Frases de Hamlet

Cerca de 23 frases de Hamlet

Dormir, dormir... talvez sonhar... ( Hamlet )

William Shakespeare

Há algo de podre no reino da dinamarca. (Hamlet)

William Shakespeare

Duvida da luz dos astros,
De que o sol tenha calor,
Duvida até da verdade,
Mas confia em meu amor.

William Shakespeare

HAMLET: Pode-se pescar com um verme que haja comido de um rei, e comer o peixe que se alimentou desse verme.

O REI: Que queres dizer com isso?

HAMLET: Nada; apenas mostrar-vos como um rei pode fazer um passeio pelos intestinos de um mendigo.

Trecho do livro 'Hamlet' de William Shakespeare

Necessito de sangue em vez de lágrimas.

Trecho do livro 'Hamlet' de William Shakespeare

O hábito, esse demônio que devora todos os sentimentos.

Trecho do livro 'Hamlet' de William Shakespeare

Acima de tudo sê fiel a ti mesmo,
Disso se segue, como a noite ao dia,
Que não podes ser falso com ninguém.

Shakespeare Hamlet I 3 v. 78-80

De que servem cabelo e manto impecáveis, ó tolo? Tudo dentro de ti está confuso e, no entanto, penteias a superfície.

Hamlet - Shakespeare

Eu poderia viver recluso numa casca de noz e me considerar rei do espaço infinito...

"Hamlet", Ato 2, Cena 2

Shakespeare

Foi curto.
Tal como o amor das mulheres.

Trecho do livro 'Hamlet' de William Shakespeare

Cara Gertrudes, as tristezas não andam como esías, mas sempre em batalhões.

Trecho do livro 'Hamlet' de William Shakespeare

‎Droga pessoa idiota, agora aguenta. Ninguém mandou achar que era dono do mundo e nada podia acontecer.

Hamlet

Ser ou não ser, eis a questão. Qual é mais digna ação da alma; sofrer os dardos penetrantes da sorte injusta, ou opor-se a esta corrente de calamidades e dar-lhes fim com atrevida resistência? Morrer... dormir... nada mais... Morrer é dormir, sonhar talvez...

Hamlet- William Shakespeare

And from her fresh and unpolluted flesh
May violets spring!

HAMLET Luciane Schneider

Hamlet, Hamlet, Hamlet.

Não tenha duvidas Hamlet.

A questão é apenas de ser o que da vontade de ser!

Janicelio

O pensamento assim nos acovarda, e assim
É que se cobre a tez normal da decisão
Com o tom pálido e enfermo da melancolia;
E desde que nos prendam tais cogitações,
Empresas de alto escopo e que bem alto planam
Desviam-se de rumo e cessam até mesmo
De se chamar ação.

Ato III, Cena I: Príncipe Hamlet

Poderia viver encerrado numa casca de noz e julgar-me o rei do espaço infinito...

Shakespeare - Hamlet - ato 2, cena 2

Não é um pouco mais que fantasia?
Que nos diz, agora?

William Shakespeare

Me perfilha como primo, pois não primo como filho.

William Shakespeare

Ouve opiniões, mas forma juízo próprio.

William Shakespeare (1564-1616) Hamlet - Cena III, Ato I