Ops! O pensamento foi removido e não pode ser encontrado no Pensador.
Veja outros pensamentos do mesmo autor: Emilia Couto.

Outros pensamentos que podem interessar:

Se for pra falar de amor...


Se for pra falar de amor, que não esmague meu órgão que bombeia sangue com miséria de sentimentalismo. Porque amor sim, é algo delicado de se falar! Eu estive pensando, todo mundo busca por isso. Não há um ser vivente nessa terra de meu Deus que não queira um amor, ou ainda que seja uma projeção disso.


Eu olho para todos os lados, vejo pessoas que falam, reclamam, choram, mas não largam o osso. Me repugna , me ira, me dá dor no pâncreas, mas eu entendo! Porque eu não desisto, eu choro, reclamo, falo... Mas sem amor eu nem respiro. E duvido, duvido mesmo que alguém viva sem. Não estou falando de amor erógeno, ouça bem, isso não é amor! Mas aquele amor que faz sentir segurança, extrema felicidade por estar perto do outro. Pode ser amigo, tio, primo, mãe, pai, piriquito ou papagaio, mas transborde amor! O sentimento mais bem requisitado do mundo, o mais solicitado entre as nações. Inclusive, acho que o amor deveria cobrar por ser tão aclamado. Pois ninguém se dá de graça, mas o amor não, ele tem que estar sempre presente, e sempre acelerando corações.

O amor é cheio de magnitude, carrega consigo virtudes e sensibilidade. Então falar de amor não é pra todos, nem pra mim. Mas senti-lo (sinta a perfeição) é de graça, é para todos!

Só não ama quem não quer se dá ao amor, pois todos querem ser amados, mas não são todos que se permitem amar! Existem barreiras que nos tornam tremendos babacas, só amamos as pessoas que tem bens, só amamos os brancos de olhos azuis, só amamos depois de perceber que vale a pena amar. Veja bem meu querido, AMOR é de graça! Deve-se amar não pelo que o outro é, mas pelo prazer de sentir um sentimento puro. Pureza está extinta nos tempos de hoje, pra tudo há um duplo sentido, pra tudo há outra versão, mas pro amor não! Pro amor tudo é limpo, transparente, pro amor sempre vale a pena tentar. Então se for pra falar de amor, voltemos a amar isso basta!

Emilia Couto

Se for pra falar de amor...
Se for pra falar de amor, que não esmague meu órgão que bombeia sangue com miséria de sentimentalismo. Porque amor sim, é algo delicado de se falar! Eu estive pensando, todo mundo busca por isso. Não há um ser vivente nessa terra de meu Deus que não queira um amor, ou ainda que seja uma projeção disso.


Eu olho para todos os lados, vejo pessoas que falam, reclamam, choram, mas não largam o osso. Me repugna , me ira, me dá dor no pâncreas, mas eu entendo! Porque eu não desisto, eu choro, reclamo, falo... Mas sem amor eu nem respiro. E duvido, duvido mesmo que alguém viva sem. Não estou falando de amor erógeno, ouça bem, isso não é amor! Mas aquele amor que faz sentir segurança, extrema felicidade por estar perto do outro. Pode ser amigo, tio, primo, mãe, pai, piriquito ou papagaio, mas transborde amor! O sentimento mais bem requisitado do mundo, o mais solicitado entre as nações. Inclusive, acho que o amor deveria cobrar por ser tão aclamado. Pois ninguém se dá de graça, mas o amor não, ele tem que estar sempre presente, e sempre acelerando corações.

O amor é cheio de magnitude, carrega consigo virtudes e sensibilidade. Então falar de amor não é pra todos, nem pra mim. Mas senti-lo (sinta a perfeição) é de graça, é para todos!

Só não ama quem não quer se dá ao amor, pois todos querem ser amados, mas não são todos que se permitem amar! Existem barreiras que nos tornam tremendos babacas, só amamos as pessoas que tem bens, só amamos os brancos de olhos azuis, só amamos depois de perceber que vale a pena amar. Veja bem meu querido, AMOR é de graça! Deve-se amar não pelo que o outro é, mas pelo prazer de sentir um sentimento puro. Pureza está extinta nos tempos de hoje, pra tudo há um duplo sentido, pra tudo há outra versão, mas pro amor não! Pro amor tudo é limpo, transparente, pro amor sempre vale a pena tentar. Então se for pra falar de amor, voltemos a amar isso basta!

Emilia Couto

ESCOLHAS.

Agente nunca sabe pra que caminhos a vida vai nos levar...
Até que despercebido chegamos onde nunca imaginamos. Ou em lugar nenhum e nos frustramos.
Agente passa a vida em nostalgia de coisas que nem vivemos, de sonhos que nunca nos pertenceu. Cada escolha, cada conquista... Cada nada que nos mereceu!
Sinceramente, não sei a quem escrevo, tão pouco me importo, escrevo pra esquecer... E pra relembrar.
A onde quer que eu vá levo as minhas palavras, os meus conceitos, os meus sonhos, até os meus vazios... Onde quer que a vida me leve, ou eu mesma (o que é o provável) eu só tenho algo que me guia. E como diz o poeta: “eu não aconselharia nem um cachorro a me seguir”.

Emilia Couto

TANTAS COISAS QUE NEM SEI...

Tudo é diferente!
Existem vários sentimentos em mim..Sinto como se estivesse no ápice de mim mesma.Como se vivesse tudo afloradamente!
Não sou a mesma de antes... Garças a Deus, pois eu me detestava!
Hoje estou PLENA em amor!Queria não poder viver mais nada... Se não o tal do amor, esse tal ai que me tomou todas as forças e me fez refém.
Tantos sonhos e planos... Resumi em um só... AMOR! Ai quando você o encontra, fica sem saber o que fazer...
São tantas coisas que nem sei...

Emilia Couto

DIFERENCIAL.

Todos os dias me deparo com os sonhos que ainda não vivi,
Com os objetivos que ainda não alcancei.
Deparo-me com os sentimentos que ainda não amei....
Vivo uma frenética rotina de desencontros.
Vivo um mito de realizações, e em determinados momentos,
acredito ser tudo trivialidade.
Se não fora o meu eu a gritar!
Se não fora eu lutando contra meus próprios paradigmas,
Eu estaria sujeita a ser mais uma no mundo!

Emilia Couto