Beta Lotti: Tem dias que a gente fica triste e não...

Tem dias que a gente fica triste e não sabe porque.Na verdade nós sabemos mas não queremos nos dizer.Sabemos exatamente tudo o que acontece o tempo todo, em qualquer lugar, com qualquer pessoa.Afinal somos todos ligados uns aos outros de alguma maneira, e o que chamamos de intuição é apenas o cordão que une a humanidade.
Mas quando estamos tristes ou irritados sem um motivo concreto, é que devemos párar e analisar tudo a nossa volta.Essa é uma reação natural do nosso próprio "eu", de dizer que está insatisfeito, de que falta alguma coisa, de estarmos sendo teimosos, de que estamos fazendo algo incorreto.
Tem dias que nem eu me suporto, e vai saber porque... Na verdade devo saber.. só não encontrei o motivo certo.Se eu pudesse me divorciava de mim, de tão braba que me sinto comigo mesma... e pior, sem entender.Nem eu me entendo, será que eu mesma poderia ser mais clara comigo?
Tem dias que a gente fica carente, e por mais que mil pessoas te dêem carinho, não passa... Parecemos recém nascidos precisando ficar no bem bom que é o colo da nossa mãe.
Tem dias que nos sentimos desprotegidos... e só o conforto do abraço mais quente faz passar.
Tem dias que a gente percebe todas as nossas mancadas, aquelas que a gente tem até vergonha de contar pra si mesmo que cometeu... e não sabe como arrumar.
Tem dias que a gente quer pedir perdão, e mesmo que peça, não passa.Esse peso fica na parte das costas e cabeça, pesando durante o dia.
Tem dias que a gente só quer ficar sozinho... Tem dias que a gente chora sem motivo, que a gente ri sem motivo, que a gente come sem fome, que a gente sai sem rumo, que a gente faz coisas por fazer.Tem dias que parece que o dia não vai acabar nunca, e mesmo com aquele papo todo que devemos aproveitar todos os momentos, a gente quer passe logo mesmo.
Tem dias que a gente nem quer sair da cama, que o cobertor é um escudo que nos salvará do mundo lá fora.
Tem dias que palavras não são suficiente, queremos provas de que somos amados, todos nós temos a necessidade de nos sentir únicos na vida de alguém, de nos sentir insubstituíveis, de nos sentir amados.Tem dias que o que a gente mais quer é ser cuidado, paparicado, mimado, fazer manha e ficar no ninho.
Tem dias que nada nos basta.
Tem dias que queremos gritar, seja pelo motivo que for.
São nesses dias que devemos ter uma conversa bem séria com alguém que mora dentro da gente, buscar a raiz do verdadeiro problema que nem sempre é só TPM, que nem sempre é só stress... tem mais aí, Fuça bem que tu acha, olha bem, mas olha lá no fundinho...Desenterra, lava, olha bem, esfrega... Doa se precisar doer, chore se precisar chore, grite se precisar gritar, fique sozinho se precisar ficar, ame se precisar amar, converse se precisar conversar, fique no colo se precisar ficar... Mas não deixe essas reações passarem desapercebidas, não espere o copo transbordar.
Nosso coração é como um recipiente, só colocaremos coisas boas dentro dele quando as ruins ou as que nos incomodam estejam definitivamente fora dele.

Beta Lotti