Gostar de quem Nao Gosta de Mim

Cerca de 258527 frases e pensamentos: Gostar de quem Nao Gosta de Mim

Fazes-me falta, estou ausente de mim própria.

Victor Hugo

Perguntas-me qual foi o meu progresso? Comecei a ser amigo de mim mesmo.

Sêneca

Entre muitas outras coisas, tu eras para mim uma janela através da qual podia ver as ruas. Sozinho não o podia fazer.

Franz Kafka

Quando procuro o que há de fundamental em mim, é o gosto da felicidade que eu encontro.

Albert Camus

Quanto mais diferente de mim alguém é, mais real me parece, porque menos depende da minha subjetividade.

Fernando Pessoa

Por mim, creio que estamos mortos há muito tempo: morremos no exacto momento em que deixamos de ser úteis.

Jean-Paul Sartre

A cada manhã o mundo é novo para mim.

Sidonie Colette

Dentro de mim há dois cachorros: um deles é cruel e mau; o outro é muito bom. Os dois estão sempre brigando. O que ganha a briga é aquele que eu alimento mais frequentemente.

Provérbio Índio Americano

Sabemos tão pouco do que estamos a fazer / neste mundo, que eu me pergunto a mim próprio se a própria dúvida não está em dúvida.

George Lord Byron

Diante da vastidão do tempo e da imensidão do universo, é um imenso prazer para mim dividir um planeta e uma época com você.

Carl Sagan

A inumanidade que se causa a um outro, destrói a humanidade em mim.

Immanuel Kant

Egoísta é um sujeito mais interessado em si próprio do que em mim.

Ambrose Bierce

Se te pareço noturna
e imperfeita
Olha-me de novo.
Porque esta noite
Olhei-me a mim,
como se tu me olhasses
E era como se a água
Desejasse...

Hilda Hilst

Se te pareço noturna e imperfeita
Olha-me de novo. Porque esta noite
Olhei-me a mim, como se tu me olhasses.
E era como se a água
desejasse.

Escapar de sua casa que é o rio
E deslizando apenas, nem tocar a margem.

Te olhei. E há um tempo.
Entendo que sou terra. Há tanto tempo
Espero
Que o teu corpo de água mais fraterno
Se estenda sobre o meu. Pastor e nauta

Olha-me de novo. Com menos altivez.
E mais atento.

Hilda Hilst

Noturno

Têm para mim Chamados de outro mundo
as Noites perigosas e queimadas,
quando a Lua aparece mais vermelha
São turvos sonhos, Mágoas proibidas,
são Ouropéis antigos e fantasmas
que, nesse Mundo vivo e mais ardente
consumam tudo o que desejo Aqui.

Será que mais Alguém vê e escuta?

Sinto o roçar das asas Amarelas
e escuto essas Canções encantatórias
que tento, em vão, de mim desapossar.

Diluídos na velha Luz da lua,
a Quem dirigem seus terríveis cantos?

Pressinto um murmuroso esvoejar:
passaram-me por cima da cabeça
e, como um Halo escuso, te envolveram.
Eis-te no fogo, como um Fruto ardente,
a ventania me agitando em torno
esse cheiro que sai de teus cabelos.

Que vale a natureza sem teus Olhos,
ó Aquela por quem meu Sangue pulsa?

Da terra sai um cheiro bom de vida
e nossos pés a Ela estão ligados.
Deixa que teu cabelo, solto ao vento,
abrase fundamente as minhas mão...

Mas, não: a luz Escura inda te envolve,
o vento encrespa as Águas dos dois rios
e continua a ronda, o Som do fogo.

Ó meu amor, por que te ligo à Morte?

Ariano Suassuna

Para mim, o maior dos suplícios seria estar sozinho no Paraíso.

Johann Goethe

O mais próximo de mim sou eu.

Terêncio

Morro aos poucos em todos aqueles que gostam de mim.

Jean-Jacques Rousseau

Para mim só há duas espécies de mulheres: as deusas e os capachos.

Pablo Picasso

O vinho e a música sempre foram para mim um magnífico saca-rolhas.

Anton Tchekhov