Frases a Morte de uma Pessoa Querida

Cerca de 17885 frases a Morte de uma Pessoa Querida

Eu sinto que em meu gesto existe o teu gesto e em minha voz a tua voz.

Fernando Pessoa

"Quer pouco: terás tudo. Quer nada: serás livre"

Fernando Pessoa

“Se estiver tudo errado, comece novamente. Se estiver tudo certo continue. Se sentir saudades, mate-a. Se perder um amor, não se perca. Mas, se o achar, segure-o.”

Fernando Pessoa

Descobri que a leitura é uma espécie de sonho escravizador, se devo sonhar porque não sonhar os meus próprios sonhos.

Fernando Pessoa

"Não importa se a estação do ano muda… Se o século vira, se o milênio é outro. Se a idade aumenta… Conserva a vontade de viver. Não se chega a parte alguma sem ela."

Fernando Pessoa

A aranha da minha sorte
Faz teia de muro a muro...
Sou presa do meu suporte.

Fernando Pessoa

A maior empresa do mundo, é a minha vida...

Fernando Pessoa

O meu coração quebrou-se
Como um bocado de vidro
Quis viver e enganou-se...

Fernando Pessoa

Quem vê é só o que vê,
Quem sente não é quem é,
Atento ao que sou e vejo,
Torno-me eles e não eu.

Fernando Pessoa

É fácil trocar as palavras, Difícil é interpretar os silêncios! É fácil caminhar lado a lado, Difícil é saber como se encontrar! É fácil beijar o rosto, Difícil é chegar ao coração!

Fernando Pessoa

Se sentir saudades, mate-as.Se perder um amor, não se perca!Se o achar, segure-o!, Que tal, hein?
O Mais é Nada...

Fernando Pessoa

Porque eu desejo impossivelmente o possível, porque quero tudo, ou um pouco mais, se puder ser, ou até se não puder ser...

Fernando Pessoa

"Tudo é orgulho e inconsciência. Tudo é querer mexer-se, fazer cousas, deixar rastro."
"E houve pasmos de toda a realidade ser só isto/ Mas a vida era a vida e só era a vida"

Fernando Pessoa

Toda a noite, toda a noite, toda a noite sem pensar... Toda a noite sem dormir e sem tudo isso acabar.

Fernando Pessoa

Só de sentir o vento passar, já valeu a pena viver.

Fernando Pessoa

Tudo o que faço ou medito
Fica sempre na metade.
Querendo, quero o infinito.
Fazendo, nada é verdade.

Que nojo de mim me fica
Ao olhar para o que faço!
Minha alma é lúcida e rica,
E eu sou um mar de sargaço.

Fernando Pessoa

Gastei tudo que não tinha.
Sou mais velho do que sou.
A ilusão, que me mantinha,
Só no palco era rainha:
Despiu-se, e o reino acabou.

(...)
Que fiz de mim? Encontrei-me
Quando estava já perdido.
Impaciente deixei-me
Como a um louco que teime
No que lhe foi desmentido.

Fernando Pessoa

Quanto mais fundamente penso, mais profundamente me descompreendo.

Fernando Pessoa