Frases de Fernando Pessoa

Cerca de 513 frases de Fernando Pessoa

A vida é o que fazemos dela. As viagens são os viajantes. O que vemos não é o que vemos, senão o que somos.

Fernando Pessoa

Estou só e sonho saudade.
E como é branca de graça
A paisagem que não sei,
Vista de trás da vidraça
Do lar que nunca terei!

Fernando Pessoa

Nasci sujeito como os outros a erros e a defeitos,
Mas nunca ao erro de querer compreender só com a inteligência,
Nunca ao defeito de exigir do Mundo
Que fosse qualquer cousa que não fosse o Mundo.

Fernando Pessoa

Não é por nada que olho: é que eu gosto de ver as pessoas sendo.

Fernando Pessoa

Hoje não há mendigo que eu não inveje só por não ser eu.

Fernando Pessoa

Quando o amor não tem razão
É que o amor incomoda.

Fernando Pessoa

Se escrevo o que sinto é porque assim diminuo a febre de sentir.

Fernando Pessoa

Acontece-me às vezes, (...) um cansaço tão terrível da vida que não há sequer hipótese de dominá-lo.

Fernando Pessoa

“Eu sou o intervalo entre o meu querer e o que a vontade dos outros fez de mim.”

Fernando Pessoa

"E a minha alma alegra-se com seu sorriso, um sorriso amplo e humano, como o aplauso de uma multidão"

Fernando Pessoa

Que fiz de mim? Encontrei-me
Quando estava já perdido,
Impaciente deixei-me
Como a um louco que teime
No que lhe foi desmentido

Fernando Pessoa

Arre! Estou farto de semi-deuses! Onde é que há gente no mundo???

Fernando Pessoa

Mesmo a ausência dele é uma coisa que está comigo. E eu gosto tanto dele que não sei como o desejar.

Fernando Pessoa

Saber não ter ilusões é absolutamente necessário para se poder ter sonhos.

Fernando Pessoa

Não sei o que sinto, não sei o que quero, não sei o que penso nem o que sou.

Fernando Pessoa

"Cada um é muita gente.
Para mim sou quem me penso,
Para outros - cada um sente
O que julga, e é um erro imenso."

Fernando Pessoa

" O coração se pudesse pensar pararia"

Fernando Pessoa

Ah, a Esta Alma Que Não Arde

AH, a esta alma que não arde .
Não envolve, porque ama,
A esperança, ainda que vã,
O esquecimento que vive
Entre o orvalho da tarde.
E o orvalho da manhã

Fernando Pessoa