Luís de Camões: Ah o amor... que nasce não sei onde,...

Ah o amor... que nasce não sei onde, vem não sei como, e dói não sei porquê.

Luís de Camões

Nota: Trecho adaptado de soneto de Luís de Camões. Link

Postar no Facebook
Pensamento