sons
Feito notas musicais, vivas e fortes
Alguns tons eu deixei, seus acordes eram frios
E a outros me entreguei, como água que corre e se oferece ao rio
E o vento que leva, trouxe-me um tom, desejou-me sorte
E por esse tom sou capaz de amá-lo até a morte.

Por todos os tons do mundo
Que serão, tocados, amados, sentidos
O meu tom encontrei, tom tão esperado
E quem tons procura, que não veja o meu!
Que o vento me trouxe, e me sinto tão seu!
Que o acorde do amor, esse som tão sagrado
Eternize a canção “Tom e Leo” – apaixonados!

Leo Cruz

Nunca pensei que poderia gostar tanto de alguém como eu gostei. Se pudesse descrever o sentimento "amor", não haveria como descrever isso, pois é algo que vai além do meu conhecimento, algo tão complexo que não só te faz bem mas como te transforma e aos poucos o convívio com aquele que amamos, passa a ser inevitável, o amor de alguma forma nos deixa cego,e aos poucos passa a ser um vicio, uma droga não injetável que com o tempo toma todo o seu ser. Cara como eu amei, como eu vivi os melhores dias da minha vida, como eu ri, como eu chorei, como eu era feliz só pelo fato de ter alguém do meu lado, como eu gostava do silencio acompanhado, como eu gostava das noites não dormidas e dos minutos infinitos vividos a dois. Cara como eu amei. Mas logo eu que sempre amei tanto, um dia me vejo só. E de repente tudo acaba, FIM! Me vejo flutuando em um mar de lagrimas e de lembranças. POR QUE POR QUE POR QUE? tantas perguntas sem respostas. O tempo vem se passando rápido de mais e eu vejo o amor passar por mim todos os dias de alguma forma diferente, em um olhar, um suspiro e ate mesmo um beijo, porém eu me cerquei, me imunizei, flutuar em um poço vazio por meses as vezes te faz ver o quanto o mundo pode ser frio. Só quero dizer que por hora, eu estou bem assim como estou, no momento tenho um relacionamento sério comigo mesmo e meu insuportável ego, mas isso não quer dizer que congelei o meu coração pra sempre, ao contrario, o congelei-o para que ele não sofra mais como sofremos antes, pois a pior dor que existe é perder alguém que amamos e esse meu coração aqui já não aguenta uma segunda vez! O ser humano as vezes não tem noção das promessas que fazem, os "Eu te amo" jogados ao vento como se fossem meras palavras. Como o amor, um sentimento tão lindo pode fazer de você uma pessoa sem amor?

Lucas Fernandes