Eduardo Costa: Cada palavra é um espinho ao sair da...

Cada palavra é um espinho ao sair da sua boca,
que arranha minha pele, vai manchando a minha roupa,devastando o meu peito como o tédio de um temporal.

Eduardo Costa