Fuga

Cerca de 224 frases e pensamentos: Fuga

Na fuga encontrei o que não havia encontrado fugindo
Ao longe posso ouvir o sino da catedral
Nos braços do real
Me entrego em saber se é bem ou mau

Na porta a chave que marcava
413 é o esconderijo
Não adianta fugir pra um mundo tão grande
Se no final, o mundo inteiro cabe em um quarto

Jurei seguir nesse trilho
O trem sou eu, a carga o que sinto
As pedras nos trilhos o julgamento
O combustível, a confiança

O trem com o único destino
413 é o número
Amor é o leito em que dormimos
Esperança é o despertador que nos acorda

Rafael Carvalho

Emoções ações
contaminadas
desequilibradas
sem fuga
é ciclo vida
encontro com a solução
mas sem decisão
nada adianta encontra-la.

Amelia Mari Passos

Rezando para que o seu coração traga
Pensamentos de de fuga e olhos cobertos de sangue
Você mal está dormindo e já não sonha mais
Agora o que você faz pra se sentir vivo?

Black Veil Brides -Ritual

FUGA – CHURRASCO NA LAJE

Churrasco na laje, na casa da gata negra...
Quem me da mais atenção são os anciões,
Quem me da mais atenção são as novas gerações
Churrasco na laje, na casa da gata negra...
Sputnik coquetel de vodka, groselha e soda.
Essa bebida que na minha adolescia era moda.
Churrasco na laje, na casa da gata negra...
Levo um beijo de língua da pequena menina
Para ela isso é uma lambida, será que ser pai seria minha sina?
Churrasco na laje, na casa da gata negra...
Danço, brinco e me divirto dentro do possível.
Mas ter ela por perto me dando atenção é impossível
Churrasco na laje, na casa da gata negra...
Por fim a falta de atenção me faz me sentir derrotado
Como também me sinto um tolo mal amado
Churrasco na laje, na casa da gata negra...
Vou embora andar pelas ruas sem destino,
Será que um dia ela me mimara como um menino?
Churrasco na laje, na casa da gata negra...
Às vezes queria ser um anjo, talvez um querubim.
E fugir da Terra para o Universo sem fim
Churrasco na laje, na casa da gata negra...

André Zanarella 01-12-2012
http://www.recantodasletras.com.br/poesias/4591382

André Zanarella

O que seria uma fuga Se meu coração não me seguiria.

Wambasten

Fuga
Eu sei de suas lutas
Do que guarda em seu silêncio
Conheço suas dores
E compreendo sua solidão

Seus olhos são tristes
Mostram a dor de sua alma
No seu rosto um sorriso
Que não me engana

Levar a vida assim,
Como uma formiga que,
Sozinha carrega o dobro de seu peso
Sem parar e nem reclamar

Quem me dera eu tivesse a chave
Sim, para te livrar dessa cela
E arrancar essa faca de sua alma
E pudéssemos junto fugir

Seria libertação
Seria sonho realizado
Uma fuga, doce fuga!

Juliana Rossi Cordeiro

Sua maquina risca o negro espaço
Ronca em fúria a fera de aço
Ruge
Foge
Na fuga de um conflito, a convulsão
As lembranças se esmagam pelo atrito do chão
Já é um corpo só
Maquina e Homem
Homem no espaço, aço e homem
E tudo se apaga
Do mundo resta o vazio
O frio dos abraços, frio de aço
É um vulto, um susto, uma visão
Passa a frente da mente
Estremece a mão e rompe o espaço
Entro o homem e o aço
É algo mais forte
É A MORTE.

Carlos Rossi

A imaginação está a serviço do inesperado, mas não da fuga do que os olhos alcançam... esperar na ilusão é uma desilusão imaginada!

Carolina Nóbrega

Mas a fuga é algo ilusório, e ter esse conhecimento permite que eu seque minhas lágrimas e decida a enfrentar todas as minhas aflições. Ter conhecimento da utopia que é a escapatória fácil faz com que eu tenha a presunção de acreditar que posso ignorar a minha covardia, e seguir visando às coisas à frente até o meu próximo surto onde terei as palavras á minha disposição para gritar com meu coração de poetisa que fugir não significa ir para outro lugar.

Lupe Dutra

Quando tudo estiver desabando ao seu redor, cale-se...cale-se dentro de si, não como uma fuga, mas como um encontro. Um encontro consigo mesmo, com as possíveis respostas que não consegues encontrar. Cale-se de todas as vozes conhecidas, acostumadas a te orientar por sendas tortas...vozes que moram em ti, e sufocam o que o silêncio quer te confidenciar...e ao perceber-te em ausência de ruídos torturantes, atente para um possível suave toque...porque Deus não cala, Ele te aconselha a todo instante. Mas a confusão da insensatez ao teu redor te impede de ouvir.
Calar, não é só emudecer...é, muitas vezes, também ensurdecer para o que não convém.
Gi Stadnicki.

jeanrosana

Correr nem sempre é sinal de fuga. Às vezes, é a única saída pra não desabar diante de alguém que já nem se importa.

Ana Paula Rabelo

A hipocrisia é a fuga mais comum daquele que não tem coragem de ser ele mesmo o que o leva a sufocar seus medos e frustrações no preconceito para com o outro.

Elis Raik Miranda de Carvalho

O silêncio muitas vezes é uma fuga
para que você não se dê mal em suas
explicações!

Guilherme Michael

Na fuga o imaginário me vejo e os entendidos entenderam minhas duvidas!!!

PauloRockCesar

Não te escondas, não empreendas fuga!!! Posicione-se ao alcance do seu sonho, assim, correrás o risco de ser alvejado por ele.

Amanda Duarte Rosa

A fuga constante do meu mundo confuso, ha coisas que me destroem, mas continuo viva buscando uma solução, uma saída. Vejo uma luz, quem sabe a morte ou a verdadeira vida, mas tenho medo de me cegar quando vê-la.

Gerlany Simioni

“” Gostaria de ser lembrado por você nos momentos mais importantes de sua vida, quando numa fuga de pensamento, lembrar-se das coisas boas que vivemos.
Gostaria de ser lembrado por você quando estivesse triste e por qualquer motivo precisasse de um conforto na alma, um carinho no coração.
Gostaria de ser lembrado por você mesmo quando o tempo estiver quase apagando nossas lembranças. Ainda assim gostaria de fazer parte de sua vida e poder lhe retribuir em pensamento o bom que juntos vivemos.
Gostaria de ser lembrado por você, não pela lagrima da partida, mas pelo sorriso da chegada.
Gostaria de ser lembrado por você e poder ainda lhe abraçar mesmo que mentalmente, num longo e carinhoso abraço e assim jamais ser uma pagina virada em sua vida...””
Oscar.

Oscar de Jesus Klemz

Fuga de Ases (Fugazes)
Exilado em sua caixa mágica, travava diálogos improváveis e reproduzia assim a impossibilidade de tê-la sua, pura e imaculada de seus mesmos pecados de poesia.
Num mantra expurgava sua alegoria e numa outra casa abrigava aquela outra, implícita nos mesmos traumas em que jazia.


Sentada no meio-termo de uma avenida qualquer tumultuada de seu esquecimento, ela apalpava seu desapego... Sofria o silêncio de sua desistência alada, dessa capaz de transportá-la à paz dos justos. No olho, aquele grito acordado que brilhava toda uma nova era de sonho. Ela seria livre e aquela rua (a dor) enfim, atravessada.


Mas quando o tempo se fez hora exata, olhos entreolharam-se estranhos, abdicados da premeditação da cena... Estancados e estrangulados em odes raros ao poema.

Erraram-se exatos
Erraram-se apenas
No instante exato
E erradicaram-se apenas.

Naty Parreiras