Eduarda Morgado: O coração aperta, e não sei com dominar ...

O coração aperta, e não sei com dominar esse sentimento. É a mistura de angústia, de dor, de medo. É sentir no peito um vazio, algo perturbando, algo batendo sem necessidade. São os meus pensamentos direcionados em uma única coisa, é chorar baixinho pela ausência, é citar um nome no escuro ou enquanto a fumaça do cigarro sai da sua boca. Olhar pra um canto vazio e lembrar que lá já esteve seu motivo de inquietação, ou pelo menos imaginar que lá poderia estar. Ver a chuva cair em desespero e me perguntar se você está acordada ou sonhando comigo, respirar fundo e pensar que naquele exato momento você está pensando em mim tanto quanto eu estou pensando em você, desejando me ter tanto quanto eu te desejo. É no frio da noite, se encolher debaixo das cobertas e pedir pro dia seguinte chegar logo de uma vez, implorar pra ver os olhos, o sorriso, sentir o cheiro, o perfume, ouvir a voz a risada… é saudade, saudade de você

Eduarda Morgado
Postar no Facebook