Luisa Dutra: Estou me sentindo estranha, é como se...

Estou me sentindo estranha, é como se faltasse algo, eu não estou sabendo combinar as palavras, meus pensamentos estão confusos, eu não sei se devo caminhar ou ficar parada. E eu queria alguém que me dissesse o que devo fazer, alguém que eu possa contar, alguém que nunca me deixe. Eu tento não pensar nisso, afinal eu gosto de estar aqui no meu quarto escuro, eu me sinto bem, nunca fui o tipo de pessoa que gostasse da companhia de alguém, eu odeio que as pessoas me vejam sofrendo. Eu odeio que tenham pena de mim, é como se eu implorasse pela misericórdia delas, mas não é assim, eu sei que não preciso de ninguém, mas esse coração quer ter alguém, que coração idiota. Eu me sinto vazia, eu não sinto nada, por ninguém, nem consideração, nem amor, nem pena, talvez ódio, quem sabe... eu não sei nem se sou capaz de odiar alguém.

Luisa Dutra
Postar no Facebook